História Herdeira da lua - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Allhina, Gaahina, Narusaku, Nejihina, Sasuhina, Shikatema
Visualizações 58
Palavras 730
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heey, pessoal essa é minha primeira fanfic de Naruto, ainda estou muito insegura em escrevê-la, então peço paciência e compressão se eu acabar errando alguns pontos da história. Bom, boa leitora espero que gostem! Bjss!

~ menor que três

Capítulo 1 - Prólogo part.I


Fanfic / Fanfiction Herdeira da lua - Capítulo 1 - Prólogo part.I

Silêncio. Era só isso que era ouvido no quarto da pequena perolada. O mais absoluto silêncio que poderiamos distinguir.

As longas cortinas acizentadas balançavam fortemente, dando a visão da noite fria banhada pelo brilho de uma única estrela, a qual até então, passava despercebida por todos que, sem nem notarem, ignoravam sua resplandecencia naquele céu tão amplo.

Andando pesarosamente em direção a grande janela, com a intenção de acalmar seu coração, a pobre garota levantou seu rosto banhado de lágrimas, o levando instantemente ao encontro para aquele mísero brilho, que, para muitos era quase impossível de se ver a olho nú. 

Mas não para ela.

Mirando aquele modesto pedacinho luminoso, os pensamentos que antes a atormentavam voltaram mais fortes do pudesse imaginar.

"Você nunca será capaz de se tornar uma líder, você é muito fraca para isso Hinata. Portanto, Hanabi assumirá o meu lugar logo após completar dezoito anos. Sinto muito."

"Neji-san está em coma, não sabemos quando ele vai acordar, ou se irá conseguir sobreviver nesse período, desculpe Hina-chan, mas isso é o máximo que posso falar no momento."

"Não queria que visse isso, sinto muito."

Dor. Solidão. Decepção.

Era as únicas coisas que conseguia sentir. Esteve sempre sozinha esse tempo todo e foi tão inútil ao ponto de não conseguir notar nem isso? Afinal, quem era Hyuuga Hinata? 

Sua vida desde o começo foi escrita pelo seu próprio pai, treinou com todas as forças que possuía para que num futuro,  pudesse se tornar uma boa líder em pról de seu clã. Submissão e bondade eram os atributos que a definiam, porquê bom, sempre levará os sentimentos das outras pessoas em primeiro lugar, até mesmo antes dos seus, pois isso, era o que ela julgava ser o certo. 

Mas estava errada. 

Sua vida era uma grande falha, resultado da personalidade mesquinha que havia cultivado para si. Ela era a imperfeição. 

A peroloda sem nem notar quanto tempo havia passado, parou de mirar aquela luzinha no céu, dando atenção para aquele simples bilhete que havia escrito mais cedo.


A quem encontrar este bilhete, gomen'nasai. Sou covarde. Fraca demais para apenas conseguir lidar com os meus próprios pensamentos tumultuosos. Somente quero me encontrar, saber quem é Hyuuga Hinata. Espero que todos respeitem a decisão que tomei. E eu, bom, tenho consentimento de todas as consequências que sofrerei, as quais quem sabe, num futuro mais distante, eu tente recompensa-las. 
- H.H


Guardando o pedaço de papel no bolso da calça a qual usava, deu uma última olhada em seu quarto, o qual viveu todos os tipos de emoções; sendo quase de imediato garota sentiu seu peito apertar.

Estava fazendo o certo, deixar tudo para trás?

Ignorando, ou melhor, tentando ignorar aquele pensamento, a peroloda se via fugindo dela mesma, rumando-se para qualquer outro lugar que não fosse aonde estava.

Havia cansado de ser um fantoche nas mãos das outras pessoas, não seria mais a submissa dessa história.

Pegando a mochila que estava em cima de sua cama, a colocou em suas costas, já aproveitando o momento para posicionar o bilhete em seu travesseiro.

Deslocou-se em direção a janela, sem olhar para trás e com seu coração a mil, suas mãos soavam, e por um curto momento, pensou em desistir, como os vários outros que ela teve durante aquela noite conflituosa.

Se sentando no parapeito, mirou novamente aquele brilho que havia no céu escuro. O qual se mostrou como uma fonte instantânea de energia e coragem para ela, que, seguindo pelo instinto da adrenalina pulou rumo a saída da vila.

-"gomen" murmurou ela para o vácuo  daquela noite. Fora como um pedido de desculpas para todos aqueles que um dia acreditaram nela, e iminentimente acabaram se decepcionando.

Já nos portões da entrada de Konoha, parou. Pensou, pensou, e pensou novamente. Ficou aproximamente uns dez minutos em frente aquela enorme passagem de madeira e ferro. Ela via um filme passar em sua cabeça, como um replay de todos os bons e maus momentos que teve em sua vida. Afinal, viveu dezessete anos naquela vila. Nasceu, cresceu, passou pela adolescência, e agora, havia chegado a hora de partir, viver por ela mesma.

Com os olhos marejados, a garota deu o primeiro passo para fora de seu lar; estava nervosa, mas incrivelmente animada, porquê bom, aquele era um novo começo, o seu começo.

- "É Hinata chegou a hora de abandonar o núcleo de seus problemas."



Notas Finais


Desculpe se teve alguma erro de ortografia, até o próximo capítulo pessoal! Bjss!

~ <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...