História Heaven Can Wait... (Imagine) - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Michael Jackson
Personagens Michael Jackson
Visualizações 25
Palavras 1.370
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 💖
Roupinha da noite❤️

Capítulo 26 - O tipo de amor certo!


Fanfic / Fanfiction Heaven Can Wait... (Imagine) - Capítulo 26 - O tipo de amor certo!

Por S/N...

-Estava ouvindo uma conversa perto da porta do quarto, levantei e me dirigi até a porta, a abri e vi Tory conversar com Michael.

–O que está acontecendo aqui? -Perguntei sem entender nada.

–O Michael... Estávamos...

–EU IRIA BEIJAR A ELZA! -Michael falou rápido e de olhos fechados, o olhei com nojo e desprezo.

–Você o que? 

–Não foi a mi-minha intenção, e-eu não sei o que aconteceu... -Tentou se explicar.

–Eu não acredito que você fez isso comigo... -Voltei para o quarto.

–S/N! Me desculpe eu não queria! -Michael tentou.

–Eu acho que vou indo, vocês precisam conversar e eu não quero atrapalhar... -Tory saiu.

–Amor eu juro que eu não queria foi do nada! 

–Se eu tentasse beijar alguém e dissesse pra você que foi do nada você não iria gostar ia Michael? -O encarei com lágrimas deslizando sobre o meu rosto.

–Eu te amo muito S/N, eu juro que não quero mais ninguém a não ser você!

–Eu não consigo mais acreditar em você... -Voltei a esconder meu rosto com a almofada da cama.

–Por favor eu faço qualquer coisa pra provar que eu te amo, eu não queria que tivesse que ser assim mais eu fiz besteira e eu reconheço... -Acariciou minha perna, eu nada disse apenas continuei do jeito que estava.

–Eu te amo e isso é tudo o que importa pra mim, você e as minhas princesas... -Levantou e saiu por aí.

Por Michael...

-Tentei provar o real amor que sinto por S/N mais ela está tão brava comigo que não quer nem olhar na minha cara, resolvi deixá-la esfriar a cabeça.

-Fui para o quarto de Katie e fiquei conversando baixinho com ela mesmo que a mesma não me entendesse e ainda estava dormindo.

–Sabe Katie sua mãe as vezes esquece o quanto a amo e eu idiota só acabo machucando ela, eu tento ser uma pessoa boa por que é isso que eu sou e que o mundo precisa mas às vezes interpreto as coisas muito mal e não enxergo o, talvez, mal nos outros...

–Eu amo a família que eu criei com ela, amo vocês duas, vocês são o meu mundo e é tudo o que sempre sonhei... -Segurei no berço da pequena e fechei os olhos.

-Me aproximei um pouco mais do berço e lhe dei um beijinho em sua testa, fiz o mesmo com Kessie e então pude voltar para o quarto, S/N não estava na cama, estava tomando banho, resolvi ir até seu antigo quarto para pegar o Cookie! O seu urso de pelúcia que eu havia lhe dado de presente.

-O peguei e voltei para o quarto, me deitei a cama abraçado ao Cookie e esperei ela sair do banheiro. Com alguns minutos depois ela saiu, estava de costas mais virei para observa-la. Ela estava linda vestindo apenas uma blusinha branca e uma calcinha fofa vermelhinha.

-Não fiz questão de me virar de volta... eu queria observa-la e como era perfeita só para mim, ela não olhou para mim mais eu não me importei com isso, ela não havia percebido que eu estava deitado com o Cookie.

–Você está linda! -Comentei hipnotizado em seu corpo. S/N sorriu mais logo voltou a ficar séria. Eu precisava tê-la de volta para mim e iria fazer de tudo.

-Me sentei por cima das pernas e pus o Cookie em meu colo.

–Perdoe o Michael, ele te ama S/N! -Mudei minha voz me passando pelo Cookie.

–Cookie... -Encarou o enorme urso em meu colo, ela estava hipnotizada pois fazia um bom tempo que S/N não dormia com ele ou conversava.

-Ela então pulou na cama e o abraçou ali mesmo em meu colo o que me deixou bastante surpreso, ela realmente sentia falta dele.

–Me perdoe S/N... -Passei minha mão em seus lindos cabelos.

–As coisas não são tão fáceis assim Michael! -Ela está chateada mais calma agora.

–Nós iremos nos casar amanhã mesmo ouviu?

–Co-como assim?

–Nós iremos nos casar amanhã mesmo! -Lhe empurrei contra a cama e a beijei.

–Michael! -Me chamou a atenção.

–Me enlouqueça como só você sabe S/N! -Me virei e a pus sentada sobre meu colo.

–Você não merece! -Soltou um sorrisinho gostoso.

–Eu faço o que for preciso para ter o seu corpo colado ao meu! -Sussurrei enquanto encarava cada detalhe de seu rostinho lindo e fofo.

–Não sei não... -Insistiu, eu então levantei e fui até minha gaveta e retirei uma fita branca de dentro dela.

–Eu sei que você também me quer! -Falei convicto.

–Você é mesmo muito orgulhoso não é? -Me encarou com um olhar malicioso e desafiador.

–Sou realista! -Me aproximei lentamente de volta a cama e então me sentei na mesma posição de antes. –Estenda as mãos! -Mandei, S/N apenas obedeceu ainda com aquele olhar e sorriso malicioso e desafiador.

–Você é louco! -Falou baixo.

–Somos loucos de amor! -Terminei o laço e novamente com mais agressividade a empurrei contra a cama e coloquei suas pernas apoiadas a minhas coxas, a acariciei lentamente com movimentos de ida e volta.

-Fazia os movimentos e a encarava que constantemente mordia seus lábios, retirei meu terno e minha camisa, mudei os movimentos indo agora para a sua cintura até chegar em seus seios por debaixo da blusa.

-S/N ofegou e deixou um pequeno gemido manhoso escapar o que foi suficiente para que eu ficasse ainda mais excitado, devagar baixei o zíper de minha calça e a retirei, passei minha mão sobre o meu membro por cima da cueca e com a outra mão toquei na intimidade quase molhada de S/N que novamente gemeu baixinho.

–Isso S/N geme pra mim... -Pedi tomado pelo prazer do momento que ocorria vagarosamente. Retirei sua calcinha e a joguei para algum lugar do quarto.

-S/N sorria constantemente para mim e eu entendia bem o que ela queria, pus meu membro para fora da cueca e o posicionei em direção a sua intimidade, lentamente ia esfregando o mesmo nela.

–Uh é! -Gemia cada vez mais sensual. A penetrei rápido o que foi inevitável não gemermos juntos, não comecei devagar fui o mais rápido que podia o que fazia com que a cama tremesse bastante.

–Você é só minha! -Queria deixar claro enquanto olhava em seus olhos e a estocava com mais força e mais rápido, Não consegui mais resistir e gozei nela.

-Eu com certeza não iria parar por ali, só estávamos começando! Lhe dei um beijo carinhoso e então a levantei, a fiz sentar sobre meu membro de costas para mim.

–Cavalgue sobre mim agora! -Mandei apertando sua cintura, S/N me obedeceu e então logo começou a se movimentar, ela não podia se apoiar em nada pois estava de mãos amarradas.

-Ela gemia manhosa já eu com uma voz mais forte e grossa. Levantei e sentei a ajudando com os movimentos de baixo para cima até que a deixei tomar novamente o controle.

–Isso! Isso! -Era bastante eletrizante o que passava pelo meu corpo ali naquele momento a sentindo subir e descer sobre mim daquela maneira ousada e bastante agradável.

-Meu corpo pedia por mais e já estávamos bastante suados aquela altura.

(...)

-Sentei na beirada da cama e desamarrei S/N, levei suas mãos para trás e as amarrei novamente.

–Prove de mim... -Sussurrei em seu ouvido e novamente me apoiei sobre as mãos na cama, e a deixei trabalhar com sua boca, S/N estava realmente gostando do que estávamos praticando.

-Ela então começou a me engolir de uma só vez e a me chupar com vontade, retirava seus cabelos de seu rosto e amarrava um rabo de cavalo com minha mão para ajuda-la com os movimentos de "vai e vem".

-Eu já estava quase lá, retirei meu membro de sua boca e ejaculei sobre o seu rostinho, S/N sorria perversa ela queria e estava gostando daquilo. A joguei contra a cama e a fiz abrir bem suas pernas para mim.

-Não perdi tempo para beijar e chupar sua intimidade com a mesma vontade que ela quando feito em mim, enquanto usava minha língua para brincar com o seu clitóris, passeava com minhas mãos por todo o seu corpo.

-S/N ofegava e já não conseguia resistir aquilo, ela então gozou, usei minha língua para prova-la, subi de volta a cama e a trouxe comigo em meu colo, a beijei e juntos acabamos dormindo, estávamos bastante exaustos.


Notas Finais


🔥🔥🔥🔥🔥🔥🔥👀🔥🔥🔥🔥🔥🔥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...