História HardBoy - Yoongi - Capítulo 69


Escrita por:

Postado
Categorias 2NE1, 4Minute, Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXID, Got7, Mamamoo, Red Velvet, TWICE
Personagens BamBam, Chaeyoung, Cl, Dahyun, Ga Yoon, Hani, Hwasa, Hyerin, Hyun A, Irene, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Ji Hyun, Ji Yoon, Jihyo, Jinyoung, Jisoo, Joy, Jung Hoseok (J-Hope), Junghwa, Jungyeon, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), LE, Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Mina, Minji, Momo, Moonbyul, Nayeon, Park Bom, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Sana, Sandara Park, Seulgi, So Hyun, Solar, Solji, Tzuyu, Wendy, Wheein, Yeri, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Suga
Visualizações 65
Palavras 1.010
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá:333
A Fanfic não acabou ;u; apenas irei começar uma nova temporada, onde vai se passar depois de dois anos, no final da escola do Yoongi.
A história será publicada aqui mesmo, e, começa amanhã :D
Não fica triste nem nada

Boa leitura

Sungi is real FOREVER
{kkk socorro}

Capítulo 69 - 69 (Fim)


Fanfic / Fanfiction HardBoy - Yoongi - Capítulo 69 - 69 (Fim)


Leia as notas do autor pelo amor de Deus




Jimin on~


— Ah... — olhei sem entender pro médico e depois pro Yoongi que saiu correndo — você é irmão da SunHwa

— Sou sim — falei sério — como ela tá?

— Então... — ele abaixou um pouco a cabeça — Consegui ressucitar ela.

— Que? — sorri e senti uma lágrima escorrendo pelo meu rosto

— O coração dela havia parado — eu fiquei olhando impressionado pra ele

Não acredito que ela tinha "morrido"


...


Yoongi on~


Abri os olhos devagar e percebi que eu estava num lugar diferente do ultimo que eu vi. Eu não estava no meio da mata com uma casa pegando fogo.

Olhei direito pros lados e tive a certeza daonde eu estava. Havia uma máquina do meu lado e um soro no meu braço. Eu estou no hospital - óbvio

Olhei pra todos os lados mesmo, percebi que minha perna estava toda enfaixada e que eu não sentia ela. O que houve?

Lembrei... estremeci inteiro ao lembrar.

Matei mais de uma pessoa.

Eu não acredito que fui capaz de fazer isso. Eu fui muito idiota de ficar com uma arma na mão e atirar em qualquer um

Tentei espantar os pensamentos e vi a cortina do leito se abrindo, logo vi uma pessoa numa cadeira de rodas se aproximando de mim. Era a Yeri e ela sorria muito.

— P-por que está na cadeira de rodas? — perguntei um pouco sonolento

— Tomei um tiro na perna e nem percebi — falou rindo. Ela não para de ser alegre, mesmo nos piores momentos.

— Como?

— Eu perdi o movimento das duas pernas... mas o médico disse que com uma terapia eu melhoro e volto a andar — falou desmanchando o sorriso

— Poxa — falei triste.

— Obrigada — ela segurou minha mão.

— Por que?

— Você arriscou a vida pra me salvar — escorreu uma lágrima do olho dela e ela começou a sorrir — muito obrigada

— Não fiz mais que minha obrigação de amigo — ela riu e me acertou um tapa fraco no braço.

— Que falta de educação falar desse jeito!

— Senhor Min — um médico apareceu e encarou a Yeri — você não devia estar na terapia agora?

— Deveria? — ela perguntou confusa

— Sala 9 no corredor da esquerda. — ela sorriu e foi saindo do leito.

— Tchau, Yoongi! Obrigada!

— Boa sorte! — falei feliz.

— Bom... — o médico fez uma pausa dramática — conseguimos retirar a bala da sua perna e você vai ficar com a mesma engessada, você provavelmente caiu de mau jeito e quebrou a perna — olhei sério pro médico.

— Sério?

— Sim.

— Droga — ele riu

— Pelo menos está vivo — deu de ombros.

— Oi... — ouvi uma voz baixa saindo dum vão um pouco aberto da cortina, meu olhar se direcionou pra lá e meu coração acelerou.

— Você é a...? — o médico esperou ela completar a frase

— Amiga dele... — ela entrou no leito com um soro pendurado num troço que não me lembro o nome.

— Você não deveria estar descansando? — ele apontou pro soro.

— O médico me liberou — ela falou tímida

— Ah sim... vou deixar vocês a sós — ele falou saindo e fechando as cortinas, logo fiquei sorrindo pra ela.

— Como soube que eu estava no hospital?

— Jimin me falou — sentou na poltrona do meu lado, ainda segurando o objeto que tinha o soro pendurado e conectado ao braço dela.

— Eita, ele soube das notícias tão rápido — riu

— Envolvia a namorada dele, é obvio que ele iria ficar sabendo bem rápido

— Ah — ri

— Você tá bem? — ela perguntou séria

— Sim... — falei encarando o teto.

— Eu vou ter uma cicatriz — falou triste

— Aonde?

— Na testa.. — olhei pra ela e vi um corte com dois pontos na testa dela.

— eita — falei tenso

— E pelo jeito você vai ter uma no braço e outra na perna — falou rindo

— Fazer o que, né... 

— O da perna mostra o tanto que você é incrível — ela falou e eu ouvi a máquina do meu lado apitar mais rápido.

— N-não... — olhei pra minha mão —mostra o mostro do meu "pai"... Mostra o que ele fez pra mim.

— Espera... que? — ela olhou sem entender.

— História pra outra hora...

— Agora fala! — ela falou num tom divertido

— Não! Em lugares públicos não.

— Ah — ela bufou.

Eu apenas senti a palma da mão dela cobre as costas da minha e ela entrelaçou nossos dedos. Calma. Calma!

A máquina apitava cada vez mais rápido e ela parecia se divertir com isso.

— P-por que tá fazendo isso?

— Eu gosto de você — Ok... Eu apenas senti uma sensação muito boa percorrer meu corpo depois dessa simples frase saindo da boca dela

SunHwa gosta de mim.

Sorri bobo e com a outra mão minha eu coloquei por cima da dela, fazendo um "sanduíche de mão".

— Como tem certeza? — falei num tom diferente.

— Só sei que fico feliz quando te vejo — mordi meu lábio, contendo um grito de alegria.

— Só isso?

— Não... — sorri mais ainda — gosto do seu beijo, das suas gracinhas, do seu mau humor que brota do inferno, da sua prima...

— Minha prima? — ri

— Aham — ela riu junto

— Tá né. — ergui a sobrancelha e observei nossas mãos.

Não acredito que estou vendo essa cena novamente.



...


{...}


Min Yoongi, Park SunHwa e Kim Yerim finalmente saíram do hospital depois de uma semana. Park Jimin passou a gostar e admirar muito Min Yoongi por ele ter salvado a vida da sua amada namorada.

Todos estavam completamente felizes. O fim do ano estava cada vez mais próximo e Yoongi e SunHwa ficam cada vez mais carinhosos um com o outro. Ambos decidiram não namorar esse ano. Ela queria terminar os estudos e ele compreendeu. Porém não é o ultimo ano dos dois na escola.

...

Uma notícia que saía toda hora nos jornais, noticiários, era da morte do Senhor Jeon. O país inteiro comemorou. Ele afetou várias familias em toda Coreia.

SunHwa ficou sabendo de toda história da família do Yoongi e ele da dela. Isso fez com que os dois ficassem mais íntimos.

Todos estão felizes.


Fim.



Notas Finais


O menor capitulo q já postei
Tô sad ;-;amo escrever muito


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...