1. Spirit Fanfics >
  2. Herdeira- Villainous >
  3. O bebê

História Herdeira- Villainous - Capítulo 26


Escrita por:


Capítulo 26 - O bebê


Black Hat estava ansioso pra chegar em casa. Não queria perder o nascimento de seu filho, e principalmente não deixar a sua garota sozinha sem sua companhia. Os pensamentos do demônio pararam, depois que virou uma esquina e encontrou a rua congestiona. Black Hat colocou a mão na cabeça e depois gritou. 

-" PORRAAAA!!!!" e apertou a buzina várias vezes irritado. Logo em seguida pegou o celular para ligar pro seu irmão.

-" Vamos lá, vamos lá..."

-" oi!"

-"  Hat, más notícias. Estou preso em um congestionamento. Acho que vou fazer uma loucura aqui!"

-" essa não Black Hat! Então venha logo, a garota está com um probleminha..." 

-" O QUÊ???"

-" B-bem sim... ela está com dificuldades!" 

-" Ai caramba!" Depois de Black Hat ter ouvido isso sabia que a Demência estava precisando dele ao seu lado. Respirou fundo e saiu do carro.

-" O que importa! Mais tarde eu venho pegar!" Falou firmemente e deixou o seu veículo pra trás, não ligava se o seu carro iria atrapalhar o trânsito. O demônio saiu correndo, indo procurar alguma rua e táxi livre pela frente. Ele ouviu alguns motoristas reclamando por ter deixado o seu carro bloqueando o caminho, mas o Black Hat não ligou pra isso.

Dr. Flug estava nervoso, ele via que Dem já estava ficando cansada e se preocupava. White Hat fazia o total apoio à garota, mas percebeu que o olhar do cientista estava meio atordoado.

-" Veja Dem, eu sei que você é uma garota forte! Por favor... faça isso mais uma vez pelo seu bebê!" Sussurrou no ouvido da vilã. Ela pensou e forçou um sorriso.

-" Você tem as mesmas palavras do Black Hat! Eu queria que ele estivesse aqui... m-mas acho que ele não vai chegar à tempo!" Fechou os olhos tristemente e exausta.

-" Não é culpa dele de não estar aqui! Ele está fazendo de tudo pra chegar.... vamos Dem, faça isso por ele também! Eu sei que você consegue!"

Demência pensou de novo, White Hat estava certo. Ela olhou pro Flug por alguns instantes e depois fechou os olhos. A garota tomou todas as suas energias, respirou mais fundo que pôde. E por fim, tentou de novo.

Foi a maior força que ela fez. As forças que ela fazia quando lutava não se comparava à isso. Era totalmente diferente.

-"V-você está conseguindo! Não pare, continue!!!" As esperanças de Flug começaram a voltar. A garota não iria parar até o seu bebê sair do útero. Ela já ouvia a voz do cientista se alegrando, parecia que estava funcionando.

-" Eu já estou vendo ele Dem.... mais um impulso!" Falou Flug

Era tudo o que a Demência queria ouvir, e ela fez. Aquela sua terrível dor começou a dar uma pequena aliviada, e pra sua tão esperada felicidade ela ouviu o som desejado de um choro de bebê! Sua visão estava turva e torcia para não desmaiar depois desse esforço todo. White Hat e 505 além de ficarem admirados também ficaram felizes.

Dr. Flug logo embrulhou o bebê e se aproximou da Demência " Parabéns Dem, é uma linda menininha!" E colocou nos braços da mãe. O bebê chorava e Demência finalmente pegou o seu bebê no colo e admirou intensamente.

-" E-ela se parece comigo!!!" Sorriu. O resto do pessoal ficaram em harmonia. Mas a vilã sentiu falta de alguém ao seu lado " Black Hat perdeu esse momento!"

Flug e White Hat se entreolharam. Eles tinham esquecido da presença do Black Hat.

-" Cadê ele afinal?" Perguntou Flug

________________________

Flug fez observações no bebê em seu laboratório, embora ela tenha nascido antes da hora, a recém nascida não tinha problema nenhum. Estava perfeitamente bem, que nem um bebê saudável de nove meses. O cientista conclui que a menininha seria que nem o pai, forte e talvez um pouco impaciente. Ele riu com isso, mas já estava preocupado em seu futuro serviço de babá.

Já havia se passado quase 2 horas, e a ausência do Black Hat preocupava. Ele já não respondia as ligações, que estava deixando Demência frustrada. Depois que tudo estava limpo e quase de volta ao normal, a garota tentava tirar um cochilo mas não conseguia. 

-" Olha que lindinha, que fofinha..." o demônio branco estava encantado com a sua sobrinha " Você é apressadinha né? Saiu antes da hora!" Brincou. A bebezinha ainda chorava um pouco.

-" Shiiii.... calma querida.." Dem sorriu ao ver os olhos da filha

-" Ela não se parece nada com o Black Hat! É totalmente.... humana." Falou White Hat

-" Sim! Mas tenho certeza que ela vai ter os poderes especiais do pai! Não é mesmo minha bebezinha?!"

-" Claro que sim heheh... e o nome? Já pensou em algum?"

-" Vou escolher junto com o Black Hat!" De repente ela parou de sorrir "estou preocupada com ele! Melhor alguém ir atrás dele "

-" eu vou procurar ele!" White se levantou imediatamente " Relaxe Dem"

White Hat saiu do cômodo indo procurar o seu irmão.

-" Ahm, aonde vai senhor Hat?" Perguntou Flug no corredor com uma bandeja de comida nas mãos.

-" Procurar o meu irmão!" Disse sério e desceu as escadas depressa. Flug achava que o seu chefe ainda estava no trânsito resolvendo as coisas, e que mais tarde apareceria. Ele foi levar um lanche pra Demência.

-" Olá mamãe, como está?" Flug entrou dando um sorriso debaixo da sacola.

-" Só estou cansada Flug! Eu queria tirar um sono, mas estou pensando no Black Hat e o bebê as vezes chora."

-" Black Hat com certeza está bem. E posso cuidar da recém nascida pra você!"

-" Obrigada Flug! Mas realmente quero ficar com ela nos meus braços ainda"

-" Okey Dem, mas você precisa comer! Deixe-me carregar um pouco a garotinha!"

-"Tudo bem espertão, você venceu" Demência deu o bebê ao Flug cuidadosamente, enquanto se preparava para comer.

White Hat foi tentar procurar o seu irmão pelas ruas. Já estava anoitecendo, ficaria muito complicado de fazer isso. Ele não estava tão longe da mansão, até que viu uma silhueta negra caminhando lentamente na calçada.

-" Black Hat?!" Sussurrou o demônio branco. Ele chegou mais perto e observou direito. E sim, pela cartola era o Black Hat. White correu em direção à ele

-" B-Black Hat... Black Hat... o que houve irmão?!" Quando chegou mais perto dele viu que ele estava meio.... quebrado. "Mas o quê?"

-" Olha antes de fazer perguntas estúpidas, eu tive um problemão no trânsito okey!" Falou sério

-" Nossa mas.... por quê?!" White perguntou meio assustado com o irmão

-" DEIXE pra lá! Estou estressado..." e pensou logo na Demência " E a Dem?"

-" Está muito bem! Falei pra você que ela estava com problemas antes e você parece tão... calmo!" Ficou meio chateado com o Black Hat! Parecia que ele não estava nem aí pra ela.

-" Eu sei que é estranho pra você, mas eu sentir que ela tinha conseguido! Eu sentir algo no meu peito que ela e o meu filho estavam bem" Falou calmo e paciente. White Hat tinha entendido.

-" Isso é ótimo! Vamos então... elas estão esperando por você!"

-" Quê? Elas?"

White Hat riu " Sim! Você é pai de uma linda menininha!"

Black Hat olhou pra ele por alguns segundos e logo soltou um sorriso genuíno em seu rosto " S-sério?"

-" Sim mano hehe..."

-" E o que estamos esperando, vamos logo!" Black apertou os passos eufórico, junto com seu irmão.









Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...