1. Spirit Fanfics >
  2. Headlights On The Highway >
  3. Back

História Headlights On The Highway - Capítulo 45


Escrita por: AngelCerdeira

Capítulo 45 - Back


POV Lauren

 

Estávamos de volta a L.A, ainda não havia terminado o hiato que Camila havia dado ao nosso namoro, mas estávamos pouco a pouco nos acertando, sinto como se tivéssemos voltado ao começo da nossa historia. Entrei no apartamento dando de cara com Normani deitada no sofá da sala assistindo televisão distraidamente.

 

- Finalmente alguém voltou – Mani falou levantando as mãos.

- Chegou faz muito tempo?

- Mais do que eu acharia saudável para se ficar sozinha aqui. Cadê a namoradinha.

- No apartamento dela...

- Opa, opa... Senti uma onde triste nessa sua frase, o que aconteceu?

- Estamos dando um tempo.

- Vocês O QUE?

- Lembra que brigamos no We Day?

- Uhhum... Você deu aquele piti ridículo por causa do Mahone.

- Ela disse que meu ciúme estava ficando fora de controle e que se continuasse desse jeito ele iria acabar com nosso namoro, então ela pediu um tempo pra eu colocar minha cabeça no lugar.

- O que exatamente isso significa?

- Nos ainda somos namoradas, nos falamos todo o dia e ela nunca me deixa esquecer o quanto me ama, mas é isso. Estamos numa fase meio platônica.

- No sex?

- Nem mesmo beijo...

- Como você está aguentando isso?

- Sinceramente não é fácil... É meio como se tivéssemos voltado ao que nossa relação era no X Factor, a diferença é que eu sei que no final disso tudo vamos ficar juntas, eu só gostaria de saber exatamente quando vai ser esse final. É como se estivesse lendo um livro que começa com elas viveram felizes para sempre, mas eu não faço ideia de em que parte do livro eu me encontro.

- Em resumo ela está lhe deixando louca?

- Uhhum.

 

Como se fosse a deixa perfeita Camila entrou pela porta como um furacão reclamando que estava sozinha e com fome.  Resolvemos pedir comida chinesa pro almoço e assistir um filme enquanto as outras meninas não chegavam. O que não tardou a acontecer, Ally e Dinah chegaram quase que juntas. A tarde estava tranquila até que Ally recebeu uma ligação.

 

- Meninas meninas, vocês não vão acreditar em quem me ligou? – Antes que pudéssemos responder Ally foi explicando. – Wesley, ele está organizando uma festa. Como faz mais ou menos um ano dos live shows, ele quis reunir quem chegou ao top 12.

- Hey, ia ser ótimo rever o pessoal – Dinah comentou.

- Quando vai ser – Perguntou Normani.

- Hoje a noite. Todas concordam de ir? – Todas gritamos em concordância.

 

POV Camila

 

Imagine cinco garotas tem que se arrumar para festa. Bem isso não é algo que aconteça em uma hora. Estava no quarto tentando me decidir sobre o que vestir hoje quando alguém bate na porta.

 

- Entra!

- Camz? – Lauren colocou a cabeça pelo portal sem jeito. - Posso entrar?

- Claro... – Ela entrou calmamente e se sentou na minha cama.

- Ainda escolhendo a roupa?

- Uhhum! Dinah tá no banho já e Ally arrumando cabelo.

- Ainda bem que lá em casa é mais tranquilo. Cada uma tem seu banheiro, apesar de que Mani já está arrumando o cabelo. Acho que as meninas ficaram acostumadas com a rotina que temos quando é evento da banda.

- Né? Estranho ir numa festa e não ter uma equipe inteira preparando tudo... Eu tô aqui a tempo sem conseguir escolher o que vestir.

- Eu gosto quando você usa short.

- Mesmo?

- Você fica mais a vontade. É mais Camz e menos Camila Cabello parte do Fifth Harmony. – Camila riu

- Faz sentido. Então eu vou de short e converse. Se vamos ser eu, vamos ser eu por completo.

- Isso mesmo e nem precisa usar maquiagem.

- Também não quero assustar as pessoas por lá.

- Bobagem, você é perfeita sem maquiagem.

- Você é minha namorada, tem obrigação de dizer isso.

- Eu nunca digo nada por obrigação, você sabe disso. E eu sou sua namorada, certo?

- Sim... – Estranhei a conversa que Lauren estava conduzindo.

- Eu quero dizer, estamos nesse hiato e ninguém além das meninas aqui sabem que estamos juntas.

- Lauren – Falei me sentando ao lado dela – Eu lhe disse que sempre seria sua namorada, essa é minha intenção. Eu não me importo muito sobre o que os outros pensam ou dizem sobre isso, se você quiser contar, conte, se não, tudo bem. E o fato de estarmos em hiato não muda nada. Você é minha namorada com pausa ou sem pausa e é a única pessoa com quem eu quero ficar.

- Me ensina a ter essa tua segurança toda? – Dei um beijo demorado no rosto da Lauren.

- Você está aprendendo sozinha, o mais importante é que estamos conversando...

 

A casa onde os meninos estavam morando agora não era muito longe, não demorou muito para que chegássemos não em comparação ao tempo que levou para ficarmos prontas. Wesley nos recepcionou e avisou que todos já haviam chegado, menos quem era da categoria dos Over’s. Infelizmente eles não poderiam vir, a maioria deles nem mesmo morava em Los Angeles e Wesley confidenciou que até preferia assim, quem vai querer uma festa com um bando de pais supervisionando.

Rapidamente nos espalhamos e fomos conversando quem encontrávamos. Eu estava parada do lado de fora da casa, observando Lauren conversa com Keaton do outro lado da piscina quando Drew se aproximou.

 

- Que carinha triste, Mila. – Ele trazia um sorriso enorme e dois copos de bebida. Se eu gostasse de garotos com certeza Drew seria meu tipo de garoto, ele é um Teddy Bear. Um pouco idiota, mas faz parte do conjunto.

- Oi... Estou apenas distraída, não é nada.

- Trouxe pra você. – Ele estendeu um dos copos.

- Eu não bebo.

- Eu sei, por isso peguei soda pra você. Eu juro que não batizei, não faria isso contigo.

- Você é um amor. – Dei-lhe um beijo no rosto em agradecimento.

- Eu sei de quem você gosta. – Ele falou me fazendo cuspir um pouco do refrigerante. – E agora fico me perguntando como não percebi antes, era algo bem obvio nos tempos de X Factor.

- Eu não sou muito boa em esconder minhas emoções eu acho.

- Especialmente o ciúme, você ficava possessa sempre que a Lauren ficava de papo com o Keaton.

- Pois é... Ciúme idiota, não tinha o menor sentido, era bobagem.

- Não é idiota, vocês não estavam juntos, é natural ter medo que alguém ocupe o lugar que você gostaria de estar. É compreensível.

- Você era afim de mim e agora não tem ciúmes nenhum.

- Eu tinha um interesse em você, não é nada comparado a se estar apaixonado. Você é perdidamente apaixonada, já era naquela época não era?

- Sim...

- Então, imaginar que outra pessoa pode ocupar o seu lugar e fazer as coisas que você gostaria de fazer são capazes de fazer alguém perder a cabeça. É de tirar o juízo de um, eu mal consigo imaginar me sentir assim.

- Eu nunca havia pensando nisso... Você nunca se apaixonou Drew?

- Não!

- Mas você já esteve com varias garotas.

- Sim, já fiquei, me envolvi e até namorei, mas nunca encontrei uma garota que fizesse meu mundo parar e pensar em casamento e que tornasse todas as outras garotas desinteressante.

- Palavra de quem chegou lá, a sensação é incrível.

- Só desejo o melhor pra vocês, toda felicidade do mundo. Mas caso dê errado, bem lembro que eu vou continuar por aqui, pequena.

- Drew... – Bati no braço dele depois do comentário.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...