História Hell -- Second Season - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber, Ryan Newman
Personagens Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais, Ryan Newman
Tags Criminal, Vingança
Visualizações 301
Palavras 1.775
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hay peoples tudo bom? Espero que sim.
Obrigada por todos os comentários no capítulo passado <3

Na capa temos: Arielle

Boa leitura ;)

Capítulo 15 - "Ela teve coragem de me vender"


Fanfic / Fanfiction Hell -- Second Season - Capítulo 15 - "Ela teve coragem de me vender"


A mansão estava silenciosa, ninguém ousava falar nada já eram 6 da manhã e ninguém podia entrar no quarto até que Arianne acordasse. 

Ah sim não se esforce muito. — A médica conversava com alguém dentro do quarto. Ela sai de lá e caminha até nós. — Está tudo bem agora meninas, Arianne está fora de perigo mas ainda precisa dos aparelhos para ajudá-la na respiração. — Ela sorri nos tranquilizando. — Se quiserem vocês podem vê-la. 

— Eu vou primeiro. — Ariella se levanta afoita. A morena entra no quarto fechando a porta atrás de si. 

— E aí algum sinal dela? — Jazzy pergunta a Josh que chega no corredor e se junta a nós. 

Nada. — Ele estava preocupado. — eu tentei de tudo, liguei, perguntei para todo mundo mas ninguém vê ela desde ontem. — ele esfrega as mãos no rosto e bufa em frustração. 

Arielle tinha sumido completamente, não há  nenhum sinal dela em qualquer lugar. Josh está preocupado. Mamãe seria a única que poderia cuidar disso mas com ela nesse estado será difícil. 

Jazzy cuida da Ariel. — Justin se levanta. Encaro ele sem entender. — vamos, eu vou te ajudar a procura-la, sabe que estamos enfrentando um inimigo perigoso ele quem atirou em Arianne pode ter muito bem pego Arielle. 

Josh muda de cor. 

— E-eu não tinha pensado nisso. — Seu olhar era intenso ele estava realmente preocupado. — Acha que ele pode ter a levado? 

— É uma possibilidade, afinal ele estava atrás de Ariel e todas elas são muito parecidas. — Justin diz deixando Josh mas angustiado. 

Os dois saem juntos prontos para resolver qualquer problema antes de Arianne saber. 

— Acha que Arielle foi sequestrada? — Pergunto a Jazzy que dá os ombros. Arielle sem foi a mas de nós, era muito difícil ver ela em algum problema. 

— Se ela foi pega pode se preparar para ver o Josh em ação. — Jazzy responde respirando fundo. — Ariel você não acha estranho? 

— O que ? 

— Se for mesmo como Justin supôs, Arielle nunca foi exatamente o alvo dele e sim você, e não teria motivos para ele mudar de irmã assim tão derrepente. — Me aproximo mais dela. — Não acha que as coisas estão calmas? Se ele queria mesmo derrumar mamãe e nossa família a chance perfeita será ter atacado essa madrugada enquanto estávamos vulneráveis com a a guarda baixa. — Jazzy dizia como se todas as peças realmente se encaixassem. Ela parecia ter pensado nisso a noite toda. 

— Você quer dizer que...

— Arielle pode ter sido uma pequena "Bônus" para conter o avanço inimigo. — Ela finalmente me olha. — em outras palavras ela pode ter sido muito bem oferecida ao nosso inimigo para ele não nos atacar, pelo menos não agora. — Fazia sentindo mas ainda sim intrigante, quem faria algo assim? Conhecendo Arianne como qualquer funcionário aqui conhece a pessoa que supostamente ofereceu Arielle ao nosso inimigo deveria saber que um ato assim jamais seria perdoado. 

— É exatamente essa parte que me intriga, quem seria louco a ponto de fazer isso? 


Pov's Arianne



Eu me sinto péssima, mal consigo me mecher meu corpo todo dói. Eu estava prestes a chamar alguém quando a porta do quarto abre. 

Ariella. — Sorrio falsa. Ela caminha até mim com um rosto preocupado. 

Mamãe. — ela me abraça com cuidado. — como se sente? 

— Já estive melhor. — Admito. — eu realmente pensei que seria meu fim. 

— Não diga isso, as coisas não seriam as mesmas sem você. — Ela chora. Eu me sento com cuidado e a encaro. Seria preciso muito mais que aquilo para eu acreditar naquelas lágrimas. — O-oque foi?

Nada, não quero que se preocupe comigo. — Sorrio. — E se o pior acontecesse aposto que Jazzy, Chaz  ou Ariel cuidariam muito bem das coisas para mim. — vejo a expressão em seu rosto mudar. 

— C-como assim Chaz? O que ele teria haver com os negócios da família? — Sua postura era outra, ela já não chorava. — Jazzy eu até entendo mas Ariel? Você sabe que ela nunca gostou do que fez, sempre foi mal agradecida. 

— Chaz é um ótimo líder e merece estar em posse de pelo menos 16% das minhas coisas. — Sorrio. Ariella nega com a cabeça. — e sobre Ariel bom, mesmo que ela não queira, tudo isso aqui poderia ficar em posse dela se a mesma quisesse. 

— E-eu ... Isso não é muito prudente, de qualquer forma não vamos falar sobre isso agora você está cansada. — Ela tenta sorri mas estava difícil. É exatamente essa reação que eu queria ver. 

— Eu não entendo essa sua negação toda em relação aos meus sucessores. — Eu a olho de cima a baixo. 

— Não, não é isso eu não acho que seja o momento certo para falar sobre o assunto, e o motivo para eu ter ficado assustada foi porque você não citou o Jeremy como uma possibilidade de sucessão. 

— Jeremy não saberia administrar isso aqui, e não fique surpresa Ariella ele não é a minha prioridade. — Ela engole seco levando as mãos para trás. — e se você está me olhando desse jeito porque pensou que não estará  em meu testamento, não fique chateada querida eu não deixaria você sem nada mas é certo que eu nunca cometeria o erro de deixar tudo que eu consegui até hoje em suas mãos. —Seu rosto fica sério. Ela estava vermelha e seus olhos banhados em lágrimas. —  eu pude ter sido muito idiota em acreditar em você e nas suas mentiras, fui burra em não ter percebido que foi em você que tentou matar sua própria irmã e por conta dessa ação Ridícula ela ficou grávida. Eu encobri você por muito tempo, isso é porque eu pensei tinha falhado como mãe com você.  Eu sempre dei tudo a você porque de todas as minhas filhas você era mais isolada quando era criança mas agora eu lavo minhas mãos minha dívida está paga eu não devo nada a você e o mínimo que eu posso deixar quando eu morrer é uma pequena quantia para você não morrer de fome porque eu sei o quão inútil você é Ariella sei que você não vai ter nenhum trabalho digno e vai se sujeitar a primeira coisa que aparecer, então não reclame ou faça cara feia sobre as minhas decisões eu sei o que estou fazendo, eu mando você obedece, e se eu morrer você ou o Jeremy não terão direito a nada. — Ouço a arma ser recaregada. Ela não me enganava, ela está aqui pra me matar. — Você não aprendeu nada comigo querida. 

Ela dá dois passos para frente. Eu continuo olhando para ela esperando por qualquer ação vinda da mesma mas antes que ela pudesse fazer algo a porta é aberta. 


— Mãe? — Minha menina estava ali. Ela olhava para Ariella confusa. 

Pov's Ariel. 



Eu não conseguia tirar os olhos da arma que Ariella segurava. O que ela pretendia fazer? 

— Por que está segurando isso? — Questiono sem entender.

— Ah, não é que eu vou a uma missão estou atrasada. — Ela sorri e coloca a pistola na cintura. — Justin pediu minha ajuda para procurar Arielle. — Ela balança o celular. 

— Como assim procurar Arielle? — Mamãe nos olhava sem entender. — O que aconteceu? 

— N-nada, nós só não sabemos onde ela se meteu. — Sorrio forçada. — Nada com que se preocupar, Justin e Josh vão buscar ela. — Mamãe parece se convencer. 

— Bom, eu já vou. — Ariella beija a testa de mamãe. — fica bem mãe, não vou deixar nada que acontecer nos abalar, eu amo você. 


Anda lentamente até a cama de Arianne. Sento na ponta da cama sendo seguida pelos olhos dela.

— Você se sente melhor? 

— Sim, mas como eu disse a Ariella já estive melhor. — ela suspira pesadamente. — você está com uma cara péssima aconteceu alguma coisa na noite passada? 

— Além de você ter me assustado, eu fui perseguida naquela boate patética. — Desvio o olhar. — Mas Justin me ajudou. 

— Essa perseguição vai parar, eu garanto. — ela toca minha mão. —eu sabia que Justin cuidaria de você. 

Ela estava diferente parecia muito mais pensativa do que de costume. 

— Você não sabe mentir Ariel. — Ela me olha no fundo dos olhos. — seja lá o que tenha acontecido com Arielle, quero que me fala de tudo e se for algo relacionado ao Malcon deixa que eu resolvo. 

— M-mãe...

— ultimamente muitas pessoas tem se mostrado desleal a mim, por favor não me decepcione sabe o que acontece com quem trama pelas minhas costas.

Não entendi o porquê dela ter dito isso. 

— Descanse e tenta manter a Ariella  longe daqui, não confio nela. — alerto antes de sair. — Até mais. 






[ • • • ] 


— O que vai acontecer comigo? — pergunto receiosa. Eu estava com medo, vulnerável e tudo que eu pensava era em Josh  —  O que vai fazer? 

— Eu farei o que eu quiser. — Ele responde ríspido. — Sua irmã me deu você então agora eu sou seu dono me obedeça. 

— Quando a minha mãe souber...

— Sua mãe? — Ele gargalha. — Sua mamãe já era, eu duvido muito ela ter sobrevivido depois do tiro que meu soldado disparou contra ela. 

Eu não podia acreditar. Isso é impossível, ninguém nessa vida conseguiu essa feito. 

— Você e Ariella estão juntos contra nós, estão tramando  para Ariel. — Sibilo tentando assimilar tudo. — E-ela teve a coragem de me vender e de se juntar a você para matar a mãe. 

— Por falar em Ariel você se parece com ela. —ele toca meu rosto. — Não muito, mas da pro gasto. — ele bufa. — Sabe Arielle se você está chocada por sua irmã ter vendido você a mim, é porque não sabe o futuro que ela planeja para suas sobrinhas, eu não sabia que Arianne era avó, acho que nem ela sabe. — Ele ri.

— VOCÊ NUNCA VAI TOCAR NELAS, JUSTIN VAI ACABAR COM VOCÊ, TENTE COLOCAR AS MÃOS NELA E VOCÊ VAI VER DO QUE OS BIEBERS SÃO CAPAZ. — Berro contra ele. 

— Você namora o irmão dele não é? — Ele me fita. — Vamos ver o que ele vai dizer sobre isso. 

Ele me segura pelos cabelos e me arrasta para algum lugar no qual eu desconheço. 

— O-oque você...

— Quietinha eu eu prometo não machucar muito você...


Notas Finais


*Lembrando que a Ariella sabe sobre as meninas mas não fez nada ainda porque ela está "planejando" algo "especial.

Só uma atualização <3
Amanhã tem mais <3

Próximo capítulo tem hot kkkkkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...