História Happy new year, baby - OneShot Jeon Jungkook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Ano Novo, Hot, Imagine, Jeon, Jeon Jungkook, Jungkook, Oneshot
Visualizações 467
Palavras 1.808
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Escrevi esse OS na intenção de comemorar meus 2 anos aqui no Spirit e como eu nunca escrevi nada do JK, resolvi juntar o útil ao agradável...

Espero que gostem. 🥰

Capítulo 1 - Chapter


Fanfic / Fanfiction Happy new year, baby - OneShot Jeon Jungkook - Capítulo 1 - Chapter

Eu estou feliz. Estar com os amigos de Jungkook, que também são meus amigos, reunidos para comemorar o ano novo era realmente divertido. Por mais que eu seja a única mulher, não me sentia tímida ou deslocada em meio a eles.

Estávamos todos sentados em círculo, no sofá, rindo de coisas que aconteceram esse ano. A mesa estava cheia de bebidas e comidas. A sala parecia uma festa universitária, e por mais que faltasse música, nossas vozes e risadas preenchiam todo o cômodo. Eu estou feliz.

Eu me sentia grata por esse ano, por mil e uma coisas. Ter arranjado um emprego de vitrinista em uma loja renomada em toda Ásia, ter me formado em uma universidade da língua coreana e ter completado mais um ano de namoro com Jeon Jungkook.

Sinceramente eu nunca pensei que iria namorar um astro do kpop, ou qualquer pessoa famosa, mas quando eu sem querer trombei em Jungkook em uma cafeteria derramando todo o seu café no chão comecei a pensar na possibilidade de isso acontecer. Eu lembro que ajudei ele a se limpar e insisti em pagar outro café, mas ele não aceitou. Eu queria ter sentado com ele e ficado conversando por horas, mas quando isso iria acontecer, todos os seus hyungs apareceram. Como eu realmente o achei um cara legal e gato, resolvi que era melhor me arriscar. Escrevi meu ID do Kakaol Talk em um guardanapo e o entreguei, saindo correndo em seguida da cafeteria. Quando foi a noite, ele me chamou, então começamos a conversar, mas só depois de quatro messes podemos nos encontrar, já que a agenda dele era cheia. Nós demos nosso primeiro beijo e enfim, começamos a namorar.

Me desperto dos meus pensamentos quando sinto as mãos dele rodearem a minha cintura e um beijo é deferido no meu pescoço.

-Suas pernas estão começando a ficar dormentes comigo no colo?! - Pergunto, dando-lhe um sorriso.

-Não, - Ele balança a cabeça fazendo com seus cabelos, agora grandes, na altura do queixo imitassem o movimento. - Estou pensando que...

-Faltam apenas meia hora para meia noite – Namjoon anuncia, cortando a frase de Jungkook, guardando seu celular no bolso.

-Acho que devemos ir lá para fora ver os fogos. - Taehyung se levanta animado, o que me faz rir um pouco. - Vamos?!

-Vou ligar para os meus pais. - Hoseok anuncia, bebericando mais um pouco da sua bebida. - Encontro vocês lá fora.

-Eu acho que também vou. - Jimin acompanha seu hyung, me dando um sorriso caloroso, antes de sair da sala, exibindo suas bochechas vermelhas. Ele já está bêbado.

Me levanto do colo de Jungkook, esperando que ele me siga para fora, mas ele continua sentado, olhando para o nada. Olho para porta, vendo a imagem de Seokjin, Namjoon, Taehyung e Yoongi, sumirem vagarosamente.

-Você não vem?! - Pergunto me aproximando dele.

-Ah... - Ele olha para mim. - A gente pode ficar mais um tempo junto?!

Sorriu, sentando-se ao seu lado, deixando a minha cabeça cair no encosto do sofá.

-Jungkook, é ano novo e por mais que eu adoro quando você fica todo fofinho e começa falar sobre os seus sentimentos, acho que deveríamos ir para fora e comemorar o ano novo. - Digo, presumindo que ele irá fazer isso.

-Eu só quero ficar com você. - Seus olhos redondinhos e pretos como a noite me encaram. - É ano novo, quero aproveitar o tempo que eu ainda tenho de folga, com a minha namorada. - Ele abre um sorriso gigante, que me permite ver seus dentes de coelho.

-Tudo bem... - Me aproximo mais dele. - Isso me convenceu.

Me aproximo mais dele, dando um selar em seus lábios. Sua boca macia contra a minha, parecendo fazer uma pequena caricia, até nossas línguas invadirem a boca um do outro. As mãos fortes de Jungkook tocam a lateral do meu rosto, querendo puxar a minha boca para mais perto da dele, aprofundando o beijo.

Quando nos faltou o ar, Jungkook começou a distribuir selares pelo meu pescoço.

-Esse é o tempo que você quer passar com a sua namorada?! - Sinto o sorriso dele se abrir contra a minha pele, antes de seus dentes se fecharem contra a mesma. - Aah... - Arfo, fechando a minha mão contra o braço forte dele, pendendo minha cabeça contra a sua mão, deixando meu pescoço mais exposto.

Ele fica um tempo passando sua língua pela minha pele e mordiscando. Até nós voltarmos a nos beijar, agora de uma maneira eufórica. Uma das mãos de meu namorado acaricia a minha coxa, deslizando vagarosamente para o meio das minhas pernas, por baixo do vestido. Seus dedos parecem confusos e sem saber onde tocar, e pela sua euforia, ele apenas passa seus dois dedos por toda a extensão do meu íntimo, fazendo uma caricia gostosa.

-Ah, hyung! - Escuto a risada de Jimin distante, e em uma fração de segundos a mãos e os lábios de Jungkook estão longe dos meus. - Vocês não vão ver os fogos?! - Ele para na entrada da sala, olhando para nós dois, no sofá.

Pigarreio antes de fala. - Já estamos indo, eu e Jungkook estamos conversando.

-Vamos, Jimin-ie. - Hoseok fez uma voz de aegyeo, parando ao seu lado, e o conduzindo para fora da sala.

Sinto meu rosto vermelho, e por mais que eu não esteja olhando para Jungkook, sei que seu rosto está quão vermelho quanto o meu. E então, uma onda de risadas irrompe de nós dois e não conseguimos parar de rir por um bom tempo.

-Então, era esse tipo de “tempo” que você queria passar com a sua namorada?! - Olho para ele, que realmente está com o rosto todo avermelhado.

-Bem... eu estava pensando em transar com você. - Por mais que o clima que estávamos em minutos atrás tenha sido quebrada por Jimin e Hoseok, Jungkook conseguiu reatar a nossa tensão sexual em apenas uma frase. - Eu realmente pensei em te levar para o meu quarto, mas não sabia como fazer isso sem meus hyungs suspeitarem de que pudéssemos estar lá dentro.

-E qual seria sua desculpa para sair da sala?!

-Bem, eu iria falar que queria conversar com você em particular.

-Argh, isso é uma péssima estratégia. - Ele ri. - Mas eu não me importaria de usa-la...

Passo minhas pernas para cada lado do corpo de Jungkook e finalmente, nossas bocas estão coladas novamente.

Sinto suas mãos deslizarem pelas minhas pernas, as apertando, até chegar em meu bumbum, onde defere um tapa forte que me faz gemer contra sua boca. Minhas mãos prendem em seus cabelos, sentindo a textura de seus fios lisos contra os meus dedos. Jungkook começa a me incentivar a rebolar em seu colo, em um vai e vem. A fricção do seu volume contra meu íntimo, mesmo sob os tecidos de nossas roupas, me deixa molhada e arfante.

Separo nossos lábios e apoio minhas mãos no encosto do sofá, rebolando agora em círculos. Jungkook apoia suas mãos na minha cintura, olhando para o meu rosto e isso me faz querer decorar cada detalhe dele. Seus lábios rosados, a sua pinta abaixo deles, sua pele alva e suas linhas de expressões contornando seus olhos.

-Faltam alguns minutos para meia-noite e... - Jungkook me levanta com um solavanco, me fazendo soltar um gritinho. - Eu quero estar dentro de você, escutando os fogos de artificial e celebrando o ano novo.

Ele caminha até seu quarto, fechando a porta com o pé. Quando ele me deixa no chão, nossas mãos parecem máquinas, trabalhando para nós despir em uma velocidade incrível.

As mãos de Jungkook me agarram, me puxando contra ele. Minha pele se arrepia ao sentir seu corpo nu contra o meu, sentindo cada musculo tenso e fervendo, desejando por mim. Meu corpo é rodopiado para trás e sinto meu rosto sendo contra a escrivaninha. O membro de Jungkook rosando contra a minha bunda, fazendo meu íntimo pulsar, desejando que ele estivesse dentro de mim.

-Me chame daquela forma. - Ele pede. - Me chame... - Um tapa é deferido em meu bumbum.

-Jungkook... - Solto um gemido. Me lembro desde que eu e Jungkook começamos a ter relações sexuais, notei que ele era um pouco tímido demais e, eu queria muito que ele tomasse iniciativa e mostrasse seus fetiches, então conversei com ele sobre isso...E bom, acho que isso funcionou.

-Me chame daquela forma... - Sinto uma de suas mãos em meu íntimo.

-Daddy... - O apelido sai entrecortado, assim que um dos dedos de Jungkook adentram o meu interior. - Eu quero ver você... - Tento dizer. - Nós não temos muito tempo.

-Hm... - Escuto ele resmungar e seus dedos pararem de trabalhar. - Como quer que nós fiquemos, baby?!

-Na cama, você por cima. - Falo, esperando que ele aprove a minha petição.

Jungkook me vira de volta para frente, me dando um selar. Suas mãos acariciam meu corpo e começamos a nos beijar euforicamente, de novo, indo a passos cegos para a cama. Quando sinto o colchão macio as minhas costas, me ajeito abrindo a minhas pernas, observando meu namorado encaixar o seu membro na minha entrada.

Uma onda de ansiedade percorre o meu corpo e por mais que eu tenha feito isso com Jungkook um milhão de vezes, ainda parecia uma sensação nova quando ele me invade. Ele apoiou suas mãos um de cada lado do meu corpo, fechei as minhas mãos contra os seus pulsos, observando seus cabelos quase tamparem sua visão.

Senti cada pedaço seu dentro de mim, me deleitando desse momento, sentindo cada parte do meu corpo arrepiar e tremer. Jungkook começou a se movimentar indo a cada estocada mais fundo, deixando que os sons de nossos corpos se chocando ficassem cada vez mais altos.

A cama emitindo um ranger, enquanto o som abafado de risadas ecoava lá fora. A voz de Jungkook sussurrando coisas para mim, seus dentes marcando a minha pele e meus pedidos para que ele fosse mais fundo.

Ele abaixou a cabeça para chupar um de meus seios e foi quando escutamos os fogos de artificio explodindo lá fora iluminando o quarto de várias cores. Agora eu me sentia os fogos de artificio, explodido a cada beijo, a cada estocada e cada sussurrar de Jungkook.

E quando meus olhos se reviraram e meu corpo tremeu embaixo dele, pensei que estava no céu. O corpo quente de Jungkook, também tremulo como o meu, me deu uma sensação de aconchego. Ele tira seu membro de dentro de mim, deixando seu líquido quente escorrer entre as minhas pernas, enquanto seu corpo é tombado para o lado.

Fecho meus olhos e aprecio o breve silêncio.

Sinto um selar sendo deferido em minha bochecha, o que me faz sorrir.

-Feliz ano novo, sarang. - Digo.

-Feliz ano novo, baby...


Notas Finais


Espero que tenham gostado... 🥰✊🏿


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...