1. Spirit Fanfics >
  2. Helena ao início (vampiro) >
  3. Prelúdio para o desastre

História Helena ao início (vampiro) - Capítulo 83


Escrita por:


Capítulo 83 - Prelúdio para o desastre


Uriel tinha um ar preocupado, contemplando as estrelas no horizonte. Pareceu se esquecer que eu podia ouvir os seus pensamentos, e deixou escapar algumas informações sobre o novo casal. O híbrido, com quem me casei, havia se casado com minha irmã gêmea. Nos pensamentos dele, eu iria sofrer por causa disso. Mas, na real, eu não lembrava nem o nome dele. 

Era cedo da noite, quando chegamos na Romênia. Lembrei da minha casa, eu a comprei e mobilhei. A minha gêmea foi quem nos atendeu. Um moreno surgiu atrás dela e me encarou como se contemplando um fantasma. Levou um segundo para vir me abraçar.

_ Helena... Como isso é possível?

Eu não sabia o que dizer, foi o Uriel quem explicou o que aconteceu, para todos, depois que entramos. Estávamos jantando, eu observava meus adolescentes. Lembrava deles bebês, e de todas as suas fases até os doze. 

Ficamos hospedados em quartos separados, mesmo que eu quisesse o Lui comigo. O Uriel é muito chato e todos acatam as suas ordens. Eu não.

Fui para o quarto do Lui assim que o movimento diminuiu.

 Mas antes, depois do jantar, passei um bom tempo com os meus filhos. Jogamos basquete na quadra externa. Meninas contra meninos. Eram muito habilidosos, em três dias eles ganhariam garras e, ficariam muito melhor.

No interior da casa, os adultos conversavam sobre mim. Parecia ser um grande problema a minha amnésia.

O Jacob propôs _ Por que não obrigamos o Marcos a consertar isso? _ ouvi enquanto jogava.

_ O Marcos está morto _ o Uriel esclareceu finalmente _ Ele me pediu isso mais uma vez e, eu cedi. 

_ E agora? _ o Jacob soou a decepção.

_ Agora nós vamos ter que viver com isso _ o Will estava igualmente decepcionado.

O Lui era o único que não se manifestava. Estava tudo bem para ele. Sendo franca, para mim também.

As florestas da Romênia são únicas. Estávamos reunidos para a estreia dos novos membros da alcatéia. Algumas imagens disso, em um passado semelhante a outra vida, me vinham a mente. Eu fui parte dessa alcatéia, mas agora, eu tinha a minha própria família. Reconheci os meus entre os muitos lobisomens. Híbridos, como eu, outros, além de mim, o Lui, o Will e o Jacob. O Uriel era um mistério no meu radar. Não sabia bem, o que ele era.

_ Você... O que aconteceu com você, Helena? _ uma velha senhora me saudou de perto.

_ Perdi minha memória _ tentei justificar, algo no jeito dela me incentivou, parecia me querer bem.

_ Não foi só isso que você perdeu, perdeu a sua alma. Onde está o seu coração?

Que tipo de pergunta era essa? _ Eu... _ neguei sem saber como responder, ou entender o que ela dizia.

_ Mama _ chamaram-na e ela se afastou hesitante.

Senti um certo alívio, com isso, não nego.

Minhas crianças viraram lobisomens. Senti um impulso me levar junto e não só eu. Todos corremos juntos, até o Uriel. Na corrida, me perdi do Lui, embora ele fosse o meu alvo. Estava em uma imensa plantação de girassóis, quando alguém me pegou em um abraço quente. Aquele cheiro que me confundia. Era o Uriel.

Sua ardente paixão me envolveu. Foi impossível resistir, mesmo tentando e, eu tentei. A confusão mágica, que unia todas a mentes presente naquela corrida, entorpecia os sentidos, de modo que, tudo parecia um sonho. A noite foi quente e a manhã nos despertou para a realidade.

Vesti minha roupa e me afastei dele, sem falar. O seu interesse sobre mim, naquele olhar, ele queria conversar, mas eu não. Fui de volta para o local do início, onde estavam meus sapatos.



Notas Finais


❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...