História Heir Of Love : Herdeiro Do Amor - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias A Vida Secreta de uma Adolescente Americana
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Ficção Adolescente, Romance
Visualizações 8
Palavras 637
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


B
O
A

L
E
I
T
U
R
A
❤️

Capítulo 4 - Isso é uma Desculpa?


Fanfic / Fanfiction Heir Of Love : Herdeiro Do Amor - Capítulo 4 - Isso é uma Desculpa?

Ainda estou de costas para a porta do elevador. Seven avança e põe uma mão contra o espelho por trás de mim. Ele me olha nos olhos com um olhar sério, ouço o meu coração bater.



Ana: O que você quer me dizer, seven?



O olhar dele transforma-se num olhar desolado.



Seven:  Queria pedir desculpas por ontem.



Ana:- Eu rapidamente me liberto 



Tento chegar ao outro lado do elevador, mas o seven agarra lentamente o meu pulso.



Seven:  Saio cedo, saio do hotel dentro de uma hora. Não quero mesmo te deixar com uma imagem ruim de mim.



Ana: A imagem é tudo para você?



Seven olha para o lado e parece que respira fundo. Pergunto-me onde é que está conversa irá nos levar.



Seven: É muito mais complicado do que você pensa... Há o que eu possa mostrar e..... Há coisas que não posso.



O elevador pára no piso do estoque, estou prestes a sair. 



Ana: tenho um emprego de garçonete esperando por mim.


Seven morde os lábios, envergonhado, eu saio da cabine.




Seven:  Não aja dessa forma, Ana....



As portas do elevador voltam a se fechar e eu me viro para ele. Ele olha para mim intensamente, depois o seu rosto desaparece. Eu fico no corredor por alguns segundos pensando nas palavras dele. Acho que ainda me sinto magoada pelo episódio de ontem à noite. Conto os minutos até ao fim do meu turno. Os meus olhos estão fixos no relógio da tela do caixa. Depois sinto o meu telefone vibrando e então eu o pego discretamente.



Mensagens on

Lee: olá Ana, tenho dois bilhetes para um show esta noite.
Lee:você não pode recusar desta vez, tem que ir comigo.

Ana:  eu realmente não quero sair, lee. 

Lee: faça um esforço, você precisa relaxar.

Ana:  Eu te mantenho informado lee. 
Ana: ainda estou no trabalho.



Coloquei o telefone no bolso e olhei para o bar. Conheço os olhos do meu chefe, ele reparou em mim, não há dúvidas. Ele abana a cabeça apertado os lábios como alguém que irritado. Baixei a cabeça e retome o que estava fazendo antes da mensagem.  São quase oito horas, pego o meu telefone para responder o lee.

Ana:  eu recuso o convite e peço desculpas
Lee: vou acabar esquecendo você, você sabe. Tenho um bom descanso então, espero vê-la em breve.



Sinto - me tão submissa às minhas responsabilidades que parei de sair. Respondo ao lee pedindo-lhe que não se zangue comigo e saio pela porta do  Hall. Guardo cuidadosamente o meu telefone, tendo a certeza de colocá-lo no bolso. E então, devido a falta de atenção, acabo indo em direção à uma pessoa que está à minha frente. E então, de repente, percebo uma silhueta tomando forma e fico petrificada de espanto.


Seven :não se magoou?


Ana: estou muito bem, obrigada.




Seven esboça um sorriso misterioso e confiante. 



Seven:  tem certeza que está tudo bem?



 Eu olho para o seven e me pergunto qual seria o verdadeiro motivo de sua presença. 



Ana: tenho que ir, seven



Viro-me, mas mais uma vez, seven agarra o meu braço para me segurar.



Seven: lhe devo uma pela carteira. Vamos esquecer a história da noite passada, pode ser?  Sai comigo está noite, quero te agradecer.




 Eu observo o seven com cuidado, ele parece determinado, eu hesito em lhe responder e então continuo. 



Ana: já tinha planos para esta noite.



Seven:  vamos juntos, então



Ana: isso não é uma boa ideia.



Seven: só quero retribuir o favor. Não há nenhum outro motivo. É importante para mim.




Eu sempre seguro meu telefone na mão e fico olhando para o seven sem saber o que dizer. Ele me olha com um olhar profundo e sério, me sinto estranha e confusa. Não sei qual é a melhor coisa a fazer, mas tenho que responder agora. 



Ana:- Eu me recuso a ir com ele. 


Notas Finais


Bom Dia

13:51


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...