1. Spirit Fanfics >
  2. HAZBIN HOTEL: Welcome to hell >
  3. Voltando para os pesadelos Part:4:5

História HAZBIN HOTEL: Welcome to hell - Capítulo 13


Escrita por: e Uchira_DarkFire


Notas do Autor


Amanhã talvez eu poste o capítulo terminando a história de Miller FLWWW E BOA LEITURAAA

Capítulo 13 - Voltando para os pesadelos Part:4:5


Fanfic / Fanfiction HAZBIN HOTEL: Welcome to hell - Capítulo 13 - Voltando para os pesadelos Part:4:5

[1933]

[P.O.V]

Depois que a Mel cantou ela desceu do palco com os aplausos e assobios dos senhores que estavam totalmente loucos e felizes com todo o show, Melanie passou por eles acenando Ela até onde estavam servindo as bebidas Mel sentou numa cadeira com mesa sozinha com a mão no queixo esperando a sua bebida de sempre "Vinho"

???— Aqui Senhorita Melanie– Leva na bandeja deixando em cima da mesa de Mel indo embora e voltando para o balcão–

— * Que tédio...*– Penso pegando a taça de vinho e tomando um gole segurando na minha mão e fazendo movimentos circulares com o líquido mexendo dentro da taça– * Raphael..*–

[P.O.V]

Enquanto a Mel estava bebendo de Frente para o Palco Al estava no balcão sentando numa cadeira e olhando pra moça de longe que está de costas para ele, Alastor está bebendo Vinho sem tirar o olho de Melanie que estava perdida em seus pensamentos, Depois de um tempinho um Homem tinha chegado seus cabelos Castanhos,Olhos azuis e terno passando pela mesa de Mel e dando um olhar pra ela e depois para Alastor que continuava com seu sorriso, Ele passa por todas as mesas subindo no palco

Al vai até a mesa da mesma pedindo licença e sentando numa cadeira ao lado de Mel que não olhava para ele


Alastor— Seu show foi muito Espetacular My Dear– Olha para a mesma que continua olhando pro Palco sem nenhum sorriso– a senhorita é a quem estava ontem naquele movimento todo não?– Coloca a mão no queixo–

— Diga logo não gosto de pausas– Tomo outro gole sentindo uma tontura muito forte– Droga...– Falo me levantando e deixando a taça cair no chão e quebrar– 

____________

____________________________

_________

___________________

__________________________________

____

_________

___

_________________

__

[VOLTANDO PARA O PRESENTE]

[P.O.V– Melanie]

Eu estava me sentindo muito tonta entrando dentro de um beco me sentando no chão colocando a mão na minha cabeça vendo um grande Flashback vindo do nada fazendo tudo girar e acabar comigo

—Para...– Falo comigo mesma colocando a mão na minha cabeça– PARA!!,PARA!!– Grito chorando fechando os olhos rápido–

[VOLTANDO PARA O PASSADO]

Depois de sentir a tontura tudo começa a ficar normal me sento na cadeira respirando fundo e pálida 

Alastor— Parece que a senhorita não se dá muito bem com bebidas– Toca no rosto de mel delicadamente–

— Para com isso...– Seguro na mão dele olhando com raiva logo soltando– Tudo está desmoronando– 

Alastor— Do que você está falando?– Segura no ombro da mesma–

— Da minha vida– Começo a ouvir alguém bate no microfone olho pra frente e vejo que era o tal cantor–

Alastor— Mais uma diversão– Fala olhando pro Palco –

[P.O.V]

Robert Segura no microfone e sorrir Olhando pra Mel e as moças sorrindo e aplaudindo para ele


Robert— Essa música é para uma mulher muito linda e maravilhosa que acabei de conhecer com um olhar– sorrir jogando o seu charme para Mel que não ligava muito–

(MORGANA)

Robert—Ela vem pra cá pra casa Mexe nas minhas coisas, fica viajando Com meus livros de São Cipriano– Segura no microfone fechando os olhos com um sorriso– Ela é arrogante, ignorante, tolerante, estressante Flores mortas que caem Em grandes árvores na estação de outono– Abre os olhos lentamente olhando pra Mel que olhava dando um sorriso de canto– Ela gosta muito desse lance de falar com espíritos Tem um ponteiro de Ouija pendurado em seu cordão–





Os postergeist nos assombram com copos de vidros
Todos os teus demônios dormem te dando as mãos

Ela é problemática e eu também
E é por isso que nós dois juntos se dá muito bem
Ela surta e eu também
A raiva de nós dois juntos faz criar um buraco em Setealém

Robert—Ela fica linda com esse vestidinho preto Esse tênis All Star, essa platinada no cabelo– Tira o microfone do apoiador andando pelo palco abrindo os seus braços– As coisas que ela gosta é Crowley e Marilyn Manson Tem o inferno de Dante estampado bem no meio dos seus seios– Desce do palco passando pelas mesas indo até a mesa de Melanie– Fica linda com esse sorrisinho meigo– Chega até a mesa de mel ficando atrás dela pegando em seus cabelos–
Esse piercing no septo, bracelete de esqueleto Gosta dos filmes de terror, mas só os que dão medo Nunca desejaria bons sonhos, sempre será bons pesadelos– Passa a mão nos ombros da mesma que olha pra ele que sai e vai até às suas fãs mandando beijos e acenando–







Faz suspense como nos filmes do Hitchcock
Teu olhar tão penetrante faz lembrar de Psicose
Teu humor é metamorfose, mas teu amor é overdose
Que tomei pra livrar do estresse que vem em uma virose
Arrebenta a porta do meu coração com um machado
Não sou bom samaritano, mas eu sou O Iluminado
Os vizinhos dizem: Vocês moram igual Nosferato
Somos um conto Castlevaniaco com nosso castelo ao contrário






Robert—Ela é problemática e eu também– Anda dando de costas para o público–E é por isso que nós dois juntos se dá muito bem– Coloco a mão no meu peito olhando pra trás vendo que mel está conversando com aquele radialista–Ela surta e eu também A raiva de nós dois juntos faz criar um buraco em Setealém– Desvia o olhar colocando a mão no outro lado do rosto subindo no palco e apontando pra Melanie que olha pra ele assustada–

Ela fica linda com esse vestidinho preto
Esse tênis All Star, essa platinada no cabelo
As coisas que ela gosta é Crowley e Marilyn Manson
Tem o inferno de Dante estampado bem no meio dos seus seios
Ela é a imperatriz dos contos de fadas
Só que as fadas estão enjauladas com tuas asas cortadas
Todas as rainhas más estão enterradas
Junto com essa fantasia inventa...

[P.O.V]

Quando Robert parou de cantar todos aplaudiram menos Mel Alastor estava aplaudindo com o seu enorme sorriso Melanie se levantou mas Al segurou na sua mão perguntando se ele poderia acompanhar ela a jovem aceitou saindo junto com ele deixando Robert no palco e as bebidas em cima da mesa

(ENQUANTO ISSO COM MELANIE)

Melanie estava caminhando ao lado de Al que não tirava os olhos de Mel que olha pra frente 

Alastor— Então a Senhorita tem uma voz de um anjo— Diz calmo e ainda sorrindo–

— Obrigada pelo elogio– Dou passos longos tentando me afastar de Alastor mas ele fazia os mesmos passos–

Alastor— Por que você está andando tão rápido?– Pega na mão de Mel que para de caminhar olhando pra trás vendo que Alastor está segurando na sua mão–

— Me des-- – Começo a ouvir gritos de ajuda vindo de um beco jogo a minha mão pra trás saindo correndo indo até os pedidos de socorro– 

[P.O.V– Melanie]

Quando eu cheguei no beco vi uma mulher com um vestido curto preto seus cabelos castanhos,olhos esverdeados e pele rosada esticando a sua mão até mim sagrando bastante pela barriga e pela sua boca

???— Me...a..ju..da..– Diz Fraca se esforçando pra falar– Por..fa...vor!– Fecha os olhos lentamente–

— * Eu Devia te deixar morrer aí não é?*– Penso andando até ela devagar–* Mas o jeito que você pede ajuda é desprezível demais*– Ando até chegar perto do corpo dela me agachando tirando os fios do cabelo do seu rosto–* Vamos voltar pra casa my Lady– Pego a garota nos meus braços me levantando andando pra fora do beco vendo alastor na saída do local–

Alastor— Parece que a moça esteve numa noite muito longa que até acabou toda machucada– Olha pra garota nos braços de Mel– Conhece ela?– Pergunta levantando uma sobrancelha confuso–

— Não mas eu não posso deixar alguém morrer desse jeito– Dou de ombros continuando caminhando indo pra casa– você pode voltar para o bar eu estou com pressa tchau– Me distanceo de Alastor que se despede indo embora–

(QUEBRA DE TEMPO)

[P.O.V]

Melanie chegando em casa com a moça em seus braços abrindo a porta e fechando ela entrando dentro de casa,Mel coloca a jovem no sofá e anda até a cozinha pegando uma bacia com água fria, Lenço,Ataduras,Gelo e Voltando pra sala 


— Você deve estar morta não é?– Pergunto indo até ela que está deitada no sofá,Chego perto dela e abrindo o seu vestido pelo zíper na frente entre os seus seios tiro o seu vestido e coloco no chão passo um lenço na sua barriga estancando o sangue–

???— ..para...– Diz fraca Abrindo os olhos lentamente– Onde eu tou?– Pergunta colocando a mão sob a testa–

— Você está na minha casa não se preocupe– Pego uma cadeira e coloco ela de Frente para o sofá sentando na cadeira e colocando a Atadura na sua barriga fazendo ela se levantar com muita dor sentada no sofá– 

???— Por que você não me deixou lá?– Olha pra Mel que fazia o curativo na jovem–

— Por que eu não quis que você morresse daquele jeito– Termino e me levanto pegando as coisas e Levando pra cozinha voltando pra sala– Vai tomar banho e colocar uma roupa decente– Olho pra ela que fica corada tampando os seus seios–

???— Me-me Desculpa!– Fica envergonhada–

— Vai logo antes que eu te coloque pra fora– Dou de ombros saindo da sala deixando a garota sozinha–

???— * Que vergonhoso!!*– Pensa se levantando e procurando o banheiro mas não acha e A jovem fica no corredor até que...–

— O que eu te falei?!– Pergunto pegando na mão dela e saindo correndo até o banheiro abro a porta dando um chute nela e jogo a Garota dentro da banheira– OLHA VOCÊ....– dou uma pausa– Você devia ter perguntando – Me acalmo Abrindo a torneira quente– 

???— Eu sou um desastre..– Coloca as mãos sob o rosto logo chorando–

— Se você chorar mais uma vez vai morrer – Coloco ela deitada na banheira com a cabeça abaixada pego o shampoo e passo nos seus cabelos– odeio quando as pessoas choram por nada– Lavo cabelo dela–

???— Me Desculpa...,Eu me chamo Laika – Sorrir–

— E eu Melanie Miller– Termino e pego uma mangueira de aço abro a torneira e tiro o shampoo do Cabelo de Laika– quantos anos?– 

Laika— 21– Se encolhe olhando para os seus joelhos– Você mora sozinha?– Pergunta olhando pra trás vendo Mel–

— Sim os meus pais morreram e meu irmão também então eu estou morando sozinha– Coloco as minhas mãos sob o ombro da mesma–

Laika— Entendi...eu posso passar uma noite aqui– Fala um pouco vermelha–

— Claro mas.. você vai Dormir comigo por que o meu irmão ainda está no seu quarto– Me Levanto pegando uma toalha enxugando as minhas mãos–

Laika— Ah tudo bem!– Sorrir bastante corada se levantando e pegando uma toalha preta– Eu posso usar essa?– Olho para a maior que olha pra mim com um sorriso e faz um sinal positivo com a mão– Obrigada!– Começo a sentir um cheiro doce e me enrolo na toalha dando um sorriso confortante e pulando nos braços de Mel abraçando ela –

— ..Por que você está fazendo isso?– Pergunto corada e tremendo as minhas mãos–

Laika— Por que eu gostei de você... Obrigada por tudo Miller– Continua com o abraço logo sentindo que Miller retribui carinhosamente–

— Obrigada Lai..– Aperto ela que solta uma risada saindo do abraço e me dando um beijo da Bochecha pegando na minha mão e saindo correndo pro quarto–

— *Você é diferente...*– Penso sendo levada por ela que olha pra mim e sorrir–


"TALVEZ ISSO SEJA AMOR?"







CONTINUA.....











Notas Finais


Erros Ortográficos sorry


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...