História Harrys disorder - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Michael Clifford, Niall Horan, Zayn Malik
Tags 5sos, Amizade, Ana(anorexia), Bulinismo, Bullying, Harry, Lana(lâmina), Liam, Lottie, Louis, Luke, Mia(bulimia), Mike, Niall, One Direction, School, Zayn
Visualizações 17
Palavras 1.940
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


SEM REVISÃO

Capítulo 16 - P - Esqueleto vivo


P

Qual era o problema de Harry Styles?

(Além do bullying e abuso sexual)

Qual o problema dele com o próprio corpo?

Desde cedo sempre foi comparado ao irmão.

Era uma criança gordinha mas não era o problema, começou com algo pequeno que foi se acumulando...

George era sempre o centro das atenções:

•o mais inteligente

•o mais engraçado

•o mais bonito...

Quando a puberdade chegou para Harry ele ainda não havia sofrido o famoso “estirão”, e não tinha costume de praticar esportes pois desde que sua mãe começou a confiar a fogão a ele fazia muitos trabalhos domésticos.

Seu irmão era muito ocupado, sempre saia etc, já ele era visto como preguiçoso e sem vida social, então tinha que ajudar em casa.

Mesmo sendo uma família com uma boa condição, capaz de contratar uma empregada, Anne não confiava em gente estranha dentro de casa(não confia no seu caçula também, mas pelo menos com ele economiza dinheiro e dor de cabeça).

Já que ficava muito tempo sozinho e começou a perceber seu “lugar no mundo” cozinha para si e começou a comer compulsivamente, ganhando uns quilinhos.

Sua mãe em um dia raro de comprar roupas novas para ele reparou nisso e simplesmente falou que na idade dele o irmão fazia diversos exercícios e não parecia um velho gordo, ela era bem rigorosa em relação à peso, aparência importava para a família perfeita.

Na escola os garotos mais desenvolvidos faziam piadinhas com ele, apertando suas bochechas e barriga, mas ele não tinha tempo de fazer exercícios e a ansiedade o deixava com mais vontade de comer.

Ele tentava estudar para tirar notas acima de 8 sempre(o que não acontecia), George nunca tirou menos que 9 em toda a vida(mesmo que não soubessem que ele colava e chantageava professores para conseguir isso e não ser expulso do futebol e consequentemente conseguindo uma bolsa de estudos na faculdade).

Aí que foi apresentado a Mia...

Mia é um apelido para Bulimia, ele comia e logo vomitava.

Quando o estirão chegou parecia que tinha dado certo, perdeu peso, sua mãe não falou mais nada e as brincadeiras na escola pareceram parar.

Mas seu irmão o chamava de “gordinho”, “bolinha”, “rosquinha”...

Não era o suficiente.

Mia o fazia se sentir bem momentaneamente, porém não era eficiente.

Foi aí que conheceu a Ana...

Anorexia.

Abriu um fórum na internet e encontrou a chamada “carta da Ana”, e aí sua vida mudou...

(Obs: essa carta realmente existe e não recomendo a leitura para quem sofre ou tem propensão para distúrbios alimentares, procure um profissional se essa carta te afetar e se quiser conversar pode contar comigo e chamar no pv).

“Carta da Ana

Querida Leitora,

Permita me apresentar. Meu nome, ou como sou chamada, pelos também chamados 'doutores' é Anorexia. Anorexia Nervosa é meu nome completo, mas você pode me chamar de Ana. Felizmente nos podemos nos tornar grandes parceiras. No decorrer do tempo, eu vou investir muito tempo em você, e eu espero o mesmo de você.

No passado você ouviu seus professores e seus pais falarem sobre você.Diziam que você era tão madura, inteligente, e que você tem tanto potencial. E eu pergunto, aonde tudo isso foi parar? Absolutamente em lugar algum! Você não é perfeita, você não tenta o bastante! Você perde muito tempo pensando e falando com amigos! Logo, esses atos não serão mais permitidos.
Seus amigos não te entendem. Eles não são verdadeiros. No passado, quando inseguramente você perguntou a eles:- Estou gorda?- E eles te disseram:- Não, claro que não!-você sabia que eles estavam mentindo! Apenas eu digo a verdade! E sem falar nos seus pais! Você sabe que eles te amam e se importam com você, mas uma parte é porque eles são pais, e são obrigados a isso.Eu vou te contar um segredo agora: Bem no fundo, eles estão desapontados com você. A filha deles, que tinha tanto potencial, se transformou em uma gorda, lerda, e sem merecimento de nada!

Mas eu vou mudar isso.

Eu espero muito de você. Você não tem permissão para comer muito. Eu vou começar devagar: Diminuindo a gordura, lendo tabelas de nutrição, cortando doces e frituras, etc. Por um tempo os exercícios serão simples: Corridas, talvez exercícios localizados. Nada muito serio. Talvez você perca alguns quilos, tire um pouco de gordura deste seu estomago gordo! Mas não irá demorar muito até eu te dizer que não está bom o suficiente.

Eu vou te fazer diminuir calorias consumidas e vou aumentar a carga de seus exercícios. Eu vou te forçar até o limite! Eu preciso fazer isso, pois você não pode me derrotar! Eu estarei começando a me colocar dentro de você. Logo, eu já vou estar lá. Eu vou estar lá quando você acordar de manha, e correr para a balança. Os números começam ser amigos e inimigos ao mesmo tempo, e você, em pensamento reza para que eles sejam menores do que ontem à noite. Você olha no espelho com enjôo. Você fica enjoada quando vê tanta banha nesse seu estomago, e sorri quando começam a aparecer seus ossos. E eu estou lá quando você pensa nos planos do dia: 400cal e 2h de exercícios. Sou eu quem esta fazendo esses planos, pois agora meus pensamentos e seus pensamentos estão juntos como um só.

Eu te sigo durante o dia. Na escola, quando sua mente sente vontade, eu te dou alguma coisa para pensar! Recontar as calorias consumidas do dia. Elas são muitas. Eu vou encher sua cabeça com pensamentos sobre comida, peso e calorias. Pois agora, eu realmente estou dentro de você. Eu sou sua cabeça, seu coração e sua alma. A dor da fome, que você finge não sentir, é eu dentro de você!

Logo, eu não vou estar te dizendo o que fazer com comida, mas o que fazer o tempo todo! Sorria, se apresente bem. Diminua esse estomago gordo, Droga! Deus, você é uma vaca gorda!!! Quando as horas das refeições chegarem, eu vou te dizer o que fazer. Quando eu fizer um prato de alface, será como uma refeição de rei! Empurre a comida envolta! Faça uma cara de cheia...Como se você já tivesse comido! Nenhum pedacinho de nada...Se você comer, todo o controle será quebrado...E você quer isso?Ser de novo aquela vaca gorda que você era? Eu te forço a ver uma revista de modelos. Aquele corpo perfeito, magro, dentes brancos, essas modelos perfeitas te encaram pela pagina da revista! E eu te faço perceber que você nunca será uma delas. Você sempre será gorda, e nunca vai ser tão bonita quanto elas! Quando você olhar no espelho, eu vou distorcer sua imagem, e te mostrar uma lutadora de sumo mas na verdade existe apenas uma criança com fome. Mas você não pode saber da verdade, pois se você souber, você pode começar a comer de novo e nossa relação pode vir a cair, e me destruir!

Às vezes você vai ser rebelde. Felizmente não com muita freqüência. Você vai dar força aqueles últimos pensamentos, e talvez entrar naquela cozinha escura! A porta vai se abrir devagar, você vai abrindo a porta do armário e colocando sua mão naquele pacote de biscoitos, e você vai simplesmente engoli-los, sem sentir gosto nenhum na verdade, você faz isso pelo simples fato que você esta indo contra mim. Você procura por outra caixa de biscoitos, e outra e outra. Seu estomago está cheio de massa e gordura, mas você não vai parar ainda. E o tempo todo eu vou estar gritando quero que você pare, sua vaca gorda! Você realmente não tem controle, você vai engordar!

Quando isso acabar, você vai vir desesperada para mim dnovo, e me pedindo conselhos porque você não quer ficar gorda! Você quebrou uma regra, e comeu, e agora você me quer de volta. Eu vou te forçar a ir ao banheiro, ajoelhada e olhando para a privada! Seus dedos vão para dentro da sua garganta, e com uma boa quantidade de dor, a comida vai toda sair. Você vai repetir isso varias vezes, ate que você guspa sangue a água, e saiba que toda aquela comida se foi! E quando você se levantar, você vai sentir tontura.Não desmaie! Fique em pe agora mesmo!Sua vaca gorda!Você merece sentir dor!

Talvez a escolha de te fazer ficar cheia de culpa vai ser diferente. Talvez eu escolha te fazer se encher de laxantes, e você vão ficar sentada na privada ate altas horas da manha sentindo seu estomago se revirar. Ou talvez eu faça você se machucar, bater sua cabeça contra a parede, ate você ganhar uma dor de cabeça insuportável! Cortar também e bem útil.Eu quero ver sangue, quero ver ele cair sobre seu braço, e naquele segundo, você vai perceber que merece qualquer tipo de dor que eu te dou! Você vai ficar deprimida, obcecada, com dor, se machucando e ninguém vai notar? Quem se importa?!?!? Você merece!

Ah, isso e muito duro? Você não quer que isso aconteça com você? Eu sou injusta? Eu faço coisas que apenas vão te ajudar! Eu vou fazer que seja possível parar de pensar em emoções que te causam stress. Pensamentos de raiva, tristeza, desespero e solidão podem ser anulados, pois eu vou tirar eles de você, e encher sua cabeça com contas metabólicas de calorias. Vou te tirar a vontade de sair com pessoas de sua idade,e tentar agradar todos eles. Pois agora eu sou sua única amiga, eu sou a única que você precisa agradar!

Mas nos não podemos contar a ninguém. Se você decidir o contrario, e contar como eu te faço viver, todo o inferno vai voltar! Ninguém pode descobrir, ninguém pode quebrar esta concha que eu tenho construído com você! Eu criei você, magra, perfeita, minha criança lutadora! Você é minha, e só minha! Sem mim, você e nada! Então, não me contrarie. Quando outras pessoas comentarem, ignore os! Esqueça deles, esqueça todos querem me fazer ir embora. Eu sou seu melhor apoio, e pretendo continuar assim.

Com sinceridade.
Ana”

No começo ficar sem comer era difícil e ele recorria a Mia algumas vezes, logo ele passava dias com a Ana até se sentir satisfeito e ingerir algo para a sobrevivência.

A todo o momento ele procurava fazer exercícios, nem que ele fosse a pé para a escola, ou ficasse à noite toda fazendo abdominais, qualquer tempo livre era tempo de exercícios.

Tinha que treinar a mente: “Você não precisa disso, olhe só para você!”

Os estudos pareciam piorar, a falta de nutrientes enfraquecia sua mente.

Suas unhas tinham dificuldades em crescer, seu cabelo ficou sem brilho e quebradiço, as pontas dos dedos pelo bonito faziam os ficar diferentes, e a voz foi sendo prejudicada mudando sua tonalidade.

A saúde e mente estava fraca, seu corpo para si era uma bola de gordura nojenta, parecia que de todos os seus poros saiam oleosidade.

Harry não consiga ver que estava virando um esqueleto vivo.

Normalmente as meninas chamam Anorexia de Ana, para os meninos que eram “pro” chamam de Rex e Bulimia vira Bill...

Perturbador para quem escutasse isso, por esse motivo ele nunca falou nada.

Quando o médico descobriu isso depois do espancamento ficou muito envergonhado e com medo, eles tirariam seus amigos?

Ele já tinha se cortado, Cat ou Sam(como preferir) também fazia parte de sua vida.

Cat e Sam vem de “Self Harm”, como automutilação.

Esses termos foram criados para tentar tornar a situação mais difícil de ser localizada, como uma linguagem secreta.

Harry Styles sabia o quão errado estava, mas não via outra solução, se não nos seus amigos...

Afinal, ele nunca havia tido outros antes do dia do hospital.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...