História Heart Stitched in Blood - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Tags Debideku, Overdeku, Tomudeku, Villain Deku
Visualizações 67
Palavras 1.150
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Harem, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Okk, já aviso que tem uma tentativa falha de humor no meio da fic ta baum?


Boa Leitura!!!

Capítulo 5 - Liga dos Vilões


No cap anterior:

"Papai, por que o senhor foi embora quando eu era mais novo?"

"Hey pai, me explica aquele negócio de ghoul?"

"Pai? Você não tinha dito que um ghoul come seres humanos? Eu vou ter que comer eles...?"

No cap atual


Izuku on:


- Bom.....sim....mas a quantidade depende da pessoa - Ele diz e eu o encaro confuso - Se você for do tipo raro apenas uma vez por semana e se for do tipo comum todos os dias. Simples.

( Autora: eu mudei um pouco esse detalhe da explicação do anime)

- Entendo. Mas como a gente sabe se eu sou raro ou comum?

- Se você for raro terá uma marca na clavícula com o kanji  " 死 "  que significa  " Morte ".

Logo após sua fala eu assinto e digo:

- Eu tenho?

- Acredita que eu nem prestei atenção? Tura sua blusa e eu vejo. - Assim eu faço, retiro minha blusa e fico de costas pra ele.

- É como eu imaginava. Você é do tipo raro filhão. Acredito que no seu caso seja sorte, já que eu tenho certeza que você odeia matar.

- Oh glóriaaaaa, uma vez por semana não faz mal a ninguém, não é mesmo?! Bom, só pro azarado que cair nas minhas mãos, hehe - Digo com bastante humor. - Aliás, eu não te contei que tenho uma quirk agora né pai?

Eu me viro e olho pra ele, o mesmo está de boca aberta e olhos arregalados.

- Em boca aberta entra mosquito pai hahaha.

- Ai meu santo pai eterno......INKO VEM CÁ MUIÉ!!!! - Ele grita e eu me assusto um pouco.

- QUEM MORREU? CADÊ O LADRÃO?!!! - Ela diz aparecendo que nem o flash no quarto com uma frigideira, assim que ela me vê fala - Ai que susto você me deu Hisashi, que foi? Por que me chamou?

- O Izuku tem uma quirk!!! - Logo minha mãe paralisa no lugar e deixa a frigideira cair no chão. Derrepente ela vem diretamente me abraçar com os olhos marejados - Parabéns Izuku!!! Estou tão feliz por você!! - Logo meu pai vem se juntar ao abraço.

Depois de um tempo abraçados eles me soltam.

- Qual a sua quirk? - Minha mãe pergunta.

- O nome dela é "Mind Control", ela funciona assim.......

QDT

- Entendeu?

- Sim. Que tal fazer uma demonstração?! - Ela me diz.

- Okk!! - Digo e toco em seu braço. - Pensa em algo mamãe.

"Inko: Te amo muito filho"

- Também te amo mãe - Digo dando um sorriso.

- Funcionaa - Ela diz dando um sorriso radiante. - E a outra parte? Vc pode mostrar? - Ela falou com aqueles olhinhos tão brilhantes que eu não poderia recusar.

- Sim! Eu posso fazer com o senhor papai?

- Claro. - E assim faço.

Logo minha visão escurece e logo clareia de novo. Logo percebo que estou em outro corpo ( no caso o do meu pai ) e vejo o meu jogado na cama.

- Parece que funcionou. - Digo e minha mãe dá outro sorriso.

Após isso minha visão escurece e depois clareia mais uma vez, dessa vez estou em meu corpo. Logo meu pai fala:

- Ai....eu fiquei tontinho agora - Ele diz se jogando na cama me fazendo rir um pouco.

- Acho que é efeito colateral. - Digo e logo dá uma vontade de sair. - Mamãe posso sair um pouco?

- Claro, só não chegue tarde.

- Okk!!!

QDT

Eu tava de boas andando por aí, quando passo na frente de um beco alguém me puxa pra dentro do mesmo e me acerta na cabeça me fazendo desmaiar.

Logo eu acordo, minha visão está um pouco embaçada, mas percebo que estou amarrado em uma cadeira. Quando minha visão está melhor vejo que estou em um bar. No balcão está um "homem-fumaça" limpando um copo, logo vejo um garoto de cabelos azulados cheios de mãos pelo corpo e no rosto me impossibilitando de ver sua face, mais pro lado vejo uma garota loira de olhos dourados me encarando com um olhar psicopata e depois vejo em um canto do bar um garoto de cabelos pretos e olhos azuis me olhando com indiferença.

- Parece que ele acordou Tomura-kun~ - A garota diz.

- Eu percebi Toga. - O das mãozinha diz. Pelo visto seu nome é Tomura e o da garota Toga. Só falta os outros dois.

- Aaaah, eu saio por um momentinho e já sou sequestradooo~ - Digo fazendo todos que não estavam olhando, olharem pra mim. Depois disso eu faço bico e me deixo jogado na cadeira.

- Não se preocupe garoto, vai ser rápido!

- Vai ser rápido minha mãe chamando satã pra me castigar se eu chegar tarde em casa!!

- Ok então vamos lá!! - Ele diz com uma veia já saltando da sua testa, acho que deixei ele bravo. - Midoriya Izuku eu...

- PUTA QUE PARIU CAPETA SABE MEU NOME!!!! JOSOARES ME AJUDA HOMIII!!! - O interrompo fazendo ele ficar puto.

- SE VOCÊ NÃO CALAR A BOCA AGORA EU VOU TE BATER COM UM GATO MORTO ATÉ ELE MIAR OUVIU BRÓCOLIS?!!

- Tá, tá. Eu em, que falta de humor. - Digo fazendo bico.

- Ok, continuando..... eu percebi que você tem um certo ódio do All Might, eu ouvi a concersa de vocês. E queria saber se você quer fazer parte do nosso grupo. Ele se chama "Liga dos Vilões". Vocês poderá se vingar de todos que te fizeram mal, é só se juntar a nós!!!

- Tenho que limpar meu quarto mano..... tá cheio de lixo lá - Falo fazendo assim ele me olhar indignado por ignorá-lo - Ok, ok.... vou pensar no seu caso mãozinha. Agora tenho que ir embora antes que o capeta chegue com um chicote na mão. - Digo me arrepiando um pouco, aquela mulher é capaz de tudo.

- Você não tem quirk né garoto? - Ele diz ignorando o apelido.

- Tenho.

- Ué, mas...

- Depois que o All Might foi embora, devido ao ódio despertei minha quirk.

- Entendo. Como ela funciona?

- O máximo que posso te dizer é que ela se chama "Mind Control". - Após dizer isso me transformo em ghoul e me solto da cadeira. - Aliás, sou um ghoul e posso te matar a qualquer minuto. E do jeito que estou com fome te comeria em menos de um segundo. Por isso surgiro que me deixe em paz. Deixa que, se eu quiser, eu vou até você. - Digo o olhando com meus olhos pretos e verdes. O vejo se arrepiar todo junto a todos naquele local. Interessante. - Me dê seu número e logo lhe dou a resposta.

- O-ok.... - Depois dele me dar eu me destransformo e quando estou na porta me viro novamente e pergunto:

- Na onde caralhos eu tô?

- Na rua xxxxxxxxxxx.

- Okk, Byeee.

Liga dos vilões hã.....super interessante......


Notas Finais


Espero que gostem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...