História Heartbroken - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Personagens Adele Station, America Singer, Anne, Aspen Leger, Carter Woodwork, Celeste Newsome, Kriss Ambers, Lucy, Marlee Tames, Mary, Maxon Calix Schreave, May Singer, Princesa Daphne, Princesa Nicoletta, Rainha Amberly, Rei Clarkson
Tags América, Carter, Escolha Errada, Kriss, Marlee, Maxon, Novo Destino, Rainha, Rebeldes, Rei, Sobrinha
Visualizações 90
Palavras 1.111
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Antes que leiam, quero avisar que vou ficar um tempo sem postar, minhas provas estão chegando e não vai dar muito tempo, mas...vou me esforçar e espero que vocês gostem😁.

Capítulo 13 - Explanation


Fanfic / Fanfiction Heartbroken - Capítulo 13 - Explanation

゚・:*✿P.V.O América✿*:・゚

Saio cantarolando corredor à fora, se ele acha que vai me afetar fazendo aquela cena no nosso banco, ele está muito enganado! Quer saber, eu desisto, vou viver minha vida e ver no que dá.
Vou em direção ao quarto de Lucy, a porta estava aberta, e pude ver um berço rosa e Lucy sentada ao seu lado passando a mão na barriga, eu só fiquei observando com os olhos cheios d'água.
-Ei princesa da mamãe, como você está? Sente falta do seu pai? Eu sei que sente, mas ele está muito ocupado, não se preocupe com isso, ele te ama muito, assim como eu, e vamos fazer o máximo para te dar uma vida confortável...
-Esqueceu de me mencionar-digo entrando, me ajoelho de frente para Lucy e coloco a mão na sua barriga.
-Ela mecheu!- digo animada.
-Ela gosta da titia, né filha?
-A titia ama muito você princesa, eu vou falar com seu pai e ele vai ter muito mais tempo pra você, se ele não tiver eu tenho tempo de sobra, não se esqueça que eu a amo como se fosse minha filha.
Nesse momento Marlee entra pela porta e fica paralisada quando me vê.
-MARLEE- Grito e dou um abraço forte nela.
-AMÉRICA!-Nós duas ficamos pulando que nem retardadas.
-Que saudade.
-Onde você estava que não veio me visitar?- perguntei a encarando com minha expressão mais seria.
-Ora América, pode parar de fingir que está brava, Maxon me deu uma casa só pra mim e para Carter, agora eu só venho aqui de visita.
-Ele fez isso? - fiquei chocada
-Sim ele fez, e como vocês dois estão?
-Vamos de mal a pior, mas vamos falar de você!
-Vim ver como a Lucy está.
-Eu vou bem, só um pouco cansada.-O olhar de Lucy estava realmente cansada.
-Você precisa ficar de repouso- Diz Marlee preocupada.
-Eu tenho que trabalhar, o que vai ser de mim sem meu trabalho?
-Pois eu te dispenso temporariamente do seu serviço- digo de modo autoritário.
-América!- Lucy estava surpresa.
-Eu só quero o melhor pra você e para a minha princesinha.
-Essa é minha amiga, sempre autruista- Marlee assumiu um tom orgulhoso.
-Mas me conte, como vai sua vida?
-Muito bem, Carter e eu viajamos muito, mas agora que suas férias acabaram, ele voltou a trabalhar aqui, e eu vou voltar pra cá também.
-Que bom, assim podemos passar mais tempo juntas, enquanto eu ainda estou aqui- abraço ela novamente.
-Sinceramente América, você acha mesmo que Maxon vai te deixar sair por aquela porta novamente?
-Acho, hoje eu vi ele com a Kriss no nosso banco, ele me esqueceu e eu o esqueci.
-Eu duvido que ele tenha te esquecido, Carter me contava tudo o que eles conversavam e em uma dessas conversas, Maxon soltou que sentia sua falta e que a vida dele estava horrível sem você- Eu a encaro procurando mentira no seu olhar, mas infelizmente era verdade.
-Então me explique o fato dele e Kriss estarem no nosso banco.
-O rei pressiona muito os dois, ele quer um herdeiro e não vai desistir até tê-lo.
-Bem, que esse herdeiro nasça forte e bonito, agora tchau!.
Saio do quarto farta daquele assunto, eu duvido muito que ele tenha feito aquilo forçado.
Quando estava subindo as escadas, Maxon passa do lado do corrimão e nossos olhares se cruzam, saio correndo para evitar a conversa que deveríamos ter tido desde o começo, e vou para o meu quarto.
Ouço passos que param em frente a minha porta, que ele não bata na porta, mas ele bateu.
-América?
Não respondi nada, ele viu isso como um sinal e entrou.
-Maxon! Eu não falei para você entrar! -O encaro brava.
-Mas eu entrei e nós vamos conversar.
-Não vamos não!- fico em pé e começo a empurrá-lo, mas ele nem se move.
-Podemos conversar agora?
-Não!- Viro de costas pra ele.
-Pare de ser teimosa e me ouça!.
-E se eu não quiser?-Pergunto o encarando.
-Vai ter que ouvir mesmo assim, nós não podemos ficar brigados para sempre.
-Podemos e vamos!- tento empurrá-lo novamente, mas não surti efeito, vendo minha derrota me sento na cadeira e espero explicações.
-O que você quer?- Minha voz tinha raiva, muita raiva.
-O que você viu no jardim, você desistiu de mim América, eu faço de tudo para dar certo, mas você só me afasta, o que você quer que eu faça? Você não me quer, então vou dar uma chance real pra quem realmente quer uma chance, você nem sequer tenta entender o meu lado, você só me julga, é sempre você a certa! Chega uma hora que cansa América- seus olhos estavam cheios de lágrimas, e sua voz era triste, ele estava arrependido e eu também.

-E como você acha que eu me senti quando você escolheu ela?-Eu estava gritando e lágrimas escorriam- Eu fiquei meses tentando superar, mas não consegui- o encaro- Acha que é fácil? Te ver com ela? Ficar aqui sob o mesmo teto que você?  Eu quero te bater Maxon! Eu...ARGH Eu te odeio!- eu começo a bater nele, ele segura a minha mão e me puxa pra perto.
-Eu esperei todos esse meses por você,e você está aqui, eu não quero mais nada a não ser você, sua teimosa!.
Me afasto dele e jogo a real.
-Vá ficar com a Kriss, vai lá, o rei quer um herdeiro não perca tempo!
-Então é isso, você está me entregando de mão beijada para ela?
-Eu não posso fazer nada se você escolheu ela, agora sai- aponto para a porta.
-Eu não vou sair! Isso não está certo, por que você não consegue entender o meu lado? -sua voz estava carregada de sentimentos.
-Porque, naquela noite você não entendeu o meu lado Maxon,naquela noite antes do noivado, você me expulsou, me tratou de forma horrível, gritou comigo e ainda disse que o que eu senti foi falso! Se acha que o que eu sinto é falso, vá lá ficar com seu verdadeiro amor- dou ênfase a essas duas palavras.
-Eu desisto! Me rendo, eu não vou lutar por algo que não tem futuro! Se quer saber, eu ia falar com você naquela noite, mas você foi embora, e quando me vi com somente Kriss ali, meu coração se despedaçou, você havia me deixado sozinho, você havia me abandonado América! Eu não tive escolha!.
-Sempre há uma escolha Maxon, e você fez a sua- jogo na cara dele.
-Então é isso?- Ele olha no fundo dos meus olhos.
-Sim, siga sua vida que eu segurei a minha.
Ele sai do quarto bufando de raiva e eu caio de cara no travesseiro, que pesadelo.

Notas Finais


Espero que tenham gostado❤
Ps: parece que a treta desses dois nunca vai acabar 😂😂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...