História Harmony Elements (Interativa) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias My Little Pony
Personagens Discórdia, Personagens Originais
Tags Ação, Ficção, Interativa, Magia, Romance
Visualizações 26
Palavras 3.607
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey guys! 🥰
Como é bom ver todos vocês mais uma vez!
Sei que demorei um bom tempo pra atualizar, mas sabe como é, infelizmente não tive tempo para poder editar e colocar aqui para vocês, mas hoje eu tive! Espero que gostem! Boa leitura! ✨



Ps: Desculpem-me por qualquer erro. Ainda estou concertando isso :”)

Capítulo 6 - Capítulo IV


“Ninguém cruza nosso caminho por acaso e nós não entramos na vida de alguém sem nenhuma razão” — Chico Xavier. 

 

Em uma floresta escura e fria. Havia uma estátua com dois pôneis de uma mesma espécie. Trancados em um cruel feitiço que manteria seus corpos em pedra. Contudo, pela recente troca de elementos, essas pedras se enfraqueceram causando a liberdade de um dos seres, deixando o outro ainda da mesma forma. 

Discórdia abriu os olhos, se espreguiçando enquanto olhava ao redor daquela enorme floresta, estalando os dedos, se teletransportou para sua casa, abriu a porta animado mais uma vez para ver fluttershy, acreditando que ela havia o tirado dali.

— Voltei borboletinha! - disse, entrando na casa e percebendo que não havia ninguém ali - ha vamos pequena, eu sei que você está aqui, cadê a esposa mais linda desse mundo hein? - perguntou mais uma vez, percebendo o silêncio perturbador. Correu em direção ao seu próprio quarto, encontrando tudo exatamente como havia deixado da última vez que esteve ali. 

Assustado, usou sua magia para se teletransportar para a cabana de fluttershy, encontrando-a totalmente diferente. Não havia mais aquele riacho ao lado da cabana, não havia mais aquele bosque, mas sim mais um pouco de casas do mesmo modelo e principalmente não havia mais o correio escrito fluttershy. 

Não havia absolutamente nada dela ali. Nem mesmo o  Angel, ou os animais que ela tanto amava cuidar. Caminhou até a porta, andou três batidas, com medo de quem seria a pessoa ali dentro. Muito menos sua adorável filha, que quando ele se foi, tinha apenas um ano.

O barulho do trinco da porta foi ouvido e de lá saiu uma híbrida de cabelos pretos e rosas, muito parecida com a fluttershy e com si, contudo, mesmo vendo a garota não acreditou que havia passado tanto tempo naquela estátua. 

— Com licença, mas não era aqui que morava a fluttershy? Eu sou um antigo amigo dela! - perguntou, vendo a garota dá um olhar duvidoso. 

— A minha avó? Ela se foi faz muito tempo, faz  seis anos que ela morreu - Respondeu . Ele sentiu seu coração se despedaçar. Quer dizer que ele havia perdido a vida de sua própria filha e neta?! Por culpa de uma princesa roxa idiota. 

Ele apenas sorriu, mesmo que sentisse as lágrimas se formarem em seu rosto, e saiu em seguida, indo para o lugar onde ficava o castelo. Durante o caminho, se lembrou de cada momento lindo com sua esposa. Lembrou-se também de tudo o que queria naquela época e que havia perdido: ser um pai. Poxa, ele tinha uma filha, de um ano apenas, e por culpa de uma alicórnio tola, ele perdeu tudo. 

Até mesmo sua adorável esposa. 

Com seu coração quebrado e sua mente ansiando por vingança, entrou no castelo em ruínas e por conhecer aquele lugar tão bem quanto deveria, desceu ao porão, em busca de alguma forma de concertar o que havia sido estragado. 

E ele achou. Ele iria usar os elementos desse tempo para fazer-lo voltar no tempo e nunca deixar que Twilight Sparkle tivesse destruído toda a sua vida. Pegou uma bola de cristal que ali tinha e usou sua magia para poder ver quem seriam os nos portadores de tais Elements. 

—Que os jogos comecem, minhas crianças - disse cruel, fechando o livro e usando sua magia para que o castelo estivesse de acordo como ele era antes, ou melhor, como deveria ter sido desde o início, apenas dele e de sua pequena borboleta. 



 

— Mais que porra é essa?! - Star falou, enquanto olhava para toda Equestria que havia mudado de água para vinho, vendo as ruas como se fossem um jogo de xadrez e as árvores cantavam, enquanto várias nuvem de algodão doce voavam pelo céu — ou eu estou em um sonho muito louco, ou pirei de vez. 

Caminhou, escorregando pela estrada de gelo que tinha ali. Alpha, desejando ajudar sua amiga, foi atrás dela, conseguindo cair diversas vezes enquanto seguia ela. 

— Você não é a única que pirou então - disse Bookling, que encarava os outros pônei que tentavam, assim como ele, caminhar também.

— Tenho certeza que é o Discórdia que fez isso! - Cherry disse, enquanto se segurava em um dos bancos. — só ele conseguiria fazer tudo isso em tão pouco tempo. 

— Então eu acho que foi muito criativo com tudo isso, porque criar nuvens de algodão doce e chocolate é incrível! - disse , pegando uma das nuvens e comendo em seguida, enquanto todos a olhavam - Que é? Isso é bom. 

— eu concordo - disse Dragon, que do outro lado, comia uma nuvem de algodão doce. Bookling saiu do gelo, com a ajuda de Cherry, e começou a caminhar de um lado para p outro tentando pensar em algo que ajudassem a todos naquela situação e se lembrou do livro que a cherry havia encontrado ontem. 

— Cherry, você terminou de ler aquele livro grosso que encontramos na biblioteca? - perguntou, olhando esperançosa para ela que afirmou com a cabeça - Como a história terminava? 

— Bem, basicamente a Princesa Twilight Sparkle usou a magia dos elementos da harmonia para lutar contra uma draconequus que enfeitiçou o Discórdia para que ele se apaixonasse por ela e destruísse equestria, mas no final, elas venceram e por consequência ambos se tornaram uma estátua de pedra - disse vendo todos prestarem atenção a ela - e também dizia que o Discórdia era marido da Fluttershy. 

— Então porque ele estaria com raiva da gente? - Bookling perguntou a si mesmo, levando uma pata ao queixo. 

— E se ele não tivesse nada contra a gente, mas sim sobre os elementos, se pensarmos bem, faz sentido isso - disse Star, que havia (depois de muito trabalho e cascos quase grudados no gelo) saído da rua.

— Ela tem razão, mas ainda tão estamos com os elementos e muito menos sabemos quais elementos são os nossos - disse, Alpha, enquanto todos confirmavam.

— E como vamos encontrar ele? - perguntou Dark. Uma onda de diferentes cadurmes, voaram nadando pelo céu em direção à uma grande fumaça verde que ao tocar em qualquer coisa ali, transformava ela em algo bastante estranho. 

— Isso deve responder sua pergunta - disse Star, enquanto olhava para o Dark. Bookling junto à Cherry, começaram a caminhar em direção a “floresta de discórdia” junto à todos os seus amigos caminharam lado a lado. 



 

Durante a caminhada, eles encontraram diversos tipos de seres que nunca haviam visto em toda a sua vida. As árvores ao redor deles eram assustadoramente horríveis, causando arrepios nos garotos e nas garotas. 

— O que é aquilo? - perguntou (sussurrou) Alpha que encarava um dragão que chorava entre as árvores e um lado e sua mãe tentava acalmar-lo. Ninguém havia percebido aquilo além dele, por incrível que pareça. Ao olhar para o grupo, ela rosnou, se preparando para atacar, assim como quase todos ali, menos alpha, que percebia a preocupação da mãe sobre seu filhote. 

— Gente, para! - gritou Alpha, sendo ignorado por todos. Enquanto todos tentavam se proteger e ao mesmo tempo atacar a dragoa que rosnava, Alpha, percebeu que eles iriam, ao mesmo tempo pra cima dela e decidiram parar-los, ficando na frente de todos, que por tal ação, pararam imediatamente. — Para porra! - gritou mais uma vez antes que parassem.

— O que você tá fazendo Alpha?! Ficou maluco?! Ela vai atacar a gente se a gente não se proteger retardado - disse Star, que foi ignorada por ele. Caminhando calmamente, andou até o bebê, que ainda chorava atrás da mãe, que ao ganhar um pouco da confiança dela, usou plantas que tinha ali e passou nos machucados dele que em segundos se curaram. 

Pela felicidade, a mesma foi até o filhote que, agora sorria, e lambeu seu rosto, tendo certeza que estava tudo bem. Agradecida, ela pegou Alpha e o abraçou, de forma gentil, e caminhou até o fundo lago que tinha atrás deles. Rodeado por redemoinhos é um vento forte, que foi bloqueado pela asas gigante dela. 

— Ela quer que a gente passe por cima dela - disse, sendo seguido pelos amigos, subindo pela cauda dela e descendo no focinho - obrigado! - disse, dando um carinho na mãe que pegou seu filho voando para longe dali assim como todos seus amigos que continuaram o caminho. 

— Como você sabia que ela tinha um filhote machucado? - perguntou Star, recebendo a atenção de todos ali, principalmente de Bookling e Cherry. 

— Às vezes tudo o que precisamos fazer é dar um pouco de amor para alguns seres e eles irão retribuir - disse sincero, voltando a caminhar ao lado de seus amigos. 



 

De floresta, o lugar havia se tornado uma tumba. Especificamente uma tumba egípcia, com grandes paredes de ouro puro escrito com as palavras mais antigas da língua deles. 

— Uau, esse lugar é lindo! - disse Moon, olhando ao redor. 

— E medonho também - disse Disse cherry enquanto olhava alguns desenhos de monstros pela parede. 

— Quem ousa entrar em minha tumba?! - perguntou a esfinge de ouro, fazendo, magicamente, o ouro derreter e se tornar uma esfinge de verdade - jovens insolentes! Por tal ato, vocês terão que sofrer - sugou todo o ar que tinha na boca, soprando e fazendo com que eles voassem em direção a parede. 

— Pare! - Gritou Cherry, que foi ouvida pela esfinge, parando de soprar e começou a encarar Cherry

 — O que disses jovem criança? 

— Exatamente o que ouviu! Não vou deixar que machuque meus amigos por se enganarem no caminho e sem querer parar aqui! - disse, olhando-a com determinação. 

— Garotinha, sabes quem sou eu? - deu uma pausa, saindo da “cama” dela e indo em direção a pequena pônei — Eu sou a esfinge mais sabia que existe em todo esse reino, não há ninguém melhor do que eu. Sei de coisas que nem mesmo os melhores cientistas poderiam desvendar.

— Sabedoria não se trata de que tanto conhecimento você tem, mas sim de quanto conhecimento está disposto a ensinar aos outros. Tudo o que você está fazendo é ser ignorante. - disse, fazendo a esfinge se surpreender e voltar a ser ouro de pouco em pouco.

— Você foi a primeira pessoa que achou que tudo o que eu falei não foi sabedoria e sim o contrário dela, por isso, lhe dou a liberdade - disse, abrindo uma porta no final do lugar, transformando-se em ouro, por completo novamente.

— Estão esperando o que gente? Vamos! - olhou para os amigos que a encaravam surpresos. Assim que todos estavam do lado de fora, voltaram para o caminho de sempre. 

— Ei cherry - chamou Bookling, que ficou do lado dela - você foi realmente incrível lá atrás. Nunca vi ninguém tão determinado em proteger os outros. Obrigado! - disse, recebendo um sorriso doce e envergonhado da mesma, o sorriso que fazia o coração dele amolecer. 



 

— A gente já caminhou demais Book, tem certeza que não falta muito? - perguntou Star. Olhando para Bookling que apenas afirmou com a cabeça. O caminho se tornou nebuloso, bloqueando qualquer caminho de qualquer um. Dark shadow percebeu que seus amigos estavam espalhados e começou a voar, usando suas asas (que eram de dragão) para afastar a neblina. Ao subir em uma altura que iria ajudar-ló, viu o que não esperaria encontrar. Delirious Storm. 

— O que está fazendo aqui? - perguntou, vendo o pônei se aproximar dele. 

— Eu vim trazer uma proposta de alguém importante é tenho certeza que vai querer ouvir. Já que é sobre sua família - disse, vendo-o encarar-ló ainda mais. 

— O que tem ela? 

— Bem, Lorde Discórdia ficou sabendo que você perdeu eles a muito tempo e bem, por isso, Lorde Discórdia tem uma proposta. Você desistir de seus “amigos”, que eu tenho certeza que não são e ganha sua família de volta. - disse sorrindo.

Enquanto eles conversavam, a neblina se tornou mais densa, e por algum tipo de feitiço o chão se tornou terra lisa, um desfiladeiro, onde Bookling caiu mas conseguiu se segurar em Shadow Dragon. 

— Você tem duas escolhas, ou eles ou sua família - disse, Dark olhou para o garoto e sorriu, erguendo a pata para apertar a dele como confirmação do contrato, mas assim que Delirious irá apertar a pata dele, ele usou sua asas para lançá-lo longe dali, dando um murro na cara do mesmo. Assim que sentiu o sangue sair de seus nariz, usou sua própria magia para voltar ao castelo do Discordia. 

— Você vai ter que soltar! - disse Shadow, enquanto segurava Bookling pelo braço. 

— Tá doido?! Se eu fizer isso eu vou morrer! - entrou em pânico.

— Confia em mim Bookling, solta minha pata e você ficará bem - tranquilizou ele, soltando-o. Bookling fechou os olhos se preparando para a horrível dor que sentiria, mas apenas sentiu algo o segurar. 

— Calma aí garotão! - disse Dark, que segurou o mesmo pelos braços e o levou para o chão com cuidado. 

— Eu pensei que...você…- olhou para shadow que apenas bateu em seu ombro. 

— Eu sei, eu sei, mas infelizmente, mentir não é meu forte - disse Dark. 

— E nunca será o forte dele - Completou Moon, que sorriu ao receber um olhar de indignação para ela . 

— Nós precisamos ir logo, se não, não iremos chegar a tempo de salvar equestria! - disse Cherry que assim que conseguiram acalmar seus nervos, voltaram a caminhada. 



 

Já haviam chegado no castelo, que por ser antigo, era rodeado por mato, principalmente espinhos que de alguma forma “protegem o castelo”. Bookling usou sua magia para arrancar tudo que tinha no caminho deles e começaram a procurar onde o Discórdia estava, decidiram se separar e procurar por partes no castelo.

O grupo foi dividido em dois, com cada um tendo como integrante: O primeiro era Cherry, Star, Alpha e Moon enquanto o Segundo é Bookling, shadow e Dark. 

O primeiro grupo decidiu procurar nas catacumbas, caminhando silenciosamente, contudo, Delirious estava atrás dos quatro, observando cada passo que cada um dava, se preparando para poder capturá-los e dar-los ao seu mestre. 

Assim que eles pisaram no tijolo que tinha ali, uma rede foi lançada neles, uma rede de metal, que impedia seres, de forma mágica, se moverem. 

— Delirious?! O que você está fazendo?! Ficou doido?! - Star disse com raiva, recebendo um sorriso cínico do mesmo. Deixando-a com mais raiva ainda. 

— Eu vou entregar você para o meu mestre e receber a recompensa que eu mereço - disse, usando a magia que lhe foi dada para levar a rede até uma gaiola que seria levada para discórdia. 


 

Os outros garotos haviam procurado por todo o castelo, mas infelizmente não haviam encontrado então decidiram que seria melhor ir no calabouço ver se elas haviam encontrado algo. Assim que perceberam qual era a sala do Discordia, caminharam até lá, arrombando a porta e o encontrando sentado em seu trono ao lado de Éris. 

— Oras, parece que tenho visitas surpresas - disse cinicamente. — No que posso ajudar meros cidadãos? 

— Discórdia, você está sendo detido por nós por causar desavenças e estragos no nosso reino! - Diz Bookling, que recebeu uma risada do Draconequus. 

— E como pretende fazer isso sem os elementos ? E sem suas amiguinhas também? - disse comendo a pedra do último elemento. 

— O que você fez com meus amigos?! - disse Shadow, que se preparou para atacar. 

— Nada demais, apenas coloquei eles em seu devido lugar - sorriu maliciosamente. 

Antes que qualquer um deles pudesse dar um passo, Delirious apareceu com uma das mais poderosas armas, como presente de Discórdia, para poder machucar aqueles que estavam atrapalhando seu caminho. 

— Delirious?! O que está fazendo aqui?! Pensei que estivesse do nosso lado! - disse Bookling que viu o mesmo ficar na posição da batalha. 

— Ops! Esqueci de avisar-ló que Delirious Storm não ouve mais ninguém além de mim. Ele se tornou um brinquedo perfeito para conseguir o que quero - disse, acenando para atacar o grupo. 

A porta, que antes fechada, foi arrombada mais uma vez, fazendo com que toda a atenção fosse para as garotas ali. Determinadas e já com armas na pata, começaram a lutar contra delirious que ficou entre a vida e a morte. 

— Olha, eu realmente não quer machucar você Delirious - disse Moon — sei que é difícil escolher entre algo que acredita que te fará bem é algo que irá poder te machucar. Mas se lembre que sempre estaremos aqui! Você é nosso amigo e nunca iremos esquecer de você! - moon sorriu, aquele sorriso gentil que poderia fazer qualquer um querer abraçá-lá e dizer o quão fofa ela é. 

— Se eu ajudar vocês, o que ganho em troca? - perguntou, sentindo-a se afastar. 

— Amigos. Você ganha amigos e um futuro incerto mas que se você escolher-lo será cheio de surpresas - Moon, o abraçou com força, sentindo a esperança brilhar dentro de si , vendo-o voltar ao normal, voltando a suas cores claras e alegres, retribuindo o abraço. 

— Moon? O que aconteceu? - perguntou confuso, vendo-a ficar feliz por ver seu amigo mais uma vez. 

— Mais tarde te explico agora temos que acabar com a raça de um Draconequus. - falou determinada, vendo que todos encaravam discórdia e Eris. 

— vocês nunca irão conseguir nos vencer - disse Eris, usando sua magia para que ela e Discórdia desaparecessem dali. Contudo, Bookling foi mais rápido, bloqueado essa magia. 

— Discórdia , eu sei o porque você está fazendo tudo o que está fazendo - disse Cherry, pegando o livro que contava a história do passado e colocando na frente dele — e nós queremos ajudar você! Eu sei que você ainda sofre por ela e que tudo isso é estranho e você adoraria voltar ao passado e mudar tudo, mas se você voltar no passado tudo aqui no futuro vai piorar! - afirmou a jovem, vendo-o encarar-lá sem demonstrar nada. 

— Discórdia não escute eles! Você sabe que se conseguimos os elementos podemos voltar ao passado e concertar esse erro da Twilight! — disse, pegando na pata dele — e você poderá ficar comigo! - ele voltou a olhar para o grupo.

— E o que vocês iriam fazer para concertar esse erro? - perguntou, vendo Star se aproximar.

— Não iríamos levar-li de volta para o passado já que isso afetaria não só a nós, como também em tudo que foi construído. Assim como sua família, que provavelmente nem sabe que você existe. E é exatamente isso que vamos fazer, nós vamos devolver a felicidade que foi tirada de você, colocando uma nova lembrança! - Star segurou em sua outra pata sorrindo, fazendo-o lembrar de sua mais incrível e melhor amiga (fluttershy). — você só precisa confiar. 

— Discórdia, você sabe que eu te amo e que faria de tudo por você, eu nunca iria tentar mudar nada em seu destino e - foi interrompida por ele que gargalhou com a confissão da garota. 

— Então porque me enfeitiçou e fez eu ir contra minha própria esposa? - essa pergunta a fez se calar, olhando no fundo dos olhos dele —foi exatamente isso que eu pensei. Sinceramente espero que minha borboletinha possa me perdoar por tudo o que eu fiz - se afastou da mesma, ficando ao lado da pônei. — espero que possa me perdoar - disse para Star, que sorriu  em seguida para ele. 

— Tenho certeza que vamos! - disse feliz por ter ajudado a perdoar um ser que apenas queria aquilo que de forma injusta, havia perdido. Bookling, percebendo que Eris estava prestes a fugir, sentiu seus olhos brilharem e a magia se fez por todo o seu corpo, deixando seus olhos brancos e seu corpo flutuando ao lado dos outros que também flutuavam pela magia, causando um enorme arco-íris, que acertou à Eris, tornando-a  uma estátua de pedra mais uma vez. 

Discórdia, ao ver aquilo, sentiu um famoso Flashback, se lembrando das histórias que sua esposa havia lhe contado de como conseguiram o elemento. Após todos usarem sua magia cada um desceu com um símbolo diferente, de formas diferentes, que os lembrava bastante de suas cutie marks. — E então, agora é a sua vez Discórdia - disse Cherry, caminhando em direção a ele. 



 

— O que vocês fizeram com o Discórdia? - perguntou Midnight que encarava os dois líderes do grupo. Cherry e Bookling. 

— Nós o deixamos em um lugar seguro e que eu tenho certeza que ele nunca irá querer sair - respondeu Cherry, que recebeu um olhar de dúvida da princesa mais velha. 

— O que quer dizer com isso pequena? - encarou a mesma curiosa.

— Logo,Logo vossa alteza saberá de tudo em detalhes - disse Bookling, abraçando sua mais nova amiga de lado. 



 

— Onde nós estamos? - perguntou o draconequus, vendado. 

— Calma! Estamos quase lá! - respondeu cherry, que junto à star caminhavam até uma mesa de piquenique - aqui, quando dissermos três, você tira a venda ok? 

— Ok! 

— Um, dois, três! - ele tirou a venda, ao olhar para a mesa viu a pessoa que não acreditava que um dia poderia ver outra vez. 

— Turvy?! - Um sorriso cresceu no rosto de Discórdia ao ver sua adorável filha na sua frente, caminhou até ela dando um abraço apertado, sendo retribuído. — pensei que tinha te perdido pra sempre pequena. 

— Você nunca vai me perder papai! - disse a híbrida (que já estava na meia idade) — senti tanto a sua falta! - apertou ainda mais o abraço.

— Eu também senti minha doidinha - afagou os cabelos de sua filha 

— Eu te amo mil milhões pai - sorriu entre as lágrimas que caiam pelo seu rosto. Sendo limpas pelo seu pai. 

— Eu te amo muito mais - a apertou em mais um abraço, desejando que nunca mais, em nenhum momento da sua vida, se separasse dela. Pois dessa vez ele nunca iria deixar-la. 



 


Notas Finais


E aí? O que vocês acharam?
Deixe nos comentários sua opinião!
E não se esqueça de favoritar, se gostou claro! E de me seguir também @Dear_Sweetheart !

Agora antes que vocês fechem esse capítulo vou divulgar algumas fanfics maravilhosas (que também tem yuri ou não )!

✅Equestria girls-Throught to the mirror
Link: https://www.spiritfanfiction.com/historia/equestria-girls-through-the-mirror-16487052

✅The love Story (não tem yuri,
bem não até agora :)
https://www.spiritfanfiction.com/historia/the-love-story-16617916

✅Take me (sundagio, oneshort, yuri)
https://www.spiritfanfiction.com/historia/take-me-sundagio-17804303

✅Amigas de quarto (Sunlight, yuri, hiatus)
https://www.spiritfanfiction.com/historia/-amigas-de-quarto-twilight-x-sunset-yuri--17047531

✅No, Nothing (Flutterdash, yuri)
https://www.spiritfanfiction.com/historia/no-nothing-12563232

✅Os novos aprendizes (interativa, talvez yuri)
https://www.spiritfanfiction.com/historia/os-novos-aprendizes-17039266

Bem, além disso eu quero lançar um desafio para vocês nesse capítulo! Quero ver quem vai adivinhar o que significa ASI! Quem adivinhar vai ter seu perfil divulgado no próximo capítulo ( QUERO VER QUEM É INTELIGENTE AQUI :3 )

Enfim, e aqui acaba minha interação com vocês! Espero que aproveitem da minha galeria de fanfics (uma pequena parte dela pelo menos)!
See ya ✨
Love u,. 🤧❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...