História Happy Birthday, my love - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Shawn Mendes
Tags Shawn Mendes
Visualizações 86
Palavras 1.047
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, meus nenês! Turubom?????

Hoje é dia 8 de agosto, aniversário do meu amô vulgo Shawn Mendes. MEU DEUS MEU BEBÊ TÁ COMPLETANDO 20 ANOS EU NÃO ESTOU BEM

E eu sempre quis fazer uma fanfic de um capítulo só, e eu estava com essa ideia na cabeça. Como hoje é aniversário dele, eu vou postá-la, porque eu gostei bastante dela, espero que gostem também. Ah, e a Lia é a Jessica Clements, eu achei essa guria maravilhosa! E não liguem para a capa, fiz na correria e não queria deixar a fic sem uma. Sem mais delongas, boa leitura! ❤

Capítulo 1 - Capítulo único


Toronto, Canadá 

Shawn Mendes — 8 de agosto  

           Acordo com o sol de Toronto batendo em meu rosto, fazendo-me resmungar por não ter lembrado de fechar a cortina na noite anterior. Tento mexer meu corpo, mas sinto uma dormência no braço e sorrio levemente ao ver Lia agarrada a mim. Retiro com cuidado meu braço de sua cintura, espreguiçando-me na cama e levantando silenciosamente.  

Escovo os dentes e coloco uma camisa, já que Lia está dormindo com a minha. Assim que volto para o quarto, vejo a menina de cabelos castanhos esparramada na cama, fazendo-me sorrir abobado. 

— Ei, Lia. — Balanço levemente seu corpo, e a mesma resmunga. — Acorda, amor. Em seguida vamos para a casa dos meus pais, lembra? 

— Merda. — Lia resmunga, abrindo os olhos rapidamente. — Merda, era para eu acordar antes de você! 

— Por quê?  

— É seu aniversário, seu bobão. Eu iria acordar, me arrumar, pegar o bolo na geladeira e te acordar e parabenizar você por mais um ano de vida. — A garota fala emburrada, indo para o banheiro. Ela sai de lá com um biquinho fofo, o que me faz rir.  

— Para que se arrumar, criatura? Você é linda desse jeitinho, com essa cara sonolenta e usando a minha camisa. — Abraço-a por trás, já que ela está de costas para mim. — Quer presente de aniversário melhor que esse?  

Ela sorri e se vira para mim, dando-me um beijo caloroso.  

— Feliz aniversário, amor. Tudo de bom na sua vida. — Murmura ela, apertando seus braços em volta de meu pescoço. — Ah, e espero que você não repare, mas eu estava sem tempo de comprar algo grandioso, as coisas na revista estão cada vez mais apressadas... Mas eu juro que foi com muito carinho.  

Ela se separa de mim e vai até umas sacolas que estão ao lado de sua bolsa, e me entrega uma caixa retangular. Abro a mesma e é uma camiseta do Harry Potter com os três personagens principais em desenho animado, cada um com uma varinha.  

— Uou, esse é um presente e tanto. — Retiro a camiseta da caixa e a estendo em meu corpo, sorrindo satisfeito ao ver que ficaria boa em mim. — Obrigada. 

Rio, negando com a cabeça, enquanto sento no sofá e espero a margarida sair de meu quarto, e quando ela sai, porra, é como se aquela mulher tivesse ficado ainda mais linda. 

— Eu simplesmente amo quando você usa essas roupas. — Me refiro ao seu short jeans e aquela blusa curtinha que mostra a barriga.  

— Eu também gosto. — Ela assente enquanto ajeita o cabelo. — Vai se arrumar, anda! Tenho que passar na farmácia.  

Reviro os olhos sorrindo enquanto caminho até o meu quarto.  

*** 

— Parabéns, parabéns, parabéns! — Minha mãe beija meu rosto com vontade, sorrindo para Lia. — Esse garoto está crescendo demais, daqui a pouco está saindo de Toronto... 

— Mãe... — A repreendo. Eu sempre tive o sonho de morar na Europa depois dos trinta, e essa idade se aproxima cada vez mais. Não gosto muito de pensar nisso, já que Lia e eu já discutimos muito por conta disso. — Onde estão os outros? 

Meu pai, Aaliyah, alguns primos e a irmã de Lia estão aqui, pois daqui uma semana eu e Lia viajaremos para sua cidade natal, Porto Alegre, no Brasil, e passaremos alguns dias lá.  

— Parabéns, cunhadinho! — Lorena, a irmã de Lia, vem até mim e me dá um abraço levemente. — Tu vai contar para ele? 

— Ainda não, né? Tenho que ganhar tempo. — Lia fala em português, fazendo-me arquear as sobrancelhas. 

— Posso saber o porquê de estarem falando literalmente em outra língua? — Pergunto, fazendo-as rir. 

— Nada não, amor. Vem, vamos falar com a sua irmã. — Lia pega em minha mão e vamos em direção aos outros familiares. Aaliyah vem até mim com um sorriso enorme no rosto, puxando a mão de um menino bem mais alto que ela. 

— Parabéns, maninho. — Ela beija meu rosto. — Esse aqui é o Joseph, mas pode o chamar de Joe. Ele é meu namorado. 

— Oi, nossa, é um prazer conhecê-lo... Caramba, meu cunhado é o Shawn Mendes. — O menino dá um sorriso nervoso. 

— Acredite, garoto, eu tive a mesma reação. — Lorena brinca, fazendo-nos rir.  

— Prazer, Joe. — Sorrio de canto e vou sendo cumprimentado por meus parentes à medida que vou me aproximando. 

*** 

Depois dos famosos “parabéns” e entregar os primeiros pedaços de bolo, já passam das sete da noite quando Lia levanta do sofá, sorrindo orgulhosa. 

— Bem, agora é a hora da queridinha aqui falar, mores. Licença. — Balança os cabelos sorrindo presunçosa, nos fazendo rir. Lorena e Aaliyah estão filmando enquanto minha mãe sorri com lágrimas nos olhos. Ok, o que está acontecendo aqui? — Há alguns anos atrás, enquanto comprava café num dia chuvoso, acabei esbarrando com um poste humano e todo o meu amado café manchou toda minha roupa. Esse poste humano se chamava Shawn Mendes e era um cantor bem famoso, crush de várias pessoas e um amorzinho de pessoa. Me ofereceu seu moletom para eu não ter que usar a camiseta manchada de café e foi ali que consolidamos nossa amizade, que depois de algumas cervejas e uma música do Ed Sheeran no rádio do carro se transformou em um namoro. Quando começamos a namorar várias dúvidas surgiram em minha vida, mas tudo o que ele me dizia era “vai ficar tudo bem, nós estamos juntos e é isso que importa”. E eu acreditava. E quando ele me pediu em casamento, aquele dia eu percebi que éramos para sempre. E de fatos somos. — Lia arfa, pegando uma caixa pequenininha do aparador. — É para você. — Me entrega. Abro a caixinha e meus olhos se arregalam ao ver um par de sapatinhos de lã.  

— Ai. Meu. Deus. — Levanto abruptamente do sofá, indo até Lia. — Isso é sério? 

— E eu brincaria com isso, criatura? — Coloca as mãos na cintura, rindo e chorando ao mesmo tempo. — Parabéns, papai.  

A abraço forte, chorando junto com ela. Sempre foi um sonho nosso, e poder realizá-lo é uma sensação muito, muito boa. 

— Feliz aniversário, meu amor

Ela fala em português, e graças a Deus eu a entendo. Solto-me dela e agacho até a sua barriga, dando um beijo ali e a acariciando.  

Lia me puxa novamente e nós nos beijamos, ouvindo os aplausos dos outros presentes na sala.  

É meu aniversário, e eu não poderia estar mais feliz.  


Notas Finais


Espero que gostem 💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...