História Heart Ice - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais, Selena Gomez
Tags Colegial, Drama, Jelena, Romance
Visualizações 656
Palavras 1.040
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus Amores como estão? Espero que bem, mais um cap para vocês.

A música escolhida para esse cap é Into You -Ariana Grande. Por isso, peço que escutem a partir do (...), okay?

Me desculpem qualquer erro, passou completamente despercebido.

Boa Leitura

Capítulo 7 - Into you


Fanfic / Fanfiction Heart Ice - Capítulo 7 - Into you

— Eu também tenho algo para lhe falar Bieber. Eu gosto de desafios, e não vou parar.

— Scarlett, Justin, eu atrapalhei algo? — Lola perguntou se aproximando de nós.

Justin saiu de perto de mim e foi até Ryan que vinha com o resto do pessoal logo atrás.

— Não. — dei de ombros pegando a garrafa de vodka que Justin havia deixado no gramado.

— Coloca aqui dentro. — Lola estendeu uma sacola onde havia os doces e as garrafas de vodka para mim e eu assenti colocando a garrafa dentro da mesma.

— Lola, Sky, nós já vamos. Venham. — Spencer nos chamou do outro lado da rua.

Lola e eu assentimos e caminhamos em direção ao resto do pessoal.

— Vai ser legal Sky. Você vai ver. — Chaz falou abraçando-me de lado.

Sorri ao ver que pela primeira vez um amigo de Justin falou comigo. Isso nunca aconteceu.

(...)

Depois de mais um tempinho andando pelas frias ruas de Atlanta, finalmente havíamos chegado ao clube abandonado.

Entramos por um buraco que havia na grade que separava a rua do clube e corremos até a piscina vazia e pichada. Todos se sentaram em volta da piscina, em exceção a Justin e Dakota que pularam dentro da mesma e ficaram um pouco afastados de todos nós.

— Então Sky, soube que você tem uma irmã. — Lola disse dando um gole na vodka que dividíamos.

— Sim. Ela já foi amiga da sua irmã. — respondi colocando algumas jujubas em minha boca.

— Jessica? Ela era uma garota legal. Foi ela que me levou para fazer minha primeira tatuagem. — assenti com a cabeça. — Você tem sorte de Jessica ser sua irmã. Lembro de que quando ela estudava na escola, todos os meus amigos queriam ser amigos dela. — um “ahãm” escapou de minha boca enquanto eu olhava fixamente para Dakota e Justin dividindo uma garrafa de vodka muito próximos um do outro.

— Você quer conversar com ele não é mesmo? — Lola perguntou tirando-me de meus devaneios.

— Hã? Não, é claro que não.

— Eu sei que quer. Vai lá. Sabe, devemos aproveitar a vida como se fosse o último dia e, aliás, não vejo nada de mais você ficar com Justin. — deu um gole em sua vodka. Olhei para Justin e Dakota que riam e peguei a garrafa das mãos de Lola bebendo todo o liquido que continha na garrafa. Pulei na piscina e ajeitei meu casaco caminhando até Dakota e Justin.

— Justin, eu posso falar com você um minuto? — perguntei fazendo os dois olharem feio para mim.

Estou tão a fim de você

Que eu mal posso respirar

E tudo que eu quero fazer

É me jogar com tudo

— Não está vendo que ele está ocupado comigo? — Dakota perguntou puxando Justin para mais junto de si.

— Desculpa linda, mas, eu não falei com você e sim com Justin. — falei fazendo Justin dar uma risada.

— Dakota, por que você não vai ficar um pouco com suas amigas? — Justin perguntou se desgrudando da garota.

— Mas Justin, eu quero ficar com você.

— Ah pelo amor de Deus garota! Não percebeu que eu não quero mais ficar com você? — Dakota bufou e saiu de perto de nós indo até Lola.

— Não precisava ter sido tão grosso assim com ela. — disse o fazendo rir.

— Eu não sou grosso. — disse passando a língua em seus lábios. Aquilo era tão sexy.

Mas perto não é perto suficiente

Até que cruzemos a linha, querido

Então escolha um jogo

E eu vou jogar os dados, hey

— Então, eu estava pensando sobre o que você me disse quando estávamos esperando o pessoal voltar do mercado e... — fui interrompida por Justin.

— Olha Scarlett, eu não quero lembrar sobre isso. — falou passando as mãos entre seus cabelos.

— Desculpa. Eu só queria saber se podemos nos redimir, sabe? Começar novamente. — coloquei as mãos no bolso de meu casaco e Justin sorriu maliciosamente.

— Eu não vejo mal algum. — levantou as mãos em forma de rendição. — Contanto que: você seja minha apenas essa noite. — completou segurando em minha cintura e olhando fixamente em meus olhos.

Oh, querido, olhe o que você começou

A temperatura está subindo aqui

Isso vai mesmo acontecer?

Estive esperando e esperando você tomar uma iniciativa

(Woo, oh, oh, oh)

Antes que eu tomasse uma iniciativa

(Woo, oh, oh, oh)

— Esse jogo não é legal Bieber. — coloquei um pedaço de meu cabelo por detrás da orelha e Justin aproximou nossos rostos.

— Eu não estou obrigando-a jogar, mas, se você quiser... — deu de ombros. Olhei para o lado vendo Dakota nos olhar com fúria e logo voltei a olhar para Justin.

— E se eu não conseguir aguentar ficar com você por apenas uma noite?

— Veremos no que vai dar. — sorriu.

— Okay. Vamos tentar então. — envolvi meus braços em seu pescoço e o beijei intensamente, dando uma pequena mordida em seu lábio inferior.

Então, querido, venha me acender

E talvez eu te deixe tomar conta

Um pouco perigoso

Mas, querido, é assim que eu quero

— Vem comigo. — Justin saiu da piscina e me ajudou a sair também, logo segurando em minha mão. Andamos por uma mata que dividia um lado do clube até — ao que parecia — um motel de baixa qualidade.

Justin pediu para que eu o esperasse em frente a máquina de bebidas e foi na recepção pegar a chave. Não demorou muito, para que o loiro aparecesse com a chave em mãos.

— Que quarto? — perguntei o seguindo até o quarto número 24.

— Esse daqui. — respondeu abrindo a porta.

Entramos no quarto com luzes, ao que pareciam, rosas com alguns feixes de roxo. A cama king size estava coberta por um pano branco, assim como os travesseiros.

— Eu sei que não é lá essas coisas, mas foi o único que era mais próximo. — encolheu-se e eu ri de seu ato.

— Não precisa ser um local bom se o sexo for bom. — o puxei para mais perto de mim selando nossos lábios em um beijo.

        Um pouco menos de conversa
                      E um pouco mais de toque no meu corpo
                Porque eu estou tão a fim de você
               
A fim de você, a fim de você

Justin riu maliciosamente e me jogou na cama subindo em cima de mim.

— Então você está dizendo isso a pessoa certa. Te farei chegar ao paraíso. — disse antes de começar a me despir.


Notas Finais


Espero que tenham gostado e até o próximo cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...