1. Spirit Fanfics >
  2. Helô e Stênio Para Sempre 8 >
  3. Capítulo 233

História Helô e Stênio Para Sempre 8 - Capítulo 233


Escrita por:


Capítulo 233 - Capítulo 233


O ciúme e a raiva passa de repente quando a delegada percebe o marido ficar pálido, o suor brotando no rosto dele, a respiração descompassada. Nos segundos seguintes ela se desmonta quando ele quebra o silêncio.
— Lembrei de quando aconteceu aquilo tudo e os pesadelos... Você atirando em mim. —a voz do advogado sai espremida.
— Stênio! — ela larga a arma, apavorada em causar aquele tipo de sentimento no marido. — Meu Deus, não quis te deixar assim.
— Eu sei que não. — ele aceita o abraço forte e afunda o rosto nela.
— Desculpa, Stênio. Desculpa!
— Passou! Só fiquei lembrando do sonho, veio a imagem dos pesadelos.
— Seu coração está acelerado.
— Foi só um susto, Helô.
— Tooo... me sentindo culpada agora. Era... Era uma brincadeira, porque fiquei com ciúmes de saber que você foi na casa da vizinha e ela estava pelada.
— Eu não fiz por mal.
— Você nunca faz, né meu querido? — ela recobra-se do susto e se afasta novamente ao notar que ele estava respirando normal. Porém, por dentro, estava sentindo-se mal por acabar despertando um velho trauma.
— A mulher foi respeitosa. Em momento algum teve alguma intenção errada.
— Aham, aham.
— Você não vai guardar isso? — ele pergunta olhando pra arma no chão.
— Está descarregada, seu trouxa.
— A madame me chamou de quê? Trouxa? Estou aqui para ajudar, senhora.
Pelo tom de voz que ele usa, Helô entende porque havia chamado de madame e acaba sorrindo.
— Seu marido me mandou aqui para dar um jeito no seu chuveiro. Ele é advogado, muito ocupado, né?
Gostando daquela fantasia, ela acaba entrando no clima e tentando esquecer a tensão anterior.
— Então, se o senhor encanador me acompanhar... posso mostrar meu chuveiro que precisa de conserto.
Enquanto caminha rebolando, Helô olha pra trás com cara de safada e provoca o "encanador".
— O senhor trabalha com isso tem muito tempo?
— Tempo suficiente para imaginar que a senhora, quer dizer, que seu banheiro precisa de um cano duro e forte... aliás, seu banheiro tem que ser trocado toda a encanação.— Stênio analisa ao chegarem diante do box.
— Trocar tudo? Mas que tipo de cano mesmo o senhor sugere?
— A madame prefere que tamanho? Será que esse aqui, está bom? — conduzindo a mão dela até seu pau, Stênio mostra o quanto estava excitado com aquela brincadeira.
— Meu marido pode chegar, melhor o senhor se apressar.
— Tá com medo do seu marido descobrir que você é uma safada que está doida pra dar pro encanador aqui?
— Stênio, tu não tá fantasiando que sou a vizinha não né? — ela dispara de repente.
— Helô, foca na fantasia. Não estraga o momento, pow.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...