1. Spirit Fanfics >
  2. Hazbin Hotel: Meu nome será conhecido >
  3. Ella, a fofa ajudante de Alastor

História Hazbin Hotel: Meu nome será conhecido - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Capa feita por mim, pessoas:D
Espero que gostem (do cap XD)

Capítulo 2 - Ella, a fofa ajudante de Alastor


Fanfic / Fanfiction Hazbin Hotel: Meu nome será conhecido - Capítulo 2 - Ella, a fofa ajudante de Alastor


Após voltar ao meu quarto, mandei mensagem ao meu único amigo, Gavin.
Mas por algum motivo ele me ligou.
—Gavin? O pra que você...-Comecei.
—Corta! Meu nome agora é Cake Puff!-Falou Gavin.
—Que? Como assim?-Perguntei curiosa.
—Isso mesmo queridinha!-Falou animado. Dava para ouvir várias pessoas aos fundos e música.
—Aonde você tá?-Perguntei.
—PornStudio...-Respondeu Gavin.
—Não me diz que...? Você virou...? Gavin?!- Exclamei.
—O meu chefe é super legal, as pessoas aqui também, por que não, né? Aliás...O Angel Dust trabalha aqui, ou...trabalhou...-Falou Gavin, contente.
—Você vai virar uma puta, era o que me faltava...Mas enfim, não foi por isso que mandei mensagem.-Começei.
—Foi por que então?-Perguntou Gavin.
—Nada... Agora que você virou um doador de cú, não vai adiantar.-Desliguei, rindo.

No mesmo segundo que desliguei, alguém bate na porta.
Me levanto para abrir, era Alastor.
—Sim?-Respondo sem tirar os olhos do celular.
—Está na hora do jantar. querida.-Disse Alastor, contentemente.
—Se você me chamar de querida denovo, eu afundo a tua cara com um soco, ouviu?-Ameaçei, mesmo sabendo que ele iria fazer novamente.
—Haha!-Ele ri, e sai andando até o salão.
Saí do quarto, fechando a porta, indo direto ao salão que dava a cozinha.
—Com licença!-Ouço uma voz, fina e bem fofa em forma de melodia.
—Hm??-Olho para baixo e vejo uma garota de cabelos loiros, mais loiros que de Charlie, uma mecha preta, e olhos verdes bem brilhantes.
—Olá! Eu sou a Ella, ajudante de rádio do Alastor! É um prazer conhecer você!-Disse a baixinha animada.
—Ahn, bem, prazer, Ella..Meu nome é Hanne.-Abaixei para cumprimenta-la.
—Vamos, Alastor acabou de fazer o jantar!-Chegou Niffty.
Fiquei confusa com a situação, aquele corno cozinha?
—Tá...né..-Falei.
Niffty e Ella foram para o restaurante do hotel, onde haviam mesas, eu as segui.
O cheiro da comida era boa...Talvez o Alastor não sirva só para guerras...
Todos estavam a mesa, apenas Angel estava embaixo dela, por algum motivo.
—Finalmente, o rato saiu do esgoto!-Exclamou Alastor.
—Calado. Poste de favela.‐Falei me juntando aos outros.
Angel bate a cabeça na mesa.
—Aí, caralho!!-Exclama Angel de dor.
—Manere seu linguajar, meu caro amigo.- Disse Alastor, colocando o prato na mesa
—Ahn... O que é isso?-Perguntei.
—Jambalaya, uma receita antiga da minha mãe!-Falou Alastor, orgulhoso.
—A-ah entendi... Bem... Deve ser bom...- Eu não sei se consegui conter minha tristeza...
Alastor se sentou a mesa, e num estalo de dedos serviu a todos.
Comecei a comer e...Aquilo era realmente uma delícia, quem diria que o demônio do rádio saberia cozinhar, não..?
Assim que todos acabaram, levantaram para fazer suas coisas. Niffty foi com Alastor até a cozinha para ajudá-lo, provavelmente. Fiquei sozinha com a Ella.
—Hey, Hanne, eu notei que você está um pouquinho triste, como posso ajudar??-Veio Ella, ao pé da cadeira.
—Não é nada demais, mas obrigada mesmo assim, Ella.-Falei me levantando, odeio falar...
—Bem...Quando estiver pronta para falar...Fale. Mas lembre-se...Ahn, você nunca estará completamente vestida sem um sorriso.- Diferente dos sorrisos de Alastor, Ella deu um sorriso confortante e fofo, o que quase me fez falar...
—Ahn, obrigada...-Saí andando até a sala.
Eu acabei de conhecer todo mundo aqui, é um lugar estranho, mas a Ella me passou bastante confiança...E eu precisava mesmo desabafar com alguém...
Depois de um tempo no sofá, levantei e fui procurar a Ella.
Vi Alastor parado, observando algo. Não queria falar com ele mas... É a ajudante dele afinal.
—Alastor, você viu a Ella em algum lugar?-Perguntei sem olhar em seus olhos.
—Estava ajudando Niffty a limpar os quartos, algo lhe incomoda?-Perguntou Alastor, sorrindo.
—Talvez...-Saí andando.
Sentei no sofá novamente.
—Hanne!- Angel chega correndo.
—Que? Não corre, diz logo.-Falei.
—Preciso saber quem é o novo ator do estúdio, me ajuda!-Exclamou Angel.
—Ele é meu amigo...Gav–Cake..—Falei.
—Cake?-Perguntou Angel, confuso.
—Ele mudou o nome..-Falei.
—Estava me procurando, Hanne??-Ella vem em um passo apressado.
—Ah, sim estava, vamos ao meu quarto...- Falei me levantando.—E...Angel, o Gav–Cake! Te ama de paixão.-Falei indo para o meu quarto.
***
—Pensou sobre? Quer me dizer algo??-Falou Ella.
—Bem...sim...-Falei.
—Você ficou triste quando Alastor falou de mãe...Você não tem mãe??-Perguntou Ella.
—Era isso...A-ahm...Ela me abandonou, e eu fui deixada com o tal, sir pentious... Depois abandonada denovo e...-Comecei
—E...?-Perguntou Ella.
—Deixada na mão de alguém que nunca se importou comigo...E que fazia coisas horríveis...
—Ah...Eu, sinto muito, muito mesmo...Não tem mesmo motivo para sorrir...Mas um sorriso verdadeiro, contagia.-Ella sorriu.-Espero que você consiga sorrir verdadeiramente um dia!...Mesmo sendo o inferno...
—Sim...Obrigada Ella, você é...Diferente...Eu confio em você..-Falei.
—Então...Você não confia no Alastor...?-Perguntou Ella.
Fiquei confusa com a pergunta...Por que ela perguntaria isso? Eu mesma não sei responder...Talvez sim?
—Talvez...Eu não sei ao certo...O sorriso dele não me passa confiança... Eu confio um pouco em cada um, menos nele..-Respondi.
—Bem...Entendi... Espero que tenha ajudado tirando um peso.-Sorriu novamente.—Boa noite Hanne!-Disse Ella, saindo do quarto.
Após Ella sair do quarto, troquei de roupa, tomei um banho e fui deitar... pensando em milhares de coisas...


Notas Finais


O que acham dessa fofurinha que é a Ella? Eu amo a bixinha*-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...