História He Came To Stay - Capítulo 60


Escrita por:

Visualizações 35
Palavras 622
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sejam bem vindos meus queridos

Capítulo 60 - O Auge


Fanfic / Fanfiction He Came To Stay - Capítulo 60 - O Auge

 

Uma traição não confirmada,um caso não resolvido em anos,uma vida no meio disso tudo,algo tão catastrófico que me enoja.

Naquele momento enquanto eu ouvia o Nicolas falar,eu soube o monstro com quem minha irmã quase se casou,e fiquei aliviado por um momento pelo o que ela se salvou.

Nicolas me disse que ele foi responsável pelo ataque que minha irmã sofreu na rua,ele a acusou de ter se deitado com uma besta que   acreditava que vivia em uma floresta próxima e que sequestrava crianças.

E pelo simples fato dela ser curiosa e ter interesse naquilo que não sabia foi o bastante para muitos acreditarem naquele absurdo.

Tifanny teve culpa,ajudou ele a espalhar esse boato maldito.

-E ai Geoger?comovido?com vontade de chorar?querendo me tacar dessa sacada?(disse ele sorrindo)

-...(minhas palavras não saem)

-Chocado demais para fazer algo?você sempre foi fraco,nem pra disciplinar aquela vagabunda você prestou ahahaha.(ele riu alto)

Respirei fundo,antes de fazer algo com que eu me arrependa.

-Nicolas querido,você se esqueceu quem eu sou?esqueceu do que eu sou capaz?

-Então me mostre o que é capaz de fazer...meu querido cunhado.(ele me encarou)

-Yuu...me perdoe(avancei para cima dele)...acho que não vou sair vivo daqui.

Antes de eu fazer algo ele sacou uma arma da sua manga.

-Te levarei ao mundo mágico,Geovanne...

*BANG BANG BANG*

JEFF

Tem algo acontecendo,eu sinto isso,alguém está morrendo,mas quem?

Meu surto de dias atrás,me fez perceber,eu ainda sou humano,eu ainda sinto,eu ainda não vendi minha alma para o diabo.

Acho que pela primeira vez sei o que o Julga sentiu  quando se apaixonou pela mãe da Yuu,talvez paz?ou algo mais humano?

Eu não acredito em finais felizes e nem que o amor pode resolver tudo,mas de uma coisa eu sei,ele ajuda,pouco,mas ajuda.

Yuu se recusou a me ver por muito tempo,quero conversar com ela,falar o que eu sinto,mesmo que no fim ela acabe me odiando,quero ela,olhar aqueles olhos castanhos claros e dizer que ela é importante.

Tem muita coisa que eu acho que ela não sabe,como por exemplo eu ser o responsável de espalhar a história de cada um por aqui,como até mesmo a minha.

Ou de eu ser o erro,o erro na vida dela,opa,acho que não é surpresa não é mesmo?

A muito tempo atrás,eu soube de uma garota muito interessada na minha vida e a da Nina,algo que me deixou preocupado de imediato,pois o meu maior medo é de que descobrissem esse lugar por desleixo meu.

Comecei a persegui-la,a ver suas redes sociais,até finalmente poder entrar contato com ela.

Foi complicado,tive que tomar muito cuidado com muitas coisas,botei diversas pistas que levassem as suspeitas  para longe de mim,como o dia da fábrica de bonecas,sabia que Jason costumava ir para lá,ou até mesmo mostrar o chat que se usa para entrar em contato com desgraçado do Ben.

Muitas coisas aconteceram,de início eu só queria usar uma menina burra para me divertir,mas ela era mais esperta que o normal.

E como vida poder ser um grande filha da puta,eu a encontrei largada no lago.

Pensei em mata-la,mas já naquela época a beleza dela tinha me cativado,queria transforma-la em um enfeite,mas não fazia ideia de que meus colegas queriam fazer a mesma coisa. Uma grande merda.

Agora olha pra mim,um idiota sentimental,e é tudo culpa daquela atrevidinha.

E sabe o que é pior?ela é filha de quem eu mais odeio,mas posso tornar o útil ao agradável,tornarei ela minha,tomarei todas as suas primeiras vezes,assim satisfarei meus desejos e humilharei o Julga.

Egoísmo?deve estar pensando,"ué,você não gosta dela?"

Sim,eu gosto daquela desgraçada,mais ela pode ser algo a mais do que uma simples paixão.

Isso é anti-ético?sou um assassino porra,não um cidadão que paga impostos como a maioria.

 

Yuuno,porque eu sinto que você não está bem?

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Até a próxima
E desculpem qualquer erro ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...