1. Spirit Fanfics >
  2. Has the clock already struck? - Jeon JungKook >
  3. Capítulo 12 Doze

História Has the clock already struck? - Jeon JungKook - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


oii meus bolinhos, tudo bem com vocês? espero que sim. Estou aqui com mais um capítulo fresquinho para vocês.

Me perdoem pela demora, eu estava em semana de provas e trabalhos, então fuçou meio complicado atualizar.

Leiam o capítulo abaixo, com a música: Doja Cat-Say so.

Boa leitura 📖❤️.

Capítulo 12 - Capítulo 12 Doze


Fanfic / Fanfiction Has the clock already struck? - Jeon JungKook - Capítulo 12 - Capítulo 12 Doze

   Seoul, 31/07/2014, Quinta

                Lee Yuna


–Nós estamos tendo bom desempenho senhor? - pergunto a SiHyuk curiosa. 

–Vocês estão sendo bem comentadas nas rede sociais. As pessoas estão esperando muito do debut de vocês. - fala sorrindo e nós demos uma mini comemoração. 

Nós já havíamos saído do ensaio, então agora estávamos conversando sobre nosso debut. Eu estava muita ansiosa, realmente muita ansiosa para tudo isso acontecer logo. 

–Está tudo ocorrendo bem. Semana que vem, se preparem para o debut. Hoje estão de folga por todo o esforço que fizeram, parabéns minhas garotas. - fala sorrindo gentil e gritamos um “Eba” em uníssono. 

–Obrigada senhor SiHyuk, iremos nos esforçar cada vez mais. - fala Iseul e fizemos nossa pequena apresentação enquanto nos curvávamos e cada uma fazia uma expressão de acordo com sua personalidade. Algo que criamos sozinhas e a empresa aceitou. 

–S. - Sojin falou fazendo um biquinho fofo. 

–A. - Ahri falou fazendo um “V” com a mão. 

–Y. - eu falei dando uma piscadinha e mordendo os lábios, dando um sorriso fofo. 

–I. - Iseul falou fazendo uma arminha com a mão direita. 

–N. - Naeun falou e colocou a língua pra fora revirando os olhos. 

Isso foi uma total mistura louca, mas uma mistura divertida. 

                    [...] 


–Eu tinha ganhado se você não fosse tão boa, aish. - falei me jogando no sofá com um biquinho nos lábios. 

–Não tenho culpa de ser tão bonita. - falou Ahri com um sorriso nos lábios. 

–YA YUNA! - ouvi gritos e me levantei. Era Iseul, ela brava é a mais assustadora do grupo. 

–Eu juro que não peguei suas calcinhas de novo. - falei me encolhendo, vendo ela vindo pra a sala e jogando a calcinha, já lavada, no meu rosto. 

–O que isso estava fazendo na máquina de lavar então? - tirei a calcinha do meu rosto rindo e apontei com a cabeça para Naeun, que me olhou com raiva. 

Saio correndo rindo e apenas observo elas duas se encarando e Naeun tentando sair da frente de Iseul com um sorriso nervoso, que a intimidava. 

–Eu não tenho culpa se elas são mais confortáveis que o normal ué! - falou alto. 

–ENTÃO COMPRA PRA VOCÊ PORRA! CARALHO DA BUCETA. - falou gritando tão alto que todas as meninas que estavam na sala, saíram correndo e indo em direção ao seus quartos. Inclusive eu. 

–VAI SE FUDER TODO MUNDO! - dito isto ouvi um barulho de máquina de lavar e louças sendo lavadas. É melhor deixar ela sozinha. 

                       [...] 


Acordei sentindo beijinhos na bochecha e sorri graciosa. Abri meu olhos e vi Iseul. 

–Já me perdoou, foi? - falei rindo e ela se afastou de mim. 

–Perdoei não. Acorda aí, nós vamos pra balada. - fala e começa a tirar a roupa, provavelmente iria tonar banho. 

–Mal humorada... - falo resmungando e me sentando na cama. - Todas vão? - pergunto a mesma. 

–Sim. Os meninos também. 

–Ah... 

                     [...]


Depois de tomar um belo banho e me arrumar perfeitamente, saio do quarto que nem um rainha e vejo as garotas na sala. 

Estou com um vestido vermelho colado e Naeun está do mesmo estilo que o meu. Só que o dela é preto. 

–Vamos garotas lindas? - pergunta Sojin sorrindo. Ela não era muito de baladas, mas fez esse esforço pela gente. Sojin ainda é inocente demais para o mundo. 

Saímos do dormitório lindas, cheirosas e empoderadas. É isso que somos, não é? Depois de um tempo em que Iseul estava nos levando ml carro dela, ouvindo música e se divertindo, chegamos numa das melhores baladas de Seul e fomos em direção a porta, os meninos estariam lá também, então, ótimo. 

–Cadê eles? - pergunta Ahri olhando para Naeun, até porque foi ela que chamou Namjoon para vir com os meninos, que por bastante coincidência, também estavam de folga hoje. 

–Namjoon me disse que chega com eles em 5 minutos. - falou a mesma olhando para o celular e depois de um 2 minutos esperando, eles chegaram de máscara, totalmente camuflados, nós não estávamos diferentes, já que que também já estamos sendo reconhecidas nas ruas. 

–Simbora' cambada! - fala Sojin animada e puxa meu braço junto ao seu, entrelaçando eles. 

–Afinal, nós merecemos descanso. - falo empolgada. 

–Pois é. Se não daqui a pouco viramos só pó. - Jimin diz e todos riram.

–Meninas e meninos, tomem cuidado. Apesar de já sermos adultos, balada ainda é perigoso, se se separarem e precisarem de algo, liguem para qualquer um de nós. - falou Namjoon aumentando a voz. 

Olhei para o lado e vi JungKook me encarando e sorrindo sarcástico, lhe dei o dedo do meio e ela fingiu cara de triste. Babaca. 

Entramos no local barulhento e assim, nos separamos rapidamente. 

Observei o grande lugar e comecei a andar por lá. Tinham alguns homens me olhando pela minha roupa, até que alguns eram bonitos. Porém eu tenho namorado, não sou tão vadia a esse ponto. 

Resolvi pegar um bebida, vodka, e logo bebi o líquido que desceu rasgando na minha garganta, logo depois deixei o dinheiro em cima da mesinha. Inclinei minha cabeça para cima em sinal de superioridade e saí dali afim de me divertir até não querer mais. 

A música Worth it do Fifth Harmony começou a tocar e eu me remexia ao som dela. Ora dançando que nem louca, ora dançando sensualmente. 



 “Entregue-se a mim, eu faço valer a pena

Querido, eu faço valer a pena

Sim, sim, eu faço valer a pena

Entregue-se, entregue-se, eu faço valer a pena


Ok, eu peço para ela voltar como se tivesse esquecido algo?

Voltar, voltar como se tivesse esquecido algo?

Na boate, com as luzes apagadas

Por que está se fazendo de tímida?

Venha e me mostre que você

Arrasa, arrasa, arrasa, arrasa, arrasa, arrasa

Pare de brincar agora, você sabe que eu

Arraso, arraso, arraso, arraso, arraso, arraso

Por que está se fazendo de tímida?” 



Eu me sentia feliz e livre. Precisava de um tempo para mim, para pensar e tentar esquecer meus problemas, pelo menos um pouco. 

Mas não dava quando o “problema” que rondava minha cabeça, estava na minha frente. 

–Yuna, vem cá. - Jin me chamou gritando por conta do barulho, com o dedo e fui até ele. 

–O que houve? - pergunto já me preocupando. 

Ele apenas tira a máscara dele e a minha e beija meus lábios na maior cara de pau.

Eu tô fudida. 





Notas Finais


eai, gostaram? Espero que sim. Dêem sua opinião pf, ajuda muito. Estão se cuidando não é? Quarentena viu mocinhas?

Trailer desta fanfic pra quem ainda não viu:

https://youtu.be/0cEyaBd9_H4


Vocês são #TeamJin ou #TeamJungkook? Digam!

Amo vocês jsudkakak ❤️. Até a próxima bebês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...