1. Spirit Fanfics >
  2. Heart in the Trap >
  3. Trap two

História Heart in the Trap - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Trap two


Heart in the Trap

 

- Jovem mestre Wei, espero que não esteja se metendo em encrencas maiores – Advertiu Nie vendo o amigo descer de seu jatinho.

- Parece até que não me conhece – Zombou revirando os olhos – Nos vemos daqui um tempo – Acenou.

- Tem razão, por te conhecer tão bem posso ter certeza que em algum momento vou ter que te ajudar novamente – Suspirou rindo e acenando com o leque.

 

 

Wei Wuxian andava despreocupadamente pelas ruas de Gusu, não deixou de lado o capuz ou os óculos prezando por sua própria segurança, porém, andava em meio a multidão de forma relaxada. Nunca reparou por completo na cidade, deixando escapar vários detalhes como a forte presença da cultura chinesa, as estruturas ainda obedeciam ao passado, as pessoas elegantes e sorridentes e o cheiro suave da bebida que tanto adorava. Sorriso do Imperador.

 

- Senhor – Chamou um homem do estabelecimento que acabara de entrar – Um sorriso do imperador – Pegou qualquer quantia da bolsa e colocou na mesa, assustando o homem.

- Claro – Correu para dentro e logo voltou com uma jarra – Aceita um copo?

- Não será preciso – Pegou a jarra e saiu do local. O cheiro lhe trazia uma enorme nostalgia, o gosto não poderia ser comparado com qualquer outro álcool. Jin GuangYao não permitia bebidas estrangeiras na seita, então poucas foram as vezes que Wei havia sido capaz de se deliciar com o licor. Continuou fazendo seu caminho enquanto bebia, quando escutou alguns cochichos.

- Ouvi falar que os dois líderes do clã Lan estão se juntando com líderes de outros clãs para acabar com os Jin – Parou para prestar atenção na conversa.

- Sim, ouvi algo parecido também! – Uma mulher mais nova exclamou – E parece que o líder do clã Jiang virá para cá em pouco tempo – Wei ficou em alerta.

- Verdade? Seria incrível se ele desse uma passeada pela cidade, poderíamos nos encontrar com ele – Suspirou outra mulher.

- Não entendo por que isso – Uma garota bufou – Temos as duas jades do clã Lan aqui, eles são mais bonitos do que qualquer um.

- Claro, mas eles não costumam sair da seita – Cruzou os braços – É um desperdício ter o primeiro e segundo na lista dos homens mais bonitos entre os clãs e não poder interagir com eles.

- Concordo – Suspirou – Também nunca fomos capazes de manter contato com o terceiro e o quarto.

- Creio que Jin GuangYao e Wei Wuxian nunca viriam para nossas terras – Uma das mulheres sussurrou – Seria uma afronta.

- Wei Wuxian? Por que?

- Vocês não sabem? Parece que ele foi morar no clã Jin, e nunca mais voltou – Wei revirou os olhos, não gostava das fofocas sobre si.

- Não foi lá que sua shijie morreu? Ouvi dizer que foi um incêndio – A mulher falou baixo – Ela e o herdeiro Jin morreram, Jin Zixuan.

- Sim, mas eles tiveram um filho – Uma garota mais nova falou alegremente – Jin Ling é um dos jovens mais bonitos da minha geração. Parece que ele também é tão bom quanto o pai, e herdou habilidades incríveis com arco e flecha – Wei arregalou os olhos. Lembrou do tempo em que treinava com arcos e seu sobrinho sempre se interessava em tentar também, não imaginou que levaria isso a frente.

- Vocês jovens são cheios de energia – A mesma mulher que queria se encontrar com Jiang Cheng falou, que ironia – Vamos voltar ao trabalho, nossas nêsperas não irão se vender sozinhas – Wei continuou seu caminho abismado pelo fato de ainda hoje comentarem sobre fatos do passado, talvez não tenham nada para fazer a não ser comentar sobre a vida dos clãs. Não prestando tanta atenção ao redor, acabou por esbarrar em alguém.

- Perdão jovem mestre – Um garoto com as vestes do clã Lan se curvava, atrás de si vários juniores do clã o acompanhavam.

- T-tudo bem – Respondeu se apressando para sair. Aquele garoto era incrivelmente parecido com um primo seu. Ignorando esses pensamentos, se apressou mais, logo chegando à entrada para a Seita. Olhou para o lugar e viu um homem guardando a entrada, depois de anos, obviamente a seita teria fortalecido mais ainda a segurança. Apesar de nunca ter entrado no lugar, Jiang Cheng fazia questão de contar como era e o que faziam quando precisava ter aulas no local. Pensou em uma forma de entrar, mas todas pareciam impossíveis, tudo era cercado – Olá, vim aqui ver o Zewu-jun.

- E quem seria você?

- Ahm, um colega de muito tempo – Sorriu amarelo – Na verdade, ele não sabe que eu estou aqui, decidi fazer uma surpresa.

- Não é permitida a entrada sem permissão – Ignorou o comentário do outro e continuou em sua posição.

- M-mas... – Completamente ignorado – Poderia por favor chamar Lan Xichen?

- O líder é muito ocupado, não poderia vir aqui para isso – Respondeu.

- Eu realmente preciso falar com ele – Wei reclamou, mas foi ignorado novamente. Desistiu de tentar dessa forma e se afastou um pouco, tirando um tempo para pensar em como entrar. Nesse meio tempo, ouviu a voz de algumas pessoas se aproximando, logo percebendo os mesmos juniores que vira mais cedo. Para sua sorte, Lan Xichen os acompanhava – Zewu-Jun!!

- W-wei Wuxian? – Falou surpreso, tanto os juniores quanto o guarda pareciam da mesma forma – Como?

- É uma longa história, preciso conversar – Suspirou – Mas não me deixaram entrar, ainda bem que apareceu.

- Zewu-jun, ele dizia ser um colega de tempos e-

- Tudo bem, obrigada por manter a segurança do clã – Tocou no ombro do rapaz – Entre, vamos conversar lá dentro – Chamou Wei e seguiram para dentro do tão conhecido Recanto das Nuvens, onde a seita Lan reside.

 

 

 

 

- Jovem mestre Wei, como chegou até aqui? – Xichen perguntou servindo um pouco de chá para ambos.

- Tive meus meios – Deu de ombros.

- Pensei que estivesse no clã Jin – Falou preocupado.

- Eu estava, até hoje de manhã – Pegou o pequeno copo e tomou um gole do chá – Decidi sair daquele local.

- E por que veio a Gusu?

- Ouvi alguns boatos, quis ver se eram verdade. Se forem, serei de grande ajuda – Falou sorrindo, a porta do local havia sido aberta com brusquidão.

- Wangji? – Xichen perguntou preocupado vendo o rosto, antes inexpressivo, um pouco tensionado do irmão. Wei Wuxian encarou a figura a sua frente, era incrivelmente belo, assim como o irmão, fazia jus a posição de segundo mais bonito.

- Sizhui contou que Wei Wuxian havia entrado com o irmão – Recuperou a postura e se aproximou da mesa – O que quer aqui? – Questionou encarando o outro. Wei tinha a impressão de que sua presença não era agradável para a pessoa na sua frente, o que não deixava de fazer sentido. Enquanto esteve no clã Jin, GuangYao matara várias pessoas, incluindo Lan Qiren, seu tio.

- Eu vim fazer uma proposta – Respondeu com convicção encarando os olhos dourados do outro.

- Irmão, preciso ir a uma reunião com o líder Jiang – Wei se lembrou desse assunto – Pode tomar conta disso, certo?

- Sim – Wangji respondeu. Antes que Xichen saísse, Wei se pronunciou baixo.

- Não conte a Jiang Cheng que estou aqui – Falou sem olhar para o outro, que sorriu em confirmação e saiu do cômodo. Um silêncio permaneceu entre os dois que ficaram, Wei Wuxian evitava olhar diretamente para o Lan, mas era complicado. Tivera visto o jovem a sua frente apenas uma vez em toda a sua vida, e o momento não foi agradável, apenas sentiu que era correto e confiou algo muito importante ao outro.

- Caham – Se assustou com o som, dando um mini pulo.

- A-ah, sim – Riu fracamente, talvez tivesse sido pego o observando – Certo, vim aqui com um objetivo e, creio que tenhamos ele em comum.

- Hm – Foi o único som capaz de produzir, Wuxian ignorou e continuou.

- Enquanto ainda estava em Lanling, ouvi boatos sobre todos os clãs se juntarem para derrubar os Jin – Observava o outro, esperando qualquer sinal de confirmação ou negação, como este não veio, continuou – O líder Jin também disse que o clã Lan era seu maior inimigo – Falou a última parte um pouco mais baixo, não tinha noção se os líderes sabiam disso, mas aparentemente, Wangji sabia – Me pergunto o porquê... De qualquer forma, não negou nada, creio que seja verdade.

- Sim.

- Também ouvi que dentre todos os clãs, vocês são os que mais querem se livrar deles.

- Hm.

- Lan Wangji – Mudou o tom de voz - Tem um membro do clã Jin bem na frente dos seus olhos, por que não faz nada? Não era exatamente isso que você queria? – Arqueou as sobrancelhas – Você está atrás de informações sobre os Jin, não é? Você deseja vingança, assim como os rumores dizem?

- ...

- Você quer vingança por quem? Pela morte de seu tio? – Levantou de onde estava sentado, se aproximando da outra ponta da mesa – Talvez seja pelo seu irmão que foi traído pelo melhor amigo e ficou gravemente ferido – Se aproximou cada vez mais, enquanto Wangji não esboçava reações – Ou foi porque Jin GuangYao queimou o Recesso das Nuvens no passado, assim como queimou o Píer Lótus, o clã Wen, o quarto de minha irmã. Pelo que luta, Hanguang-Jun? – Questionou já atrás do outro, se apoiando nas pontas da cadeira – Hanguang-Jun, você poderia pedir para os membros que estão do lado de fora saírem?

 

Wangji pareceu surpreso, não imaginou que Wei Wuxian fosse perceber o esquadrão treinado que estava perto do local, preparados para atacar se fosse preciso, suspirou e falou com seus homens.

- Saiam – Com apenas uma palavra, Wei ouviu os passos se dispersarem e distanciarem – O que quer com isso, Wei Ying? Você está disposto a dizer onde Jin GuangYao está?

- Pra falar a verdade – Saiu das costas de Wangji e parou em seu lado, apoiando-se na mesa – Eu não sei onde ele está hoje, onde estará amanhã, ele sempre vai para vários cantos, quase nunca para no clã – Deu de ombros – Dessa forma, eu serei a isca para trazer os Jin para fora, na condição de que você me proteja de Jin GuangYao – Sorriu com os dedos no próprio peito.

- Como poderia confiar em você? Por que o protegeria? – Questionou voltando o olhar para Wei.

- Bem, suponho que não seja assim tão fácil de acreditar em mim, de qualquer forma – Riu dando de ombros – Eu pedi pela proteção da seita Lan, não pedi? É porque eu traí a seita Jin. – Puxou a alça da mochila que carregava – Nessa bolsa tem o dinheiro e outras posses que roubei de GuangYao – Suspirou – Você pode não saber mas, eu quero ser livre da seita Jin, quero ser livre de GuangYao – Sorriu – Então, e se alguém se livrasse dele por mim? Creio que temos interesses em comum, você não acha? – Se atreveu a passar o dedo pelos cabelos macios de Wangji – Eu ganho minha liberdade, e você a sua vingança – Wangji mantinha o rosto inexpressivo, porém atento.

- Você nem ao menos sabe onde ele está, como planeja me ajudar?

- Foi por isso que eu disse que serei a isca, se você não for ate GuangYao, ele viria até mim – Sorriu passando o dedo fino do cabelo até o rosto gelado do outro, descendo até a gravata.

- Você acha mesmo que Jin GuangYao moveria um dedo apenas pra pegar o dinheiro que um membro roubou? – Quebrou a face inexpressível arqueando a sobrancelha.

- Não, ele não virá pelo dinheiro. Ele virá por mim – Olhou ainda sorrindo para o rosto de Wangji enquanto dava uma leve puxada em sua gravata – Eu não sou só um membro da seita. Eu sou amante de Jin GuangYao



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...