História Havana - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Austin Mahone, Camila Cabello
Personagens Austin Mahone, Camila Cabello
Tags Amor, Ausmila, Austin Mahone, Camaustin, Camila Cabello, Havana, Romance
Visualizações 16
Palavras 590
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor



Capítulo 2 - Rapaz


Fanfic / Fanfiction Havana - Capítulo 2 - Rapaz

Xxx: Como se chama essa linda mulher? - disse o rapaz que dançava comigo até poucos minutos atrás, nos aproximamos da barraca de cachorro quente, estou com fome.

Eu: Karla, e você? - olho rapidamente para ele antes de voltar a prestar atenção no "cardápio".

Xxx: Austin! - olho para ele com os olhos semi cerrados.

Eu: Você não é daqui, certo? Seu sotaque é diferente, e, bem... Seu nome não é nada latino. - sorrio.

Austin: Na verdade, sou do Texas, mas boa parte da minha família é daqui, estou morando em Havana a alguns anos. Sua vez de contar sobre você! - digo ao atendente o meu pedido, Austin pede o mesmo.

Eu: Minha família é daqui também, mas eu moro em Nova York a alguns anos.

Austin: Havana é um ótimo lugar para juntar as pessoas. - sorrimos um para o outro.

Sinto um leve clima no ar.

Mas, que é cortado pelo atendente, que nos entregou os nossos lanches. Saímos de frente da barraca e continuamos a caminhar sem rumo entre a tal festa de rua.

Eu: E o quê você estava fazendo quando de repente começou a dançar comigo? - olho para ele.

Austin: Estava olhando as moças dançarem, mas devo admitir que nenhuma delas se igualava a você. - sorrio com a sua sutil cantada.

Eu: Interessante! - digo e como um pedaço do meu cachorro quente.

Austin: E voltando ao assunto, o quê te trouxe de volta?

Eu: Os meus pais, e também vim atrás de descanso.

Austin: Hum... É bom sair de onde estressa por um tempo.

Eu: Pois é... E trabalha com o quê?

Austin: Sou arquiteto! - disse com um grande orgulho. - E você?

Eu: Secretária!

Austin: Legal, imagino que em uma grande empresa!?

Eu: Na verdade, é em uma revista de moda, sou secretária do editor chefe. - vejo que ele se surpreende, volto a comer meu cachorro quente igual ele.

Austin: Muito interessante! - ele sorri para mim.

Eu: Hum... Não lembrava que eram tão picantes esses cachorros quentes. - terminamos de comer e fui indo em direção à outra banca, aonde vendia refrigerantes. - Uma Coca Cola, por favor!

Austin: Duas! - Austin estava do meu lado. - E sim, eles são picantes, ainda mais em lábios provocantes como os seus. - pagamos e pegamos nossas garrafas de refrigerante.

Eu: Vai me acostumar mal com tantos elogios, Austin!

Austin: Você é quem vai me acostumar mal com essa beleza, Karla! - tomo um gole do meu refrigerante.

Prendo o sorriso bobo, não é hora para isso ainda.

Eu: Mas que galanteador. - digo sorrindo.

Austin: Não sou assim sempre. - me faço de surpresa.

Eu: Estou lisonjeada! - brinco e logo depois rimos juntos.

Austin: Mas falando sério, quer ir ao cinema comigo? Estará passando um filme original daqui, é interessante a história.

Eu: Porquê não? Me dê o seu celular que eu ponho o meu número e você põe no meu o seu número. - trocamos de celulares.

Pus o meu número, mas antes pensei em por um número falso. Mas vi que ele era diferente de muitos novaiorquinos com quem sai, preferi ser verdadeira.

Austin: Se quiser a levo para casa. - disse como um bom moço.

Eu: Acho que já me trouxe, estou em um hotel por enquanto. - aponto para frente, olhamos para o grande hotel.

Austin: Mas e a casa dos seus pais?

Eu: Bem, é complicado! - sorrio. - Até outro dia, Austin! - dou-lhe um beijo na bochecha e o vejo sorrir com isso, ele assente e vou em direção ao hotel.

Austin: Você entrou na minha vida, Karla! - ouço sua voz de longe e sorrio ao ouvi-lo.

Você também entrou na minha vida, Austin!


Notas Finais


Espero que tenham gostado, comentem e beijos 😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...