História Herdeira de Eldarya - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Eldarya
Tags Ação, Eldarya, Nevra, Romance
Visualizações 119
Palavras 969
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Luta, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - Treino


-Teste?!

Miiko afirmou com a cabeça

-Sim, digamos que... Não te deram nenhuma missão de verdade desde que você veio, mas no meio da reunião, Valkyon falou sobre você ser habilidosa em defesa pessoal, o que pode ajudar muito na Guarda Obsidiana pela falta de membros, mas realmente queremos testar isso.

(Valkyon falou isso de mim?! Eu tenho que agradecer a ele depois!)

-E além do mais, vamos realmente ver se você já foi Helaine... - Eu afirmei com a cabeça, tudo aquilo parecia muito estranho, foi tudo previsto de última hora, eu fui chamada de "Helaine" não fazia 1 semana que eu havia chegado. - Bom, é só isso Koralyne.

Eu ia em direção ao meu quarto mas ainda ouvi Miiko me chamando.

-Koralyne! - Eu me virei:

-Sim?

-Você está acomodada no quarto de Nevra, não?

Eu me aproximei dela e disse:

-Sim, há algum problema? 

-Não, eu só não quero saber de coisas erradas no quarto dele, hein? - Eu olhei surpresa pra Miiko, ela realmente tinha falado aquilo? Fiquei nesse pensamentos apenas por instantes até que ela se virou, e saiu.
Segundo Miiko, o teste seria amanhã, e ainda nem chegou a hora do almoço, eu resolvi que iria treinar uma hora depois do almoço, eu não queria falhar naquele teste, mas queria falhar no teste de Helaine... No meu coração, ainda há um pontinho de esperança que eu consiga voltar para a casa, mesmo não querendo, eu queria me formar e ser alguém na vida. Eu não posso ficar aqui cozinhando e fazendo missões enquanto eu ainda tenho uma vida pela frente..!

Droga, milhões de pensamentos em poucos segundos, eu mal pude perceber e já estava roendo minhas unhas, é a ansiedade querendo me dominar.

-Não! - Sussurrei pra mim mesma. - Eu não vou deixar nenhum sentimento ruim me controlar!

Perdendo o medo, eu resolvi ir ao meu quarto. Eu não queria ficar com aquele vestido curto, apesar de bonito, era falta de noção!

Assim que entrei no meu quarto, o ambiente estava normal, estava calmo... Por causa dessa droga de quarto que eu tomo banho nas duchas compartilhadas, o que não é problema mas, eu queria um ambiente só meu.

Eu peguei minhas roupas e me troquei rapidamente, e com a ajuda de uma escova, prendi meu cabelo em um rabo de cavalo alto, mas solto um pouco acima da nuca. Olhei o relógio, 11:30 em ponto, era a hora do almoço. Assim que saí, vi Valkyon um pouco a frente indo na mesma direção que a minha.

-Valkyon! Espere! - O maior rapidamente se virou para trás. Eu comecei a se aproximar, e assim que tive uma certa distância eu disse olhando para o lado.

-Olha... Obrigada por falar de mim para Miiko.. Sério, agora talvez eu possa ajudar um pouco mais na guarda.

Ele esboçou um enorme sorriso, que eu nunca vi antes a falou:

-Não foi nada! Obrigada por querer ajudar na guarda, muitas pessoas preferem ficar descansando.

Ficou um silêncio absurdo, até que eu o quebrei:

-AH! Você vai almoçar né? - Ele afirmou com a cabeça. - Então vamos juntos! - Eu puxei seu braço e fomos juntos à cantina, pegamos cada um, um prato e sentamos na mesma mesa. Eu queria conhecer mais o Valkyon, eu quero conhecer cada dia mais todos daqui, e me dar bem com todos. Eu resolvi falar algo mas na mesma hora eu esqueci.

-Então... - Ele arqueou a sobrancelha para que eu continuasse.

-Ah, deixa quieto.

-Vejo que você ficou sem assunto.

-Acertou! - Eu disse com a mão apoiando a cabeça e com a mão canhota mexendo com o garfo num sinal de tédio. Ele sempre é calado e dificulta um pouco as coisas. Mas algo veio na minha cabeça.

-Vejo que às pessoas não chegaram ainda da 'missão'

-Sim, à missão dura três dias...

Eu dei uma pequena risada e disse:

-Karuto deve estar feliz por cozinhar menos esses dias! Hahahaha... - Eu olhei ele que estava normal.

-Hum - Tsc às vezes eu esqueço que ele não é Nevra.

-Valkyon, por que não fala muito? Eu queria ser sua amiga... - Ele não olhou para mim e continuou comendo.

-Não precisa se forçar a ser amiga de todos se é isso que você quer...

-Que? - Ele repetiu novamente - Não se force para fazer amizades.

-Mas eu não me forço! Só quero conhecer as pessoas daqui um pouco mais! Sabe, apesar de ler a maioria dos livros na biblioteca, vocês sabem muito mais que eu! Mas eu sei muito mais coisas lá na Terra do que vocês... Seria muito legal essa troca de informação, não acha?

Ele olhou para a comida por alguns segundos, mas logo depois afirmou com a cabeça.

-Então o que acha de conversarmos um pouco mais quando pudermos, não? Eu não mordo aliás, eu não sou um Blackdog.

-Certo, certo - Disse ele rindo um pouco, logo após isso, chegaram Nevra e Ezarel, logo conversando com Valkyon, e eu terminei meu almoço silenciosa, apenas escutando conversas banais vinda deles.

Passado uma hora andando de tédio pelo QG, eu resolvi que eu iria treinar, mas em que lugar? Sai para fora apenas uma vez. Quer saber? Não interessa! Eu me lembrei daquela praia que eu vi na minha janela e quis ir para lá

 

                                               

 

Mesmo com um pouco de dificuldade de achar o local, eu achei aquela praia, o sol estava um pouco forte, mas não liguei, então eu comecei a avançar um pouco na areia para me afastar um pouco da maré do mar. Assim que achei um local bem legal eu pensei... Como eu vou treinar sem alguém? Ou pelo menos uma arma?

-Ei! Quem é você?

Eu olhei para trás e me assustei com a possibilidade de alguém ali.

                                                                                                       Continua...


Notas Finais


Gente eu espero que tenham gostado, de coração, e obrigada por favoritarem e comentarem, é muito importante pra mim 'u' Esse episódio foi curto, mas é cansaço...
E um avisinho gente, amanhã provavelmente não terá fic (talvez sim, talvez não, mas é mais não do que sim)
Beijos de luz!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...