História Hello! - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Assassinato, Comedia, Crimes, Drama, Tragedia, Violencia, Yaoi
Visualizações 21
Palavras 1.475
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Aviso
esse cap contém gore, violência e essas coisas.

Btw, músicas que eu recomendo pra ouvir enquanto lê:
》The boy in the bubble-Alec Benjamin
》Born to die-Lana del Ray

Capítulo 12 - Capítulo 12, ações e consequências.


Fanfic / Fanfiction Hello! - Capítulo 12 - Capítulo 12, ações e consequências.

Bella On

Ficamos dando voltas que nem idiotas até chegar na casa, e de acordo com os horários dele ele só volta daqui a uns 50 minutos, oque é maravilhoso, já que a gente pode destruir coisas enquanto ele não chega. O Kevin fica mexendo na faquinha que ele trouxe, girando ela na mão, passando ela nos dedos, na língua, o cara nem cometeu o assassinato e já tá todo cheio de sangue,oni-chan no baka.

Meowin:Limpa esse sangue Kevin.

Kevin:Não.

Bella:Parece criança. -Ele mostra a língua com um corte preciso no meio pra mim.

Meowin:Chegamos!

Bella:Lar, amargo lar.

Kevin:Confesso que não senti falta de apanhar.

Meowin:Nem eu dos estupros, pretendente pra mim é oque não falta, sou tão gato que meu nome começa com "Meow"!

Sorte minha que nosso parentesco não é de sangue, Meowin...

Kevin:Vamos entrando? -Ele abre a porta, mas para por um momento.

Kevin:Meowin, tem algum alarme ou algo do tipo nessa porta?

Meowin:Sim.

Kevin:E VOCÊ IA ME DEIXAR ABRIR ELA?

Bella:Ele tá conspirando pra nos matar,eu tô falando!

Meowin:Pelo lugar que ele tá, ele demoraria pra chegar aqui do mesmo jeito, então o alarme só acelera as coisas, enfim, vai abrir?

E novamente, o orgulho do Kevin fala por cima do medo.

Kevin:Vou.

Meowin:Vai nada, 'vamo do meu jeito que é sucesso!-Ele pega uma granada e joga na porta, explodindo a porta e metade da casa.

Meowin:Pronto!-Ele entra por um dos buracos feitos pela explosão e abre a porta por dentro.

Meowin:Vai entrando, galera!-Eu e o Kevin entramos.

Kevin:Burn the whole house down...

Começamos a quebrar as coisas, destruir as merda tudo e o Kevin rouba uns novecentos instrumentos de tortura, depois fica sentado lá na escada da porta da casa esperando o cara chegar.

Quebra de tempo - Kevin On

Fico lá sentado esperando alguém aparecer e metendo a facada em cada folha que aparece, aliás, eu ouvi um barulho, sinto minha mão se mexer e acertar uma folha seca, levanto e vou lá pegar a faca, soltando um suspiro. Me abaixo pra pegar a faca.

Kevin:Folha maldita, vou mandar a Bella eletrocutar sua árvore.

Ouço passos atrás de mim e rezo pra ser a Bella ou o Meowin,meus reflexos não são tão rápidos assim, e se eu me virar agora eu vou cair e ficar numa posição mais vulnerável ainda, e pelo ângulo e pela distância calculada pelo som, o alvo tá muito perto.Se eu me virar e mexer a faca rapidamente eu posso acertar o pé dele, a questão é, só vou conseguir acertar se ele estiver parado.

O alvo se mexeu e eu bati a cabeça.Tento mexer a cabeça e vejo meus pulsos segurados por duas mãos com os nós dos dedos machucados de tanto bater nos próprio filhos e um rosto extremamente irritado me olhando.Começo a entrar em pânico, a suar frio e sentir minha visão embaçar, mas faço questão de manter um rosto frio, eu sei que ele quer me ver assustado, não vou dar pra ele essa satisfação. O alvo segura minhas duas mãos e começa a passar as mãos por mim e apalpar minhas roupas, parando na arma no meu cinto.

"CROSS":Você planejava mesmo me matar?Bom Deus, onde eu errei?

Kevin:Acho que usou o martelo errado pra quebrar meus dedos.

"CROSS":Não vou errar na mira dessa vez.-Ele aponta a arma pro meu joelho e atira, repetindo o processo no outro.Sinto minha visão tremular e uma dor se espalhar pelas minhas pernas, me impedindo de andar e eu mordo a língua no intuito de diminuir a dor e me impedir de gritar, oque não funciona, e ainda faz sangue escorrer pelo canto da minha boca.

"CROSS":Acho que assim eu impeço meu filho psicótico de fugir.

Ele me arrasta pra dentro da casa pelos braços e começo a me perguntar aonde estão a Bella e o Meowin.

Enquanto isso, no andar de cima...

Meowin:O Kevin tá demorando!A gente devia ir lá ver como ele tá? O pai já devia ter chegado.

Bella:Eu confio nele, ele deve ter conseguido.

...Voltando ao andar debaixo

O alvo amarra meus braços e me deixa em cima da mesa pra ir abrir a gaveta e consequentemente ver a bagunça gigantesca que a Bella e o Meowin fizeram, e obviamente quem vai pagar por isso vão ser meus ossos.Ele pega um martelo e volta.

"CROSS":Você e seus irmãosinhos destruiram a minha casa, Kevin. Você tem idéia do quanto eu estou bravo com vocês? -ele segura meu braço direito, martelando o braço com força.

Flashback On - 18:24,7 de fevereiro de 1998.

Bella:Você é um psico-pato!

"CROSS":Kevin, você matou esse animal? -egulo a seco.

Kevin:Não.

"CROSS":Você matou um ser vivo, Kevin.Deus não gosta que você saia por aí matando coisas. Criança maldita.

Ele me arrata pela mão, me levando pra uma sala com algumas flores, uma mesa com um símbolo estranho em cima e algumas velas e garrafas cheias de água.

"CROSS":Vamos tentar denovo o exorcismo.

Egulo a seco.Ele vai me matar.Denovo.

Flashback Off

Mordo a língua denovo e abro um grande sorriso.

Kevin:Continua, eu sei que você quer me ver gritando. Eu não tenho mais 4 anos, então, que pena pra você.

Ele suspira, segura o martelo com ambas as mãos e martela meu outro braço, deixando uma rachadura na mesa de madeira. Novamente, sinto uma dor aguda se espalhando por toda a extensão do meu braço. E mais dor no rosto.Sinto seus dedos apertando minhas bochechas e depois um tapa forte.Ele pega a faca do meu bolso.

"CROSS":Você é uma caixinha de surpresas, sabia?

Viro a cabeça pro lado e fecho os olhos, cansei de encarar ele.

Sinto mais dor e sangue escorrendo pela minha bochecha, e a dor só piora e fica mais forte e insistente, ele fica tentando penetrar as minhas bochechas com a faca.

Ele tira a faca da minha bochecha e desenha uma cruz no meu peito com a mesma.Ele finalmente me solta e pega uma caixa de fósforos e começo a me sentir tonto e ver dobrado, eu estou perdendo sangue.Ele acende o fósforo e passa o fogo na ponta do meu nariz e dos meus dedos, os quebrando depois.

Então ele segura meus ombros com força e me joga no chão e começa a tirar minha calça.

Kevin:Que merda você vai fazer agora?

Claro, eu já sabia oque ele ia fazer.Nesse momento eu me lembro do Carl, meu deus, eu me despedi dele? Não, porque eu vim pra cá? Eu poderia ter ficado quieto. Deixado todo mundo em paz. Poderíamos estar falando idiotices por aí e assistindo filmes ruins equanto bebemos café. Mas não, eu precisava vir pra cá. Adivinha só, Kevin? Você vai morrer e a última coisa que você vai fazer na sua vida será ser estuprado pelo seu próprio pai e depois morrer de tanto perder sangue e agonizar no chão enquanto seu pai mata seus irmãos e depois vai atrás do Carl.

Carl On

Fico andando pela casa e me perguntando se tudo correu bem, idiota da minha parte, claro que não correu bem, se não eu não estaria preocupado e com dor de cabeça, porque eu tô preocupado? É o Kevin.Mas o Kevin tem medo do pai,é bem óbvio, na verdade. E claro que eu sabia que eles iam...E onde eles iam.Porque eu não parei eles?

Quebra de tempo, Kevin On

Cai o no chão sem sentir as pernas, as costas ou qualquer parte do corpo.Sinceramente, só consigo sentir o sangue escorrendo de mim.Muito sangue. Começo a me sentir tonto e percebo o alvo me chutando.

Flashback On-2006,9 de agosto,09:34

??:Olha ele.

??? Que cara de doido.

Kevin:Quer que eu vá aí arrancar seus olhos, aí você não vai ter que olhar mais pra mim?

??:Ui, tremi!

???:Vem se tem coragem.

2006,9 de agosto,13:40

Kevin:Ei, ei, meninos.

??:É o menino dos olhos.

???:Oque você quer,senhor fracasso?

Kevin:seus olhos.

Dou um golpe no pescoço dele e vejo o outro sair correndo, tanto faz.Arranco os olhos dele e saio correndo atrás do outro garoto.Quando alcanço ele jogo ele contra a parede, o fazendo desmaiar.Arrasto os dois corpos até a floresta.

Flashback Off

Ninguém nunca mais se referiu a mim depois daquele dia.

Sinto minha visão embaçar e escurecer, a última coisa que vejo é um garoto baixo de cabelos vermelho-sangue entrando na casa pela porta da frente com duas pistolas, uma em cada mão.

Ouço um tiro, gritos e sirenes.O garoto se abaixa e vai até mim, me abraçando.

Carl:Eu cheguei tarde,não? Me perdoa...

Ele Começa a chorar e tudo fica escuro.

Carl On

Comeco a sentir a vida sair do corpo do Kevin enquanto o abraço e meus olhos começam a se encher de lágrimas.Solto o Kevin e seguro as pistolas nas minhas mãos com força, atiro nas pernas do homem na minha frente que julgo ser o pai do Kevin o fazendo gritar e cair no chão.

Carl:Moço...

?:D-diga.

Carl:Esse garoto que você matou...ele era meu futuro noivo. - me abaixo, pra olhar diretamente nos olhos dele por trás da máscara - eu não gostei doque você fez, moço.

Dou mais dois tiros que raspam nos ombros dele, mais tiros nos braços e aponto a arma pra cabeça dele.

Carl:Tchau,moço.

Aperto o gatilho e ouço sons de passos.

Bella:Kevin?-Ela paraliza.

Meowin:O-oque aconteceu?-Tiro a máscara, mostrando meus olhos vermelhos e cheios de lágrimas.

Carl:Eu não sei...


Notas Finais


Esse não é o fim da fic,pelo contrário, é só o começo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...