1. Spirit Fanfics >
  2. Hate and Horny >
  3. O date perfeito de Juvia que na verdade era para Levy

História Hate and Horny - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Eu AMO escrever essa história!!
Primeiro casal em formação galerinha <3 espero que gostem!!

Capítulo 5 - O date perfeito de Juvia que na verdade era para Levy


Fanfic / Fanfiction Hate and Horny - Capítulo 5 - O date perfeito de Juvia que na verdade era para Levy

Erza estava na casa de Lucy no sábado à tarde, comendo sorvete direto do pote, enquanto viam Friends pela trigésima vez. Elas supostamente deviam estar planejando novas coreografias para as garotas treinarem na semana seguinte, mas isso era a desculpa que usavam para ir na casa uma da outra.

Fazem isso desde que se conheceram no primeiro ano tentando entrar para a equipe.

Não imaginaram que seriam tão amigas, – ainda mais sendo que Erza sempre andava com Natsu e Gray – mas bastou alguns treinos para as duas não desgrudarem mais, conheciam tudo uma da outra e contavam tudo uma para outra.

Por isso Erza sempre tentava bancar a conciliadora.

“Tá eu imagino que o castigo esteja sendo horrível, mas e a seção de psicologia sexta?” A loira revirou os olhos. “Deve ser insuportável pra pobre Srta. Vermillion.”

“É insuportável para a pobre Srta. Eu você quer dizer né!”

“Mas já foi tão horrível assim? O Natsu não me contou nada”

“Foi! No começo foi tranquilo, a Srta. Vermillion estava toda enrolada com negócios da mudança, ai conversamos um pouco e descobri que ele tem bom gosto musical, mas não deu dois segundos pra ele voltar a me xingar e eu querer arrancar o pescoço dele.” Erza gargalhou com a interpretação da loira arrancando o pescoço de Natsu.

“Eu gostaria de entender onde cabe tanto ódio em ti.” Perguntou deitada no sofá e comendo uma colher de sorvete. “Você deve acumular nesses seus peitões e nessa bunda.” Elas riram da piada.

“Eu não acumulo, só surge quando aparece aquele filhote de demônio.” Disse Lucy balançando a colher.

“Tá mas porque você odeia tanto ele?”

“Ah Erza não dá de explicar, tipo, você conhece ele desde pequena, você consegue aturar.”

“Ta mas o que te irrita tanto nele?”

“Múltiplas coisas, ele é estúpido de propósito, arrogante, irritante por si só, infantil demais e se acha o super gostoso que pega todas as meninas.”

“Ta eu consigo nomear os pontos negativos, mas também sei que alguns são apenas má impressão sua.” Ela pegou mais uma colher do doce. “Além do mais, ele pode se achar o super gostoso, mas você sabe que ele é bonitinho mesmo, arrisco dizer até sexy, vivem nessas de jogar charme um pro outro.”

“Pfff. Credo Erza capaz!”

“Ué tá rindo do que? Devo lembrar sobre a festa da Kana no ano passado?”

Erza!” Deu um tapa na amiga. “Nem foi lá grande coisa, a gente estava bêbado.”

“A bebida apenas aflora as verdades meu amor.” Ela riu cutucando a loira na barriga, lhe fazendo cócegas. “Mas pensa aqui só entre nós duas, isso é bem sexy né?”

“A que você se refere?”

“Ah, vocês são inimigos mortais, com essa maravilhosa pitada de tesão.” Ela riu. “Vocês brigam morrendo de vontade de se agarrar, uma relação de ódio e tesão.”

“Para Erza!” Disse rindo com as bochechas vermelhas enquanto a ruiva se divertia. “Ei hoje é o date da Juvia que na verdade é pra Levy, bora ir lá na casa da Juvs botar pitafe enquanto elas se arrumam?”

“Tu está tentando desviar o assunto, mas beleza.” Deu de ombros.

“Nem é isso, tu ta passando tempo demais com os garotos, eu sei que eles matariam o coitado do Jellal sem você, mas as meninas sentem falta de ti.”

“Talvez tu devesse sair mais com a gente pra ver que eles não são tão insuportáveis.” Lucy bufou. “Bom eu vou tentar pelo menos convencer aquelas duas pois tu é muito cabeça dura! Nem admitir que quer dar uns pega no Natsu tu não admite.” Ela riu e Lucy lhe acertou uma almofada na cara.

Erza sabia, tinha certeza, de que eles ficariam de novo.

Juvia morava no centro da cidade em um pequeno e confortável apartamento junto de sua abuelita (que já estava apagada na cama), quando Lucy e Erza chegaram ela nem perguntou, já logo puxou elas para dentro para dar opinião nas roupas e falar mal de quem seguiam no Instagram – porque a gente sabe que todo mundo faz isso.

Começaram a falar dos meninos com quem elas iam sair e enquanto a ruiva defendia os amigos, Lucy depreciava, então Levy estava bem zonza na situação e Juvia estava começando a ficar meio com medo, mas confiava no amigo de infância.

“Tá vocês tem certeza que essa roupa é bacana pra ir tipo sei lá, em uma lanchonete?” Perguntava Juvia pela vigésima vez.

“Sim! Juvs homens não reparam tanto quanto voce pensa!” Exclamou Lucy dobrando as dezenas de roupas espalhadas pela cama.

“Mas shorts jeans e cropet manga longa parece muito simples!” Bateu as mais nas coxas se encarando em frente ao espelho. “Aff que ódio do Gajeel que eu to por não contar onde vamos!”

“Juvia seu cropet é de paetê* se isso é simples, vai com um flamingo na cabeça meu bem.” Riu Erza deitada na cama, fuçando no celular das meninas.

“Então será que é demais?” Ela encarou a ruiva.

“Juvia, paetê preto, é perfeito! Agora me ajuda com a maquiagem pois eu não consigo passar delineador!” Reclamou Levy na penteadeira do quarto.

A menina foi ajudar a amiga as outras duas riam.

“Se vocês continuarem tão indecisas vão se atrasar, já é oito horas.” Comentou Erza olhando o horário no telefone.

“Colocaram uma lingerie legal?” Lucy perguntou enquanto dobrava as roupas espalhadas.

“Pra que?” Levy a olhou confusa pelo espelho.

As três a encararam sorrindo maliciosa.

“Ué vai que o date dá certo!”

“Lucy!” Erza repreendeu. “Sua puta, ninguém dá no primeiro date!

Deu de ombros e Juvia deixou cair a maquiagem no chão.

“Gente vocês estão me deixando nervosa num nível que que não consigo nem passar batom!” Virou para elas e levantou o cropet mostrando um sutiã preto básico. “Será que esse ta bom?”

“Juvia sua puta!” Censurou Levy enquanto Erza e Lucy rolavam de rir na cama. “Affe já to vendo que esse date vai ser muito perfeito.” Satirizou.

 Elas todas fizeram silêncio quando ouviram o sino do interfone tocar e correram para ver quem era. O porteiro anunciou que tinham dois garotos ali procurando Juvia e as meninas simplesmente surtaram.

Juvia foi passar o batom enquanto Levy calçava a sandália e as outras duas tentavam ajeitar o resto da bagunça.

Os dois estavam de calça jeans e tênis escuro, Gray estava com uma camisa azul de manga curta e Gajeel com uma polo preta.

Erza e Lucy desceram primeiro, cumprimentaram os meninos, elogiando que os dois estavam bonitos, e saíram apressadas, eles não entenderam nada.

E logo depois as duas apareceram todas arrumadinhas e aparentemente tranquilas. Gray cumprimentou ambas de modo gentil e normal, enquanto Gajeel se embasbacou todo para dizer um “oi”, mal acreditava que aquela que aquela menina de vestido laranja e cabelo azul ia sair com ele.

Juvia não conseguia parar de sorrir e quase riu do jeito que Gajeel simplesmente falou que Levy estava muito linda e deixou ela morta de vergonha.

Após as firulas embarcaram no carro e fizeram uma viajem silenciosa até um, surpresa, boliche no centro. Era adorável, todo meio retro, com piso xadrez atendentes de patinete iluminação azul com globos de espelhos e uma jukebox no fundo. Elas adoraram logo de cara, e Juvia comentou que aquilo era bem a cara de Gajeel.

Pegaram uma pista e sentaram em uma mesa decidiram pedir o que comer e esperariam enquanto jogavam.

“Vamos jogar em duplas.” Disse Juvia animada. “Quero a Levy! Ela é muito boa e eu sou péssima!” Riu abraçando a amiga.

“Gosta de boliche?” Perguntou Gajeel.

“Ah, sim! Quer dizer fui poucas vezes mas gosto.” Respondeu sem jeito.

“Ela é ótima! Da última vez deu uma sova em mim e nas meninas, apesar de eu achar que ela fez alguma mandinga pra bola dela fazer tantos strikes.” brincou.

“Então ela joga com o Gajeel, não tem ninguém pior que ele nisso!” Gray exclamou e puxou Juvia pelo braço sussurrando. “É pra deixar os dois juntos.”

“Eu sei, acha que nunca joguei boliche com Gajeel? Só queria que ele puxasse assunto.” Sussurrou de volta sorrindo empolgada e contagiando Gray.

Gajeel e Levy mal ligavam para os outros dois de tão bem que se deram, apesar de no início haver um pequeno bloqueio, Gajeel se mostrou extremamente fofo para com a pequena.

Levy ajudava o grandão a jogar e os dois ficavam todos nervosos quando as mãos se tocavam ou um encarava o outro demais. Eles inclusive ganharam o jogo deixando a outra dupla irritada Que clamou o tempo todo enquanto comiam que foi roubo.

Infelizmente para Juvia, apesar de ter conversado com ela a noite toda, Gray não estava empolgado como Gajeel e claramente foi só para ajudar o amigo.

No fim quando eles viram o lugar já estava fechando e decidiram ir para casa.

“Cara pode parar ai que eu ando até em casa.” Disse Gray batendo no ombro do amigo que dirigia.

“Certeza?”

“Sim, sim ai fica melhor para você levar as meninas.”

“Ah Juvia posso dormir na sua casa? Ai não precisa o Gajeel me levar!”

“Que isso, ele leva de boas.” Falou Juvia salvando o número de Gray no celular.

“É baixinha.” Ela o olhou irritada estava demorando para ele pegar no pé dela. “Eu não vou te atacar não.” Sorriu.

“Okay foi uma ótima noite gente, nos vemos na escola!” Gray se despediu dos amigos que seguiram.

Algumas esquinas depois foi a vez de Juvia.

“Que noite boa, valeu Gajeel, tchau Levy.” Falou descendo rápido do carro deixado o casal sozinho.

“Pra onde tu mora?”

“Vai reto que eu te indico.” Respondeu e permaneceu o silêncio.

“Que pena que a noite acabou cedo, né?” Ele falou normal e Levy assustada lembrou do que Lucy tinha falado mais cedo no apartamento da amiga.

“Ahn... É...” Falou nervosa. Qual era a lingerie que ela estava usando mesmo?

“A gente podia sair mais vezes.” Sugeriu esperançoso e gerando um alivio em Levy por ser isso.

“Claro! Seria legal... Ah vira nessa esquina a esquerda, é a rua da minha casa.”

Ele seguiu e parou o carro na frente da casa indicada.

“Ei vai ter uma festa do time semana que vem depois do jogo você vai?” Perguntou ansioso antes que ela saísse do carro.

“Ah... eu não sei, não sabia de nada...”

Ela já foi a uma ou duas festas do time como acompanhante da Lucy ou Erza, e geralmente são ricas, e interessantes.

“É vai ser só com os jogadores e as líderes, o Loke ofereceu a mansão dele e uma van pra levar a galera.” Explicou batendo os dedos no volante. “Só entra gente de fora quem for acompanhante, então se eu disser que quero levar alguém, eles não iriam se importar.”

Levy sentiu as bochechas esquentarem e por um segundo entrou em pânico, era Gajeel, o cara que implicava com ela desde que entrou no segundo ano, convidando-a para sair, e pior, ela estava ansiosa por isso.

“Acho que sim.” Ela deu um risinho. “Anota meu telefone pra me mandar mensagem e eu não esquecer.” Eles trocaram o número e ela se despediu dando um beijo na bochecha dele que o deixou paralisado no lugar.

Quando voltou a realidade ele dirigiu rápido até sua casa e digitou no celular para ver se era ela, ao confirmar ele deu pequeno surto de comemoração e mandou mensagem para os amigos no grupo de mensagens.

“Noite finalizada com sucesso eu tenho o número dela!!!” :D

[Gray] “Uhuul. Valeu a pena! \o/”

[Natsu] “Parabéns Gajeel! O próximo a amarrar as chuteiras no grupo”

[Jellal] “Larga de ser puto Natsu. Parabéns romeu conseguiu sua julieta!”

[Gray] “Verdade Natsu, somos os guerreiros do time XD. Gajeel por favor só não fica chato igual o Jellal valeu?”

[Jellal] “Vai se fuder.”

[Natsu] “Cala boca Jellal a gente te atura por causa da Erza! Ashashashashash”

[Jellal] Mandou um dedo do meio.

“Obrigada gente, mas já vou apostando que o próximo é o Gray, tava bem feliz hoje lá

> _< ”

[Natsu] “Vocês vão tudo me abandonar to vendo”

[Gray] “Vai se fuder Gajeel”

[Jellal] “Bom se for pra fechar o grupo, o Natsu vai ter que namorar a Lucy até o fim do ensino médio. 0u0”

[Natsu] “Nem a pau caralho! O foco o Gajeel”

[Jellal] “Dou dois meses para os dois estarem namorando.”

[Gray] “Dois? Eu dou um”

[Natsu] “Em dois eles já estão ate de aliança no dedo”

Gajeel só balançou a cabeça e riu, bando de idiotas.


Notas Finais


Obrigada por chegarem até aqui!!
Só pra deixar claro eu não vou detalhar muito a relação dos demais, apesar de que eu gostaria, o foco é nalu e eu não quero a fic muito longa nem que meu cerébro exploda de tanto romance heheheh
Qualquer erro ou critica me avisem que me ajuda galerinha <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...