História Hello, My Problem! (Imagine EXO e BTS) - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Girls' Generation, Red Velvet
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Lay, Lu Han, Rap Monster, Sehun, Seulgi, Suga, Suho, Taeyeon, Tiffany, V, Xiumin
Tags Abambam, Abyunpark, Baekhyun, Bts, Chanyeol, Drama, Exo, Hunhan, Imagine, Jimin, Kaisoo, Namjin, Romance, Vkook, Você
Visualizações 265
Palavras 2.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem e Boa leitura! >< ♡

Capítulo 35 - Flagrados.


Fanfic / Fanfiction Hello, My Problem! (Imagine EXO e BTS) - Capítulo 35 - Flagrados.

~______ POV ON~

Eu não respondi aquele "Ainda me ama?" dele... Resolvi contar tudo o que começou a acontecer comigo e com o Yeol antes de qualquer coisa.

Nos sentamos no sofá e ele me puxou para perto já que eu ainda chorava um pouco e tremia. Mas depois que contei tudo ele me soltou fazendo o clima ficar tenso.

Fiquei um belo tempo abraçando minhas pernas e ele com os cotovelos apoiados nas coxas de cabeça baixa. Estamos assim a alguns minutos já e nada de nenhum de nós dois se pronunciar.

-*suspiro*...-engoli em seco. Era agora. Ele se arrumou no sofá e tocou minhas costas me olhando e fazendo eu fazer o memso ainda hesitante.-Eu não sei o que dizer, ______...-deixei uma lágrima e ele tirou a mão das minhas costas. Me arrumei no sofá também e limpei as lágrimas do meu rosto.

-E-Eu já sei o que quer dizer, não precisa ficar com pena. Eu te conheço, você quer ir embora daqui agora mesmo.-falei baixo olhando para a frente.-Você sabe que pode ir.

-Não é isso, é que eu já sabia.-o olhei.-Eu só não tinha provas.-falou sério.

-Sabia?-perguntei confusa.

-As vezes eu visitava o Tae e a última vez que fui lá acabei escutando uma conversa dele com você. Eu sabia que era você, só podia ser pelo apelido! Eu fiquei e ouvi, eu só ouvia ele. Mas mesmo assim eu soube que se tratava do Chanyeol e você.-explicou.

-Baek-me interrompeu.

-Eu queria vim aqui e ter a provas, mas não conseguia. Quando vi o Chanyeol naquela festa eu sabia que a hora de vim falar com você. Tive muita sorte de "esbarrar" com você, mas pelo seu nervosismo eu já pude ter certeza. Mesmo assim eu quis vim aqui, não era bom ficar na rua parar falar sobre isso. Não quero que sofra outro acidente por minha causa.-arregalhei os olhos e bufei.

-Aish, você escutou o Chanyeol? Baek, você sabe que não foi sua culpa!-falei irritada.-O Chanyeol ficou com ciúmes como sempre e por isso teve uma briga com você enquanto eu dormia no meu quarto no hospital. Por que ouviu ele? Não foi sua culpa! Agente conversava e eu dizia que não era sua culpa, mas mesmo assim insiste? Sabe que não gosto disso, Baek. Eu que não olhei para o sinal, só porque estava animada para te ver e sai correndo não quer dizer que foi sua culpa. Eu devia ter sido mais cuidadosa.

-Você sempre diz que nada é minha culpa, _____.-falou baixo.

-Você sabe que estou certa, Baekhyun...-suspirei me acalmando.-Desculpa.

-Tudo bem.-tocou meu ombro.-Só vamos ao que interessa!-engoli em seco.

-Eu já sei que não quer voltar, pode ir que eu vou ficar bem...-respondi.

-Eu não vou fazer isso, eu mudei.-o olhei confusa.-Eu ainda te amo e você disse que me ama ainda também, mas gosta do Chanyeol e por isso viraram "ficantes". Eu entendo, não mandamos no nosso coração! Eu achava errado gostar de você, pois o Chanyeol era meu melhor amigo e você irmã dele... Acontece.-franzi o cenho.-Enfim, eu posso esperar! Eu soube faz alguns dias sobre vocês e mesmo assim não desisti de você, não vou fazer isso nem agora!

-Baek, eu te traí! Por que faz eu achar que estou fazendo o certo em beijar o Chanyeol? É errado, eu só não resisto! Somos irmãos, eu não deveria ter feito aquilo... Você não merece isso, por que não vai embora? Tem muitas meninas que são legais e gostak de você, deve rer amigas na sua faculdade também. Não faz isso...-eu já estava quase chorando. Ele revirou os olhos e segurou meu rosto me olhando nos olhos.

-Ya!-disse sério fazendo a voz dele ficar mais grossa.-Eu te amo, não vou desistir de ter você! Você disse que me ama também, eu posso esperar a sua decisão... Eu já disse que mudei e entendo seu lado! O Tae e os meninso também entenderam, eu posso entender também. Você mesma me disse agora que acha errado, que só não resiste e não quer magoar ele. Eu entendo isso, ______! Não precisa dizer que não mereço mais você. Eu mereço e muito! Eu acho isso pelo menos e não vou desistir do que eu sinto.-pausou ainda me olhando e suspirou me abraçando.-Dá para parar de chorar?-perguntou e funguei.

-Desculpa...-falei baixo e ele me apertou beijando o topo da minha cabeça.

-Eu te amo, ouviu? Não vou te deixar!

-Eu também te amo...-falei baixo.

-Não diga isso baixo, não me convencê!-disse brincalhão e sorri.

-Eu disse que te amo, Byun Baekhyun!-falei o apertando e ele riu fofo.

-Não precisa continuar mal, eu estou bem e te entendo... Se estivesse mentindo não estaria nem aqui e você sabe disso. Eu estou falando a verdade, não se culpe e fique dizendo que não mereço você. Esse assunto acaba aqui, ok? Escolha quem você achar melhor para você, eu vou continuar sendo seu melhor amigo sempre e vou tentar consertar minha amizade com o Chanyeol também!-disse baixo perto do meu ouvido.-Mas o melhor amigo não começa agora! Faz tempo que não nos pegamos...-beijou meu pescoço e corei rindo baixo. Ele sorriu.

-Baekhyun, não fala assim!-disse o olhando e ele me deu um selinho.

-Vamos subir logo, não posso ter certeza da sua resposta e quero aproveitar que estamos sozinhos.-disse me puxando para o seu colo e logo depois me beijando.

~______ POV OFF~

~Baekhyun POV ON~

Subimos para o quarto dela e ficamos nos pegando. Como ela diz, nos beijando.

Tão inocente...! *risos*


Eu realmente espero que ela me escolha! É errado ficar com o irmão dela... Eu vou aceitar a escolha dela, vou continuar sendo amigo deles. Mas é errado. Eu disse que a entendo, mas é errado. Até ela acha isso... Não tem o porque ficar com ele, não?


Depois de minutos nos pegando eu já estava sem camiseta. Ela quer isso?!

Já teve muitas vezes que quase fizemos sexo, mas nunca continuávamos! Eu entendo ela e ela ainda é nova para isso, só tem 17 anos. Eu já tive a minha primeira vez e me arrependo disso. Ela sabe disso mais do que ninguém! Não podemos fazer isso agora e aqui, quero que seja especial a primeira vez dela. O Chanyeol me viu e pode perceber que não estou mais lá na festa, ele pode nos pegar juntos a qualquer momento também.

-______-ela me interrompeu.

-Eu sei, estamos indo longe demais!-suspirou e sai de cima dela.

-Temos que parar com isso, sua primeira vez não pode ser igual a minha.-falei frustado e nos sentamos na cama dela.

-Você sempre diz isso!-riu fraco.

-É porque é verdade!-ri também.-Seu irmão pode chegar a qualquer momento.

-Ele te viu?-assenti.

-Trocamos olhares e ele pode desconfiar que vim aqui para te ver.

-Tem razão...-bufou.

-Queria continuar?-nos olhamos.

-Depende desse continuar.-sorri de lado.

-Quer sair para jantar?-peguei sua mão e ela franziu o cenho.-O que foi?

-Desde quando ficou romântico?-ri.

-Sempre fui!-sorri e a puxei para um beijo.-Vamos, hum? Só jantar e voltar, qualquer coisa eu pulo a janela.-dei de ombros e ela sorriu/riu.

-Idiota!-deu um leve tapa no meu braço e sorri.-Onde vamos?-a abracei de lado.

-Pensei que não aceitaria...

-Por quê?-me olhou séria.

-Porque paramos de nos pegar com medo que seu irmão pudesse nos flagrar, mas vamos sair para jantar fora?-franzi o cenho e ela riu.-Você é bem bipolar...-rimos.

-Você também é, então não fala de mim!-falou e a soltei fazendo bico.

-O lugar é surpresa, você vai gostar.-se levantou e me olhou desconfiada.-Eu juro!

-Tudo bem! Mas está frio na rua.

-Você sabe que sou quente!-sorri de lado a fazendo corar e coloquei minha camiseta. Ela riu fraco e revirou os olhos.

-Quero ver repetir isso quando sair porta a fora.-fiz bico e ela riu indo até seu guarda roupa.-Aqui!-me jogou uma jaqueta e a olhei.

-Desde quando tem uma jaqueta minha aqui?-me levantei e ela deu de ombros.

-Você deve ter esquecido aqui, eu achei e guardei, mas esqueci de te devolver.-ri e a abracei pela cintura lhe dando um selinho.

-Só tem isso meu aqui?-deu de ombros arrumando a gola da minha jaqueta.

-Talvez, por quê?-me olhou.

-Faz tempo que você não usa algo meu, você fica mais linda ainda com as minhas roupas!-ela sorriu e sorri também.

-Ok, talvez eu tenha algo mais ali... Não posso ter certeza!-falou fingindo pensar e a soltei indo até seu guarda-roupa.

-Hum... Oh!-falei surpreso.

-O que você viu?-perguntou e me virei mostrando um dos presentes que dei a ela.-Eu não iria jogar fora, porque a surpresa?

-Sei lá, já terminamos e voltamos...-dei de ombros a encarando.-Pensei que não tivesse nada que te dei aqui, mas eu ainda tenho também.-sorrimos e me virei de novo. Segundos depois eu achei outra coisa minha.-Eu acho que no inverno eu vim bastante para cá!-me virei e mostrei um moletom mais ou menos novo meu. Ela sorriu tímida.

-Eu juro que eu me esqueci dessas roupas! Agora me dá!-falou abraçando o moletom e sorri fechando seu guarda-roupa.

-Mesmo? Ou você deixou escondidos pelo cheiro de morango?-sorri de lado a abraçando e ela corou.

-Oppa! Claro que não...-bufou e a encarei.-Talvez...-continuei a encarando.-Eu disse que talvez, eu poderia ter pedido o nome do que você usa se fosse pelo cheiro. Eu devo ter me esquecido.-ri fraco.

-Você sabe que esse é meu cheiro natural, eu não uso perfume e raramente uso loções...-ela fez bico e sorri.

-Só vamos logo antes que o Chan note a sua não presença lá na festa!-a soltei e ela colocou o moletom. Peguei a minha jaqueta em cima da cama e descemos.


-Pensei que estaria triste depois de saber que o Chanyeol não te levou sendo que podia.-falei enquanto caminhávamos.

-Foi por sua causa que ele não me levou, eu vi que estava preocupado se eu ficaria bem ou se tinha ficado brava. Mas eu nem gosto de festas... Além disso, você está aqui comigo agora!-falou e sorri discretamente.

Ela ainda me ama, talvez eu esteja pelo menos 10% na frente do Chanyeol...

Nós éramos aquele tipo de casal que tinha a "sua" Praça, o "seu" café e essas coisas... Tudo porque gostávamos do mesmo luagr e sempre íamos nele tal lugar, então chamávamos de "nosso". Mas, obviamente, não é nosso de verdade. Enfim, temos o nosso restaurante também e é para lá que preciso levar ela! Antes preciso do meu carro.

-Antes de irmos ao lugar surpresa, preciso do meu carro.-falei e ela me olhou desconfiada.-Não vai demorar!

-Não é isso... O lugar é longe?-sorri e ela me encarou. Dei de ombros.

-Talvez sim ou talvez não, agora vamos!-falei voltando a caminhar com ela.-Ah, droga!-parei de novo me virando para a mesma, que me olhava confusa.

-O que foi?

-Meu carro...

-O que tem ele? Estrago?

-A festa não era tão longe da sua casa, mas é longe da minha. Então eu vim de carro, mas...deixei ele lá na festa.-ela negou com a cabeça como se me matasse mentalmente.

-Você é muito burro as vezes, Baek...-falou e sorri nervoso.

-Não posso te deixar aqui e ir pegar ele. Você precisa ir.-ela suspirou.

-Temos que ir nesse lugar mesmo? Você disse que queria cozinhar para mim.

-Sim, por favor, é importante!-fiz bico e pensou.-Eu cozinho outro dia!-sorri.

-Liga para algum amigo e peça para ele cuidar o Chan. Ele não pode nos ver, deve estar bêbado a essa hora, mas mesmo assim.-lhe dei um selinho e peguei meu celular pensando em quem ligar.

Não sei se seria uma boa idéia ligar para o Suho ou outro dos meninos,... Então é melhor ligar para quem planejou a festa, o Samuel. O mesmo não é amigo do Chan, mas sabe quem é ele já que outro amigo nosso, o Jihoon, conhece ele e o convidou para a festa.


-Ele disse que o Chanyeol está bebendo com os meninos e rindo perto da porta da saída. Até que chegamos lá não deve demorar, vamos!-falei a pegando pela mão e ela assentiu suspirando.

Bebendo? Duvido muito... É melhor sermos rápido, ele não iria beber com a ______ "o esperando" em casa. Claro que não...


-______ esse é o Samuel, Samuel essa é a irmã do Chanyeol.-falei rápido cuidando o lugar a nossa volta. Meu carro estava bem na frente da casa. Ele sorriu e ela fez o mesmo.

-Você parece novo...-ela falou.

-Somos iguais, também sou bem inteligente.-ele disse rindo e ela assentiu.-O Chanyeol ainda está lá dentro até onde eu sei, qualquer coisa eu ligo.-me olhou.

-Obrigado, nos falamos depois.-quando a peguei pela mão para entrar no carro alguém a puxou de volta.

-Onde pensam que vão?-merda, Chanyeol!-E que roxão no seu pescoço é esse, ______?-o olhei e ele nos olhava com ódio. O Samuel e o Jinhoon nos olhavam quietos.

Flagrados, ótimo...!

~Baekhyun POV OFF~


Notas Finais


Espero que tenham gostado e desculpem os erros 😢💙

Samuel e Jinhoon do PRODUCE 101 Season 2 :v Lee Daehwi já é meu bias! 💜 Mas n vou o colocar ai :') 😂

Bjs e até a próxima! ♡😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...