História Harry Potter e Luna Black - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Aberforth Dumbledore, Abraxas Malfoy, Alastor Moody, Alecto Carrow, Alice Longbottom, Alvo Dumbledore, Alvo Potter, Amycus Carrow, Andromeda Tonks, Angelina Johnson, Antíoco Peverell, Antonin Dolohov, Arabella Figg, Argo Filch, Ariana Dumbledore, Armando Dippet, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Augusta Longbottom, Augustus Rookwood, Avery (Marauder-era), Avery (Riddle-era), Barão Sangrento, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Cadmo Peverell, Caradoc Dearborn, Carlinhos Weasley, Cassandra Trelawney, Cassandra Vablatsky, Cedrico Diggory, Charlus Potter, Cho Chang, Colin Creevey, Córmaco Mclaggen, Cornélio Fudge, Cuthbert Binns, Dama Cinzenta, Daphne Greengrass, Dênis Creevey, Dino Thomas, Dobby, Dolores Umbridge, Dominique Weasley, Dorcas Meadowes, Dorea Black, Draco Malfoy, Duda Dursley, Edgar Bones, Eduaphora Mergus, Emmeline Vance, Ernesto Macmillan, Euphemia Potter, Evan Rosier, Fabian Prewett, Fenrir Greyback, Fílio Flitwick, Fineus Nigellus, Fleamont Potter, Fleur Delacour, Franco Longbottom, Fred Weasley, Fred Weasley Ii, Frei Gorducho, Galatea Merrythought, Gellert Grindelwald, Gideon Prewett, Gilderoy Lockhart, Gina Weasley, Glenda Chittock, Godric Gryffindor, Gregory Goyle, Grope, Gui Weasley, Gwenog Jones, Harold Minchum, Harry Potter, Heberty Beery, Helena Ravenclaw, Helga Hufflepuff, Hermione Granger, Hestia Carrow, Horácio Slughorn, Hugo Weasley, Ignoto Peverell, Jorge Weasley, Katie Bell, Kingsley Shacklebolt, Lilá Brown, Lílian Evans, Lílian L. Potter, Lino Jordan, Lorcan Scamander, Lord Voldemort, Louis Weasley, Lucius Malfoy, Lucretia Prewett (Lucretia Black), Lucy Weasley, Lukas Karuzos, Luna Lovegood, Lysander Scamander, Marcus Flint, Marlene Mckinnon, Merlin, Merope Gaunt, Mila Bulstrode, Minerva Mcgonagall, Ministro Milicent Bagnold, Miranda Goshawk, Molly Weasley, Molly Weasley II, Mulciber, Mundungo Fletcher, Murta Que Geme, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Newton Scamander, Nick Quase Sem-Cabeça, Nymphadora Tonks, Olive Hornby, Olívio Wood, Órion Black, Padma Patil, Pansy Parkinson, Parvati Patil, Pedro Pettigrew, Penélope Clearwater, Percy Weasley, Personagens Originais, Petunia Dursley, Pirraça, Pomona Sprout, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Quirinus Quirrell, Rabastan Lestrange, Regulus Black, Remo Lupin, Rita Skeeter, Rodolfo Lestrange, Rolanda Hooch, Rolf Scamander, Ronald Weasley, Rose Weasley, Rosier, Rowena Ravenclaw, Roxanne Weasley, Rúbeo Hagrid, Salazar Slytherin, Scorpius Malfoy, Severo Snape, Sibila Trelawney, Simas Finnigan, Sirius Black, Sra. Cole, Ted Lupin, Theodore Nott, Thorfinn Rowle, Tiago Potter, Tiago S. Potter, Tom Riddle Jr., Tom Riddle Sr., Tracey Davis, Valter Dursley, Victoire Weasley, Viktor Krum, Vincent Crabbe, Walburga Black, Walden Macnair, Wilhelm Wigworthy, Wilhelmina Grubbly-Plank, Yaxley, Zacharias Smith
Tags Filha De Sirius Black
Visualizações 97
Palavras 1.020
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela, Saga

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 32 - Cap. 6


Dormi pouco depois que eles saíram.

 

Pude sair da ala hospitalar no dia seguinte, me encontrei com Harry, Rony e Hermione e disse á eles sobre ontem á noite e Rony disse:

 

“Ficamos sabendo de Colin... você estava na ala hospitalar, então... pouco provável de ser você o herdeiro... já Harry...” - disse se virando para Harry          – “Não sabemos.”

 

“Mas se por acaso Harry for o herdeiro, esses ataque são feitos sem consciência?” perguntei

 

“Se Harry for o herdeiro, sim, os ataques são feitos sem consciência” respondeu Hermione

 

“Eu não acho que Harry é o herdeiro, acho que é o Malfoy” disse Rony

 

“Porque seria ele?” perguntou Hermione

 

“Porque ele odeia trouxas e nascidos trouxas, ouviu o que ele disse: serão os próximos sangues-ruins,

 

pode ser ele” respondi

 

“É” concordou Rony

“Pode ser facilmente o Malfoy ao invés de Harry” disse Hermione

 

Passado uns dias, concluímos que Malfoy era o herdeiro.

 

Estávamos na biblioteca quando Hermione apareceu dizendo:

 

“Já que acreditamos que o Malfoy é o herdeiro, precisamos arrancar algo dele que possa nos ajudar. Então eu pensei que poderíamos entrar na torre da Sonserina com a poção Polissuco.”

 

“Poli... o quê?” perguntou Rony

 

“Polissuco. É uma poção que te transforma em outra pessoa, não pode ser usada com animais” respondeu

 

“É contra as regras” eu disse

 

“Não nos importamos com isso ano passado” respondeu Hermione

 

“Isso não é da nossa conta, ano passado foi sorte. Tem algo que está atacando nascidos trouxas, sinceramente, eu não quero perder a minha vida.” Respondi

 

“Luna, claramente ninguém está dando a mínima para a Câmara Secreta, até o final do ano não sobrará nenhum nascido trouxa em Hogwarts se alguém não fizer alguma coisa” disse Rony

 

Com um pouco de má vontade fui procurar a receita da poção nos livros.

 

Depois de muito procurar, voltamos para a torre da Grifinória cansados de ler. Me levantei da poltrona em um pulo e disse:

 

“A receita da poção pode estar na parte reservada da biblioteca”

 

“É! Mas quem vai nos dar autorização?” perguntou Harry

 

Depois de pensar um pouco, respondi:

 

“Lockhart”

 

Fomos correndo até a sala de Lockhart e ao entrarmos, Hermione disse:

 

“Professor, poderia nos dar autorizar á pegar um livro na parte reservada da biblioteca?”

 

Ele nem se preocupou em olhar qual livro era, apenas assinou e disse:

 

“Apenas uma ajuda para a melhor aluna da turma”

 

Eu, Harry e Rony reviramos os olhos e fomos para a biblioteca com Hermione toda feliz.

 

Entregamos o papel para Madame Pince, Hermione segurou o papel então eu disse:

 

“O Lockhart assina qualquer coisa que dure um tempo significativo”

 

Ela entregou o papel, o bibliotecária entrou na área reservada e voltou pouco depois com um livro bem grosso.

 

Lemos o livro todo e nele não dizia nada sobre poção Polissuco.

 

Passamos uma semana procurando livros e mais livros, então em uma tarde na biblioteca, passei os dedos pelos livros quando notei um sobre poções, eu não tinha visto aquele ainda.

 

Olhei página por página quando achei uma página falando da poção Polissuco.

“Achei!” disse correndo para a mesa que estávamos.

 

Coloquei o livro sobre a mesa e li os ingredientes. Era um poção muito complexa.

 

“Quanto tempo demora para ela ficar pronta?” perguntou Harry

 

“Dois meses” respondi o observando

 

“O quê? Em dois meses metade dos nascidos trouxas estarão mortos!” exclamou Rony

 

“Não tem outra solução” respondi



“Mas como pegaremos os ingredientes, que são muitos?” perguntou Hermione pegando o livro, ao passar os olhos pela receita, arregalou os olhos e disse:

 

“Essa é a poção mais complicada que já vi!”

 

“E temos mais um problema: onde iremos fazer essa poção? Na torre da grifinória não dá, nos corredores muito menos...” disse Harry

 

“Ah essa é fácil, podemos fazer no banheiro da Murta que Geme, ninguém vai lá há anos” respondi

 

“Banheiro da Murta que Geme?” indagou Rony

 

“Vem, vou mostrar” disse saindo da biblioteca

 

Chegamos no terceiro andar, o qual era proibido no anos passado, mas esse anos deixara de ser.

 

“Esse não é o banheiro do primeiro ataque?” perguntou Rony

“Não, o do ataque é três corredores daqui” respondi

 

Entramos no banheiro mas Rony ficou para trás, nos viramos e Harry perguntou:

 

“O que foi?”

 

“Aranhas” respondeu

 

“Ah, Rony, deixa disso” respondi

 

Harry se aproximou das aranhas e viu que elas se comportavam de forma estranha, andavam todas na mesma direção. Ignoramos o fato e entramos no banheiro.

 

Não tinha ninguém. Era o banheiro feminino.

 

“Aqui é um banheiro feminino” reclamou Rony

 

“Tente achar um lugar melhor” desafiou Hermione

 

“Por que ninguém vem aqui?” perguntou Harry

 

“Por causa da Murta que Geme” respondeu

 

“Murta que Geme?” perguntou Rony

“Dizem que ela é muito irritante, mas eu não acho ela tão ruim, as vezes ela até que é bem legal” respondi

 

“Quem é Murta que Geme?” perguntou Rony

 

“Eu sou a Murta que Geme” disse uma voz fina que apareceu do nada. Era a Murta, um fantasma.

 

“Esqueci de dizer, ela é um fantasma” respondi

Murta se afastou e Harry peeguntou:

"Vamos fazer a poção aqui? Á luz do dia?"

"É... eu acho" respondi

“Mas e quanto aos ingredientes? Como vamos consegui-los?” perguntou Rony

“Teremos que pegar escondido de Snape” respondi

“Querem ser expulsos?” perguntou Murta assentada na janela

“Você disse que não vai dizer a ninguém” eu disse

“E não vou, mas se Snape pega vocês, serão expulsos” respondeu

“Não podemos ir os três, obviamente, quem vai?” perguntou Rony

Nos entreolhamos e então Hermione disse:

“Eu vou, eu sou mais rápida e sei onde os ingredientes ficam” Respondi

“Ok, mas como?” perguntei

“Nisso eu posso ajudar” Disse Rony saindo do banheiro, seguimos ele e encontramos Fred e Gorge.

“E aí maninho?” perguntaram juntos

“Podem me dar uma Bombinha Fumacenta?” pediu

“Uma o quê?” perguntei

“Bombinha Fumacenta, é um artigo que eles criaram, é uma bomba que a pessoa lança e assim que atinge algo, ela explode e solta fumaça por todo o cômodo”

Eles tiraram um embrulho da mochila e deram á ele dizendo:

“Dessa vez é de graça, mas na próxima... já sabe”

Voltamos para o banheiro e começamos a planejar o que faríamos    



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...