1. Spirit Fanfics >
  2. Heart in the Trap >
  3. Trap three

História Heart in the Trap - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Boa tarde/noite lol

Capítulo 3 - Trap three


Heart in the Trap

 

- Xian...

 

 

 

- A-Xian – Wei Ying abriu os olhos em um susto, não conseguindo enxergar claramente – A-Xian, você está bem? – Questionou a figura mais baixa na sua frente, aos poucos sua visão foi ficando mais nítida.

- Shijie?

- A-Xian, fiz sopa de raiz de lótus, A-Cheng está nos esperando – A pessoa se afastou um pouco, esticando sua mão para Wei Wuxian.

- Shi- Esticou o seu braço tentando alcançar a mão estendida, mas o ambiente mudou abruptamente, causando ainda mais confusão.

 

 

- Um nome, escolha um nome de cortesia para a criança que virá – No novo cenário, uma voz mais grossa se fazia presente.

- Rulan, Jin Rulan – Falou automaticamente, se assustando com a reação.

- É um nome lindo – A mesma figura menor de antes também estava presente. Sua mente ainda estava nublada, não conseguia entender direito a situação. Infelizmente, o ambiente mudou mais uma vez, não deixando Wei Wuxian raciocinar sobre os acontecimentos.

 

 

- A-Xian – A voz preocupada se fez presente. Sua visão repentinamente se tornou completamente nítida, sem qualquer falha, notou sua irmã.

- Y-YanLi...

- Me escute – Pôs uma mão de cada lado da bochecha do irmão mais novo – Preciso que você cuide de Jin Ling – Olhou fixamente para os olhos do outro – Por favor, não tenho um bom pressentimento com a situação, tudo está muito estranho, GuangYao está me assustando – Falou rapidamente.

- Shijie esp-

- Wei Wuxian – Levantou um pouco a voz – Proteja A-Ling, não me importo com o que for acontecer comigo mas, proteja seu sobrinho.

- Shijie, eu... Tudo bem – Aceitou a situação e notou o que estava acontecendo. Nada poderia ser mudado, já havia acontecido.

- A-Xian, se mantenha seguro, mantenha A-Cheng seguro – Se aproximou, dando um selinho no nariz do irmão – Tome cuidado com GuangYao.

 

O ambiente novamente nublou e deu lugar a outro cenário, dessa vez, mais caótico. O choro estridente de bebê atordoava seu ouvido, o desespero era exalado de seu corpo e sua garganta doía, incapaz de gritar mais do que havia gritado.

Em meio ao caos que se fazia presente, olhou para o ser em seus braços. Jin Ling estava ali chorando, Wei Wuxian seu tolo. Abraçou o pequeno em seus braços, havia desistido de gritar e chorar, apenas o apertava enquanto via os membros do clã apagarem o fogo do terceiro andar da mansão Jin.

A estrutura era moderna o suficiente, como um pequeno fogo poderia ter incendiado tudo? Como não teriam percebido o cheiro do álcool? Não haviam extintores de incêndio no andar? Por que, justo naquele momento, grande maioria dos membros do clã estavam fora? Por que não estavam aqui para ajudar? E principalmente, por que Jiang Yanli e Jin Zixuan não resistiram?

A resposta era óbvia, olhou novamente para a criança em seus braços, já não chorava mais, mantinha seus grandes olhos quase dourados encarando Wei Wuxian como se desejasse entender o que estava pensando. Encarou a pequena marca na testa do bebê e sorriu, pelo mesmo motivo que perdeu sua irmã e seu cunhado, faria o impossível para proteger aquela criança.

 

 

 

 

 

 

 

Wei Wuxian levantou assustado, sua respiração estava ofegante e descompassada, quanto tempo havia se passado? Levantou da cama em que estava e olhou ao redor, lembrando exatamente onde estava.

- Deveriam pelo menos ter sido cordiais e deixado um pouco de água – Suspirou sentando na cama novamente e reparando de soslaio que, em cima do criado mudo, uma jarra com água e gelo se fazia presente, além de um bilhete.

 

                  Quando acordar, venha ao local em que conversamos mais cedo

 

 

 

 

 

 

Enquanto pensava, mandou Wei Wuxian para o quarto de hóspedes, Wangji não conseguiria raciocinar direito com aquele ser tentando puxar assunto e se aproximar. Algumas horas de pesquisa já haviam passado, mas sem qualquer resultado. Não entendia, a internet sempre tem a resposta pra tudo, como poderia não haver uma mísera informação sobre Wei Wuxian? Se martelou mentalmente por não ter aproveitado para fazer isso anos atrás.

 

- Irmão – Ouviu a voz de Xichen surgir da porta do Jingshi – A reunião foi mais rápida que o esperado – Sorriu sentando próximo ao outro.

- Preciso da sua ajuda – Falou sem rodeios, fazendo Lan Xichen o olhar preocupado.

- O que houve? Onde está o jovem mestre Wei? – Olhou ao redor, não encontrando qualquer sinal do mais novo.

- Esse é o objeto em discussão – Depois de muito rodar em pé, sentou-se para conversar com o irmão – Preciso que me conte tudo o que sabe sobre Wei Wuxian.

- Hein? Como assim? – Indagou.

- Irmão, você ia e vinha do clã Jin, bom, até aquele incidente – Suspirou – Conhece o ambiente e Wei Wuxian melhor que eu, talvez melhor que qualquer um do lado de cá – Se referiu ao impenetrável clã Jin – Por favor, me conte tudo – Olhou com segurança para o irmão mais velho, sabia que não mentiria nem ocultaria qualquer coisa, sempre foram abertos um com o outro.

- Certo... – Suspirou – Arg, por onde começo – Olhou para o teto e depois para o irmão. Ficaram alguns segundos em silêncio.

- Você não espera que eu o responda, não é? – Arqueou a sobrancelha.

- N-não, foi uma pergunta retórica – Riu com nervosismo – Vocês conversaram por um tempo, não descobriu nada sobre ele na época?

- Costumávamos conversar sobre coisas superficiais do momento, nada do passado... Apenas soube que é da seita Jin e sobre a criança – Tentou lembrar de algo, porém, se houvesse algo a mais, não esqueceria tão fácil.

- Certo, você sabe bem pouco – Mudou a posição procurando conforto, a conversa seria longa – Podemos começar pelo fato de que Wei Wuxian não é um Jin, para ser sincero, poderia dizer que é uma mistura intrigante de dois clãs – Sorriu vendo Wangji esboçar leve dúvida – O pai de Wei Wuxian era melhor amigo de Jiang Fengmian, o antigo líder do clã Jiang. Sua mãe, apesar de não se declarar de qualquer clã, possuía antecedentes no clã Wen. Posso dizer firmemente que Wei Wuxian nunca demonstrou quaisquer características de outros clãs, se não Jiang e Wen. E sim, foi por isso que pediu para não revelar ao líder Cheng da sua presença no recesso das nuvens – Sorriu calmamente, vendo o irmão assentir levemente – Apenas sei fatos soltos da época em que visitava o clã Jin, o jovem Wei perdeu os pais aos quatro, aos nove foi encontrado e adotado por Fengmian, a partir daí virou irmão adotivo de Jiang Cheng e Yanli.

- Por que ele não veio no período de estudos?

- Decidiram que apenas Jiang Cheng viria, afinal, ele era o herdeiro – Deu de ombros – Isso não impedia Jiang Cheng de quebrar algumas regras e ficar acordado até tarde da noite contando as novidades em chamada para seus irmãos – Deu um risinho lembrando do dia em que pegou o jovem Cheng fora de seu cômodo tendo uma conversa animada por vídeo-chamada com o jovem mestre Wei – Devido ao casamento da jovem Yanli com o herdeiro Jin Zixuan, visitas entre os clãs eram feitas com frequência e, em uma delas, o irmão de Zixuan, GuangYao, se encontrou com Wei Wuxian – Levantou para pegar um pouco de água enquanto continuava conversando com o irmão atento – Não sei como as coisas se desenrolaram a partir disso, porém, na mesma época, YanLi foi enviada ao clã Jin para se ambientar ao lugar, e o jovem Wei foi mandado também – Suspirou voltando ao lugar com um copo cheio em mãos – Na época, surgiram uns boatos falando que, na verdade, Zixuan estava traindo sua futura esposa com o próprio futuro cunhado, o que não era verdade – Tomou um gole e depositou o copo novamente a mesa – Já nesse período, GuangYao estava de casamento marcado com sua atual esposa, mas nem por isso deixou de colocar as mãos no jovem mestre Wei, que tinha apenas dezesseis anos – Suspirou lembrando dos boatos que ouvia quando precisava ir em reuniões com seu tio Lan Qiren, sempre se encontrava com aquele jovem sorridente e lembrava dos cochichos de membros da própria seita – Não sei ao certo o que acontecia entre eles na época, apenas me foi informado que Yanli voltou ao píer Lótus, mas sem o irmão.

 

Lan Wangji fez uma cara de desgosto ao imaginar GuangYao com Wei Wuxian.

 

- Com o tempo, os boatos novos eram de que Wei Wuxian estava trabalhando infiltrado em outras seitas fora da nossa região, dando informações preciosas para o clã Jin, o que resultou na sua vitória contra todos os que começaram a se opor. Mesmo Jin GuangShan sendo o líder da época, GuangYao foi quem liderou a maior parte dos ataques contra outras seitas menores, e foi nessa época que o clã Jin começou a crescer e se tornar inalcançável, ninguém tinha forças o suficiente para os parar. Por ter se envolvido com várias seitas, Wei Wuxian passou a ser odiado pelos sobreviventes e, se GuangYao não estivesse do seu lado, não seria tão difícil de o encontrar quase morto em qualquer canto, mas, desde que ele era o homem de Jin GuangYao, ninguém poderia toca-lo.

- Espera... A época que começamos a trocar cartas, foi depois disso, certo? – Wangji questionou aflito.

- Errado – Xichen sorriu – Um pouco antes do jovem mestre Wei começar a se envolver com outras seitas, vocês já conversavam.

- Sempre me perguntei o por que de, ao invés de você dar o meu número a ele, me entregou uma carta.

- Wangji, as coisas não eram tão fáceis para o mestre Wei, Jin GuangYao o proibiu de se comunicar com o mundo exterior – Sorriu fraco – O único meio que achei, depois de muito insistir, foi através de cartas.

- Entendo... – Permaneceu em silêncio por alguns segundos até questionar novamente – Irmão.

- Sim?

- Quando deixei a água no quarto de hóspedes, Wei Wuxian estava dormindo – Olhou para o irmão – Notei que ele possui... A marca do clã Jin no peito, por que?

- Ah... Bem Wangji, o irmão aqui não sabe de tudo – Deu uma risada sem graça – Eu não sei os detalhes dessa situação mas, aquela marca não existia enquanto eu ainda visitava a seita Jin – Um dos últimos acontecimentos que tive noção até deixar de ir foi que, um dos membros da seita quis aproveitar da viagem de GuangYao, e tentou... Sabe... Abusar sexualmente de Wei Wuxian – Falou desconfortável – E como o quarto do jovem mestre era um tanto inacessível para membros comuns, ninguém chegaria lá – Wangji arregalou os olhos – Felizmente, a viagem de GuangYao foi mais rápida que o esperado, e eu também estava com ele, a primeira coisa que fez ao chegar foi encontrar o jovem mestre Wei, e bem, ele o encontrou em uma situação um tanto complicada – Riu nervosamente e olhou o irmão, que parecia esperar a continuação com detalhes – Bom, eu não subi para o quarto com GuangYao, decidi esperar no andar inferior mas, ouvi falar que o jovem mestre estava com os braços amarrados e com a boca tampada, apenas chorava – O sorriso nervoso de seu rosto sumiu aos poucos – O membro do clã já havia começado, só não sei ao certo se chegou a concluir ou se GuangYao os encontrou durante o ato – Suspirou e tomou outro gole de água – Yao sempre foi obcecado pelo Wei Wuxian, e aquilo foi o ápice de seu ódio. Só me recordo de tentar saber se o jovem Wei estava bem e receber gritos em resposta, ele não queria que ninguém chegasse perto do garoto, muito menos eu – Relaxou mais a posição na cadeira e continuou – Achei melhor sair de lá e, no outro dia, descobri que o homem foi torturado até a morte – Olhou para o irmão que não parecia assustado com a situação, mas a raiva ocupava sua expressão – Daí em diante, muitas coisas aconteceram e nunca mais voltei.

 

Alguns poucos minutos de silêncio preencheram o local, fazendo toda a tensão passar

- Irmão.

- Sim?

- Wei Wuxian me fez uma proposta.

 

 

 

 

 

 

- Como assim? – Questionou Wangji.

- Ora, não é tão difícil de entender – Voltou para perto do outro – Se nós formos amantes, irá aumentar ainda mais a ira de Jin GuangYao, poucos entendem como aquele homem funciona quando está cego de ódio – Deu uma risada – Ele pode acabar tendo alguns surtos por ver o aman- ah, ex-amante , com um de seus maiores inimigos. Pode ter certeza que isso é um convite pra o trazer mais rápido até aqui.

- Não entendo, o que você ganha com isso? – Questionou duvidoso.

- WangJi, proteção – Se aproximou mais ainda, colocando suas mãos em seu peito coberto pelo caro terno – A seita Lan é uma das maiores seitas que existem por aqui – Sorriu aproximando seu rosto – Vamos, não precisamos fazer nada, se não quiser – Sussurrou a última parte – Só preciso do título, não vai fazer mal ter só um concubino a mais, não é? – Wangji o encarou em dúvida, mas não falou nada – Lan Zhan... – Wei Wuxian o chamou pelo seu nome de nascimento, a mesma forma como o chamava através das cartas – Você não perde nada com isso – Sorriu passando o polegar fino levemente pelos lábios gelados de Wangji, enquanto o mesmo permanecia imóvel – Pra falar a verdade, você só tem a ganhar com esse acordo – Ficou na ponta dos pés, com os rostos próximos o suficiente para sentirem a respiração quente um do outro – E então Lan Zhan, aceita? – O cheiro de menta inundou as narinas de Wangji, o fazendo desejar mais daquela fragrância.

Depois de muita luta interna, WangJi deu um pequeno passo para trás, mas rápido o suficiente para fazer Wei Wuxian se desequilibrar e quase cair para frente, sendo amparado pelos braços do outro.

- Me siga, peço que espere pela minha resposta no quarto de hóspedes.

 

 

 

 

 

 

- Não acredito nisso – Lan Xichen colocou as mãos no rosto, como se estivesse sentindo vergonha pelo irmão, enquanto isso, mesmo com o rosto insensível de Wangji, era possível reparar no rubor de suas orelhas – Haha, irmão, bom – Deu uma risadinha – Você sabe que eu nunca iria contra qualquer decisão sua, e eu não sou o único líder dessa seita – Colocou as mãos nos ombros do outro – É adulto o suficiente para se decidir e fazer boas escolhas, e, mesmo que elas não resultem em algo vantajoso, ainda estou aqui para ajudar a desfazer tudo novamente – Sorriu calorosamente para o irmão.

- Obrigado, irmão – Agradeceu sorrindo.

- Agora seria melhor que falasse de uma vez com o jovem mestre Wei para deixar claro que o clã Lan nunca teve concubinos e que essa proposta não poderá ser acei-

- Será que “o segundo líder do clã Lan e Wei Wuxian formam um noivado” é uma notícia alarmante o suficiente? – Questionou olhando para o nada, parecia nem ter escutado o que o irmão mais velho disse.

 

 

 

 

 

 

 

- Wangji?????



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...