História Heaven Beside You...Hell Within. - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alice In Chains, Audioslave, Pearl Jam
Personagens Chris Cornell, Eddie Vedder, Jeff Ament, Jerry Cantrell, Layne Staley, Matt Cameron, Mike McCready, Mike Starr, Personagens Originais, Sean Kinney, Stone Gossard
Visualizações 14
Palavras 1.270
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oooi,gente.
essas são a Marcella e Ana,primas da Maria,mais conhecidas como novas integrantes do grupão.
espero que gostem do capítulo de hoje.

Capítulo 12 - Surprise Party. Cap12.


Fanfic / Fanfiction Heaven Beside You...Hell Within. - Capítulo 12 - Surprise Party. Cap12.

Chegando ao prédio,Marcella começou a reclamar.

-É aqui que vamos morar? - Ela franziu a testa.

-Ai,garota,deixa de se fresca. Nós somos vizinhas do Eddie Vedder e do Chris Gostosão e lindo Cornell. Nossa prima é a quase namorada do Jerry Cantrell,e é amiga do Sean Kinney,Mike Starr e Layne Staley. Não está bom para você? -Ana disse já sem paciência com a irmã.

-É...pensando bem,não posso reclamar. -Marcella deu de ombros.

-Ai,estava com saudade das brigas de vocês. -Ri super feliz.

Subimos e as meninas deixaram as malas lá em casa,e fomos direto para a casa de Chris. Abrindo a porta,vi que estava tudo escuro. Ana acendeu a luz e todos gritaram.

-Surpresa!!!!! -E começaram a cantar parabéns,fazendo eu chorar de emoção.

-Meu Deus,eu amo vocês,de verdade. Obrigada por tudo.

-De nada,você merece. - Vick me abraçou toda feliz.

Agradeci meus amigos um por um. Cortamos o bolo,cantaram "com quem será",e depois começamos a conversar.

-Como vocês combinaram isso com as meninas? -Perguntei surpresa.

-Ah,eu pedi para Jerry pegar o número delas enquanto estivesse em sua casa,e então eu ligava para elas para acertarmos as coisas. -Vick falou se gabando.

-Ai,Vick,você sempre tem os melhores planos. -Dei um beijo em sua bochecha.

-Mas então,meninas,o que vieram fazer aqui?-Chris tentou ser amigável e como sempre,ele conseguiu. Ele super discreto, para não dizer ao contrário, falou diretamente para Ana.

-Bom,eu tenho 21 anos,só para saberem. Sou brasileira,como vocês já sabem e vim para fazer faculdade de medicina. -Enquanto Ana falava,Mike a olhava de cima a baixo.

-Eu tenho 23 anos,e vim tentar ter uma carreira de escritora por aqui. -Marcella foi super simpática,como sempre.

-Então vocês são mais velhas que a Maria? -Layne perguntou olhando para mim.

-Sim,Layne. Eu sou a mais nova daqui. -Bufei.

-Ooh,olha ela,toda bebê. - Sean sentou perto de mim e bagunçou meu cabelo.

-Meninas,vocês são muito bonitas -Mike disse lançando um olhar fixo para Ana,que o ignorou.

-Obrigada,Mike. -Marcella sorriu.

-Desculpe dizer isso,mas...vocês são bem diferentes para serem irmãs. -Eddie as olhou confuso.

-Muitas pessoas dizem isso,já estamos acostumadas. -Marcella riu. -Mas explicando tudo,nós somos diferentes porque somos irmãs de mães diferentes. Meu pai é brasileiro,e minha mãe é americana e morava no Brasil quando conheceu meu pai.
Já a mãe de Ana,é brasileira. Minha mãe descobriu que estava grávida de mim quando eles já estavam pedindo o divórcio,e um ano depois,meu pai casou com a mãe de Ana.

-Caramba,que confuso. Mas é legal essa mistura de brasileiros com americanos...um dia eu ainda irei ao Brasil. -Eddie falou com um sorriso direto para Marcella.

Estava nítido que havia um interesse por ali.

Depois de um tempinho,Ana,Chris,Vick e Sean começaram a conversar,enquanto,Eddie,Layne,Jeff,Stone,Mike e Marcella faziam competição com bebidas. Eu não lembrava de saber que minha prima era tão cachaceira assim.

-Tá tudo bem,minha baixinha? -Jerry se aproximou.

-Tudo ótimo. Obrigada por tudo. -Dei um sorriso muito sincero.

-Eu preciso te dizer uma coisa. -Jerry ficou sério,o que me preocupou.

-O que houve? Aconteceu algo? -Um desespero surgiu dentro de mim.

-Eu te amo,com todas as letras,com todos os seus defeitos e com todo o meu coração. -Jerry sorriu e seus olhos brilharam.

-Jerry...você me assustou. -Dei um tapa em seu braço. -Mas...eu também te amo,muito,desde sempre. -O puxei para perto e selei nossas bocas.

-Dorme comigo hoje. Daqui a 1 semana começam as turnês,e vamos ficar um tempo fora. Vou sentir sua falta. -Ele colocou alguns fios de cabelos atrás de minha orelha e depois colocou sua mão em meu queixo.

-Ai,Jerry,eu queria,mas as meninas chegaram há pouco tempo,preciso ajudar elas. Mas prometo que,de segunda até o dia da viagem,eu dormirei com você. Okay? -Olhei em seus olhos totalmente vidrada.

-Tá bom,aceito sua proposta.

Nos beijamos e ficamos abraçados observando nossos amigos.

Mike,foi se aproximando de Ana.

-Oi,Ana. Eu sou o Mike. -Ele estendeu a mão na direção dela.

-Oi,Mike. Eu sei quem você é. -Ana disse seca.

-Você é muito bonita. -Ele coçou a cabeça como se não soubesse o que fazer.

-Nossa,você tem fama de garanhão e é assim que chega nas meninas? -Mike ficou sem graça depois do comentário e saiu de perto dela.

-Ana,não precisa ser assim,Mike é uma boa pessoa. -Falei tentando faze-la mudar de ideia.

-Não importa. Não quero nada com ninguém. -Ana tinha uma personalidade difícil de lidar.

31 de outubro,domingo.

Depois de minha festa,ajudei minhas primas a arrumarem o apartamento delas,dei umas dicas sobre a cidade e tirei todas as dúvidas delas. Passei o domingo na casa delas e a noite,meu telefone tocou.

-Alô?!

-Maria,eu e Sean decidimos uma coisa.

-O que?

-Olha,você pode vir para cá? -Ela perguntou.

-Tudo bem,vou levar uma mochila para dormir aí e amanhã vamos juntas para a faculdade. -Desliguei o telefone e arrumei minhas coisas.

Passei na casa das meninas,e avisei a elas.

Pov Marcella.

Eu estava em casa com Ana,quando a campainha tocou. Era Eddie.

-Oi,Eddie. -Respondi meio sem graça por ter aqueles olhos azuis me encarando.

-Eu e Chris pedimos pizza,e aí nós pensamos em convidar você e Ana. -Eddie sorriu tímido.

-Ah,Eddie,obrigada pelo convite. Eu aceito,mas vou ver se Ana quer ir. Daqui a 5 minutos eu bato lá,pode ser?

-É claro.

Fechei a porta e fui falar com Ana.

-Olha aqui,sua chata. É o seguinte,o Eddie é um amor,além de ser super gato,e nos convidou para comer pizza com ele e Chris. E eu te peço,vá comigo. Eu estou super interessada no Eddie,mas não quero ficar sozinha com eles. -Eu implorava.

-Ai,tá bom. Eu vou,mas só porque o Chris é super legal... E gato.

-Legal. -Dei um beijo em sua bochecha e ela limpou. Vaca.

                            
                              (...)

-E foi assim que eu e Chris nos conhecemos. -Eddie dava uma mordida em seu 3 pedaço de pizza.

-Nossa,vocês são bem loucos mesmo. Gostei de vocês. -Ana por incrível que pareça estava sendo simpática.

-E o que vocês estão achando daqui? -Chris perguntou.

-Ah,eu estou gostando muito. Achei super bacana a forma como vocês nos receberam. -Enquanto dizia isso,troquei alguns olhares com Eddie.

-Sim,vocês são bem legais. Só o Mike que é bem grudento. -Ana fez careta.

-Ah,o Mike é um galinha,mas quando se interessa em alguém,ele não desiste fácil. -Chris riu.

-Relaxa,uma hora ele para. -Eddie dizia enquanto comia outro pedaço de pizza.

Pov Vick.

Eu estava meio eufórica e confusa. Estava esperando Maria chegar lá em casa. Meia hora depois de nos falarmos,Maria chegou.

-O que houve? - Ela perguntou enquanto me abraçava.

-Senta. -A puxei para o sofá. -Sean  veio aqui hoje e me fez uma proposta.

-Fala logo.

-Vamos ter um relacionamento aberto.

-Sério? -Não me segurei e comecei a rir.

-Sim. Bom,eu e ele gostamos um do outro. Porém Sean não quer namorar e eu também não, apesar de gostar dele. Achamos que isso é a melhor solução. -Ela deu de ombros.

-Vocês são doidos! Sabe que tem chances de dar errado né?

-Sei. -Ela suspirou. -Mas vou aproveitar enquanto der certo. -Ela sorriu.

Pov Ana.

Eu estava realmente gostando dos meninos. Eles eram bem simpáticos e amáveis. Marcella e Eddie estavam conversando bem interessados e eu estava apenas sentada os observando quando Chris passou na minha frente.

Sua altura,seu corpo magro mas levemente bombadinho e seu cabelos me faziam sentir um desejo por ele,que era até estranho. Tudo bem,eu já sabia quem era Chris Cornell e já tinha um crush nele. Tinha pouquíssimo tempo que eu tinha o conhecido pessoalmente,mas já estava interessada.

-Você tá bem? -Ele perguntou me tirando do transe.

-Eu? Ah...tô sim. Só estou meio... Entediada. A Marcella e o Eddie foram para a cozinha e me deixaram aqui sozinha.

-Hum.... Você gosta de que tipo de música?

-Eu gosto de rock,inclusive,Soundgarden é uma das minhas bandas favoritas. - Quando Chris ouviu isso abriu um grande sorriso.

-Ah,sério? Poxa,que legal. É muito bom saber disso...  Como eu sou uma pessoa muito legal -ele disse isso jogando os cabelos - vou te mostrar algumas músicas que escrevi para o novo álbum. - Chris me entregou umas folhas e eu as li atenciosamente. Ele realmente escrevia muito bem,e aquilo era ruim,pois depois de ler,eu comecei a ficar mais interessada ainda nele.



Notas Finais


huuuum,parece que Chris,Eddie e as novas integrantes estão interessados um no outro. Será que isso vai dar confusão?kkkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...