História Hashirama - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hashirama Senju, Tobirama Senju
Tags hashirama
Visualizações 30
Palavras 820
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Sonho


Fanfic / Fanfiction Hashirama - Capítulo 4 - Sonho

Dessa vez, não me distraí. Depois que saí do banheiro, passei direto e fui para o quarto ao lado do da s/n. Tobirama e Mifune, ainda me esperavam. 

Tobirama: ─ Onii-chan, que bom que já chegou. 

Hashirama: ─ No que está pensando? ─ Falei fechando a porta do quarto. 

Tobirama: ─ Estava conversando com o general e achei uma boa ideia se nós ajudássemos a descobrir o que houve com a s/n. 

Hashirama: ─ Topo. 

Tobirama: ─ Mano, você não vai reclamar? 

Hashirama: ─ Não. 

Tobirama: ─ Hashirama, o que você aprontou? ─ Ele me olhava do jeito desconfiado de sempre. 

Hashirama: ─ Vamos dizer que a s/n não me convenceu que nós passássemos alguns dias aqui para ajudá-la. 

Tobirama: ─ Tudo bem, ainda bem que concordei com isso. 

Mifune: ─ A s/n o quê?! Ah, aquela garota não tem limites! 

Hashirama: ─ Não brigue com ela. Você é muito ocupado e vai ser bom ter mais gente para achar o culpado. 

Mifune: ─ Concordo, mas a vila vai ficar sob o comando de quem? 

Hashirama: ─ Vou mandar uma águia contando sobre a minha ausência e vou escrever o nome de um dos meus conselheiros que vai administrar Konoha. 

Mifune: ─ Ah, agora sim. 

Tobirama: ─ Mano, e o seu cachorro? Quem vai dar comida a ele? 

Hashirama: ─ Ah! Ainda tem ele. E também vou escrever para que alguém dê comida ao Haru-chan. 

Mifune: ─ Já que está decidido, vou arrumar um quarto para cada um de vocês. 

Tobirama: ─ Mifune, você disse que a s/n ficou três dias desaparecida, como soube da ausência dela? 

Mifune: ─ Quando cheguei de uma missão, fui até o lugar que ela sempre treinava escondida. Ela ficava lá, todos os dias e no mesmo horário, mas quando não a vi, comecei a ficar aflito. Esperei até anoitecer, mas ela não apareceu, e foi aí que ordenei que fizessem uma varredura por todo país. Cacei provas e investiguei bastante, mas nem sequer tinha testemunhas, e eu ainda tive que me preocupar com a reunião dos Kages. 

Hashirama: ─ Por que ela treinava escondida? 

Mifune: ─ Como o País do Ferro só tem samurais, ela queria virar um. Mas, como vocês já sabem, tem uma regra que sempre foi passada adiante: mulheres não podem se tornar samurais. Eu não posso quebrar essa regra, isso seria contra as leis e um nepotismo, mas também, não posso impedi-la de treinar. Quero que ela seja feliz fazendo o que gosta. 

Tobirama: ─ Ah, que regra estúpida. 

Hashirama: ─ Concordo. ─ Tobirama ficou quieto e pensativo. Ele deve estar juntando algumas peças ou se lembrando de algo. Agora sei como um Anbu se sente, é ruim ter que ficar juntando peças para formar um quebra-cabeça. Também fiquei pensando no que o líder disse de não ter nenhuma testemunha. 

Hashirama: ─ Mifune, você disse que não teve nenhuma testemunha, certo? 

Mifune: ─ Sim. 

Hashirama: ─ Para você não ter nenhuma testemunha, o que é muito difícil, pois foi na luz do dia, você precisa eliminar as pessoas ou… 

Tobirama: ─ Possuir o Jutsu de Transparência! ─ Tobirama completou. 

Hashirama: ─ Isso! 

Tobirama: ─ E pensando naquela parede de gelo que encontramos na Sanrō, como ela é diferente das outras, aquilo só pode ser um Jutsu. É parecido com o do clã Yuki, mas não chega a ser deles. 

Hashirama: ─ Começo a pensar que  pode ter dois ou mais clãs envolvidos. 

Mifune: ─ Por que acha isso? 

Hashirama: ─ Lembrei que o Jutsu de Transparência foi inventado em Konoha, ou o Jutsu foi ensinado e passado para outras pessoas, ou tem alguém de Konoha envolvido nisso. 

Mifune: ─ Então, tudo indica que isso pode ser obra de dois ou mais clãs, mas… por que eles fariam isso? 

Tobirama: ─ Eles devem estar trabalhando em conjunto ou para uma mesma pessoa, para te prejudicar. 

Hashirama: ─ Você não sabe de alguém que queira fazer mal a você ou a s/n? 

Mifune: ─ São tantos. 

Hashirama: ─ Tem que ter um que se destaca. 

Mifune: ─ Pensando bem, o Hanzō é o que mais se destaca. 

Tobirama: ─ É o Hanzō da salamandra? 

Mifune: ─ Esse mesmo. 

Tobirama: ─ Esse é um cara que eu sempre quis bater de frente, ele é a pessoa que mais odeio depois dos Uchihas. Vai ser bom ficar de olho nele. 

Mifune: ─ Uchihas? 

Hashirama: ─ Se acostume, ele ainda vai mencionar os Uchihas em muita coisa. 

Mifune: ─ Entendo, mas, manter esse ódio lhe fará mal. 

Tobirama: ─ Não é bem um ódio... 

Hashirama: ─ Mano! ─ Encarei ele.    

Tobirama: ─ Hashirama, não queima o meu filme! 

Hashirama: ─ Foi você que queimou há bastante tempo. 

Tobirama: ─ Só não vou debater porque é verdade. 

Mifune: ─ Então, quando querem começar a investigar o Hanzō? 

Hashirama: ─ Amanhã mesmo, né, Tobirama? 

Tobirama: ─ Sim,  amanhã é o melhor dia para começarmos. 

Mifune: ─ Combinado. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...