História Harmonize - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), NMB48, Produce 101
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Personagens Originais
Tags Bts, Fanfic, Jeongguk, Jungkook, Miru, Nmb48, Soomin
Visualizações 18
Palavras 691
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - The most valuable thing in his world


Jungkook não sabia o que fazer, ele ainda não conseguia acreditar no que estava acontecendo.

Ainda parecia um pesadelo sem fim.

Que não era nem o começo.

Jungkook foi para o apartamento de Miru, o porteiro o deixou passar por já estar acostumado com a presença do idol.

Ele foi até o andar do apartamento de Miru, parou em frente da porta e ficou encarando por uns segundos.

Digitou a senha devagar e a porta se abriu logo em seguida falando:

"Seja bem vinda Shiroma Miru."

Jungkook não conseguiu expressar nada além de tristeza ou raiva, ou qualquer outro sentimento ruim.

Ele retirou seu par de tênis e foi para a sala, estava tudo arrumado, provavelmente ela limpou e arrumou tudo antes de sair.

Jungkook começou a ter lembranças de quando Miru entrava em seu quarto, sempre estava uma bagunça, e então, Miru ia lá e arrumava tudo para seu namorado.

Começou a andar pelo apartamento e foi para o quarto, o lugar que ele menos queria ir por ter tantas memórias ali.

Jungkook se sentou na cama e suspirou fundo após sentir o perfume de Miru no ar.

Acabou se deitando e fechou os olhos, imaginando Miru chegar e pular em cima dele, começar a fazer cócegas ou agir igual uma criança.

Ele já estava sentindo falta daquilo.

Jungkook se encolheu na cama e começou a chorar, mas após se mover na cama, escutou o barulho de papel se amassando.

Ele procurou o papel na cama e após achar, o olhou por inteiro, era um envelope que dizia:

"Para Jeon Jungkook."

Jungkook secou as lágrimas com a manga da blusa e abriu o envelope, havia uma carta escrita a mão.

Não era a primeira vez que Jungkook recebia uma carta de Miru, todas as vezes que os dois completavam mais um mês juntos, ela escrevia para ele.

Ele começou a ler a carta, e não conseguiu evitar as lágrimas.

Miru estava confessando sobre a gravidez, ela iria entregar a carta provavelmente ainda essa semana.

Mas o acidente atrapalhou os planos de Miru.

Jungkook terminou de ler a carta chorando, e releu mais umas 10 vezes, no mínimo.

Ele conseguiu imaginar tudo que Miru passou na gravidez mesmo sem nem desconfiar que durante todos esses 8 meses, sua filha estava lá.

Jeon passou algumas horas ali pensando, imaginando, relembrando, relendo a carta.

Então se levantou e foi até a escrivaninha do quarto de Miru, começou a procurar todos os ultrassons e exames que ela fez durante todo o tempo.

Achou uma pasta rosa pastel e a pegou.

Abriu e ali estava o que ele procurava, havia até mesmo anotações fofas que Miru fez, Jungkook acabou sorrindo.

Então ele parou para pensar e se lembrou que sua filha havia nascido, e precisava dele mais que tudo no momento.

Jungkook pegou um táxi e foi o mais rápido possível para o hospital, assim que chegou no hospital, saiu correndo acabando trombando em várias pessoas mas conseguiu chegar na ala da maternidade.

Foi direto falar com as enfermeiras que após ver seu rosto, já sabiam o que ele queria.

Uma das enfermeiras entrou no berçário e pegou a recém-nascida, a entregou com cuidado para Jungkook, que a segurou como se fosse a coisa mais rara e valiosa do mundo.

E agora, era a pessoa mais valiosa no mundo para ele.

Jungkook começou a olhar para sua filha emocionado, impossível segurar as lágrimas, ainda mais porque ele está muito sensível.

Ele simplesmente perdeu o amor da sua vida.

A morte de Miru acabou com ele por completo.

Ele ficou a olhando por 1 hora, reparou todos os detalhes de seu rosto, detalhes que lembrava Miru e detalhes que lembrava ele mesmo.

Sorriu cada vez que Soomin abria ou fechava os olhos, sorria ou fazia cara de choro, ele estava impressionado com aquela coisa preciosa.

Como era possível ele criar algo tão perfeito?

Era o que se passava pela cabeça do maknae do BTS a todo momento.

E decidiu que iria fazer o possível para ser o melhor pai do mundo, o pai que Miru queria que ele fosse e o pai que Miru queria ter. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...