História HeartFria - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Angel, Erza Scarlet, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Wendy Marvell
Tags Academia, Drama, Escolar, Fairy Tail, Gruvia, Lucy Heartfilia, Musica, Musical, Nalu, Natsu Dragneel, Romance, Shoujo, Shoujo-ai
Visualizações 319
Palavras 1.765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Lírica, Literatura Feminina, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu estou em êxtase... me deu muita emoção fazer esse CAP... espero que gostem 😘

Capítulo 11 - Sexo faz bem a saúde!


Fanfic / Fanfiction HeartFria - Capítulo 11 - Sexo faz bem a saúde!

-Lucy foi sequestrada?!-Erza pergunta incrédula aos garotos.

-sim, e a polícia está seguindo na busca a mando do senhor Heartfilia!-Natsu.

-e parece que a loira foi levada pra cá!-Solano.

-não pode ser! Mas o Jellal não mora aqui em Stacion Ligth!

-e era isso que pensei mas Erza...você e ele cresceram aqui, e sabe o possível local onde ele está... não sabe?!-Natsu encara a ruiva seriamente, tentando-lhe extrair informações.

-coitadinha, se você sabe de algo é melhor falar por que a essa hora a loira tá só o talo!-Solano num tom de sarcarmo.

Em algum lugar de Stacion Ligth, Lucy cruzava as pernas, com dificuldade, enquanto sentia pela primeira vez a penetração. Jellal ainda enfiava os dois dedos na vagina da loira.

-que bucetinha gostosa meu amor! Vou já te mostrar a sensação de uma rola!

-f-foda-se! Ahh!! (Gemido) filho da puta!

O azul enfia mais um dos dedos deixando seu garota ainda mais excitada (forçadamente). Lucy solta um gemido ainda mais alto deixando Jellal enlouquecido, o garoto fazia em sua vagina movimentos de penetração e deixava a vagina de Lucy ainda mais contraída.

-não... s-seu... ahh! (Gemido)

-acabou por aqui!-retira a mão da vagina de Lucy.

Jellal fica um pequeno tempo observando a amada, enquanto se masturbava por dentro da lycra, aquele seu olhar deixava Lucy enojada. O azul passa a mão que se masturbou na vagina da loira, ele se ajoelha e enfia a língua na vagina da garota. Sem tirar o olhar safado ele lubrificava com a própria boca o genital da menor a deixando ainda mais excitada.

De volta a casa de Erza, a ruiva se encontra pensativa, olhava para baixo como se estivesse querendo dizer algo.

-bem... eu sei, um local onde possívelmente eles estejam...

-qual é?!-Natsu.

-é um local onde eu e o Jellal brincávamos,fica perto daqui... acho que podemos ir lá.

-então leva a gente lá fofa!-Solano.

Jude e Laila estavam dando inúmeras entrevistas em frente a School Fairy Tail. Aquarius e Albert estavam sentados próximos dali num banco de madeira. A azulada estava aflita com a situação, principalmente o que estaria acontecendo com Lucy.

-Albert... e-eu... passei minha vida toda cuidado daquela vaca!-a mulher começa a chorar e é consolada pelo amigo.

-não fique triste, eu tenho certeza que a jovem srta.vai sair ilesa. Tenho fé!-abraça a mulher.

Em algum lugar de Stacion Ligth:

-ahh! (Gemido) pare! Por favor!

-tudo bem. Agora é sua vez de chupar!

Jellal se levanta e ajusta as correntes as deixando mais baixas fazendo com que Lucy ficasse de joelhos. Logo ele arrasta uma cadeira para próxima da loira e se senta abrindo o zíper da calça lycra apertada e colocando a mostra seu pênis. 19 cm ereto a frente do olhar de Lucy, a garota olha com ódio para a cara do maior.

-agora vou ter que te chupar?! Hahaha! (Risada) esse seu pau até que não é feio, digamos que é muito bonito... mas querido eu já chupei uns maiores que essa merda!

-quem disse que tamanho é documento?! Agora chupa essa droga de pau vadia!-disferindo um tapa contra tal.

A loira abocanha o pênis de Jellal, ela subia e descia com a boca na rola do azul, e quando caia contava com a ajuda do próprio para voltar a chupar, já que seus braços estavam acorrentados.

-ahh (gemido) nem tente me morder sua linda! Chupa gostosinho! -enquanto acariciava a cabeça da loira.

Contudo Jellal passa a ajudar na lubrificação de seu pênis, movimentava a cabeça da garota e também o seu corpo, as vezes fazendo a menor engasgar em seu pênis quase a vomitar.

-acho que já está bom, você meu amor... (palmas)... tem boca de veludo!

-foda-se!-cuspindo, demonstrando nojo.

-hahaha! (Risada) zaganda ein?! Agora só falta saber se essa bucetinha gostosa me dará a mesma satisfação que senti com sua boca! -num tom sádico.

Erza, Natsu e Solano se iam para o antigo escoderijo de infância.

-nossa como você mora num bairro tão escroto! Eca, cheio de cocô de cachorro!-Solano tentando se “desviar” das muitas fezes de animais pelas ruas.

-foi nesse bairro que eu cresci! E mesmo que ele não tenha a infraestrutura correta continua sendo o meu bairro!-proclama a ruiva sabiamente.

-certo e falta quanto pra gente chegar lá?!-Natsu correndo na frente

-é logo virando a aquela rua!-apontando para o local.

-vamos fazer sexo! Afinal sexo faz bem a saúde!

- “sexo faz bem a saúde! ”... dane-se você e seus conceitos sadistas!

-cala a boquinha meu amor! Já já vou enfiar gostoso em você e olha! Sexo e proteção, camisinha sabor menta, pra arder hahaha (risada)- colocando a camisinha em seu pênis.

Jellal logo retira as correntes que prendiam a Lucy. Depois de desacorrentar Ele se deita na cama de pênis ereto.

-você acha mesmo que por vontade própria euzinha vou pular em cima de você e transar loucamente depois de tudo que você me fez?!

-Claro que não meu amor. Eu não sou burro é claro que eu tenho uma arma!-o garoto pega uma calibre 38 que guardava na bolsa.

-tão clichê!

Lucy se senta mas cima do colo do azul mas ainda não é penetrada, ficando com a vagina sobre a pênis do maior. Ela estava temerosa pois não queria entregar ainda sua pureza, que nunca teve, mas para ela transar era especial de mais.

-posso fazer uma coisinha que vai te deixar ainda mais excitado?

-o que seria? Opções são tudo numa boa transa!

-vou rebolar gostoso em cima do teu pau!

-claro!

A loira movia os quadris movimentando-se por cima do pênis de Jellal. O pênis pulsava e dava algumas contraídas de prazer.

Pensamentos de Lucy:

“É só enrolar esse merda, pegar a 38, atirar no ombro dele e sair correndo daqui... ”

Lucy é surpreendida quando o azul segura em sua em sua cintura e involuntariamente joga longe a arma, olhando-a com um sorriso sínico.

-agora vou concluir o que comecei.

Jellal penetra Lucy impiedosamente a fazendo soltar um alto gemido. A loira contrai a vagina por impulso e tenta sair daquele ato mas era forçada a permanecer naquela pose.

-ahh! (Gemido) que...que... ahh! (orgasmo)

-eu sei que você gosta meu amor.-iniciando o movimento de penetração vagarosamente.

O gemido alto de Lucy é escutado pelos garotos que chegam no antigo esconderijo de Erza.

-vocês ouviram?! Droga!!!-Natsu correndo para a casa.

-tome cuidado Natsu! Vamos pelo fundo urgente!

-Meu Deus, esse gemido... deve estar consumado! -Solano surpresa.

Jellal enfiava devagar o pênis em Lucy que não tinha muita ação além de gemidos. O garoto segurava os seios da loira e começa a aumentar a velocidade de penetração. A garota grita mais alto enquanto não sabia que prazer exacerbado era aquele.

-Natsu me desculpe! Me desculpe!-dizia baixinho Lucy enquanto lágrimas escorriam de seus olhos.

-o que?! Eu sou seu namorado! Eu!

Jellal joga violentamente Lucy na cama a deixando deitada, ficando de pé e aproximando-a de si a penetra sem dó, de forma violenta e animalesca.

-ahhh!!! (Gemido)-gemia alto a garota enquanto era penetrada sem parar.

-i-isso!!! Mais!!! Ahh!!! -Jellal.

Nesse momento Natsu arromba a porta vendo a amada sendo estuprada. O rosado entra em um ataque de fúria empurrando Jellal para trás o fazendo cair. Erza e Solano adentram por trás da cabana vendo Lucy e Jellal pelados.

-Natsu! Pessoal!!!-Lucy começa a chorar feito criança se jogando nos braços de Natsu.

-Lucy!Você... esse desgraçado te estuprou!

-Jellal, você decaiu bastante fazendo essa cena de horror com a garota!-Erza olhando para o azul.

-Meu pai do céu! Eu jamais imaginaria passar por essa situação!-Solano horrorizada.

-Solano, Erza saiam com Lucy daqui! Agora!

-Natsu não fique aqui sozinho... ele tem uma arma!-Lucy.

Jellal consegue pegar a arma que havia caído e aponta essa para os garotos.

-ninguém vai sair! Não até me entregarem meu amor!

-Calma Jellal! Você não era assim!-Erza tentando convence-lo.

-E-Erza, você?! Mas então foi você que os trouxe aqui?!-apontando a arma para a ruiva.

-não fique se achando só por que tem uma arma desgraçado!-Natsu.

-hahaha!!! (Risada) vocês me atrapalharam! Mas não vai ficar assim!

Solano estava escondida atrás no outro cômodo depois de se assustar com Jellal. Mas num momento nervoso a garota derruba uns móveis desviando a atenção de Jellal para ela. Neste pequeno momento de distração Erza chuta a mão do azul derrubando a arma, Natsu aproveita e pega a pistola apontando a Jellal que fica de mãos para cima.

-agora acabou playboy!-Natsu.

-eu não diria isso cedo.Aliás aqui tem uma bomba!

-o que?!-Erza

-escutou minha cara uma...

Jellal é interrompido com um soco na cara que o faz cair para trás. Erza havia o pego de surpresa e logo sorri.

-não me engane! Me lembro que você sempre ameaçava explodir a todo mundo. Mas não se passava de um blefe. E essa arma, hahaha! (Risada) é de brinquedo!

-o-oque?! ainda se lembra?!-Jellal surpreso.

-e como eu poderia esquecer maldito? Você era meu melhor amigo e meu grande amor!

-hahaha! (Risada) eu não ligo! Eu amo a Lucy!

Jellal dessa vez é atingido por um soco de Natsu. Esse também chuta os testículos do garoto os fazendo gritar de dor.

-miserável! Você não ama ninguém, porque quem ama cuida!

Lucy também acerta um soco em Jellal com o pouco de forças que restavam.

-isso é por ter me estuprado!

-vadia! Eu vou te pegar!

O azul se levanta no intuito de agredir Lucy mas Sol acerta uma cadeira em sua cabeça o fazendo desmaiar.

-e isso é por me fazer quebrar uma unha e por ferir uma amiga minha!

Barulhos de sirenes e vozes que cercavam a cabana, a polícia havia chegado. Logo Jellal já vestido era levado preso enquanto a imprensa filmava e transmitia tudo ao vivo. Lucy estava com os pais recebendo tratamento médico ao mesmo tempo que repórteres tentavam extrair um único depoimento da filha mais nova dos Heartfilia.

-estou bem papai! Só com umas feridas e esses machucados!

-minha filha, que bom. Ficaria furioso se ele te fizesse algo pior. Aliás se não fosse por esses heróis não estaríamos aqui felizes!

-verdade venham cá!-Laila chamando Erza, Natsu e Solano.

-obrigado!-Jude em alto e bom tom.

-de nada!-Erza.

-não tem de quê!-Solano.

-era só minha obrigação!-Natsu.

-papai, pra onde eles estão levando o Jellal?!

-pro lugar que ele merece minha filha, para onde ele merece!

Jellal chegava num reformatório juvenil. Ao chegar os policiais o jogam numa cela cheia de infratores de mesma idade.

-olha aí rapaziada, sua nova puta!-carcereiro.

-estuprador ainda por cima, pegou a colega e comeu a força!-carcereiro 2.

Vários detentos cercam o azul.

-putinha bonita em galera? Vamo?

-vamo!


Notas Finais


Parece que o Jellal vai ter o que merece. Nos próximos capts gente nova... bye bye e até logo meus zamores 💜😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...