História Help Me... - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Visualizações 35
Palavras 1.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


I'M BACK LOVES!!!♥
OIIII GENTEEEEE!!!
Eu to mega feliz por causa desse capítulo!!!!
Quer spoiler? Não? Vou dar mesmo assim! ★w★
Vai ter treta!!!!!
Mas enfim, chega de enrolação e vai ler! Mas antes, favorita a história -w-♥
Boa leitura♥

Capítulo 15 - A Festa (Parte II)


Fanfic / Fanfiction Help Me... - Capítulo 15 - A Festa (Parte II)

(Elisa Carter ON)

-Lox meu amor, de onde você conhece os Bieber's? 

-Então né...

-Fala logo, Mahogany! 

-Ok! Calma, lembra daquela vez que eu te chamei pra ir a um racha e você não quis ir?- Assenti- Eu fiquei com o Cameron...- Disse baixo, porém alto o suficiente para eu ouvir, e abaixou a cabeça.

-Repete meu amor...

-Eu transei com o Cameron! Satisfeita?

-Wow... Belo casal...- Dei de ombros.

-Não somos um casal...- Ela disse cabisbaixa.

-Você gosta dele!?-Eu disse, mais como afirmação do que como pergunta...

-E-Eu?! Não... Nada a ver...

-Não minta para mim Mahogany! Sou sua melhor amiga e te conheço melhor que ninguém! 

-Ok! Você venceu... Eu gosto dele sim! Mas não é tipo, paixão... É só uma atração física...

-Sei... pega de novo que passa...

-É, deve passar...- Deu de ombros, como se não fosse nada.

----QUEBRA DE TEMPO----

-O que o Cameron tá fazendo em cima do palco?- Pergunto ao ver o mesmo ajeitando o microfone no tripé.

-Boa noite pessoal...- Todos respondem com um "Boa noite" em coro- Eu quero dedicar essa música a uma pessoa especial pra mim... Eu não citarei nomes, porém essa pessoa sabe quem é...- Ele dizia tudo olhando para mim.- Espero que gostem...- Ele pega o violão que estava apoiado em um banquinho e posiciona na forma correta, começando a tocar uma melodia bonita, que eu conhecia bem... What Is Love...

-Oh I Don't Know Why You're Not There...

I give you my love but You Don't care...

A cada frase, era como se meu coração se apertasse, eu não queria magoar ninguém, não queria machucá-lo, nem vê-lo sofrer... 

Mas eu havia feito isso... Eu o machuquei, eu o fiz sofrer...

Quando ele acabou de cantar, agradeceu e saiu do palco, indo em direção à saída do salão de festas. Olhei para Justin, que tinha o maxilar travado e as mãos fechadas em punho. Passei a mão em seu rosto e dei um beijinho em sua bochecha, seu olhar se prendeu ao meu e eu dei um sorrisinho sem mostrar os dentes. 

-Vou atrás dele...

-Não Elisa... por favor...

-Eu preciso, meu amor... Ele é meu amigo, independente de qualquer coisa, eu preciso falar com ele!

-Não demore, minha princesa...

-Não demorarei...- Selei seus lábios aos meus e saí em direção à porta. Assim que cheguei ao jardim, avistei Cameron sentado em um banco de madeira que tinha ali. Me aproximei devagar e sentei-me ao seu lado. Em momento algum seu olhar se elevou.- Ei, quer conversar? 

-Agora você se preocupa com meus sentimentos? 

-E-Eu...- Não me deixou terminar. 

-Você pensou em meus sentimentos ao aceitar a proposta do Justin? Pensou?

-Eu amo o Justin, e sim, eu pensei em você! Porque, por mais que você não seja perfeito, grite comigo e me force a escolher alguma coisa, você é meu amigo! Eu me importo com você! E por mais que eu te conheça a pouco tempo, eu me apeguei a você! Eu te tenho como um amigo, um irmão, eu admito que comecei a sentir algo a mais do que amizade, porém percebi que isso não é o que eu quero... Eu te amo, um amor de amigo, de irmão...-Ele ouvia tudo atentamente, olhando no fundo de meus olhos. -Me desculpa se não posso retribuir o sentimento, me desculpa se não é mútuo... só... Me perdoa...

-Eu sei que me ama apenas como amigo ou irmão, e te desculpo por não conseguir retribuir o sentimento, mas, quem tem que pedir desculpas sou eu, eu não deveria ter gritado com você, nem te forçado a escolher alguém... Me perdoa princesinha... ainda posso te chamar assim, certo?

-Eu te perdôo, e sim, pode me chamar de princesinha...

-Obrigado... um abraço? 

-Um abraço! 

Ele me abraçou forte e eu escondi minha cabeça na curvatura de seu pescoço, aproveitando o cheirinho maravilhoso de seu perfume, sim, é maravilhoso, porém nenhum se compara ao do Justin. Nos separamos do abraço e ele deu um beijo em minha testa, sorrindo fraco e saindo em seguida. Entrou no carro e deu partida, me deixando sozinha no enorme jardim da família Carter... 

Senti o vento gélido bater contra minha pele quente, o que me fez arrepiar. Fechei os olhos, aproveitando a sensação, porém abri ao sentir a presença de alguém ao meu lado. Era um homem alto, com seus aparentes 30 anos, cabelos escuros, olhos pretos bem escuros, de terno preto e gravata cinza com detalhes em azul claro. 

-Olá menina... O que faz sozinha aqui a essa hora? 

-Apenas aproveitando de minha própria companhia...

-Garota esperta, as vezes é bom ficar sozinha...- Assenti com a cabeça, tentando não prolongar a conversa, o que não adiantou, pois ele continuou.- Gosta de ler?-Assenti novamente.- Quais livros?

-Harry Potter...

-Hmm, boa escolha... Gosto bastante do mundo bruxo... Hogwarts é um sonho...

-Sim sim...-Sorri de leve.

-ELISA?- Ouvi a voz de Justin e olhei para trás.

-ESTOU AQUI!- Olhou em minha direção e sorriu. Olhei para ele como se pedisse socorro e ele aparentemente entendeu, pois seu sorriso se desfez. 

-Finalmente te achei meu amor, e quem seria esse?- Olhou para o homem ao meu lado.

-Sou um amigo dela e você é...?

-Sou namorado dela e recomendo que não encoste um dedo sequer nela! 

-Assim?- Perguntou e pousou o dedo em meu braço, descendo até a coxa e parando bem perto de minha intimidade.- Ou assim?- levou suas mãos enormes _que mais pareciam os pés, de tão grandes_ e puxou meu rosto com brutalidade, selando seus lábios aos meus. Sua língua pediu passagem e eu não cedi, tentava de todas as formas afastá-lo de mim, Justin nem se movia.

-Acabou o show, filho de uma rapariga?-Justin perguntou ao vê-lo afastar-se um pouco- Então deixe-me começar o meu!- Mal terminou a frase e começou a distribuir socos e chutes por todo o corpo do homem, que caiu alguns segundos depois. Justin subiu em cima dele e começou a diferir socos e mais socos em seu rosto. Justin poderia ser menor que o homem, mas até agora, não levara nenhum soco...

Eu estava em choque, pois em menos de 2 minutos, o rosto do homem já estava todo cheio de sangue e as mãos de Justin estavam machucadas, novamente...

-Ei meu amor, chega, ele já aprendeu a lição!-Toquei em seu ombro e ele foi parando de bater aos poucos. -Deixe ele aí e vamos cuidar disso! -Apontei para suas mãos, que estavam machucadas e cheias de sangue...- Obrigado por me defender, meu amor! Merece um beijo...

-Só um?

-talvez mais alguns...

Segurei delicadamente em sua mão e subimos pela entrada lateral da casa, que dava na cozinha, aproveitando para pegar gelo. Subimos para o meu quarto e fomos direto para o banheiro, lavar as mãos. Cuidei das mãos de Justin e fiz um curativo, dando um beijinho delicado sobre o local. 

Justin levou seus dedos até meu rosto e prendeu meu queixo entre seu polegar e seu indicador, levantando meu rosto na altura do seu e dando um beijo gostoso sobre meus lábios. Começamos um beijo bom, porém diferente, esse era mais rápido, exalava desejo e luxúria, porém com um pitada de paixão. Paramos o beijo ao ouvir a sirene da polícia...

Deu merda...


Notas Finais


Foi isso meus amores!!!!!♥
Espero que tenham gostado!
Talvez, no próximo tenha hot...
Nada comfirmado...
Alguém ai quer hot? Já vou logo avisando que não sou a pessoa certa pra escrever isso... '-'...

Não tenho nada a declarar...
Até o próximo capítulo!
Amo vocês!
Beijão!
Fui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...