História Heir of Power ( imagine Jimin e Jungkook ) - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Harry Potter
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bruxos, Bts, Drama, Harry Potter, Hoseok, Imagine, Jimin, Jin, Jungkook, Lobisomem, Magia, Namjoon, Romance, Sobrenatural, Taehyung, Vampiros, Yoongi
Visualizações 106
Palavras 5.452
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltchei! Disse que voltava semana passada mas só terminei o cap agora.

Tem ação e putaria, tudo que eu sei que vocês gostam, então aproveitem :3

Capítulo 20 - A força do time 8.


Fanfic / Fanfiction Heir of Power ( imagine Jimin e Jungkook ) - Capítulo 20 - A força do time 8.

Dois dias haviam se passado desde o incidente envolvendo Jungkook e até agora o jovem não entende o motivo de seus pais terem retirado o pedido de transferência de uma hora para a outra. Sabe que não foi seu desaparecimento que os fizeram mudar de ideia, talvez nem tenham se importado, e também ouviu do próprio diretor que não foi ele o responsável por mudar a decisão de seus pais, mas que também não iria dizer quem foi.

O diretor, assim como algumas pessoas que tem contato com o garoto, não entendem como este consegue ser tão ingênuo quando se trata da Karter. Ela sempre esta lá para defende-lo ou intervir ao seu favor, mas o único que não percebe isso é o Jeon. O sátiro sabe que não faz de propósito, o lobisomem ainda é muito novato quando se trata de relacionamentos com as pessoas, mas realmente espera que ele acorde e veja que suas chances com a garota são muito maiores do que esta pensando. 

As pessoas não fariam tanto por alguém se não sentissem absolutamente nada por esta pessoa.

— Pronta para mais um desafio? — Jimin se aproxima da mais nova sentada no banco do refeitório. Não é comum encontra-la sozinha, sempre esta acompanhada de Tiffany, Jungkook ou Taehyung.

— Tsc, não poderia estar menos preparada. — ela é sincera e solta um riso sem humor. O mais velho passa a mão por suas costas, fazendo-lhe um carinho singelo para tentar tranquiliza-la.

Pode fazer apenas dois dias que o bruxo disse aquelas palavras, mas a garota já sente uma mudança drástica em sua personalidade e sabe que ele esta fazendo isso por si próprio e não para agradar as pessoas a sua volta. É gratificante ver que pode ter sido sua atitude tão dura que o fez chegar a esta conclusão. 

Jimin pediu desculpas a Jungkook após o mesmo ter saído da enfermaria, depois de esquentar-se para não correr mais nenhum perigo. O lobisomem, como já era de se esperar, perdoou o mais velho e disse que não guarda rancor nenhum do bruxo, por mais babaca que este já tenha sido consigo. Agora os dois até conseguem se cumprimentar sem que nenhum queira matar o outro dois segundos depois.

— Meu braço ainda dói, minha cabeça ainda esta um turbilhão com tudo que aconteceu com Jeon e ainda não sei o que diabos aconteceu com meus poderes na arena. Não sei como irei me sair neste desafio, seja qual for. — Jimin consegue sentir a tensão que toma conta do corpo de _______. 

— Relaxe, provavelmente será um desafio de grupo, estaremos lá para ajudar. — a Karter sorri para o bruxo e instintivamente encosta a cabeça em seu ombro, fechando seus olhos e aproveitando a energia boa que o Park lhe passa. Os dois estão, de certa forma, tão íntimos quanto eram a um tempo atrás, quando seu treinamento começou. É bom ter a companhia do platinado novamente. — Onde estão suas companhias? Te abandonaram hoje? — ______ nega levemente com a cabeça e coloca a mão no colo do bruxo.

— Jeon esta com seu irmão, Taehyung com seus primos e a Tiffany esta com seus pais. Todos querem aproveitar a família que não veem a algum tempo. — Jimin entrelaça sua mão com a da garota ao vê-la fechar os olhos calmamente e se perder em pensamentos, provavelmente tristes, sobre sua família. _____ sente o calor dos dedos do bruxo envolverem os seus e aperta a mão deste com certo carinho, em busca de algum sentimento de proteção. — E você, por que não esta com seu pai? — ela acaricia a palma da mão do mais velho com o polegar, desenhando pequenos círculos imaginários.

— Não temos a melhor convivência do mundo, mesmo que não pareça. Já me contento em vê-lo apenas nas férias. — _______ sente certa tristeza ao pensar que diversas famílias pensam desta mesma forma; que quanto menos se verem é melhor. Mas não pode julga-las, as vezes as ações de seus próprios parentes podem ser tóxicas para você mesmo. — Quer fazer alguma coisa para distrair? O internato é todo nosso. — ______ sente os lábios fartos do bruxo em contato com seu pescoço. O maior deposita pequenos beijos em sua pele e sua mão acaricia sua coxa com lúxuria por baixo da mesa do refeitório

_______ engole em seco ao ver que não conseguirá impedir que o bruxo suba sua mão até o interior de suas coxas e arranhe levemente o local, pois seu corpo quer isso e controla-lo sempre foi um problema. Jimin mantem o rosto apoiado no ombro da Karter, como se estivesse falando consigo para as pessoas que passam por eles e se dão ao trabalho de olhar para ver o que os bruxos mais famosos do internato estão fazendo juntos.

A jovem sente um arrepio subir por toda sua coluna no momento em que os dedos de Jimin esbarram em sua intimidade. A garota não sabe se foi proposital, mas o Park aproveitou a situação para acariciar o local com movimentos verticais, começando da entrada da garota e subindo até seu clitóris. Mesmo por cima da calça jeans, ________ consegue sentir sua intimidade começar a pulsar com os simples movimentos do bruxo.

— J-Jimin, estamos no refeitório. — o mais alto abre um sorriso ao observa-la agarrar o tecido de sua própria calça a procura de controle.

A visão, deliberadamente simples por estarem em público, de _______ se segurando para não ceder aos seus toques, mesmo querendo, é como uma obra de arte da qual o Park pagaria milhões para ter exclusivamente para si e ficar observando durante horas. Suas bochechas ganham uma cor rosada, seu lábio inferior sofre por conta das diversas mordidas que a garota da em si para segurar um murmúrio indecente e sua respiração fica pesada a medida que este a toca para estimula-la.

— Estamos no refeitório, mas mesmo assim você não esta afastando minha mão. — a jovem sente uma gota de suor escorrer por sua nuca ao sentir o hálito de Jimin bater contra sua orelha e sua voz rouca ressoa por seus tímpanos, como se fosse um convite extremamente indecente do qual é difícil recusar. — Esta tão incomodada por estarmos em público assim? Pois não parece. Esta estampado em suas expressões que esta delirando com simples toques meus. — a gota d'água para a Karter foi ver o maldito sorriso de lado do bruxo brotar em seus lábios, sinalizando que esta sentindo-se superior por conseguir deixa-la neste estado na frente de todos.

— Não acha que ainda esta muito esnobe, Park Jimin? — __________ resolve entrar em seu joguinho sujo e leva sua mão até o membro coberto do Park. Seus dedos massageiam a area com calma, como se aproveitasse cada centímetro do membro encoberto de Jimin. O bruxo deixa um suspiro pesado escapar por seus lábios, fazendo-o tapar a boca no mesmo instante. Um garoto que esta sentado a frente dos mesmos os olha confuso e com certo julgamento no olhar. — Parece que você é mais vulnerável a meus toques do que eu.

No momento em que Jimin se vê completamente entregue as simples carícias da mais nova, ele tenta tomar os lábios desta na frente de todos, sem se importar com o que vão pensar. Nunca imaginou que uma mão acima de sua calça o faria ficar duro em questão de segundos. Nem uma veela conseguiu ter este efeito em Jimin, por que uma simples bruxa o deixa tão necessitado?

O bruxo só consegue se lembrar de uma pessoa que o faz ter sensações na mesma, ou até em maior, intensidade....

— Opa, opa. — o dedo indicador de ________ é a única coisa separando seus lábios no momento, pois seus rostos estão tão perto que quem esta os vendo de longe, com o cabelo da garota tapando certa parte da cena, se surpreende por realmente achar que eles estão se beijando. — Se quer isso, temos que ganhar este desafio. — ela bate leve com o dedo nos lábios entreabertos de Jimin e se separa dele, levantando em seguida.

— Como assim? — ele tenta alcançar o braço da garota antes desta se afastar, mas é inutil. O Park sabe que não pode se levantar ou  todos no local irão ver o problema que se instalara no meio de suas calças.

— Se ganharmos hoje, eu sou toda sua. — ______ não se importa de dizer tal frase em voz alta, todos estão ocupados demais com suas próprias vidas para prestarem atenção no que esta acabara de ditar ao Park. Mas o bruxo esta mais atento do que o esperado, pois apenas estas palavras foram o suficiente para ele sentir um arrepio subir por seu corpo ao imagina-la entregue a si novamente. — Mas se perdermos, terá que trabalhar muito mais para ter o quer. — o sorriso diabólico no rosto da mais baixa faz Jimin questionar se ela é realmente o anjo que aparenta ser ou se é o verdadeiro demônio.

Talvez _______ Karter seja o pior tipo de demônio, aquele que vem disfarçado como um perfeito anjo e te prende em suas garras maléficas, deixando-lhe apaixonado por seu doce encanto enquanto o toma para si com sua lúxuria.

Ao ver a Karter saindo do refeitório sem nem olhar para trás, o bruxo olha para baixo e solta um suspiro, deitando sua cabeça na mesa logo em seguida; derrotado. Sabe que não sairá de seu lugar tão cedo. 

Essa foi a prova que ele precisava para ter certeza do demônio que a garota é. Nenhuma outra pessoa faria a covardia de deixar alguém com uma ereção no meio de dezenas de outras pessoas, incluindo alunos, crianças e familiares.

[...]

Sua respiração já se encontra desregulada e os músculos de suas pernas se contraem, sentindo-se exausta por estar correndo a tanto tempo. 

_______ olha para o lado, onde Jimin corre no mesmo ritmo que o seu. Há uma gota de suor escorrendo ao lado de seu rosto e consegue ver o peito do mesmo oscilar freneticamente, indicando que esta tão cansado quanto a Karter. 

Já, Jeon Jungkook, esta a frente dos mesmos, correndo como se tivesse acabado de levantar de sua cama com todas suas forças renovadas. O lobisomem apressa o passo floresta proibida adentro, vendo ao longe diversos grupos matando bestas aleatórias para ganharem seus pontos do desafio.

 

Ninguém entende os motivos de Namjoon ter inventado uma prova dentro da floresta proibida. O diretor sempre fora extremamente rigoroso com relação a este local e do nada decide deixa-los adentra-lo para executarem uma prova? Não faz sentido algum para nenhum dos estudantes lá dentro, mas nenhum tem outra escolha a não ser abater as bestas que encontrarem para conseguirem seus pontos.

— Vocês realmente são os mais fortes do internato? — Jungkook para a alguns metros a frente dos dois, vendo-os se aproximarem de si com dificuldade.

— Somos os bruxos mais fortes, não um ser que tem resistência física de uma verdadeira besta. — o Park responde afiado, olhando com certa impaciência para o mais novo. 

Não gosta desta superioridade que Jeon esta demonstrando.

— Jimin! — _______ o repreende por se referir ao mais lobisomem assim.

— Ele esta certo, _______. Minha resistência é a mesma de diversas bestas aqui dentro, não é nenhuma ofensa. — o moreno explica simples e se vira rapidamente, ouvindo passos se aproximando deles. — Fiquem apostos, tem algo se aproximando.

Jimin e ______ olham para o chão, sentindo-o vibrar abaixo deles. Ambos engolem em seco e olham para a frente, receosos com o que irão encontrar.

O trio já tem 80 pontos e precisam de mais 20 para passarem no desafio. Não podem deixar isto passar. O tempo esta acabando.

Jungkook deixa suas garras a mostra, liberando junto suas presas. No telão, seus pais conseguem vê-lo melhor e sentem a apreensão tomar conta deles, com Junghyun ao lado, observando o irmão com um brilho nos olhos. Se Jeon perder o controle em frente ao caçula, será um desastre.

Os três mantem-se parados, apreensivos com o som dos passos chegando mais perto e nada do ser falar algo. O que pode indicar que é irracional, deixando-os com ainda mais receio. Os mais irracionais são os mais perigosos, não percebem o perigo e só estão disposto a matar, sem o menor medo.

O lobisomem arregala os olhos e da um pulo para trás ao ver um vulto passar a centímetro de seu rosto e logo após a árvore que estava ao seu lado é atirada longe. 

— U-Um ogro. - ele comenta se colocando quase ao lado dos bruxos, um pouco a frente para protege-los de qualquer ataque. — Não deixem que ele os acerte com aquele porrete, os transformaria em carne moída na hora. 

— Bom saber disso, realmente me tranquiliza. — a menor diz, observando aquele ser de oito metros aproximando-se deles.

O ogro tem uma coloração cinza, com diversas crostas de sujeira espalhadas por seu corpo. Seus olhos são amedrontadores e sua boca se mantem aberta, deixando um filete de baba escorrer incessantemente pela mesma. Em suas mãos esta um porrete com diversas estacas presas, sem contar no sangue que colore a ponta do objeto.

— Ele deve ter ferido algum dos alunos mais cedo. — Jimin faz a observação ao perceber que o sangue ainda pinga no chão, indicando ser fresco.

E realmente, o ogro acabara de tirar uma das equipes do campeonato. A equipe 3 continha dois elfos e uma sucubbus, nenhum deles continha feitiços de longa distancia ou grande resistência, o que acarretou na quase morte de Carlos, um dos alfos que fora atingido na lateral de seu corpo pelo porrete. 

O trio concordou com uma rendição e imediatamente os enfermeiros do local se precipitaram até os jovens para levar Carlos até a enfermaria. Se Jonathan não tivesse mantido a perda de sangue controlada com seus poderes, seria morte certa ao amigo.

Algumas pessoas que mantem seus olhos no telão, cerram os punhos tensas, temem que os três acabem como a equipe 3.

— Feitiços não funcionam com ele. — ______ arregala os olhos ao ouvir as palavras de — Já li sobre ele e é uma espécie rara, teremos de usar a força bruta se quisermos derrota-lo. — ele olha para Jimin por cima do ombro, vendo-o assentir sem receio.

— Foque nos olhos dele com suas garras, o resto deixa com a gente. - ele olha para o lado, observando o rosto petrificado de _______ em direção ao ser que se aproxima em passos lentos. — Ei, é a primeira vez usando suas técnicas de luta, me orgulhe. — ele sorri de lado, quase brincalhão e recebe um aceno de cabeça distraído.

Jeon não pensa duas vezes antes de se precipitar em direção ao ser. O ogro não demora a revidar e abaixa o porrete na direção de Jungkook, que corre em linha reta em sua direção. O objeto faz um estrondo ao encontrar-se com chão, logo após o lobisomem ter pego impulso para o lado e desviado de seu ataque.

Seu irmãozinho solta um grito animado da plateia, sem perceber o verdadeiro perigo ao qual seu irmão se encontra.

Jungkook agarra a pele extremamente grossa do ogro, sentindo dificuldade em cravar sua pele na mesma. Ele da dois passos para cima, sendo jogado longe pelo balanço de perna do ser.

— Tsc. — solta ao se colocar ajoelhado em um joelho no chão. O lobisomem limpa um filete de sangue que escorre de sua boca ao ter atingido a árvore e olha sério para a besta.

Seus pais cerram os punhos ao verem os olhos de Jugkook ganharem uma coloração vermelha e o filho toma a forma de lobo em questão de segundos. Mesmo que ele tenha mantido sua transformação da primeira vez, sabem que é questão de tempo até que perca a cabeça.

O lobisomem volta a agarrar a perna no ogro, dessa vem com as unhas em seu tamanho real. As mesmas conseguem cravar na pele, que se assemelha a couro, da criatura. O ser solta um grunhido de dor e balança novamente a mesma, mas o lobisomem se mantém agarrado a ele sem dificuldade.

Ao finalmente acordar de seu transe, _______ deixa seu posto e se aproxima do ogro, percebendo que o ser tentava acertar o mais velho com seus braços. A besta tem sua atenção tomada pela bruxa, que balança os braços para distrai-lo. A menor vê o porrete vir em sua direção, mas consegue dar uma cambalhota no chão e desviar a tempo do objeto.

Jimin a  observa com um sorriso no rosto, orgulhoso ao ver a destreza da mais nova. Na primeira semana de treinamento, a Karter mal conseguia prever seus socos mais lentos.

Jungkook se encontra sobre o ombro do ogro, já conseguindo sentir o cheiro de enxofre que exala de sua boca. O moreno olha rapidamente para baixo, sinalizando para que Jimin finalmente se mova em direção aos pés do ser.

A plateia solta um grito ao, em um movimento quase rápido demais para os olhos acompanharem, verem os olhos da besta explodirem contra as garras de Jungkook. O moreno fecha os olhos ao sentir o sangue espirrar em seu rosto.

O ogro solta um grunhido de dor e no mesmo instante agarra o lobisomem que, em um momento de distração com o sangue voando em si, deixou ser pego pelos dedos enormes do ser. 

— Jeon! — ______ grita ao ver o maior voar contra uma árvore. O mais velho solta um grito agonizante e cai no chão, encolhendo-se no chão com a dor em suas costas. 

— Deixe-o! Nosso foco é aqui! — Jimin grita segurando-a pelo pulso. A Karter olha, com o cenho franzido, durante alguns segundos para o lobisomem, balançando a cabeça e voltando a atenção ao ogro. - Foque nos pés dele e não se esqueça do porrete. - ela assente e corre na direção dos pés do ser. 

A menor olha para os pés dele durante alguns segundos, assim como Jimin, sem saber o que fazer. Não há nada afiado o bastante para feri-lo e seus poderes não funcionam contra ele... e é quando uma luz, literalmente, se faz presente a sua frente.

— O-O que é isso? — maior parte da plateia, principalmente Namjoon, se levantam para observar melhor aquele momento. — M-Meus poderes parecem mais fortes... — um sorriso, quase melancólico, brota nos lábios do diretor ao, finalmente, ter certeza do que já desconfiava.

A bruxa olha para suas mãos, sentindo as ondas de poder pulsando acima da palma de suas mãos, como se escapassem de seu corpo por não terem mais espaço e uma luz creme adorna as mesmas, em uma imagem ladina.

— E se... — e com estas mesmas mãos, rapidamente, _______ molda uma espada de gelo, afiada e resistente o suficiente para cortar uma pedra sem se quebrar. — Jimin! — em um ato quase desastrado, o bruxo consegue pegar o objeto antes que atinga o chão.

— Boa ideia. — ele fita os dedos do ser. — se não podemos feri-lo com nossos poderes, vamos usa-los para criar algo que possa. — ela assente sorrindo e, em um ato sincronizado, ambos desferem suas espadas contra dos dedos do ogro.

O ser de oito metros grita, caindo no chão logo em seguida. Ele tenta levantar-se, mas se colocar sentado e a única coisa em seu alcanse.

Ambos os bruxos esquecem-no por um tempo para irem ate Jeon, que acaba de voltar a sua forma normal e tem sua cintura coberta pelo casaco da mais nova, que se recusa a virar o rosto para olha-lo.... mesmo que algo dentro de si queira incansavelmente.

— E-Estou bem. — ele responde sorrindo fraco para não preocupa-los. 

— Posso ter a honra? — o Park pergunta levantando levemente sua espada e recebe um aceno de cabeça dos mais novos.

O bruxo sobe em cima do peito do ogro que, em uma tentativa de se levantar novamente, caiu deitado. A plateia mantem seus olhos focados no de cabelos cinzas e veem-no suspirar calmamente, antes de, em um ato de raiva, fincar a espada no coração da besta.

Jimin finca a espada diversas vezes, retirando-a e voltando a perfura-lo até que sinta-se mais leve. O Park grita enquanto seus amigos o veem agarrar a espada e despencar de joelhos.

_______ sorri fraco ao vê-lo descontar suas emoções na besta abaixo de si. Todos precisamos de um momento como este.

No telão, a imagem do numero 20 se faz presente, fazendo com que os três suspirem a aliviados por finalmente estarem livres destes monstros por hoje.

[...]

A porta do quarto bate mais alto que o esperado, fazendo com que ambos afastem seus lábios para sorrirem brincalhões. Qualquer pessoa que passa por perto no momento conseguiu ouvir o baque violento do objeto.

— Tem certeza que não tem perigo? — a menor pergunta levemente receosa para o Park, que simplesmente nega com a cabeça e tenta tomar seus lábios em um movimento necessitado. — Jimin, é sério. — ________ espalma suas mãos no peitoral alheio e afasta seus rostos, olhando-o séria. 

— Relaxa, o Hoseok provavelmente ficará bêbado e não voltará tão cedo, o Louis esta na enfermaria depois que seu grupo foi eliminado. Ninguém vai entrar. — ele acaricia o rosto da Karter, observando cada um de seus traços. 

Ela suspira e para durante alguns segundos, pensando se devem realmente fazer isto agora. Ela sabe que todos estão comemorando a vitória dos grupos no último desafio, inclusive ela e Jimin deveriam estar junto de Jungkook, comemorando a vitória de sua equipe, mas ela havia prometido para o bruxo que se ganharem ela seria dele, e Park Jimin não a deixará pagar outra hora. 

— Quer descer e participar da comemoração? — ele suspira derrotado e afasta levemente sua mão da cintura que segurava a segundos atrás. — Não vou obriga-la a nada. — o bruxo a encara durante longos segundos, esperando uma resposta, que parece demorar a aparecer na mente da menor.

— Entrei no mar para nadar, não? Então é isso que vou fazer. — em um movimento rápido, _______ agarra a barra de sua blusa, puxando-a para cima e jogando-a ao lado de seu corpo.

Jimin sorri com sua resposta e a puxa pela cintura novamente, colando seus corpos, que queimam em necessidade. ______ entrelaça o pescoço do mais alto e toma seus lábios abruptamente, exalando luxuria em cada movimento de sua língua dentro da boca do outro. 

_____ sente o Park agarrar suas nádegas, puxando-a para mais perto dele. Seus quadris friccionam-se um contra o outro, enquanto seus lábios desfrutam um do outro, com todo o desejo que há guardado em seus corpos. A bruxa, com certa dificuldade por não querer separar-se do mais velho, retira a camisa do mesmo com lentidão, perdendo seus olhos no abdômen tão conhecido por si, mas que sempre insiste em hipnotizada com tamanha sensualidade.

Após longos segundos perdida na pele alva do Park, ________ levanta a cabeça e, sem tempo de fazer algo, sente a mão ágil de Jimin em contato com seu seio, ainda por cima do sutiã. Com uma mão, o maior acaricia o colo da Karter, enquanto sua outra perde-se nas costas da mesma, abrindo o feixe de sua lingerie. ______ termina de afastar as alças da peça de seu sutiã de seu ombro, jogando-o sobre sua blusa no chão. 

Agora é a vez de Jimin se perder nos seios da menor. Seus olhos observam-na durante algum tempo, antes de agarra-los com suas mãos vorazes, que desejam senti-los contra seus dedos mais uma vez. ______ o puxa para um beijo demorado e afoito. Ela o sente massagear seus seios com as mãos, apertando-os de vez em quando. Jimin a ouve arfar contra seus lábios, que se enlaçam aos dela em movimentos rápidos e sem nenhum ritmo, eles apenas estão seguindo seus desejos momentâneos.

Enquanto a lua sobe aos céus, a mão de Jimin desce pelo corpo de _______, finalmente encontrando-se com o zíper de sua calça, que é a única coisa impedindo-o de alcançar o local que deseja com tanta ganancia. A Karter sente os dedos gelados do Park encontrarem-se com sua intimidade, que não demora a pulsar com o desejo de senti-los dentro de si.  Ele sorri contra os lábios dela ao ver o quanto _______ já esta molhada apenas com seus beijos e caricias. A mais baixa abre levemente as pernas para dar passagem aos dedos de Jimin, que pousam sobre seu clitóris calmamente, sem fazer quaisquer movimento. 

As pernas de _______ tremem de imediato, correspondendo ao primeiro movimento de Jimin. Ele faz movimentos verticais, ouvindo-a arfar baixo. Eles cessam os beijos e se entre olham intensamente. A medida em que os dedos de Jimin trabalham para estimula-la, ela morde seu lábio para segurar qualquer ruído involuntário.

Os olhos da mais nova vão em direção ao teto do quarto, mantendo-se ali durante alguns segundos ao sentir Jimin friccionar seus dedos em sua entrada, instigando-a a invadi-la a qualquer momento. 

— Percebi que gosta disso, Park. — _______ comenta sorrindo safada, demonstrando o minimo do quanto esta desconcertada com as provocações do mais velho. — Mas aposto que não gosta quando faço com você. — a mão sapeca da menor desce pelo abdômen do bruxo, parando acima de seu membro coberto pela calça, que já demonstra estar desperto. Ela franze o cenho ao sentir a mão do mesmo em contato com a sua, parando-a no mesmo instante.

— Hoje eu que mando. — _____ olha para suas costas assim que o Park começa a empurra-la para trás, o suficiente para que ela bata suas costas no armário e sua mão é presa acima de sua cabeça por Jimin, que a segura com certa força. — Não conseguirá fazer seus joguinhos comigo, Karter. — ele sorri ao ver os olhos da mais baixa serem cerrados com pressa. 

_______ morde o lábio ao sentir dois dedos de Jimin invadirem-na sem que ela estivesse esperando. A jovem abre sua boca, soltando um gemido arrastado assim que o mais velho começa com seus movimentos de vai e vem dentro de si, atingindo-a em seu ponto G diversas vezes.  

Jimin aproxima seu rosto da garota, desfrutando de suas expressões entregues ao deleite. Seus lábios estão entre abertos e seu peito oscila freneticamente; ele sente as coxas de ______ fecharem-se contra sua mão algumas vezes, indicando que esta fazendo seu trabalho mais que corretamente.

— Tira isso e quero você de quatro ali. — os olhos contrariados da menor encaram o jovem assim que ele para com seus movimentos. Ele aponta para sua cama, antes de puxar a calça da menor para baixo, indicando que quer aquela peça no chão o mais rápido possível.

_______ apenas assente a sua ordem e retira sua calça, sem tirar os olhos do rosto de Jimin, que se delicia com seu gosto a medida em que coloca seus dedos na boca. O bruxo lambe toda a extensão de seus dedos, fechando os olhos para imergir cada vez mais no sabor da Karter.

Os olhos fascinados do Park fitam cada passo dado pela mais nova em direção a cama com cuidado. ______ se coloca de joelhos sobre o lençol do mesmo, sentindo a maciez destes. Jimin morde o lábio, agarrando seu pênis por cima de sua calça ao cruzar olhares com a bruxa por cima do ombro da jovem: ela o olha com maliciosidade e desejo, comprimindo seus seios um ao outro, instigando-o a se aproximar o mais rápido possível. Sua outra mão passeia por sua barriga até chegar a seu clitóris, onde começa com movimentos circulares. _______ precisa que o mais velho sacie seus desejos urgentemente, antes que seu corpo se desfaça em chamas, pois esta queimando com a ideia de te-lo dentro de si depois de tanto tempo.

— Vai ficar me olhando ou vai me lembrar dos motivos pelos quais eu sempre volto 'pra você? — essa fora a gota d'água para Jimin soltar um riso safado e desfazer-se de suas calças sem qualquer dificuldade. O corpo da Karter o chama e a imagem dela deliciando-se com sua intimidade é demais para resistir, é como se toda a razão tivesse esvaído-se de si e a única coisa que importa no momento é tomar aquele corpo para si e ouvi-la gemer seu nome durante todo o resto da noite.

______, que estava de olhos fechados enquanto se masturbava, sente um tranco no corpo por conta do susto que tomou ao sentir a mão de Jimin encobrir a sua, acompanhando seus movimentos por sua vagina. O Park agarra a cintura da jovem, roçando seu membro nas nádegas da mesma. A Karter deixa outro gemido escapar por seus lábios com o atrito do membro do mais velho contra sua pele e a sensação de suas costas coladas no peitoral de Jimin é algo inexplicavelmente excitante. A sensação de estar completamente a merce do mais velho é uma das melhores que a bruxa já sentiu.

Ele poderia ficar a noite toda apenas ouvindo-a gemer baixinho enquanto seus dedos exploram seu interior, como se ainda não o conhecesse, mas seu pênis pulsa em desejo e se não toma-la para si, teme que goze apenas com a imagem da mesma em deleite sobre seus dedos. 

O Park se afasta rapidamente da mais nova para pegar um preservativo e envolver seu pênis no mesmo. Em um movimento brusco, _______ tem suas costas empurradas para frente e cai de quatro no colchão. Ela olha acima de seus ombros e morde o próprio lábio com força suficiente para faze-lo sangrar ao sentir-se expandir com o pênis do outro entrando em si com velocidade e ganancia. 

— F-Filho da puta. — Jimin solta um riso travesso e agarra seu quadril, fazendo com que, a medida em que estoca a garota, seus corpos batam um ao outro, causando um atrito delirante. 

______ contrai seu interior contra o membro do Park, sentindo uma onda de prazer percorrer o colo de seu útero. Jimin leva seus olhos para o teto e ali os fecha, imaginando cada uma das expressões que estão no rosto da mais nova: desde expressões de puro prazer até as que expressão leve dor ao senti-lo bater contra seu ponto G.

A menor se vê obrigada a abaixar sua cabeça e encosta-la no colchão, segurando gemidos que batem contra seus lábios querendo sair. Seus dentes cravam contra seu braço e ali deixam marcas de descontrole, com seu corpo sentindo os movimentos de Jimin contra si fica extremamente difícil manter sua sanidade intacta e segurar-se para que ninguém a ouça.

— Pode parar, quero te ouvir gemer meu nome a noite toda. — _______ xinga Jimin mentalmente ao ter seus cabelos agarrados pelos dedos, levemente gordinhos, do bruxo e seu tronco se coloca ereto a frente do mais velho, que agarra sua cintura, em um ato de possessividade e leva seus lábios até a orelha da jovem. — Quero que todos que estiverem por perto saibam por quem você esta gemendo. 

Dito e feito: Jimin distancia levemente seu quadril de ______ e, em um movimento violento, estoca seu interior com agressividade, fazendo-a soltar um gemido extremamente alto sem controle algum, mais pela dor do que qualquer coisa, mas não é algo que a incomode. O Park sente a vagina da garota apertar seu membro e sua mão, a procura de certo controle para não gemer junto dela, agarra a cintura da Karter, sentindo cada átomo de sua costas contra seu corpo. 

Respirações descompassadas e gemidos arrastados; sons de estocadas nenhum pouco delicadas e o baque da cama na parede, estes são os únicos sons que ecoam no quarto de Jimin e alguns alunos, na tentativa de chegarem até seus quartos, franzem o cenho e alguns até sorriem safados ao ouvirem os sons pronunciados pelos lábios da Karter. Poderiam até ficar ali para ouvirem tudo, mas a ética os impede de tal ato.

— J-Jimin... eu vou.... — ______ agarra a coxa de Jimin, em um movimento levemente desastrado por não estar vendo-o atrás de si e com a outra mão o puxa para um beijo selvagem e molhado. 

Ela geme contra os lábios fartos do jovem e sente suas pernas tremerem, assim como todo seu corpo ao ter a onda de prazer percorrendo toda sua coluna, pernas, colo... até chegar em seus lábios e ali se libertar em um quase grito. O Park, que movimentava seus dedos no clitóris da menor enquanto a estocava, larga a cintura da mesma e a vê cair de quatro novamente a sua frente, com a respiração oscilante e debilitada por conta do orgasmo. O mesmo aproveita o momento para aumentar seu ritmo e, em questão de segundos, seu gemido, do qual sente-se envergonhado por não ter conseguido conter, bate conta os ouvidos atentos de _______, que sorri vitoriosa por ouvi-lo tão entregue a si.

Ela sente o corpo de Jimin cair sobre suas costas e seus lábios beijam seu pescoço com carinho, tudo sem sair de dentro da mais nova.

— Acho que se lembrou do por que volta para mim, não? — ele morde o lóbulo da mais nova e dedilha as costas da mesma com os dedos. — Porque eu te fodo como ninguém nunca fodeu.

 


Notas Finais


TeamJungkook NÃO PERCAM AS ESPERANÇAS, PROMETO QUE TERÃO SUA VEZ :3

Voltando a ressaltar que EU NÃO SOU, NEM DE LONGE, ALGUÉM QUE ESCREVE UM BOM HENTAI, mas estou tentando melhorar, então não percam a fé em mim :3

O que acharam das cenas de ação e hentai? Podem falar. E o que será que foi aquela luz nas mãos da protagonista??

Bjinhos e até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...