História HardBoy - Yoongi - Capítulo 75


Escrita por:

Postado
Categorias 2NE1, 4Minute, Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXID, Got7, Mamamoo, Red Velvet, TWICE
Personagens BamBam, Chaeyoung, Cl, Dahyun, Ga Yoon, Hani, Hwasa, Hyerin, Hyun A, Irene, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Ji Hyun, Ji Yoon, Jihyo, Jinyoung, Jisoo, Joy, Jung Hoseok (J-Hope), Junghwa, Jungyeon, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), LE, Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Mina, Minji, Momo, Moonbyul, Nayeon, Park Bom, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Sana, Sandara Park, Seulgi, So Hyun, Solar, Solji, Tzuyu, Wendy, Wheein, Yeri, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Suga
Visualizações 29
Palavras 2.699
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


8 FAVORITOS PARA 100 ❤❤❤
OBRIGADA ❤(^○^)
Amo you
Lembrando que -> A cada 100 favoritos tem uma especial
-> A cada 50 capitulos a capa do capitulo muda (desnecesário falar isso? Claro!)

Capítulo 75 - VI (2)


Fanfic / Fanfiction HardBoy - Yoongi - Capítulo 75 - VI (2)


(Quarta-feira)


SunHwa on~


Eu, sinceramente estou muito, mas muito nervosa mesmo. Pode acontecer qualquer merda na formatura, tipo... Tudo!

Eu nunca me preocupei com essas coisas, mas agora, por um motivo X eu estou tremendo de nervosa. Apenas queria saber o por que.

São quatro da tarde, a formatura serão ás sete. Eu tinha arrumado o vestido da formatura, mas cadê ele?

Yoongi disse que me ligaria hoje. Cadê ele?

Yeri disse que iria vir aqui pra nos arrumarmos hoje e que ela confirmaria por mensagem. Who are u?

Duas pessoas me fizeram ficar mais nervosa ainda. Inclusive Yoongi.

Eu não sei até agora se ele acordou hoje, se almoçou e o que, se tomou um banho quentinho... Eu estou super preocupada com ele. Por que? Eu não sei!

Sentei na cama e fiquei observando a janela aberta, o sol entrava por ali de uma forma tão... Sei lá, parece conto de fadas!

Respirei fundo e levantei, caminhei até o guarda roupa e procurei o vestido mais uma vez. Resultado? Deu certo. Ele tava no meu nariz o tempo todo.

Peguei ele feliz e uns acessórios - e roupas íntimas né... - e fui indo em direção do banheiro. Minha mão tremia incrivelmente muito.

Tomei um banho normal - A vá - e vesti as roupas com cuidado, prinpalmente o vestido que é cheio de blá blá blá pra vestir, senão descostura, rasga... acontece qualquer merda.

Saí devagar do banheiro e dei de cara com o meu irmão com a mão levantada. Ele ia bater na porta.

— Nossa. Já? — ele falou me olhando surpreso.

— Já o que? — falei no tom mais relaxado possível.

— Tá se arrumando...

— Tem horário correto? — falei séria com um pequeno pingo de irônia.

— Não... Mas é super cedo!

— Três horas não é pouco!

— é muito — ele riu e foi entrando no banheiro, fechando na minha cara.

Revirei os olhos e fui até o meu quarto pra ver o vestido no meu corpo e eu iria arrumar meu cabelo. Ah, quanta frescura.

O vestido estava Ok. Apertadinho, mas, dava pra usar.

Peguei minha prancha pra fazer baby liss e engatei na tomada, logo esperei ela esquentar - demora muito por que tá uma porcaria.

Fui até minha cama enquanto isso e peguei meu celular que dava notificação de mensagem. Liguei a tela do celular e vi dez chamadas perdidas do Yoongi e treze mensagens. Ok né...

Ignorei as mensagens, pois devem ser de "me atende" , "cadê você"... essas coisas.

Retornei a chamada e ele atendeu na hora praticamente, deixei o celular em cima da cama no viva voz e fui pro espelho pra mim arrumar meu cabelo.

— Sun? — ele falou num tom diferente

— Fala — não me esforcei para gritar. O celular estava do meu lado praticamente.

— Desculpa não ligar mais cedo conforme eu prometi... Eu estava vendo a roupa da formatura.

— sem problemas — falei prendendo o cabelo com uma piranha e comecei a maquiagem primeiro.

— Está na sua casa?

— Tô me arrumando.

— Não é um pouco cedo?

— Aah, todos falam que tá muito cedo e eu respondo o mesmo : Foda-se.

— Posso passar aí rapidinho?

— Sim... — falei pegando a base.

— Daqui a dez minutos eu chego.

— Ok — falei pingando uma gota de base no meu dedo e passei em algumas áreas do meu rosto.

— Até mais! — a chamada foi encerrada.

Depois de fazer minha pele, eu optei pra deixar no olho um pedaço de fita para dar pálpebra dupla, sombra marrom clara no côncavo, dourada no meio do olho e um preto no canto externo, ah, e um branco no canto interno.

Coloquei os cílios postiços, fiz a sobrancelha estilo americana e deixei o batom pra depois.

Avon, me contrata.

Soltei meu cabelo e separei ele em lados e trás, logo fui dividindo algumas mechas entre essas três e em cada uma eu passei a prancha

Isso demorou muito, inclusive ouvi a campainha tocando junto com meu celular, que, destacava "Yoon" na tela.

Fui correndo pra pegar o telefone e rejeitei a chamada, logo desci correndo até o primeiro andar e fui abrir a porta.

Abri e vi um Min Yoongi de moletom, bermuda e chinelo. Ok. Acho que sou exagerada mesmo em me arrumar agora.

— nossa, eu errei de casa — ele sorriu e eu olhei sem entender pra ele.

— Como?

— Eu tava procurando pela SunHwa, não a Miss Coreia!

— exagerado — bati nele.

— Sério, tá muito bonita — ele entro e depois deu uma risada — não passou batom pelo o que eu to pensando?

— O que?

— Se eu te beijar com o batom vai estragar toda a maquiagem.

— Nossa, que iludido! — falei revirando os olhos.

— E aí Yoongi — vi Jimin correndo pra descer as escadas e entrou na cozinha.

— Ok né...

— Precisa falar algo comigo?

— Sim. — respirei fundo. Fiquei com medo, admito.

— Fala...

— Só preciso da sua resposta na verdade.

— De que?

— Sabe que sexta vou pros Estados unidos, não?

— Sei — sorri fraco, com expectativa de ser o que estou pensando.

— Tenho duas passagens... — meu sorriso aumentou

— Uma de ida e outra de volta?

— Não... Duas passagens mesmo. — arqueei as duas sobrancelhas.

— Vai chamar quem?

— Você tá se fazendo de boba, né?

— Sim! — falei rindo e dei dois pulinhos.

— Quer ir comigo? — dei um gritinho e abracei ele.

— Óbvio!

— Pergunta idiota — ri e ele me abraçou também.

Ficamos naquele abraço por um bom tempo... estava tão confortável que eu nunca mais quis sair dali.

— Campanha do abraço — senti Jimin me abraçando por trás, fazendo um sanduíche de mim entre Yoongi e Jimin. Mas Yoongi empurrou ele.

— não é campanha nenhuma. — ele falou sério se afastando de mim.

— nossa — meu irmão falou triste e se jogou no sofá.

— Chimmie? — chamei ele enquanto olhava pro Yoongi.

— Que?

— Sexta feira eu vou viajar.

— Arrumou dinheiro? — ele me olhou sem entender

— Vou com Yoongi

— Ah — ele virou pra frente denovo e fez um "joinha" com a mão — ok.

— Você deixou? — cheguei perto dele e coloquei a mão na testa dele.

— Você é quase maior de idade.

— Obrigada! — baguncei o cabelo dele e fui até Yoongi.

— Eu só vim falar isso... preciso ir para casa denovo... — Yoongi falou baixo.

— Sério?

— Sim... — ele deixou um selar na minha testa e virou de costas — até de noite!

— Até! — ele abriu a porta e saiu.

— Sun... — ouvi Jimin me chamando e me virei pra ele.

— Hm?

— Deixa pra lá... — ele se levantou e foi pra cozinha.

Dei de ombros e subi as escadas novamente.


(19:00)


Minha testa suava frio, eu rezava pra base não ficar ferrada com o suor que havia começado sei lá como.

Jimin simplesmente me abandonou no meio da escola e eu não faço a mínima ideia de onde é pra ir... devia ter prestado atenção quando falaram sobre a formatura.

Apenas segui corredores aleatórios e encontrei uma sala com a luz acesa, abri uma fresta e vi todas as garotas da sala ao lado da minha se arrumando. Fechei a porta e fui procurar novamente.

Quando finalmente achei, todas as meninas ficaram paradas de boca aberta olhando pra mim, e eu sem entender ri.

— Tem batom na minha testa? — falei rindo

— A menina mais bonita da noite acabou de passar pela porta — Yeri disse correndo até mim e me abraçando, logo me puxou pra um canto.

— Vocês são tão exageradas que eu tô com medo.

— Não tem ninguém exagerando. Você tá muito bonita! Eu te pegaria se não fosse namorada do seu irmão 

— Eita — fiquei tensa.

— Tá nervosa?

— Sim, sei lá por que...

— É só um pedaço de papel, relaxa... — ela me abraçou de lado e pegou algo numa das bolsas.

— Ok. Vou tentar.

— Toma — ela me entregou um batom... Por que?

— Por que?

— Só faltou o batom.. — ri. Não acredito que esqueci do batom.

Ele é vinho, bem bonito. Entreguei pra Yeri passar e ela passou, logo movi meus lábios pra distribuir o batom e sorri boba.

— Se o Yoongi te ver ele te pega na frente de todo mundo — ela cochichou.

— Ele já me viu pronta...

— Mas não com esse batom que te deixou muito sexy. 

— Você é lésbica?

— Sou brincalhona — ela sorriu e sentou numa cadeira.

— Pessoal! É pra ir ao salão agora! — vi uma professora anunciando na porta da sala, logo todas as meninas saíram de pouco em pouco, incluindo eu e Yeri.

Quando chegamos no salão - vulgo é a quadra com muitas decorações - nós duas fomos direto a fileira onde as garotas da nossa sala estavam, logo engoli seco de nervoso.

O diretor, os professores, os sei lá o que da escola anunciaram várias coisas... vários alunos foram chegando conforme o falatório deles passavam. Yeri segurou minha mão com força.

Todos nós inclinamos o corpo em noventa graus para o diretor e batemos palmas. 

E foi aí que meu coração deu uma falhadinha. Anunciaram que irão entregar os diplomas.

Mas a minha turma não é a primeira. É a segunda. Tem quatro turmas se formando hoje. É quase cem pessoas.

Eu apenas via os nomes sendo anúnciados e a palmas eram batidas, logo o aluno dava meio discurso e saía com o diploma na mão.

Daí acabou a primeira turma e começaram a anunciar a nossa.

Depois de vários nomes...

— Kim Yerim — Bati palmas como o resto das pessoas que também davam gritinhos, assobios... essas coisas.

Ela caminhou estilosamente até o altar e se inclinou para o diretor e os professores, logo pegou o diploma com a supervisora e o microfone com a professora da sala do lado.

— Não sou boa com palavras — ela riu e todos acompanharam — mas enfim... obrigado ao diretor e aos professores por me oferecerem educação e bastante amizades por aqui. Ah, não sei. Obrigada — ela entregou o microfone e saiu de pressa do altar e veio correndo até mim.

— Nossa — falei rindo.

— Fiquei nervosa

— percebi — entrelacei nossos dedos.

Mais nomes passaram.

— Min Yoongi. — aplaudi com todas minhas forças e gritei também. Inclusive várias pessoas me estranharam, logo vi ele... Ele estava de terno preto, calça preta, sapato preto... Enfim, tá muito lindo. Meu coração palpitou.

Ele se inclinou para o diretor e professores, logo pegou o diploma e o microfone ,logo deu uma piscada pro diretor e ele piscou de volta pra ele. Ué?

— Bom... — ele começou a falar — a escola marcou minha vida, fez parte da minha história e eu tenho que agradecer por ter tido a oportunidade de estudar aqui. Foi aqui que praticamente cresci, fui feliz e vou sentir saudades — ele fungou e afastou o microfone da boca, logo cerrou os olhos e pareceu procurar alguém, logo olhou pro diretor denovo e ele abraçou o Yoongi de lado com um braço apenas. — Não sei se ela realmente veio — soltei o ar que eu não sabia que tinha segurado e congelei. "Ela?" 

— Suuun — Yeri deu um mini ataque de sei lá o que do meu lado e chacoalhou meu braço.

— Calma — ri nervosa.

— Eu combinei com o diretor e ele deixou — riu e parecia nervoso, logo eu umideci meus lábios com a língua — quero que esse dia seja especial não apenas por todos nós estarmos formando, mas quero que esse dia marque nossa vida. Minha e dela.

— Sun — Yeri falou com a voz super fina e eu olhei estranha pra ela.

— Aquieta a raba, menina!

— Quero chamar aqui na frente... Park SunHwa. — Abri a boca e arregalei os olhos, logo senti meu corpo sendo empurrado pela Yeri, logo fui andando em passos lentos até na frente, vi que ele pegou um diploma na mão e estava tremendo de nervoso, igual a mim.

Subi devagar no altar e todos aplaudiram, fechei os olhos devagar pois eu havia ficado nervosa. Me inclinei rapidamente para todos de cima do altar e sorri nervosa pra eles.

— Eu estava nervoso — ele voltou a falar no microfone — sua presença me fez acalmar — ouvi vários "owt" das pessoas e eu escondi a mão na cara de nervosismo. — Quero te entregar pessoalmente o seu diploma — ele estendeu o braço com o diploma para mim e todos bateram palmas, eu mordi os lábios e peguei o diploma com a mão tremendo — e eu queria fazer uma sugestão... não que esse seja o termo correto... — ele olhou pro diretor e entregou o própio diploma pro mais velho segurar e eu vi ele mexendo no bolso de trás da calça dele e eu comecei a chorar um pouco, logo vi ele se ajoelhando na minha frente com uma caixinha na mão, dentro havia uma aliança que eu não prestei atenção aos detalhes agora. — Park SunHwa... Dona do meu coração — ele falou assoprado no microfone — quer namorar comigo? — escondi a mão na cara e comecei a chorar muito ao som de aplausos altos e gritos.

Apenas tirei a mão da cara e fiquei olhando pra ele enquanto as lágrimas desciam do meu rosto e vi alguém colocando um microfone perto da minha boca.

sim. — os gritos aumentaram e eu vi ele se levantando e me abraçou enquanto eu tremia.

Sabe todas as pessoas que batiam palmas, gritavam, nos assistiam? Esqueci elas nos braços dele.

Mas não consegui ignorar tanto quando ouvi uma torcida gritando "beija, beija!" Para nós dois, logo ele afastou do abraço e pegou minha mão esquerda, logo tirou a aliança da caixinha preta de veludo e colocou no meu dedo anelar e eu sorri, logo senti os lábios dele prensados aos meus. Eu sorri.

Os gritos aumentaram mais ainda. Muito mais. Logo eu ri nervosa e afastei ele de mim e vi batom vinho nos lábios dele e ri fraco igual a todos, logo limpei e ele fez o mesmo comigo.

Ri e vi um microfone na minha frente e a professora falando "faz seu discurso", logo peguei o microfone com a mão tremendo e sorri.

— Bom... — meu tom de voz saiu de choro — gostei muitíssimo de estudar aqui.. na minha ultima escola eu sofria muito, até mesmo ameaças de morte chegavam em mim ou no meu irmão... Eu sofri muito — uma lágrima caiu do meu olho, mas logo ela foi enxugada pelo Yoongi — quando entrei aqui eu pensei... seria aqui o paraíso? — ouvi risadas — conheci muita gente boa que vou levar amizade para sempre, todos os sentimentos.. Inclusive muito amor em cada pessoa — olhei sorrindo pro Yoongi, ele me encarava com os olhos lacrimejados — e eu nunca vou parar de agradecer por entrar aqui e ter conhecido Yoongi... Achei o amor da minha vida de repente — mais uma lágrima caiu do meu rosto — e eu fiquei impressionada. Sempre falei que namorar é coisa de otário... — algumas pessoas riram — mas me enganei. Namorar é a melhor coisa que existe. Obrigada Yoongi por me oferecer essa oportunidade de sentir tudo isso de bom que eu sinto. Nós brigamos bastante por que somos praticamente diferentes, mas a cada dia compreendo mais que nós dois fomos feitos um para o outro... sei lá — ri assoprado — obrigada mesmo, te amo 

Eu respirei fundo e abracei ele, logo vi vàrios flashs vindo pra cá e gritos. Nunca me senti tão bem.

Nos afastamos e entregamos os microfones e ele pegou o diploma com o diretor e me puxou, porém foi para fora do salão. Foi me puxando até o jardim da frente e eu desabei em lágrimas.

— não sabe o tanto que pensei como eu iria fazer tudo isso — ele sentou num dos bancos e eu sentei ao lado.

— Tô impresionada — enxuguei a milésima lágrima.

— Eu pensei que ia tomar um fora ao vivo — ri fraco e abracei ele.

— Não sou capaz de fazer isso. Te amo.

— Eu também te amo.

— Tô muito feliz — afastei meu corpo do dele e encarei ele nos olhos.

— Imagina eu? — manti o sorriso.

— Deve estar com o rabo pegando fogo — ele riu alto.

— Sim, pior que sim

— E eu tô muito feliz.

— Que bom! — sorri.

Ficamos nos declarando um ao outro por vário tempo, até que ele se levantou e me puxou pra outro canto da escola e me pediu pra olhar para cima.

Noite estrelada.


{...}



Notas Finais


Que amor


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...