1. Spirit Fanfics >
  2. Heirs Of Olympus (Taekook-Vkook) >
  3. Aviso

História Heirs Of Olympus (Taekook-Vkook) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


*Jimin pov's.
*Novos personagens aparecendo.
Estou dando meu máximo 💜Taekook tá rolando kkkkkkk graças a Deus.

Capítulo 4 - Aviso


Fanfic / Fanfiction Heirs Of Olympus (Taekook-Vkook) - Capítulo 4 - Aviso

(EM ALGUM LUGAR LONGE DO ACAMPAMENTO)

- Meu querido primo, finalmente resolveu aparecer. – uma garota entrou pela porta dizendo.

- Tem certeza de que é ele irmã? – a outra que estava sentada perguntou.

- Já tinha o visto antes, é ele tenho certeza.

Um homem com roupas pretas adentrou o local e foi em direção ao um trono que lá tinha e se sentou olhando para as garotas.

- Pai, qual será o próximo passo? – a que estava em pé, disse e se sentou.

- Esperar.

(🏕️)

Taehyung acordou com batidas na porta e se levantou para atender.

- Bom dia! Dormiu bem? – Jin estava ali.

- Bom dia, claro, essa cama é macia e confortável como não dormiria bem.

- Sua casa é muito bonita. – disse olhando em volta da sala.

- Minha mãe construiu e decorou para mim.

Outra batida foi escutada na porta, Jimin chamou Taehyung e Jin para tomar o café da manhã no refeitório do acampamento. Eles esperam até que o acinzentado terminasse sua higiene e descesse para ir.

No refeitório, ao entrar ele foi buscar seu prato do café da manhã, e se sentou junto aos outros. Seus olhos foram em direção a pessoa que estava em sua frente, Jungkook já o encarava o que resultou em uma troca de olhares intensa, Taehyung sentiu suas bochechas queimarem, provavelmente estava todo vermelho de vergonha, em meio aos olhares o moreno passou a língua entre os lábios, foi a gota d’água para ele, sua mente foi a pior inimiga naquele momento. Ele virou o rosto para Yoongi e J-Hope que viam para a mesa.

- Está pronto para o jogo de hoje? – J-Hope se sentou e virou para Taehyung.

- E qual vai ser? – olhou para os dois a frente.

- Bom, é de duplas, cada um no acampamento já tem uma, vamos usar a arena dessa vez. pra vencer precisam derrotar todas que lutarem.

- Isso parece difícil e eu não tenho uma, então não vou participar. – O acinzentado disse e voltou a comer.

- Você pode ir com o...- o quase citado, se levantou e foi até a mesa que o grupo estavam sentados.

Taehyung quase engasgou quando percebeu que o moreno estava indo para a mesa, abaixou a cabeça para o prato em sua frente e esperou pelo que viria a seguir.

- Taehyung? Pode vim aqui? – O moreno perguntou e olhou para o acinzentado que fingia não ouvir.

Os meninos que estavam na mesa, ficaram chocados com a interação direta de Jungkook. Taehyung se levantou e segui o moreno até a saída do refeitório.

- Pode falar. – falou com tom de raiva.

- Está bravo? Se quiser pode voltar lá pra dentro.

- Me chamou até aqui fora para nada? Sério? Eu estava comendo. – falou se virando para a entrada. Sentiu seu pulso ser segurado e puxado para frente novamente.

- Vai me escutar ou quer ir comer, Taehyung? – Falou arrastado, e olhou para o acinzentado, que corou com o olhar do moreno sobre si.

- O que está esperando? Fala. – viu o moreno o soltar e ir em direção a floresta.

- Você vem?

Taehyung o seguiu desconfiado, por que a floresta, ele não podia dizer ali? Mas continuou. Eles foram andando e Jungkook não falava nada, Taehyung já estava cansado de andar tanto, até que chegaram ao um lugar aberto, parecido com o que Hermes havia o levado no outro dia.

- Pegue. – jogou um espada para o acinzentado que pegou e o olhou desentendido.

Jungkook sem avisar deu o primeiro golpe e foi bloqueado com rapidez, Taehyung estava perdido, foi arrastado até o meio da floresta pra uma luta, que ridículo.

- Se quisesse lutar era só me pedir. – falou revirando os olhos. O moreno riu de ladino e foi para perto do acinzentado.

- Em outras circunstâncias adoraria te ver revirando os olhos. – riu da cara que o outro fez.

Dessa vez, Taehyung atacou e chutou o moreno que apenas se levantou e foi em direção ao acinzentado, o mesmo foi se afastando até bater as costa em uma árvore “MALDITA SEJA ESSA ÁRVORE”. Taehyung sentiu a respiração de Jungkook próxima a sua, levou suas mão até o peitoral do moreno na tentativa de o empurrar mais foi falho, foi preso pelos braços de Jungkook sobre a árvore o deixando sem saída. A aproximação do moreno a sua frente, fez com que Taehyung prendesse a respiração e olhasse nos olhos de Jungkook.

- Posso?... – O moreno perguntou olhando para os lábios do acinzentado.

Taehyung não sabia o que fazer, parado ali vendo o moreno o comer com os olhos, não evitou olhar para a pele branca do mesmo, seus fios morenos sobre os olhos, a boca rosada, ele é perfeito, ficou tão encantado com a beleza do moreno que não percebeu a aproximação do mesmo, seus lábios se juntaram.

As mãos do moreno foram até a cintura de Taehyung e juntou seus corpos mais ainda, o acinzentado não estava processando o que estava acontecendo, Jungkook pediu passagem, que demorou mas foi cedida para o mesmo, o ósculo se aprofundou ainda mais quando Tae levou sua mão até os fios do moreno, a mão de adentraram a camisa de Taehyung e passeava com ela por todo o abdômen do mesmo, Taehyung cedeu totalmente a Jungkook.

- JUNGKOOK! CADÊ VOCÊ? O JOGO JÁ VAI COMEÇAR. – Alguém não conhecido por Tae gritou.

O ósculo foi separado por um empurrão de Taehyung em Jungkook, o moreno o olhava com um sorriso nos lábios e cada canto do rosto do acinzentado, então deu um beijo rápido e se afastou indo em direção a voz que o chamava.

- Vai ficar aí? – se virou vendo Taehyung parado.

- N-não, já est-estou indo. – Taehyung estava tentando entender por que cedeu um beijo ao moreno e por que ainda desejava que continuasse.

- O que estavam fazendo? – um menino alto perguntou com tom desconfiado.

Taehyung olhou para o moreno ao seu lado e o viu rir baixo, “infeliz”.

- estávamos treinando, ele vai ser minha dupla então queria ver se ele é bom. – disse e depois olhou para o acinzentado dando um sorriso.

- Espera um pouco, desde quando vou ser sua dupla? É claro que não. – olhou ao moreno incrédulo.

- Sehun, estávamos nos be-

- Eu vou ser a dupla dele no jogo. – disse forçando uma risada.

- Sei, essa tensão sexual que exala de vocês me diz outra coisa. – Falou se virando e indo para a arena.

 Estava sem palavras, o comentário fez com que Taehyung lembrasse do beijo, e passasse a língua nos lábios.

- Quer outro beijo Tae? – riu alto da cara assustada do outro.

- Se fizer aquilo de novo eu acabo com você.

- Estou morrendo de medo, está vendo? – fingiu tremer as mãos. – Esse não vai ser o primeiro e nem o último.

Antes de se virar para seguir o outro, foi até Taehyung e o beijou novamente, sendo cedida a passagem para Jungkook novamente. O ósculo foi separado por Jungkook rindo e se virando para poder seguir o amigo.

Mesmo se culpando, cedeu de novo, Taehyung estava perdido em relação ao moreno, o que ele estava fazendo? E por que? São respostas que apenas Jungkook podia responder.

Na Arena foi encontrar os amigos que estavam nas arquibancadas para a primeira luta. Taehyung havia perdido a introdução do diretor, por causa do “ treino” de Jungkook com ele.

- Tae você vai participar com o Jungkook? – Namjoon perguntou se inclinando na arquibancada para poder olhar pra o acinzentado.

- Ele disse que eu seria a dupla dele, não questionei, eu queria participar. – mentiu.

- Entendi, mas saiba que Jungkook não é fácil, ele quer tudo do jeito dele, bem irritante. – Como se ele já não soubesse.

Todos voltaram a olhar o centro da arena, duas pessoas de cada lado  foram entrando no centro. Taehyung não sabia dizer quem eram as duas da outra dupla, mas sabia que uma delas continha Baekhyun e alguém mais alto.

- Quem é aquele com o Beak? – resolveu perguntar.

- Chanyeol filho de Baco, Deus do vinho. – Yoongi respondeu rápido, a luta estava preste a começar.

Os quatro foram pegar suas Armas, todos com suas espadas foram para suas posições de batalha. A luta começou com uma das meninas da outra equipe caindo no chão, Baekhyun era muito rápido nos movimentos com a espada e ágil e Chanyeol defendia cada ataque com precisão, uma força incrível e extremamente habilidoso.

Sua atenção foi para uma pessoa que subia a arquibancada, Jungkook o encarava enquanto subia os degraus em sua direção, podia jurar que seu coração errou batidas.

- Depois dessa somos nós, você tem que me escutar e seguir exatamente o que eu dizer. – disse olhando para a luta que acontecia a frente.

- Pra começo de conversa eu nem concordei com isso.

- Você não tem dupla e nem eu, então era a única opção, a não ser que queira que eu te treine mais um pouco. – riu nasal.

- Você é inacreditável, Tudo bem mas vai ter que me escutar também. Eu vou analisar nossos oponentes e te dizer exatamente o que fazer, entendeu?

- Claro. – os olhos se encontraram, causando gelo na barriga de Taehyung. O que ele está a fazendo comigo? Que sentimento é esse? Ele odeia a falta de resposta dentro de si, mas não iria tirar as dúvidas com Jungkook por medo da resposta.

- TEMOS A DUPLA VENCEDORA!! – Taehyung quebrou o contato olhando para o centro novamente. – Baekhyun e Chanyeol são os vencedores da primeira luta.

Jungkook levantou estendendo a mão para Taehyung, que estranhou o gesto, apenas ignorou e se levantou e foi andando, deixando um moreno com um sorriso no rosto.

Eles foram para a entrada da arena, se ajeitarem para início da luta.

(JIMIN POV’S)

Taehyung e Jungkook entraram após o anúncio da segunda rodada. O moreno parecia confiante já era de se esperar, só estava um pouco preocupado com Taehyung, já que ele não dominou totalmente seus poderes em combate, mas o que ele já sabe pode o ajudar a vencer.

Jimin ficou mais preocupado ainda quando viu quem seria a dupla rival dos amigos, Namjoon e Jin entraram logo após, ele olhou pros amigos e viu a cara de assustado de Taehyung.

- Yoongi? Quais são as chances deles ganharem?

- Por Jungkook ser muito forte e Tae também, são no máximo 60% de chance, Namjoon e Jin não vão pegar leve, justamente por saber o tamanho da força de Jungkook.

- Isso é interessante e ruim ao mesmo tempo. – olhou para o azulado e então para a arena.

Os três estavam com espadas em mãos, apenas Namjoon estava com uma arma diferente, um tridente. A luta iniciou com Jungkook atacando Namjoon e Tae o rosado que estava em sua frente, a espada e o tridente foram jogados longe por Taehyung, ele usava seus poderes psíquicos. Poderes não são proibidos, poucos dos semideus do acampamento usam em jogos, eram uma surpresa Taehyung usá-los.

Jungkook estava se saindo bem como sempre, até ele parecia explodir de raiva, não sabia o que estava acontecendo, quando o moreno lançou Namjoon longe e os dois se viraram para Jin, o acinzentado fez algo com a mão e uma arma parecida com uma lança apareceu em suas mãos, e Jungkook apenas puxou sua espada que foi lançada para longe pelo acastanhado.

Eles lutavam em uma harmonia incrível, Jin conseguiu segurar por um tempo, mas logo foi jogado pelo chão, os fios do morenos se tornaram vermelhos nas pontas, dando sinal de seu poder divino e Taehyung estava com os fios cinza naturais, só que mais brilhosos do que o normal, sua forma divina era perfeita.

- A DUPLA DE JEON JUNGKOOK E KIM TAEHYUNG VENCEU, O QUE ACABOU DE ACONTECER, ALGO INESPERADO POR TODOS, ELES MOSTRARAM SUAS FORMAS DIVINAS E SEUS PODERES, O QUE ACONTECEU? APENAS ELES TEM AS RESPOSTAS.

(TAEHYUNG POV’S)

Jin era muito forte, suas habilidades com espada eram inigualáveis, Taehyung optou pelos poderes, percebeu que seus conhecimentos com espadas era abaixo do nível dos seus oponentes, Jungkook estava lutando contra Namjoon, quando sua áurea se expandiu rapidamente, Namjoon disse algo? Ele não sabia ou foi apenas por querer dele, joguei as armas dos dois para longe, foi um reflexo do momento, uma boa escolha, Jungkook jogou Namjoon longe, seus fios mudaram de cor, Taehyung ficou surpreso, pois nunca tinha visto nada igual, mas não teve tempo de ficar observando.

- Vamos Taehyung. – Jungkook o olhou como se tivesse algo  mais a falar, mas não podia dizer.

Os ataques foram todos sincronizados, como se tivessem ensaiado cada movimento um do outro, Jin desviava de cada um deles, até que se perdeu e foi jogado para o chão. Taehyung olhou em volta e viu os dois se levantando e caiu na real.

- Eu fiz isso? – Olhou curioso para o moreno que voltava ao normal.

- Você fez, se continuarmos assim vamos vencer, apenas quero entender seus poderes, parecem bem misteriosos. – disse se aproximando de Taehyung.

- O que pensa que está fazendo? - falou ao ver o moreno tão perto de si.

- Não se preocupe, vou só pegar a sua espada, ou quer alguma coisa além disso? – olhou para Taehyung com um sorriso nos lábios.

- Vamos sair daqui logo, está ocupando o tempo dos outros. – disse ao entregar a espada ao moreno.

Eles caminharam a saída da arena, e foram em direção a arquibancada, mas pararam ao ouvir a voz do diretor.

- Por hoje são só essas duas, todos vão para o refeitório fazer a refeição e amanhã continuamos o resto das lutas, lembrando as quatro duplas que ficarem no final vão se enfrentar e as duas que sobrarem vão lutar e o vencedor vai ser anunciado.

Taehyung virou nos calcanhares e foi para o refeitório junto a Jungkook que o puxou para si e roubou um beijo do mesmo, e continuou andando como se nada tivesse acontecido.

- Por que faz isso? Me beija e me deixa sem entender nada e o por que faz.

- Não quero compromisso, se quiser que eu pare, basta dizer. – ele olhou para Taehyung e sorriu.

- Não é isso, eu apenas quero saber. – falou e olhou para baixo.

E logo sentiu uma mão em seu queixo o puxando para cima, e seus lábios tocarem os de Jungkook.

- Você é realmente intrigante e misterioso, me chamou atenção desde que chegou, eu quero você.

- Você acabou de dizer que não quer compromisso. –  Sentiu suas bochechas queimarem de vergonha com as palavras do moreno.

- E precisa ser um relacionamento? – falou e olhou fundos nos olhos do acinzentado.

- Não dis- foi cortado por um beijo demorado, que Jungkook logo pediu passagem para o mesmo, que cedeu rapidamente, Taehyung levou suas mãos aos fios morenos o puxando ainda mais para perto de si. Jungkook desceu a mão até a cintura e segurando fortemente.

- Vejo que estava certo. – a voz do amigo de Jungkook se fez presente. – não subestime um filho de Pothos.

- Sehun, e sua perfeita habilidade de interromper algo. – disse puxando Taehyung para o refeitório.

- Vai me deixar falando sozinho? seu idiota!! – foi totalmente ignorado.

(QUEBRA DE TEMPO)

Taehyung estava em sua casa, junto a Jimin, Jin, Namjoon, Yoongi e J-Hope. Eles conversavam sobre o que aconteceu na luta entre Taehyung e Jin, mentiras foram ditas e os mesmos riram muito a tarde toda, ao anoitecer todos foram para casa. Taehyung subiu para seu quarto, tomou um banho demorado, se vestiu com uma roupa confortável e se deitou, quando estava quase caindo no sono um barulho na janela despertou Taehyung, ele foi até a janela e abriu. Tomou um susto quando uma coruja entrou em seu quarto e pousou em uma das decorações, que por algum motivo era para aves ficarem. Taehyung reconhecia a coruja de algum lugar. Observou os detalhes da  coruja, e lembrou onde a reconhecia, uma pintura que Jimin o havia mostrado a alguns anos, de sua mãe, que na época não sabia, com ela tinha um coruja que em todas as pinturas de Atenas ela a acompanhava. Uma pequena coisa em uma das suas pernas chamaram a atenção de Taehyung, ele foi até ela com calma e tirou um pequeno papel que tinha ali e abriu.

“ Ele te achou” a única coisa escrita no papel, a coruja abriu voou e saiu pela janela aberta, e foi fechada por Taehyung, ele estava estático, a coruja que é representada com sua mãe, foi até sua casa dar um aviso? Ele quem? Quem me achou, as perguntas sem respostas foram surgindo deixando Taehyung sem rumo, e ele decidiu perguntar ao seus amigos primeiro sobre isso, talvez eles saiba alguma coisa que pode ajudar.

Ele deixou o papel em uma caixinha e a guardou. Ele já estava ficando paranoico, pensar demais era uma das coisas ruim e boas de ser filho da deusa da sabedoria, não era bom pensar em uma coisa sem resposta e ele apenas quis ignorar até o outro dia, ele se deitou em sua cama e se cobriu, teve um leve sensação de ser observado, mas não quis pensar muito que realmente estava sobre vigilância de alguém. O sono chegou e ele dormiu.

( DO OUTRO LADO DA BARREIRA)

- Aquela deusa irritante, mandou a coruja para ele, o que será que estava escrito?

- “ MEU QUERIDO FILHINHO, SEU TITIO ESTÁ ATRÁS DE VOCÊ, SE ESCONDA” – falou em deboche e riu alto.

- Irmã seja respeitosa, ela é deusa da sabedoria, mas é tão inteligente que mandou a coruja maior que tinha. – as duas riam.

- devia ter matado essa coruja nojenta quando tive a chance.

Elas olharam para a casa de Taehyung um última vez.

- Estou ansiosa pelo nosso encontro querido primo. - as duas sumiram em seguida.


Notas Finais


O Surto veio KKKKKKKK
Amanhã vou para aula, então não é certo ter episódio, mas vou tentar escrever amanhã mesmo ok.
Esperto que tenham gostado e até a próxima🐯💜💜🐰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...