História Heart Skipped A Beat • Larry - Capítulo 14


Escrita por: e fuckmarlie

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Louis Tomlinson, Personagens Originais
Tags Gay, Harry Styles, Larry, Louis Tomlinson, One Direction
Visualizações 30
Palavras 1.041
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - New girl


Envolver Louis e Taylor em meu "relacionamento" com Alex está fora cogitação.  Louis já não quer nos ver juntas, e Taylor acabou de chegar, não merece passar por isso; até por que sou eu e Alex. Ninguém mais, ninguém menos.

//

Levantei disposta a não fazer nada o resto do dia. Ir trabalhar com certeza não era algo que eu gostaria de fazer, então, decidi não ir. Peguei o celular e disquei o número da dona da loja.

– Então, acontece que minha mãe está mal e ela gostaria que eu ficasse com ela hoje, mas não se preocupe que é somente hoje. - Falei, e desliguei.

Fui até o quarto de Harry chamá-lo para sair, mas como ele estava dormindo, não quis acordá-lo e é claro que ele preferiria passar o dia com Louis do que comigo. Paciência.

Vesti uma calça jeans rasgada, uma camiseta larga com estampa de rosas do Harry e uma camiseta xadrez na cintura.

Corri para a garagem onde guardamos as coisas mais velhas, e peguei um skate de Harry, ele não iria usar tão cedo.

Faz tanto tempo que não uso o skate que mal lembro como correr sem sair. Depois de um tempo dando voltas no quarteirão, resolvi ir mais longe.

Fui para o shopping, comprei um ingresso para assistir uma animação, que começava às 10:30hrs. Como faltavam trinta minutos ainda, resolvi comer alguma coisa. Passei no McDonald's e comprei um hambúrguer junto com refrigerante.

Na mesa ao lado da minha havia um casal de adolescentes, na outra, uma família.

Aquele casal de adolescentes pode ser, algum dia, aquela família caso ninguém os atrapalhe. Seria uma linda família. pensei.

Já estava na hora do filme, então, corri para a ala do cinema, larguei o skate com uma amiga da lancheria e fui para a sala onde já estava passando o filme. Alguém havia roubado meu lugar, então tive que ficar em outra cadeira, em outra fileira.

Sinto alguém puxando meu braço para baixo enquanto caminho, fazendo com que eu me sentasse naquela cadeira vazia.

– É melhor você sentar aqui, senão vão começar a jogar pipoca em você! - Uma garota com a voz doce falou. – Não se preocupe, não tinha ninguém aí.

– Obrigada! - Sorri. – Sou Gemma! E você?

– Sou Dani! - Ela sorri.

Que sorriso lindo. pensei.

Por um momento, desliguei de tudo em minha volta e só consigo me concentrar em como era bonito aquele sorriso e aquele par de olhos verdes.

– Ei, Gemma? Você está bem? - Ela perguntou.

– Perdão, me desliguei por um segundo. O que disse?

– Seu celular está tocando. - Ela apontou para o celular em meu colo. – Esse Alex deve estar mesmo preocupado!

– Ai meu Deus, eu esqueci de avisá-la que não iria trabalhar hoje! - Levantei e corri para fora da sala.

(10:50am) Gemma: Não, minha mãe não está doente era só uma desculpa para não ter que ir trabalhar hoje. Desculpa.

(10:55am) Alex: Podia ter pelo menos avisado, mas tudo bem. Você vem a tarde, certo?

(10:56am) Gemma: Sim, a tarde estarei aí, com certeza. Beijos!

Voltei para a sala e sem querer esbarrei em Dani que estava saindo.

– Ei, eu estava pensando, esse filme é muito ruim. Você gostaria de caminhar comigo pelo shopping? - Dani perguntou.

– Claro!

Passei na lancheria e peguei o skate.

Caminhamos por todos os corredores do shopping, entramos em quase todas as lojas somente por diversão, já que não tínhamos dinheiro para comprar algo. Brincamos de pique-pega, e Dani acidentalmente esbarrou em um menino fazendo-o derrubar seu sorvete, decidimos que era melhor parar; para o bem de todos.

Já estava na hora do almoço, e como sempre, Alex foi para o shopping almoçar, porém sem que eu estivesse junto.

Estava caminhando em frente ao Subway com Dani quando vejo Alex sentada em uma das mesas. Assim que ela nos vê, levantou-se e foi até o nosso encontro.

– Gemma, o que você 'ta fazendo aqui? - Alex perguntou.

– Só fazendo um passeio. - Falei. – Essa é Dani! Dani, Alex. Alex, Dani.

– Oi, prazer! - Dani estendeu a mão para Alex.

– Oi. - Alex respondeu, rancorosamente.

Dani apertou a própria mão quando percebeu que Alex a ignorou.

– Já está na minha hora! Foi muito bom te conhecer, Gemma! Espero que possamos nos ver outra vez! - Dani falou.

– Mas já? Adorei te conhecer também, e é claro que vamos nos ver novamente, só marcar o dia! - Falei.

Dani me abraçou, acenou para Alex e saiu.

– Sério, Gemma? - Alex me encarou.

– O que? Ela é muito legal! - Falei. Alex revirou os olhos.

Almoçamos e então, voltei com Alex para a loja, onde Louis já havia chegado, por um milagre.

O movimento não foi dos melhores, por isso, fiquei sentada, na maior parte do tempo, conversando com Taylor ou Louis. Contei a eles sobre Dani e Louis começou a me encarar, como se eu tivesse feito algo de errado.

– Você e Alex não estão oficialmente namorando, certo? - Taylor perguntou.

– Certo. - Respondi.

– Mas isso não significa que você pode andar por aí com outra pessoa, Gemma, seja mais responsável por favor! - Louis falou.

– Mas... - Comecei, porém fui interrompida.

– Sem "mas", Gemma! Não é legal brincar com os sentimentos das pessoas, principalmente da sua melhor amiga/namorada. - Louis falou.

– Terminou? - Perguntei, e Louis balançou a cabeça. – Primeiro,  e só caminhei com ela pelo shopping. Segundo, eu não estou brincando com os sentimentos de ninguém. E se vocês me derem licença, vou sair mais cedo hoje.

– Por que? - Louis e Taylor perguntam ao mesmo tempo.

– Minha mãe está "doente"! - Fiz aspas com  os dedos.

Corri até o depósito para pegar o skate, passo no caixa, onde Alex estava e dou um beijo em sua testa.

Continuei correndo para chegar logo em casa, por mais que tenha sido ótimo, foi também um dia muito cansativo, depois de toda a correria.

– Mãe, vou ficar em meu quarto, amo você! - Gritei, enquanto corria para meu quarto.

Troquei de roupa, vesti um pijama bem largo e me joguei na cama me cobrindo com as cobertas.

Peguei o celular, e chequei minhas redes sociais, nenhuma nova mensagem. Estava esperando alguma resposta de Dani.

Merda. Esqueci de pegar o número dela. pensei.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...