História Happy Halloween, Baby - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 102
Palavras 1.187
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá bolinhos, como estão?
Primeiramente Sorry a demora em postar
Sério, desculpa mesmo.... Masss cá estou.

Espero que gostem!
Boa Leitura!!!

Capítulo 15 - Reencontro


Fanfic / Fanfiction Happy Halloween, Baby - Capítulo 15 - Reencontro


Devo ter dormido algumas boas horas. Quando acordei o vento que entrava pela janela quebrada estava mais suave e o sol não brilhava com tanta força, provavelmente devia ser umas duas da tarde ou algo perto disso.

Me levantei com o corpo doendo por ter ficado num chão duro e meu nariz incomodava devido a poeira do lugar. Limpei minhas roupas e me coloquei fora da casa. Assim que pulei o muro,cai direto no beco e então dei alguns passos para a rua, logo esbarando em um homem alto com jaqueta de couro.

 

-Jin?

 

                                          ****************

( J-Hope On ) ( Uma hora antes )

 

Felizmente conseguimos entrar em Las Vegas sem ter problemas com a polícia. Namjoon também não causou nenhum acidente,pelo contrário, dirigiu bem demais,arisco dizer que melhor do que todos nós.... com exceção de Suga. Ninguém que conheço dirige melhor do que ele.

 

Estava-mos caminhando pela calçada enquanto Namjoon checava o celular, ele era muito bom no quesito rastrear pessoas, e usava este fato para encontrar a S/N.

Infelizmente não conseguimos protegê-la e a gangue a encontrou. Mas S/N é esperta e conseguiu fugir, só não sabemos para onde.

 

-Las Vegas!-Gritou Suga.-Meu pai acha que é cidade do diabo por causa do dinheiro e do sexo. Eu... particurlamente acho encantadora, pois tem uma pegada Hollywood... com becos, gangues, gente levando tiros, cassinos e tudo mais...

 

-Onde quer chegar?-Pergunto.

 

-S/N pode estar em qualquer lugar. E se a coisa já estava feia,imagina agora que perdemos o rastro dela.-Retrucou impetulante, como sempre.

 

-Errado.-Namjoon para.-Encontrei uma coisa.-Nos aproximamos deles, todos atentos ouvindo o que tinha para falar.-S/N precisou fugir de caras mais altos e mais fortes que nós. Apenas correr deles seria algo tolo de se fazer, a alcançariam rapidamente. Então deduzi que ela entrou em um táxi e invadi a rede de taxis da ragião do hotel onde ela estava. Segundo a empresa,uma garota entrou no táxi número 74001 e o seu destino era um cassino. O taxista que a levou usa uma identidade diferente da do emprego na vida pessoal. As pessoas o conhecem como Lery McQueen, enquanto no trabalho seu nome é Jefrey Hotlay. Ou seja, esta na cara que trabalha para a gangue.

 

-Eles imaginaram que ela sairia correndo e deixaram um membro da gangue ou um contratado pela mesma disfarçado de taxista para pega-la e levar a um lugar combinado. No caso o cassino.-Completou Jimin.

 

-Exato. Mas a S/N imaginou isso e fugiu para uma direção contrária.... não acho que possa ter ido muito longe, ela tem estatura mediana então não conseguiria correr nem um quilômetro. Vamos até o tal cassino e então damos uma checada ao redor dele, num raio de dez metros e vamos ver o que encontramos.

Fizemos exatamente como o plano de Namjoon mandava. Fiquei numa alegria imensa ao saber que S/N sabe se defender. Não é qualquer um que teria coragem o bastante para fazer o que ela tem feito, e isso inclui nos suportar em sua casa durante o Halloween.

Depois de caminharmos por algumas ruas, chegamos a um prédio comercial onde parecia não ter nenhum sinal dela. Estava-mos com fome e ver os pratos serem servidos nos fez querer ficar e deixar o resto para mais tarde, porém Jin estava disposto a encontrar a garota, era uma forma de se redimir pelo que fez a ela.

Enquanto discutia-mos para ver quem iria ficar e comer, Jin saiu do prédio fedendo pneu. Olhei para trás, o seguindo com os olhos e vi uma garota que saia do beco esbarar nele.

Reconheci o cabelo e a altura. Não acreditei no que vi,menos ainda no tamanho da nossa sorte.

 

                                             *****************

 

-S/N?-Jin estava tão surpreso quanto eu. Não consegui acreditar que havia o encontrado e, num momento de extrema alegria, o abracei. Nunca fiquei tão feliz em vê-lo, sem falar que abraça-lo era gostoso demais.

 

-Como você me encontrou?

 

-Devia perguntar isso ao Namjoon.-Sorriu ele enquanto saíamos do abraço. Olhei ao redor e logo o grupo de garotos apareceu por trás de Jin. Sorri ao vê-los e fui recebida por olhares satisfeitos e alegres.

 

-S/N.- Arfou Hope.-Sabia que a encontraria-mos.-Suga revirou os olhos em seguida da frase.

 

-Como conseguiram?

 

-Usei meu dom de rastrear pessoas.-Namjoon estava satisfeito consigo mesmo.

 

-Apesar de estranho, é muito revê-los.-Comentei e eles riram, levei isso como um '' Nós Também ''.

 

-Temos que ir.-Tae ficou sério de repente.-Não é seguro ficar-mos tão expostos.-Todos concordamos e caminhamos em direção aos carros deles. * Caramba, o carro de Jin* Pensei ao ver o veículo e lembrar da última vez que estive dentro dele.... amarrada e amordaçada.

Namjoon, Hope,Jimin e Suga entraram em um carro, Jin,Tae, Jungkook e eu em outro e ambos veículos correram para uma região afastada da cidade.

La Vegas foi construída em cima de um deserto, e em alguns lugares haviam casas afastadas do barulho e das luzes, ligeiramente construídas na regão desértica que não sofreu interferência humana.

 

A casa, apesar de ter dois andares, não era muito grande. Até apertada demais para oito pessoas. Me sentei no sofá e senti meu corpo relaxar de verdade. Me senti segura por estar ali e com os sete garotos, ainda que tudo isso seja culpa deles.

 

-Acho que agora você podem me explicar o que está acontecendo.-Fitei Namjoon e depois Taehyung. Ambos ficaram em silêncio e se entreolharam.

 

-É uma longa história.-Comentou Nam.

 

-Você me devem isso!-Insisto.

 

-Faz algum tempo que nos envolvemos com uma gangue.-Começou Jin.- Roubamos coisas deles e,sem querer, matamos um dos integrantes. Agora eles querem vingança.-Foi sem dúvida um [email protected] resumo.

Balancei a cabeça.

 

-Porque estão atrás de mim?

 

-Por que você é nosso ponto fraco.-A sinceridade de Suga fez meu queixo cair. * Suga está dizendo que sou importante para eles? * Não sei o que é mais surpreendente, ser importante para eles ou Suga estar admitindo isso.... logo o Suga? Ok,ok.

 

-Eles te machucaram?-Jungkook afasta meus pensamentos impuros de como seria transar com Suga uma vez que ele é 'bonzinho'.

 

-Não.-Pensei um pouco.-Tentaram,mas eu fugi.-Kook concordou e abaixou a cabeça.

 

-Nos perdoe por te colocar no meio disso.-A voz de Tae era monótona.

 

-Não é pra mim que devem pedir desculpas. Pelo que entendi, vocês vacilaram com a gangue a ponto de maar um cara. É com eles que devem se desculpar.

 

-Se tentarmos fazer isso,morremos.-Ah, pronto.A voz de Tae já ficou dura novamente.

 

-É o preço a ser pago pelo que fizeram.-Conclui e todos me olharam com raiva.-Gente, calma, só disse que isso seria o certo a se fazer, mas não quero que morram.

 

-Honestamente, estava com saudades da língua afiada da S/N.-Jimin olhou para Namjoon.

 

-Não gostei do que ela disse.-Respondeu Namjoon me fazendo sentir culpa.

 

-Acho que ela está com saudades de levar uns tapas.-Suga me encarou. Seu olhar quente novamente. Já tinha me esquecido o quão intimidador ele pode ser.

Os sete se entreolharam e senti um arrepio. Droga, vai começar a orgia.


Notas Finais


E aí, o que acharam? Deixem nos comentários sua opinião a respeito e até mais ❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...