1. Spirit Fanfics >
  2. Harry Potter e o Garoto de Duas almas >
  3. Eu sou um Bruxo?

História Harry Potter e o Garoto de Duas almas - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 1 - Eu sou um Bruxo?


Em Manchester um garoto andava pela cidade olhando atentamente para tudo ao seu redor, ele tinha cabelos de cor branca e olhos de cor vermelha e além de ser bem bonito, o garoto parece um príncipe e hoje era um dia muito especial para ele.

-Bom dia Ray! Como está sua tia?

O garoto percebe que tinha parado na sua banca preferida de revistas e nela estava uma moça de meia idade com um sorriso muito gentil.

-Bom dia Sra.Pupkins! Ela vai muito bem mas bem ansiosa, esse dia é um dia muito importante pra minha família, e eu não entendo porque...

-Você é o menino que sobreviveu e isso devia ser louvado todos os dias e além que não é todo dia que você faz 11 anos.

-Mas ela está...Um pouco mais feliz do que realmente devia!

De repente um carro preto parou do lado da banca e o vidro se abriu e lá dentro estava uma moça muito bela de cabelos escuro e olhos perfurantes.

-Bom dia Sra.Pupkins.

-Bom dia Sra.Blaze

-Ohh..Achei você! vamos entre eu tenho uma surpresa para você!

-Bom...Vou indo senhora Pupkins!

-Espera!

Ela tirou uma revista sobre criaturas magicas e coisas inacreditáveis e deu para o garoto.

-Minha preferida...Muito obrigado senhora Pupkins!

Ele entrou no carro e deu um aceno para a mulher que ele gostava bastante e o carro partiu e ele começou a folear a revista

-Hoje é um dia muito importante!

-Eu sei... Meu aniversario.

-Mais que isso!

-Ahn?

-Você vai entender daqui alguns minutos?

O garoto encarou um pouco a tia e depois voltou a olhar a revista onde ele estava em uma pagina sobre uma cobra que matava apenas com o olhar.

-Tia...

-Fala meu anjo.

-Meus pais...Como ele morreram mesmo?

-Hum...Eu já te contei muitas vezes meu anjo.

-Sim...Mas como pode um feixe de luz verde ter matado meu pais...

-Um dia você vai entender...

Ele chegaram na frente de uma loja de relógios e então a tia viu o horário e depois tirou um pedaço de madeira da bolça.

-Oque é isso?

-É uma varinha.

-Uma varinha de condão? 

A tia percebeu a ironia na voz do garoto e deu um sorriso e ela fez um movimento e todos os relógios começaram a cantar Feliz Aniversario para ele.

-C-Como?!?

-Magia!

-Mas...Mas

-Eu sei que parece complicado mas sabe muito bem que muitas coisas que você faz parece ´´Inexplicável´´.

-Como a senhora sabe?

-Quando eu tinha a sua idade eu fazia a mesma coisa.

-Então porque você nunca me contou?

-Eu queria ter contado mas Dumbledore fez eu jura que só contaria quando você completasse 11 anos e pudesse ir a Hogwarts.

-Hogwarts?

-Uma escola de Bruxos e é onde vc vai começar a estudar!

-Eu sou um bruxo?

-Sim e vai ser um dos maiores!

-Então meus pais...

-Sim!

-Eu deveria saber que eles eram bruxos!

-Sim...Sim mas Dumbledore me fez prometer.

-QUEM É DUMBLEDORE?

-Eu sou um grande bruxo e adoro Hogwarts

Ray fica procurando a origem da voz calma e suave e do nada um velho de cabelos longos e prateados, um nariz torto, olhos da cor azul e usando óculos com a forma de meia lua.

-Belo terno Dumbledore.

A tia que fez esse comentário começou a rir e Ray percebeu que ele usava um terno verde esmeralda com uma gravata amarela.

-Nunca fui bom em escolher roupas de trouxas.

-Trouxas?

-Pessoas que não possuem magia!

-Ahn...

-Você puxou a beleza de sua tia...E seus olhos da sua mãe e seu cabelo desengonçado do seu pai.

A tia de Ray deu uma corada mas logo voltou sua atenção a Dumbledore

-Bom vou indo...

Ele tirou uma carta de um bolso e deu para o Ray e depois disso ele sumiu.

-Nós temos que comprar seu material.

-Eu sou um bruxo!!!


Notas Finais


No proximo episodio...
Prazer meu nome é Harry Potter.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...