1. Spirit Fanfics >
  2. Herdeira da magia ( Imagine Yuno) >
  3. 4 vezes

História Herdeira da magia ( Imagine Yuno) - Capítulo 16


Escrita por: Cany_San

Capítulo 16 - 4 vezes


— Nila! — um sussurro me chamou pela janela.

Sai do banheiro e abri a cortina, vendo yuno sentado em sua vassoura.

Sorri e abri para que ele pudesse entrar.

— Boa noite — Eu estava com uma escova de dentes na boca então apenas movimentei a cabeça e voltei ao banheiro.

Quando terminei minha higiene noturna, yuno estava sentado na cama me esperando.

— Agora sim. Como foi seu dia?

— Tive algumas missões na cidade..Nada demais. Então você está no esquadrão em? Parabéns.

— Você também está — me aproximei e acariciei seu rosto.

Ele envolveu os braços ao redor de minha cintura e me jogou na cama.

Com aquele olhar de felino que eu amava, subiu alguns beijos pela minha barriga até chegar em meu pescoço.

Puxei ele para um beijo a medida que sentia ele me abraçar mais e mais.

O ambiente iluminado apenas pela luz dos abajures nos dois lados da cama, nos dava visão suficiente um do outro.

Inverti nossas posições me sentando em seu colo, capturando sua boca com a minha.

Puxei sua camisa e tirei ela olhando seu físico.

Ele estava ganhando músculos.

Sorri e passei os beijos para seu pescoço, mordendo levemente a pele branca.

— Nila..

— Hum? — Olhei seus olhos que pediam por mais.

Sorri e segurei o cós de sua calça, puxando pra baixo.

Rebolei algumas vezes em cima dele, já que eu usava apenas uma calcinha, ele já havia tirado todo o resto da minha roupa.

Desci até seu membro beijando seu corpo.

Eu não sabia como faria aquilo, mas tentei não usar meus dentes, para não machuca-lo.

Passei a língua pela ponta algumas vezes vendo que ele tentava se segurar pra não gemer. Subi e desci algumas vezes, molhando toda a extensão com minha boca, até ele segurar meu cabelo e ditar os movimentos que ficavam cada vez mais rápido.

Não me importei com isso, já que suas reações eram tão positivas.

Senti ele me puxar tirando minha boca de si me fazendo olha-lo.

— não precisava ter feito isso.

— Eu quis. — Falei beijando sua boca.

— Fica de pé — obedeci e senti suas mãos passearem pelo meu corpo, juntamente com sua boca.

Ele abaixou lentamente a calcinha e distribuiu beijos em minhas coxas.

— Yuno.?

— Deixe-me retribuir — Sussurrou apertando minha bunda e me jogando novamente na cama.

Abriu minhas pernas e beijou o interior delas, sem desviar o olhar do meu.

Quando passou a língua pelo meu sexo e começou a me chupar, tive que me conter para não gemer alto, mordendo minha mão.

Aquilo era incrível, eu nem sabia que podia sentir prazer assim.

Involuntariamente rebolei algumas vezes em sua boca e senti meu corpo tremer.

Minha respiração se acelerou junto com meu coração, e ao olhar pra baixo, vi ele me encarar com um sorriso safado enquanto passava a língua pelo lábio inferior.

— Você é doce .. — Comentou se aproximando da minha boca para me beijar.

Quando senti sua língua invadir minha boca, também senti seu pênis entrar em mim.

— Humm... Yuno..

— Shii.. — Ele passou o braço por debaixo do meu pescoço e com a outra mão segurou minha perna direita, permitindo se mover com mais facilidade.

Ele cruzou seu olhar comigo e sorriu, de um jeito muito lindo, antes de se abaixar mais e me beijar.

Depois de um tempinho, ele inverteu as posições me colocando sentada.

Abraçou meu corpo e abocanhou meu seio enquanto eu me movia a ritmo lento.

Abracei suas costas e arranhei elas, a medida que ele me forçava a sentar com mais força guiando meu quadril com as mãos.

— Yuno.. Eu.. — Senti algo em mim pressionar e a vontade de ter mais e mais veio com força.

Aumentei o ritmo e puxei ele para um beijo antes de ele me puxar saindo de dentro de mim.

Me levantei e peguei uma toalha pra ele, vendo que tinha se sujado bastante.

 — Temos que tomar cuidado com isso. Não posso tomar muitas pílulas.

— Sim.. vou tomar mais cuidado — Me deitei ao seu lado e Girei a cabeça olhando seu rosto calmo.

Ele sorriu e se deitou em cima de mim, fazendo carinho em meu cabelo.

— Já te falei que você é muito linda?

— Hoje não.

— Me perdoe pelo meu erro. Você é perfeita — Disse me fazendo rir.

— Tabom. Obrigado, homem mais lindo dessas terras.

— Dessas?

— É, eu nunca sai de Clover, não sei se tem alguns mais lindo que você por aí.— ele fechou a cara na hora — eu tô brincando.. a desculpa vaaai.. é brincadeira. Você sabe que é o único que eu tenho olhos. 

— Mas existe?

— Não sei. Mas pra mim você é o mais bonito. Mais gostoso.. mais forte... 

— Tabom chega, tá aumentando demais o meu ego.

— Parei. — Estendi a mão e Acariciei seu cabelo que estava quase batendo no ombro.

— Eu queria poder ficar assim com você pra sempre.

— Eu também — confessei quando ele se abaixou um pouquinho e abraçou meu corpo, deitando a cabeça encima dos meus seios.

— Vou dormir assim.

— Não, nem vem vamos nos vestir — falei rindo tentando tirar ele de cima de mim.

— Naaaam.. me deixa ficar assim.. — Fez birra me olhando com um sorriso travesso.

— Yuno você não é uma criança — falei vendo ele levantar a cabeça

— Sou sim. — disse chupando meu peito.

Sorri e observei ele chupar um dedo antes de voltar a abocanhar meu seio e passear com sua mão pelo meu corpo até chegar em minha intimidade.

Colocou dois dedos em mim e começou a brincar comigo.

Tentei me controlar enquanto ele se divertia me provocando.

Senti seus dedos acertarem um ponto específico dentro de mim que me fez inclinar o corpo de prazer.

Ele sorriu e se abaixou mais, voltando a me chupar.

Ainda com os dedos dentro de mim, me chupou e observou enquanto eu rebolava em sua boca.

Ele se empenhou em me fazer gozar apenas com sua boca e seus dedos, e quanto senti que meu ápice estava perto, ele intensificou os movimentos com a mão.

Me desfiz em sua boca e respirei fundo sentindo ele se levantar e me puxar pelas pernas.

Colocou cada uma em seu ombro e entrou em mim,se inclinando pra baixo, apoiando ambas as mãos no colchão.

Aquela posição acertava diretamente meu ponto toda vez que ele enterrava fundo em mim.

— Yuno.. isso..

— Eu sei.. — Ele continuou me olhando enquanto estocava cada vez com mais força.

 gemeu baixinho abaixando a cabeça e aumentou o ritmo indo mais rápido.

Seu corpo se arrepiou e senti que ele ia gozar.

Ele saiu de dentro de mim e gozou na minha barriga, respirando fundo.

Gozei logo em seguida e tentei regular a respiração, enquanto tentava achar a toalha que eu havia pego

— acho melhor você tomar um banho.

— Sinto minhas pernas fracas — Admiti rindo baixinho.

Ele se levantou e me ajudou a levantar e me levar até o banheiro.

Tomamos uma ducha rápida e nos vestimos.

Eu estava exausta então apenas me deitei na cama e esperei ele.

O mesmo se aproximou puxa do as cobertas e se deitou ao meu lado, nos cobrindo.

— Cansada?

— Um pouco.

— Pelo menos foi bom — Sorri e me aconcheguei mais em seu peito.

Ele estava deitado de lado, e logo me envolveu em um abraço, beijando minha cabeça.

— Se eu dormir, você não me acorda — Falei olhando em seus olhos.

— Então se eu quiser transar no meio da noite vou fazer isso com você dormindo?

— você não teria coragem. — Falei estreitando os olhos pra ele.

— É, melhor não né.. não quero apanhar — disse me abraçando mais.

— Besta.— comentei rindo.

— Nila.. você me ama? — ergui a cabeça para olha-lo e sorri

— Claro que sim. Que pergunta é essa ?

— E que você não fala sobre isso.

— Não pensei que fosse o momento. Achei que estava cedo pra falar disso.

— Eu não acho.. — Disse me puxando pra um beijo rápido. — eu te amo.

Meu coração saltitou com essas três palavrinhas, me fazendo sorrir.

— Também amo você — Respondi dando um selinho nele — Agora vamos dormir porque você acabou comigo — Falei escondendo o rosto em seu peito.

Ele riu e apagou as luzes, me abraçando e fazendo cafuné em mim até dormimos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...