1. Spirit Fanfics >
  2. Headlights On The Highway >
  3. Ciumes

História Headlights On The Highway - Capítulo 9


Escrita por: AngelCerdeira

Notas do Autor


Mais um capitulo pra vocês, não sei se a noite irei postar outro, pelo menos esse aqui tem um tamanho bom.

Capítulo 9 - Ciumes


POV Camila

Depois de duas apresentações em São Francisco estávamos finalmente de volta a Los Angeles e iriamos dormir nas nossas camas. Pra quem não sabe, nós cinco dividimos dois apartamentos. Eu moro com Ally e Dinah e no apartamento da frente ficam Lauren e Normani. Como no nosso apartamento moram três, eu e Dinah dividimos o quarto. O que torna ele em geral uma completa bagunça.

Minha preguiça estava sem tamanho que apenas joguei as malas no pé da cama e me deitei enquanto esperava Dinah terminar o banho dela. Estava quase dormindo quando senti meu celular virar e levei um susto, Lauren me mandava uma mensagem.

 

Mi amor, tengo una sorpresa para ti, puede encontrar me in la emergencia escaleras? – L

Sorpresa, uhm. ¿Puedo tomar una ducha antes? – C

Puede, que me haga saber cuando usted está dejando – L

 

Banho tomado, segui para a escada de emergência atrás da Lauren. Quando a encontrei ela me mandou subir pelas escadas até darmos numa portinha trancada e por alguma razão desconhecida ela possuía a chave de lá. Quando ela abriu pude perceber que estávamos no terraço do nosso prédio e a visão dali era uma das mais incríveis que eu tinha visto. Podia se ver Los Angeles toda, com suas luzes piscando e dava uma visão ainda mais privilegiada da lua, era lindo.

 

- Gostou? – Lauren perguntou de forma acanhada.

- Eu amei, que lugar lindo...

- Que bom, venho aqui desde que a gente se mudou.

- Como você encontrou esse lugar?

- Eu estava sentada na escada daqui chorando com saudade de casa e o zelador do prédio me encontrou, ele foi tão gentil perguntando o que tinha acontecido e quando eu expliquei ele achou que a vista daqui poderia me alegrar.

- Você vinha pra cá chorar escondido? – Abracei ela de forma protetora – Por que não falou comigo ou com uma das meninas, todas nos sentimos saudade de casa.

- Eu sei disso, mas você devia saber que eu acabo guardando muito do que sinto pra mim, é meu jeito.

- Eu sei – Abracei Lauren por traz e apoiei minha cabeça em seu ombro – Só me prometa que não vai me deixar de fora, eu me importo com você mais que tudo e quero estar por perto sempre que você estiver se sentindo só ou triste. Minha função é tentar te alegrar. – Lauren sorriu pra mim um dos sorrisos mais lindo que já havia visto.

- O que eu fiz pra merecer uma garota como você?

 

Lauren havia levado para o terraço duas almofadas e um cobertor, ficamos deitadas ali um bom tempo rindo e lembrando o que já havia acontecido durante o nosso tour. Falamos o que esperávamos para o Teen Choice amanhã. Lauren me apontava algumas estrelas que estavam visíveis.

 

- Pena que com tanta poluição luminosa a gente não consiga ver todas as estrelas.

- Lolo, como você aprendeu tanto sobre estrelas e constelações?

- Você sabe como eu sinto falta de casa. Eu sei que a gente mora agora aqui, mas eu ainda não consigo sentir que LA é minha casa, eu não consigo sentir que lugar nenhum além de Miami é minha casa. Eu sempre fui assim e meu pai disse quando eu era pequena que sempre que eu estivesse distante de casa devia me concentrar no céu. Ele é um só, não importa onde esteja, sempre são estrelas e lua.

- E justo quando eu acho que não posso me apaixonar mais por você – Falei lhe dando um beijo cálido

 

O dia seguinte estava lotado. Pela manhã nos apresentamos na D23 Expo, convenção da Disney e depois teríamos que nos arrumar para o Teen Choice Awards. Eu ainda não conseguia acreditar que iriamos entregar uma prancha.

Eu fui uma das primeiras a ficar pronta, fiquei do lado de fora da casa que nossa equipe havia alugado para que pudéssemos nos arrumar. Sim, nossos apartamentos são pequenos, então não havia espaço para cinco meninas mais toda equipe de cabelo e maquiagem, tivemos que alugar uma casa para poder servir de base para o evento. E tem gente que acha que é fácil essa vida de artista.

Eu estava distraída mexendo no celular quando saíram Lauren e Normani. Minha nossa senhora do chá de camomila, eu acho que tem alguém querendo matar o nosso fandom do coração. As meninas havia ultrapassado qualquer cota de beleza.

 

- Olha, isso não é justo!

- O que não é justo? – Mani perguntou se virando pra mim.

- Vocês duas ai sendo mulherão e eu parecendo ter 12 anos.

- Eu gosto desse seu jeito meio infantil! – Lauren falou enquanto olhava ao redor pra ver se realmente estávamos a sós e então me deu um beijo rápido.

- Uhm, desconhecia esse seu lado meio pedófila – Normani falou rindo, Laureu deu a língua pra era e depois me deu outro beijo – E tá bom de beijinhos né, não é justo vocês se beijando ai e eu aqui de vela.

- Quer que eu chame a Ally pra resolver seu problema, Manibear?

- Muito engraçadinha essa Camila. Eu já disse que não rola com a Ally, ela é como uma irmã pra mim.

- Gostaria de salientar que a Mani disse que não rola com a Ally por ser irmã, não descartou o fato dela ser uma menina. Então a Vero continua no pareô. – Lauren falou dando uma gargalhada.

- Por que vocês me tiraram pra alvo da brincadeira? Melhor deixar o casalzinho sozinho, que eu ganho mais.

- Manda lembranças pra Ally viu... – Falei enquanto via Normani se afastando.

 

A chegada ao tapete azul do TCA foi tranquila, até o momento que a Normani fangirlizou pela Shay Mitchell, Lauren e eu nunca vamos deixar isso passar. Acho que vou rir por semanas do “Nós vamos sair em turnê com a Shay Mitchell”. Pelo menos agora sabemos bem qual é o tipo de garota que agrada nossa Manibear.

Havíamos terminado de entregar o premio para o Nick Jonas e estávamos nos backstage da premiação quando eu escutei os meninos do Emblem3 nos chamando, abraços rápidos, em todos, mas antes que eu pudesse senti o Drew me puxando para o lado.

 

- Nossa Camz, você está linda.

- Primeiro, só a Lauren pode me chamar de Camz. Segundo, obrigada, você continua um doce Drew.

- Eu paro de te chamar de Camz se você finalmente aceitar sair num encontro comigo.

- Você vai parar de me chamar de Camz ou eu vou parar de lhe atender.

- Nossa, não precisa tanto. E por favor, vai só um encontro, prometo que vai ser incrível.

- Olha Drew, você é lindo, um amor e tudo mais, só que desculpa, não vai rolar nada entre a gente.

- Eu mereço uma chancezinha, Camila.

- Desculpa, meu coração já está ocupado e você não faz meu tipo mesmo, entre a gente o máximo que vai rolar é amizade.

- Tudo bem, sei quando admitir derrota.

 

Deu um ultimo abraço nele e um beijo no rosto de leve. Acho que se tivesse interesse em garotos talvez o Drew tivesse chance, mas não era esse o caso. Quando me afastei vi uma cena que não me agradou nenhum um pouco. Keaton e Lauren estava conversando afastados e cheio de intimidade. Normalmente eu não sou uma pessoa ciumenta, pelo menos não me considero, mas o Keaton consegue tirar meu juízo. Tem mesmo essa necessidade de ficar encostando na Lauren a cada dois segundo e soltando sorrisinhos e ele ainda teve a ousadia de dar um abraço que na minha concepção durou tempo demais.

Depois disso meu humor ficou péssimo e sinceramente não estava com paciência pra conversa com a Lauren. No caminho de volta Lauren havia reservado meu lugar no carro ao seu lado e sem me importa muito disse que ia sentar coma Dinah na volta. Vi que finalmente ela percebeu que algo estava errado, mas preferiu não comentar nada.

Estava indo me deitar quando recebi uma mensagem dela me chamando no telhado. Eu poderia ir dormir e ignorar ela ou resolver logo essa situação. Estaria mentindo se disse que a ideia de dormir e dar um gelo nela não me agradou, mas respirei fundo e fui atrás de conversa.

 

- Achei que você não fosse vir.

- Eu também achei que não viria.

- Camz, o que foi que aconteceu? Eu fiz alguma coisa?

- É sério mesmo, sério que você ainda pergunta?

- Logico que eu pergunto, estava tudo bem e do nada você começa a agir estranho.

- Desculpa, mas eu não sei fingir emoções okey e aparentemente não sei controlar meu ciúmes.

- Ciúmes? Ciúmes de quem, meu amor, do Nick Jonas, por causa daquele abraço no palco?

- O que? Logico que não, eu não sou idiota a esse ponto. Eu estou falando do Keaton, eu vi vocês dois de conversinha e abraços, ele é seu ex e vocês ainda se dão bem. Mas precisa ter tanta intimidade?

- Ele não é meu ex, eu já lhe disse isso.

- Olha Lauren, não tem pra que mentir pra mim tá.

- Eu não estou mentindo, eu nunca tive nada com o Keaton.

- E todo aquele chamego de vocês no X Factor era o que?

- Somos amigos, a gente tem um entendimento, só isso. Ele confia muito em mim, ficamos próximos.

- Sei bem o quão próximos vocês ficaram! – Lauren começou a ter uma crise de risos e eu fiquei sem entender.

- Sério, se alguém do grupo devia ter ciúmes do Keaton, esse alguém era a Normani!

- Manibear? Por que ela iria...

- o Keaton tinha uma crush enorme no Arin.

- Como é? – Minha cara de espanto devia estar impagável por que Lauren teve outro acesso de riso e quase não conseguiu continuar.

- Você ouviu muito ele, ele era afim do Arin. O Keaton é gay e eu sou a única pessoa pra quem ele contou, por isso somos tão próximos. – Ela falou me puxando para um abraço. – E ele me abraçou hoje apenas pra me dar os parabéns quando eu contei que nos duas estamos juntas, eu sempre torceu para que formássemos um casal.

- Sério? – Eu não sabia onde enfiar meu rosto, fiz toda uma cena de ciúmes por causa de um amigo gay da Lauren, ai não tinha como saber do Keaton, tinha?

- Uhhum, a senhorita precisa confiar mais em mim.

- Eu confio, normalmente, era só o Keaton que me tirava do sério.

- Agora sabe que não tem motivo né?

- Sei sim. – Ela me deu um beijo e então perguntou

- Agora eu posso saber o que o Drew queria com a senhorita?

- Promete que não vai fazer nenhuma cena tipo a minha?

- Prometo!

- Ele veio me chamar pra sair.

- Ele não desistiu de você ainda?

- Quando me chamou não, mas eu falei que não iria rolar de jeito nenhum. Que ele não era meu tipo e eu já estava interessada em alguém.

- Gostei de ouvir essa resposta. Desenvolva mais sobre essa pessoa do seu interesse.

- Ela é linda – lhe deu um selinho – Inteligente – outro selinho – o riso dela é o som mais gostoso de se ouvir – outro selinho – E melhor eu nem começar a falar sobre os olhos dela, que nossa. – Dessa vez terminei não com um selinho, um beijo de verdade.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...