1. Spirit Fanfics >
  2. Happy pills (Fanboy) >
  3. Verdade

História Happy pills (Fanboy) - Capítulo 3


Escrita por: Drop_of_sun

Notas do Autor


Oi :)


Boa leitura (~ ̄³ ̄)~

Capítulo 3 - Verdade


Fanfic / Fanfiction Happy pills (Fanboy) - Capítulo 3 - Verdade

                    POV'S S/N 


Acordo e percebo que eu estava abraçado com o Yuta estava tão confortável ali que eu voltei a dormir quando sou acordado de novo com um barulho de algo caindo e vejo o Yuta corado caído no chão 


─ O que foi Yutazinho? ─ pergunto preocupado vendo ele caído no chão 


─ Você nunca mais vai dormir comigo ─ ele fala bravo ainda corado 


─ Mas porque? Eu gostei de dormir com você...você é quentinho e me abraça a noite toda ─ falo sorridente 


─ Vamos fingir que isso nunca aconteceu ─ ele se levanta do chão e vai até o guarda roupa pegar o uniforme da escolinha 


─ Tá bom ─ fico triste 


Faço o de sempre escova os dentinhos, tomar banho, me arrumar e tomar minha pílula da felicidade quando terminamos de fazer tudo isso abrimos a porta revelando que o Taeyong estava me esperando com um bom dia escrito no caderno 


─ bom dia Taeyong ─ abraço ele ─ bom dia Taeyong ─ mostro o Sr. Pelúcio e faço uma voz como ser fosse ele que estivesse falando fazendo um  sorriso ser forma nos lábios do Taeyong 


─ Eu ainda vou provar que você não é confiável e ser afasta do s/n ─ O Yuta fala bravo e vai embora, eu fiquei assustado com a reação dele mas pelo menos é fofo ele ser preocupando comigo 


─ Não liga para ele o Yuta é bem...explosivo ─ falo nervoso e o Taeyong escreve que o Yuta era insuportável ─ Você ainda vai ser acostumar com ele ─ falo com um sorriso no rosto e o Taeyong escreve "vou não" no caderno 


Vamos até o refeitório e já vimos a Jiu e Yoohyeon vindo até nós com um sorriso no rosto 


─ Bom dia s/n, bom dia Taeyong ─ elas falam juntas 


─ Bom dia meninas ─ retribuo o sorriso 


─ É falta de educação não responde o bom dia de alguém Taeyong ─ a Jiu cruza os braços 


─ O Taeyong não fala ─ falo baixo 


─ Me desculpa Taeyong ─ a Jiu fala envergonhada 


─ Uma vez eu li em um livro um feitiço que é capaz de curar qualquer enfermidade nós podíamos testar ele no Taeyong vai que ele volta a falar ─ A Yoohyeon fala com um sorriso no rosto 


─ Esse feitiço é muito perigoso mas eu sempre quis fazer um ritual, tudo em nome da magia ─ A Jiu pula empolgada 


─ Usar o Taeyong de cobaia...tá bom eu tô dentro ─ falo isso e o Taeyong me olha assustado e tenta sair correndo mas eu seguro a camisa dele ─ calma Taeyong ser doé nós para o ritual ─ falo isso e as meninas concorda com a cabeça 


Eu fico tentando convencer o Taeyong mas ele não gostava nada da ideia então eu usei a minha arma mais forte dando um 'eyes smile' para o Taeyong o que o coração dele amolecer e acabar cedendo 


─ Uhuuu ritual de magia ─ comemoramos 


Nós íamos faltar na aula e vamos indo em direção da biblioteca quando vejo uma borboleta azul voando e eu queria testar o poder dela 


─ Vem aqui borboletinha ─ vou andando até ela quando sinto me puxarem 


─ Sem ser afasta de nós s/n ─ A Yoohyeon fala brava 


─ Ok foco s/n ─ dou um leve tapa no meu rosto 


Entramos na biblioteca e só tinha duas meninas lá que a Jiu fez a questão de tirá-las a força da sala 


─ O livro deve está por aqui ─ a Yoohyeon passava a mão pelas enormes estantes de livros 


─ tem milhares de livros nessa biblioteca você nunca vai encontrar ─ a Jiu se deita no chão entediada 


─ Achei ─ ela pega um livro antigo com a capa preta e detalhes dourado 


─ Foi bem rápido parabéns maninha ─ A Jiu fala supresa e a Yoohyeon sorrir para ela 


─ Só precisamos desenhar um pentagrama no chão, acender velas e falar essas palavras, vai ser fácil ─ a Yoohyeon retira um giz do bolso do seu casaco e começa a desenhar um grande pentagrama no chão 


─ Eu vou ir buscar as velas ─ A Jiu levanta do chão e sai correndo da biblioteca 


─ Vai machucar muito o Taeyong esse feitiço? ─ pergunto preocupado 


─ Isso é um feitiço de cura ser fizemos direitinho vai ser até prazeroso ─ ela me dá um sorriso fraco 


─  E ser fizemos o feitiço errado? ─ falo apreensivo 


─ Ele vai sentir uma dor insuportável até morrer mas tudo bem não vamos errar ─ ela fala empolgada e o Taeyong me olha assustado e escreve no caderno que era melhor não fazemos o ritual 


─ É muito arriscado mas e ser o ritual dê certo? Você vai falar...vamos pensar pelo lado bom ─ seguro as duas mão dele e sorrio mas ele faz eu soltar a mão dele e escreve "mas e ser eu morrer, eu nunca irei conseguir contar a verdade para você" 


─ Você não vai morrer eu vou te proteger assim como você tá fazendo comigo ─ coloco minha mão no rosto dele e um sorriso de canto se forma nos lábios do Taeyong 


─ CHEGUEI ─ A Jiu chuta a porta e vem correndo até nós com um monte de vela 


─ Seja discreta Jiu ─ a Yoohyeon fala brava e pega as velas começando a colocá-las ao redor do pentagrama 


─ Eu sou muito discreta ─ a Jiu fala brava e usa sua magia evocando um caixinha de fósforo começando a acender as velas 


─ Fogo ─ olho fascinado para pequena chama e quando eu ia colocar a mão o Taeyong seguro ela 


─ Pronto podemos começar o ritual ─ a Yoohyeon fala empolgada 


─ AAAAHAHA ─ dou um grito acompanhado de uma risada aguda 


─ Nossa seu grito e risada é tão agudo que meus ouvidos estão sangrando ─ a Jiu fala brava 


─ eu consigo gritar mais agudo ainda você quer ver? ─ falo debochado 


─ Não ─ ela tampa minha boca com a mão 


─ deita aqui Taeyong por favor ─ a Yoohyeon aponta para o centro do pentagrama e ele obedece ─ e tira a máscara o objeto pode ficar amaldiçoado 


─ Eu não vou deixar te machucarem ─ retiro a máscara do Taeyong beijo a testa dele 


Nós damos a mão e começo a repetir as palavras que estavam escrita no livro começando a fazer o pentagrama emitir uma luz até o momento estava tudo indo bem quando a luz do pentagrama fica vermelha e uma criatura humanoide escura sai do corpo do Taeyong 


─ o que é isso? ─ pergunto assustado 


─ o Taeyong está amaldiçoado e essa é forma física da maldição ─ A Jiu fala seria 


─ Nós podemos destruir a maldição apenas ser mantenham concentrados ─ a Yoohyeon fala nervosa e nós dois concordamos com a cabeça 


Eu estava tentando manter a concentração mas o Taeyong estava sentindo dor fazendo ele soltar alguns gemidos me deixando preocupado que ele acabasse virando uma estrelinha no céu igual o meu papai 


─ Estamos machucando ele ─ falo preocupado 


─ mantenha a concentração s/n ─ a Yoohyeon fala nervosa 


─ Vamos para o ritual agora ─ falo bravo 


─ s/n ser concentre ─ a Jiu fala brava 


─ Eu não vou perder alguém quem eu amo de novo ─ falo bravo e solto a mão das meninas fazendo a proteção que mantinha a maldição presa ser roupe e a criatura sair descontrolada pela escola 


─ Isso vai dar merda ─ as meninas falam juntas 


─ Me desculpa Taeyong eu não deveria ter insistido nessa história eu...eu sempre machuco quem eu amo ─ eu abraço o Taeyong 


─ t-tá tudo bem estrelinha ─ pela primeira vez eu escuto a voz do Taeyong o encanto tinha furcionado 


─ Você tá falando ─ abraço ele mais forte 


─ Gente sem querer estragar o momento do casal mas TEM UMA CRIATURA A SOLTA PELA ESCOLA ─ a Yoohyeon fala preocupado 


─ Vamos atrás dela ─ falo confiante 


─ É uma ideia horrível mas não tem outra melhor ─ A Jiu fala debochado 


Saímos da sala correndo e estava tudo destruído formos até o pátio onde estava a criatura e alguns professores lançando feitiço tentando conter o monstro 


─ Se nem os professores estão conseguindo destruir essa criatura então nós nunca vamos conseguir ─ A Yoohyeon fala preocupada 


─ Nós podemos tentar em desenho animado o grupo de adolescente sempre consegue resolver tudo ─ dou um sorriso fraco 


─ Não vou colocar sua vida em risco...eu vou devolver a maldição para o meu corpo, eu já estou acostumado com ela mesmo ─ o Taeyong fala sério 


─  Você não vai devolver a maldição para seu corpo agora que você está curado deu quase tudo certo você tá falando e é isso que importa ─ seguro o rosto do Taeyong com minhas duas mãos fazendo ele fica me encarando 


─ Eu agradeço você por ter me curado você é igualzinho a Crystal sempre colocando a vida dos outros em perigo pela minha mas essa é a coisa mais sensata a ser fazer ─ ele me dá um sorriso de canto e ser afasta mas eu seguro a mão dele 


─ Então me conta a coisa que estão me escondendo ─ falo cabisbaixo 


─ Eu sei que vai parecer doideira mas você é a reencarnação de uma bruxa muito poderosa que eu amei milhares de anos atrás, infelizmente ela foi morta mas prometeu que iria renascer em alguém da descendência dela, eu passei anos procurando pela reencarnação dela até que achei você mas quando eu ia te contar a verdade fui amaldiçoado pelo seu pai e condenado ao silêncio eterno...você é o meu amor s/n estamos destinados pelas estrelas a ficamos juntos ─ o Taeyong acaricia meu rosto eu não sabia nem como reagir, aquele sonho estava começando a fazer sentido na minha cabeça 


─ por favor Taeyong não devolve a maldição eu preciso de respostas ─ sem perceber lágrimas se forma nos meus olhos 


─ Você ainda não tem noção do seu poder mas quando tiver você vai conseguir me curar ─ ele beija minha testa e ser aproxima da criatura encostando no rosto dela fazendo o monstro entrar no corpo dele 


─ Vamos sair daqui ─ a Yoohyeon pega o braço do Taeyong e o meu saindo nos puxando 


─ espera aí Lee Taeyong, você vem comigo ─ a diretora fala brava e o Taeyong apenas segue ela 


─ A lenda estava certa quem é a otária agora? ─ a Yoohyeon fala debochada 


─ Tá bom você estava certa ─ a Jiu fala não muito contente 


─ V-Você pôde me conta essa lenda? ─ pergunto tímido enquanto abraçava o Sr. Pelúcio forte 


─ CLARO ─ a Yoohyeon fala empolgada 


─ Aí não eu já ouvir essa história milhares de vezes ─ a Jiu faz expressão de tédio 


─ VAMOS ─ ela pega o meu braço e o da Jiu saindo nos puxando correndo 


Vamos de volta para a biblioteca e a Yoohyeon pega outro livro abrindo ele na mesa 


─ Milhares de anos atrás na época das primeiras bruxas nasceu Crystal uma garota com o poder único de fazer qualquer tipo de magia principalmente a habilidade mais poderosa dela de curar e trazer qualquer criatura de volta a vida aparti das borboletas por causa disso ser tornou a rainha das bruxas destinada a ser casar com Hades o rei dos bruxos e desse relacionamento nasceu uma herdeira do trono ─ a Yoohyeon estava contando a história quando é interrompida pela Jiu 


─ Você é muito lerda contando a história então s/n a Crystal traía seu marido com o Taeyong e quando o rei descobriu mandou matá-la queimada a Crystal podia ter impedido seu assassinato mas a burra preferiu ser sacrifica pelo bem do Taeyong e fez a promessa que iria renascer em alguém da descendência da sua filha enfim o Taeyong passou a vigiar todas as crianças que nascia naquela família até que milhares de anos depois a Crystal reencarnou em você ─ a Jiu fala debochada 


─ O que teoricamente torna você da realeza, herdeiro do trono e rei de tudo isso aqui ─ a Yoohyeon fala empolgada ─ mas como a monarquia não existe mais você não tem poder nenhum ─ a empolgação dela some em um instante 


─ É muita informação para mim no mesmo dia...meu papai a pessoa que eu mais confiei mentiu para mim esse tempo todo e afasto o Taeyong de mim... ─ falo com a voz trêmula 


─ calma s/n ele deve ter tido um bom motivo para ter feito isso ─ a Yoohyeon coloca a mão no meu ombro 


─ Eu...eu preciso de um tempo sozinho ─ me levanto da cadeira e saio correndo 


Eu vou correndo em direção do meu quarto com uma dor no peito e uma vontade de vomitar com uma grande tristeza me consumindo, eu entro no quarto bruscamente e começo a revira tudo em busca das minhas pílulas da felicidade 


─ S/n?... ─ escuto a voz do Yuta 


─ O-oi Y-yuta ─ falo com a voz trêmula tentando não demostra que estava chorando 


─ Eu sei que você tá chorando s/n...eu vi você passando correndo no corredor ─ o Yuta se aproxima de mim e coloca sua mão no meu ombro 


─ V-Você viu minhas pílulas? ─ falo nervoso 


─ Não... ─ o Yuta fala isso e eu começo a entrar em desespero 


Eu não estava encontrando as pílulas em lugar nenhum então me sento no chão e começo a chorar intensamente apertando meus cabelos sem ser importa com o Yuta na minha frente 


─ Calma s/n só são pílulas toma o seu ursinho ─ ele se agacha na minha frente me entregando o Sr. Pelúcio 


─ V-Você pôde me abraça?...você me acalma ─ falo entre soluços 


─ s-s/n...eu... ─ o Yuta começa a ficar corado 


─ por favor Yutazinho você é meu segundo ursinho de pelúcia favorito ─ falo tímido 


─ Ursinho de pelúcia? Você e seus apelidos ─ ele dá uma risada fraco ─ tá bom vem aqui ─ ele me abraça fazendo eu me senti protegido 


─ eu te amo Yutazinho ─ 


─ Eu também te amo ─ ele fala baixo e cola seu lábios na minha bochecha fazendo meu coração começar a bater rápido 


─ VOCÊ ME AMA?! ─ Grito com um sorriso no rosto 


─ Sim... quero dizer não...eu...você tá escutando coisas ─ o Yuta se embaraça nas palavras começando a ficar vermelho igual um pimentão e me solta do abraço 


─ Você falou sim que me ama ─ seguro o rosto dele com minhas duas mãos 


─ Eu não falei nada ─ ele fala bravo e tira minha mão do rosto dele 


─ Ser você diz ─ falo debochado eu sei que ele falou que me ama mas não quero deixá-lo irritado 


─ Já que você está melhor então vamos voltar para a aula ─ ele se levanta e vai na direção da porta 


Saímos do quarto e formos andando em silêncio até o pátio onde estava a diretora e todos os alunos da escola 


─ Eu gostaria de fazer um anúncio por causa do ocorrido de hoje às aulas estão canceladas o resto da semana para que possamos concertar toda a destruição que a criatura causou ─ a diretora fala séria 


─ Nós iremos voltar para casa? ─ um dos alunos pergunta 


─ oh não dá para mandar vocês de volta para casa alguns a pais de alunos estão viajando por isso vamos até o acampamento do meu irmão como todos sabemos o poder de uma bruxa vem da natureza então será bom para ser conectar e aperfeiçoar seus poderes ─ ela fala isso e a multidão de alunos começam a falar 


─ Isso não é empolgante meu pai sempre me levava para acampar ─ falo empolgado 


─ Sério? ─ o Yuta me olha impressionado 


─ Sim ─ pulo empolgado 


─ Foda-se ─ ele fica sério 


─ Eu vou te morder ─ mordo o braço dele 


─ Aí você tem que parar com essa mania de morder quando tá bravo ─ o Yuta fala bravo passando a mão no braço 


─ Silêncio alunos ─ a diretora fala brava e todo mundo ser cala ─ Vão para seu quarto arrumar suas coisas nós iremos amanhã ─ a diretora fala isso e se afasta alguns alunos saem correndo em direção dos quartos e os outros continuaram conversando 


─ AAAA isso vai ser tão incrível ─ as Yoohyeon e a Jiu vem correndo até mim 


─ Sim e como meu aniversário é essa semana eu vou passar no acampamento ─ pulo empolgado 


─ Seu aniversário é essa semana?! Eu nem preparei um presente ─ a Yoohyeon fala nervosa 


─ Ela é a doida dos presentes ─ a Jiu fala debochada 


─ Você é uma bruxa dos desejos Jiu vem comigo ─ a Yoohyeon pega a mão da Jiu e sai puxando ela 


─ O que você vai me dar de presente? ─ questiono o Yuta 


─ Você quer presente melhor do que minha presencia? ─ ele fala em um ton debochado 


─ Quero ─ falo brincando e uma expressão de raiva se forma no rosto do Yuta 


─ Então você não vai ter nem presente e nem minha presença ─ ele se vira de costa para mim e se afasta 


─ Eu tô brincando Yutazinho ─ falo entre risadas e abraço ele por trás ─ você estando comigo é mais do que suficiente 


─ Você é tão meloso ─ ele rir 


─ Você também é, eu ainda não esqueçi você falando que me ama ─ 


─ Eu não falei nada ─ ele bate o pé bravo 


─ Eu sei que você falou Yuta confessa logo ─ 


─ Eu não vou confessar nada ─ o Yuta continua bravo e vai embora me deixando sozinho 


Eu me pergunto o que aconteceu o Taeyong ele não estava na multidão...será que a diretora expulsou ele da escola? Eu tô preocupado...



Continua...


Notas Finais


S/n respira:a

Yuta: * gay panic *



Até a próxima ฅ^•ﻌ•^ฅ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...