História He came to stay - Capítulo 7


Escrita por:

Visualizações 110
Palavras 1.310
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá,sejam bem vindos.

Capítulo 7 - Cicatrizes do passado


Fanfic / Fanfiction He came to stay - Capítulo 7 - Cicatrizes do passado


O diabos estou fazendo?estou sem forças pra me soltar,o que está acontecendo comigo?

Observo o vivente em cima de mim,ele está me olhando com um olhar diferente do normal,não é tipo com um olhar de um sem vergonha ou de vitorioso por estar assim comigo,é um olhar de culpa...

-Douglas?tá tudo bem?

-Sim...

-Tem certeza?você parece aflito.

-E que eu...eu...

-Você?

-Eu... não deveria estar assim com você!

-Oh...porque não?não é isso que você sempre quis?ter nos braços a garota que só te dá fora.

-Sim...mas...

-Fala 

-Eu não quero ter você assim.

-"Assim"?não entendi,eu tô fedendo ou algo do tipo?

-O-que?!claro que não Yuu! você cheira muito bem,o seu ordor é o melhor.

Por algum motivo senti meu rosto formigar.

-Então o que você quer dizer com "Eu não quero ter você assim"?

-Yuu...você não se sente estranha?

-Não...quer dizer,eu estou com um calor tremendo mas...nada além disso.

-Fez efeito...

-O que disse?

-Nada

-Repete o que você disse!

-...

O empurrei de cima de mim e tentei me levantar,estava tudo rodando e minhas pernas estavam fracas.

-O que você fez comigo Douglas?!

-Eu...Tenho que ir!

-Douglas!VOLTA AQUI!

Ele saiu pela porta sem me deixar falar uma palavra a mais.

-Filho da puta!

Me apoiei na escrivaninha e me sentei na cadeira.

-Está tudo rodando...droga!

Droga...droga...droga?é isso!

-Ele me deu algum tipo de drog-AAAAAH

Me sinto sem movimento e caio de cara no chão.

-Ai...merda!

Esse desgraçado que me aguarde,isso não vai ficar assim...

No dia seguinte...

Depois daquele defeito que eu dei ontem eu acordei mais morta do que viva,e a dor de cabeça continuava.

Eu acordei cedo,tinha que fazer compras,meu tio me mandou uma mensagem me pedindo pra passar no mercado pra comprar o que estava faltando.

Estava bem frio,vesti uma calça de moletom larga e um blusa com a estampa do flowey(Undertale :3).

Peguei o carro e saí.

O mercado mais próximo é a mais ou menos 1 km de distância,não demorou muito pra eu chegar.

Cheguei no estacionamento e vi uma vaga,fui dirigindo até lá quando...

-Ei!Essa vaga é minha.

Um cara estava entrando na minha vaga.

-Tem seu nome aqui Lindinha?

-É o que?!com quem você pensa que tá falando?

-Com uma adolescente revoltada que pensa que é dona do mundo.

-Dona do mundo eu não sou não,mas dona do punho que vai fechar na sua cara eu sou.

-Poupe-me do seu falatório,eu não tô nem aí pra você.

-Aé?

-Beleza,fica com a vaga então...

-Sério?

-Sim...a vontade

Dei meia volta e estacionei em uma vaga mais distante.

Saí do carro,o carinha ainda tava estacionando momento perfeito.

-Com licença senhor 

-Sim

-Tem um homem ali estacionando em uma vaga preferencial,isso está certo?

-Não senhorita,as vagas preferenciais são apenas para idosos ou portadores de problemas físicos.

-Então acho melhor você avisar pro moço ali.

Apontei na direção do homem.

-Oh sim,vou falar com ele,com licença

-Só uma coisinha,o que vai acontecer com ele?

-Nada demais apenas darei uma multa,e pedirei pra ele se retirar.

-Ata

-Com licença.

Fui andando até a entrada do mercado.

De longe vi o guarda dando um multa pro ladrão de vagas.

-Bem feito seu babaca.

Peguei um carinho e fui andando pelo mercado.

Peguei as coisas necessárias,não estava com a cabeça muito boa pra pensar sobre isso.

Peguei algumas barras de chocolate e fui até o caixa.

Me surpreendi ao ver que quem estava no caixa era um rapaz.

-Bom dia senhorita

-Bom dia...

Ele é muito bonito,tem cabelos acima dos ombros,olhos verdes e várias pintinhas no rosto.

-Você gostaria de sacolas reutilizáveis?

-Quais os benefícios que ganharei se eu comprar uma?me dê bons motivos e verei se irei levar uma.

-Ao comprar uma sacola reutilizável, você estará poupando a vida de uma criatura marinha,pois você poderia sempre usar a mesma sacola e deixar de lado as de plástico.

-Hum...belos argumentos,vou levar.

-Qual você quer?

Ele me mostrou três sacolas diferentes,uma com uma tartaruga,outra com uma árvore e mais uma com uma frase gentil.

-Quero a da tartaruga.

-Otima escolha!

Ele botou as coisas na sacola e me deu.

-Deu 79,95

-Aqui está.

-Obrigado,tenha um ótimo dia.

Ele deu um sorriso Gentil.

Me retirei do mercado com o rosto formigando.

O que?ele era bonitinho é normal eu ficar assim.

-Vou vir nesse mercado mais vezes...hihihi.

Estava chegando no estacionamento quando vi...a diaba em pessoa.

-Yuu Oi!como vai?que coincidência você por aqui.

-Julia...nossa que coincidência mais... desagradável.

-Ainda me odeia?

-Odiar?acho que é pouco.

-Ranço?

-Mais do que isso.

Tentei passar direto mas ela ficou no meu caminho.

-Sai da minha frente!

-Espera Yuu eu quero falar com você.

-Vá falar com o cão vá.

-Toma!

Ele me deu uma pedra.

-Oque é isso?

-Uma pedra

-Isso eu tô vendo sua idiota,to querendo saber porque me deu essa bosta.

-Não é bosta é uma pedra da lua.

-Pra que eu vou querer isso?

-Pra te dar sorte

-Vindo de você isso só vai me trazer desgraça.

-Você só pensa o pior de mim.

-Você quer o que?que eu pense o melhor se você depois de tudo?

-Aquilo ficou no passado Yuu,esquece.

-Esquecer?nunca!

-Yuu você fica com rancor por besteira,deixa disso.

-Besteira? você está louca?deixa eu refrescar sua memória.

Olhei ao redor.

-moço me empresta.

-Yuu o que você vai fa-?!

Virei um copo de açaí em cima dela.

-YUU!

-Desculpe moço,aqui está compre outro.

-Yuu!meu vestido,meu cabelo,como vou pra casa agora?

-Isso não é problema meu,e pega sua pedra de volta.

Soltei a pedra no chão e saí 

Peguei o carro e fui pra casa.

-Hehehe...

Ri ao lembrar da cara da vaca da Júlia.

-Isso é só o começo.

Cheguei em casa,a porta estava aberta.

-Tio?está em casa?

-Sim Yuu estou aqui.

Ele falou da cozinha.

Passei para sala e vi o Luiz sentado no sofá com um pano na boca.

-Luiz?Você esta bem?

-...

-Vai me deixar no vácuo?

-Ele não pode falar.

Meu tio chegou atrás de mim indo em direção ao Luiz.

-Porque?

-Ele pode te passar doença.

-O que ele tem?

-Turbeculose.

-Nossa,que complicado.

-Pois é...

Meu tio passou a mão no rosto de Luiz para conforta-lo.

-Yuu ele vai ficar aqui alguns dias,ele não tem ninguém pra cuidar dele.

-Entendo,sem problemas.

-Deixe as coisas na cozinha e vá tomar banho.

-Ta bom.

Fiz o que ele mandou,deixei as coisas na cozinha e fui tomar um banho.

Saí do banheiro enrolada na toalha. 

Após eu me vestir recebi um e-mail.

-Quem será?

Era o erro.

Ele dizia assim "cleverbot"

Eu respondi "o que?"

"faça"

Meu computador abriu em um site sozinho,o nome era cleverbot.

-Hã?

Estava aberto em um chat.

Novamente recebi um e-mail.

"Deve estar estranhando certo? não se assuste,queria apenas te mostrar."

"O que é esse site?"

"E um chat onde você pode conversar"

"conversa com quem?"

"Cedo demais pra você saber,até mais"

-Ué?o que foi isso agora?

Um pouco confusa,vasculhei o site que estava aberto.

-Cleverbot?o que será isso?

Sinto que já li isso em algum lugar...

Fechei a guia e desliguei o computador.

Me joguei na cama.

-Eu tô tão parada...quero continuar mas não tenho disposição pra isso.

-Estou meio abalada com a Nina,eu imagino o quanto ela sofreu.

Me levanto e fico em frente ao espelho.

-Nossa...Eu tô parecendo uma vara.

Recentemente não estou comendo direito,estou muito magra.

Retiro minha blusa e fixo o olhar no espelho.

-Ainda estão aqui...

Minhas cicatrizes...tenho muitas nas costas e nos ombros,curioso pra saber o motivo?deixarei isso pra depois.

Ouço meu tio entrar.

-Yuu?

-Oh,Oi tio.

Digo vestido minha blusa.

-Estava olhando suas cicatrizes?

-Sim...

-Ainda dói?

-Não.

-Yuu...se eu pudesse voltaria no tempo pra impedir o que aconteceu com você.

-Mas não pode...

-Me desculpe Yuu.

-Não é culpa sua.

-É minha sim!isso foi culpa das minhas dívidas!

-Esquece isso tio, já passou.

-Não Yuu,não dá! quando eu olho pra você e lembro que essas marcas estão nas suas costas por minha causa eu me sinto um lixo...

-Não precisa se culpar por isso,já passou.

-Me culpo sim,a culpa é somente minha... você era só uma criança...

Vejo as lágrimas transbordarem dos seus olhos

-Tio não chora.

-Y-Yuu...voce era só uma criança,uma inocente criança,e teve que se submeter a algo tão terrível...por MINHA CULPA!

-...

-Yuu eu fui muito irresponsável,eu não tinha que deixar aquilo acontecer...

Ele se ajoelha no chão.

-Yuu...perdoa seu tio,perdoa ele por não ter controlado o vício dele,perdoa ele por não ter cuidado de você direito,perdoa ele por nunca poder ocupar o vazio que sua mãe deixou.

-Eu não tenho que perdoar nada, você estava doente,não sabia o que estava fazendo...isso já passou.

-Yuu...me pergunto como seria se sua mãe estivesse aqui...

-Tio...para.

-Eu me sinto tão perdido sem a sua mãe...

-Geoger?

Vejo o Luiz na porta 

-S-Sim?precisa de algo?

-Não...eu só queria saber se você estava bem...

-Eu...estou bem

Ele disse secando as lágrimas.

-Podemos conversar?

-Claro...Yuu eu tenho que ir.

-está bem...

Ele me deu um beijo na testa e saiu.

-*suspiro*

Tantas coisas aconteceram na minha vida...tantas...e seu fosse contar isso em capítulos superaria one piece na certa.

Vou focar no que é importante,aquilo que deixe de lado mas agora vou afundo nisso.

Nina e Jeff...



















Notas Finais


E a investigação continua.
Chegamos ao final,até o próximo cap ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...