História Heart Problems - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Stray Kids
Personagens Lee Felix, Seo Chang-bin
Tags Changlix, Chanlix, Couples, Misung, Stray Kids
Visualizações 145
Palavras 999
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi amores 💕
como estão?
está tudo bem?
comeram bem hoje?beberam água?

enfim,espero que gostem do capítulo de hoje 🎀

Capítulo 10 - Capítulo Nove


Fanfic / Fanfiction Heart Problems - Capítulo 10 - Capítulo Nove

Acordei com uma forte luz do sol entrando pela janela,me sentei na cama e logo a porta foi aberta e pude ver minha mãe entrando pela mesma com uma bandeija em mãos.

- Bom dia,filho - ela sorriu e me entregou a bandeija - Assim que terminar de comer,coloque a bandeija em cima de sua mesinha e vá se lavar

Assenti e comecei a comer as torradas que estavam na bandeija junto com um suco de laranja. Assim que terminei de comer tudo,larguei a bandeija na minha mesinha e fui para o banheiro fazer minhas higienes e tomar um banho quente.

Depois de fazer tudo isso,minha mãe ainda não tinha subido para pegar a bandeija mas como eu não tinha feito nada na perna,peguei a mesma e desci indo em direção a cozinha.

- Lee Felix,era pra você estar em sua cama - Ouvi a voz de Chan atrás de mim e soltei uma risada me virando para ele assim que larguei a bandeija na pia.

- Eu estou bem - O olhei - Eu consigo andar tranquilamente

- Mas você precisa de repouso - Chan cruzou os braços - Sua mãe foi na padaria e pediu para que eu ficasse aqui

- Por que não subiu?

- Você estava no banho

- Ah é verdade - rio

Passei por ele e me sentei no sofá logo vendo o mais velho fazer o mesmo. Ficamos em silêncio por alguns longos minutos até o mesmo quebrar o silêncio:

- Você gosta do ChangBin?

- Como assim? - o olhei - Eu gosto dele como amigo

- Não,Felix - Chan me olhou - Como namorado,de querer beija-lo

Pensei um pouco e neguei com a cabeça vendo o mais velho rir.

- Eu duvido

- Não duvide de mim - Eu disse sério - Eu realmente gosto dele como amigo,ChangBin não é uma má pessoa

- É - Chan segurou o riso e olhou para lado fazendo eu revirar os olhos

- Você é impossível - digo rindo

(...)

Chan viu que eu estava em boas condições e me levou para tomar um sorvete - ja que ele sabe que é minha sobremesa favorita - e também eu posso comer ja que não é algo pesado. Ja estávamos na sorveteria e Chan tinha saído para atender um ligação,fiquei sentado comendo meu sorvete enquanto eu esperava ele sair do telefone ja que fazia quase 1 HORA que ele estava na rua.

1 HORA!

Isso é muito.

Alguém se sentou ao meu lado e olhei,vi JeongIn e dei um leve sorriso.

- Olá,Felix - JeongIn sorriu - Você está bem?Chan disse que você ja ganhou alta

- Ah,estou bem sim - Terminei de comer e me virei para o mais novo - E você,como está?

- Estou bem - Ele deu de ombros - Veio sozinho?

- Não,Chan está atendendo uma ligação la na rua

- Sério? - JeongIn riu - Bem que eu vi ele com o ChangBin e desligando o celular logo em seguida

- QUE? - grito - quer dizer,que? - digo em um sussurro

JeongIn riu e se levantou.

- Eu sempre soube que ChangLix iria ser real,pelo oque Chan fala - JeongIn bagunçou meus cabelos - Até mais,Felix

- A-Até - Eu disse confuso

Olhei para a porta do local e vi Chan entrando com ChangBin, assim que os dois me viram,eles sorriram e vieram até mim. Então era isso que Chan demorava tanto.

ChangBin se sentou ao meu lado e cumprimentou,Chan se sentou ao lado do mesmo e ficamos conversando enquanto Chan terminava de tomar o seu sorvete. Ficamos em um papo empolgante sobre o quanto Naruto era legal até que Chan chama nossa atenção:

- Vamos para o parque? - O mais velho entre nós sorriu e eu apenas concordei

Chan pagou meu sorvete e o dele e fomos até a praça,nos sentamos em um banco e ficamos apenas sentindo o vento bater em nossos rostos. Eu adorava o parque que tinha na cidade,eu adorava vir aqui pensar na época em que eu não sabia que iria fazer uma cirurgia,no fim eu acabava chorando e ligava para o Chan como um homem que acabou de se embebedar e não tem como ir para casa.

Mas era apenas eu em uma crise existencial.

Chan sabe muito bem que eu amo parques,eu gosto das árvores,do vento,dos bancos de madeira,das pracinhas,e de como aquele era um ótimo lugar para se fazer um pedido de namoro ou casamento,ou começar amizades ou até mesmo conhecer a sua alma gêmea. Chan sempre me trouxe aqui quando eu estava meio pra baixo,ou queria bater um papo comigo sobre a vida alheia e o quão ele não gosta dos jogadores de basquete do colégio.

- Irei ao banheiro - Chan se levantou - Ou melhor,procurar um

Ele riu e deixou eu e ChangBin a sós,fazendo eu sentir borboletas no estômago,coloquei as mãos dentro do bolso do meu casaco e fiquei em silêncio,até ouvir ChangBin me chamar.

- Felix

- Oi?

- Você gosta de parques né? - ChangBin me olhou e eu assenti ainda sem olhar para ele - Chan sempre disse para nós o quão ele tinha um amigo que era apaixonado por parques,acho que descobri quem é - ele riu fazendo eu sorrir

- Parques são lugares especiais para mim,são ótimos lugares para pensar,é um lugar romântico e calmo,tudo bem que perto da pracinha da pra ouvir os gritos das crianças mas basta ficar longe que você encontra um silêncio agradável - O olhei - Eu sempre disse para o Chan o quão eu quero que eu encontre minha alma gêmea num parque,ou que eu beije ela num parque ou até mesmo que ela me faça um pedido de namoro em um parque,é um lugar tão bonito,não podemos desperdiçar

ChangBin sorriu e se aproximou de mim fazendo com que eu sentisse a respiração dele próxima ao meu rosto,desviei meu olhar para seus lábios e quando ja estávamos muito próximos,escutamos Chan nos chamar:

- O banheiro era muito longe - Chan riu e assim que viu que estávamos vermelhos e olhando para o lado oposto um do outro ele entendeu a situação - Atrapalhei algo?


Que isso,Bang Chan,nem atrapalhou nada.


Notas Finais


espero que tenham gostado 💕
até a próxima 🎀


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...