História Herdeiro - Capítulo 57


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Gravidez
Visualizações 4.546
Palavras 886
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaaa garotas e garotos!

Capítulo 57 - E o tempo passou...


POV's Annabelle 

ALGUNS ANOS DEPOIS...

Terminei de arrumar a cama quando escutei a porta do quarto sendo aberta violentamente, olhei em direção do barulho e Justin estava com as mãos na cabeça e vermelho. Por essa expressão coisa boa não era. 

- Está tudo bem? - perguntei me aproximando do meu marido devagar.

- Eu preciso de sexo. - ele falou me puxando pela cintura e tentando me beijar. 

- Hey! Calma ai, o que aconteceu? - perguntei parando ele. 

- Eu quero matar sua filha, mas pra não ser preso prefiro fazer sexo. - ele falou e comecei a rir. 

- O que Julie fez? - perguntei puxando ele para se sentar na poltrona e sentei em sua perna. 

- Como sabe que é a Julie? - ele perguntou mas logo respondeu. - Claro, você que pariu aquele ser. 

- Aquela obra de arte. - falei segurando o riso e ele revirou os olhos. - Julie tem 17 anos, já está na hora de você deixar de lado essa implicância com o Artur. 

- Então foi você que deixou ela sair com aquele garoto? Como você faz uma coisa dessa Annabelle? Vai que ele quer sequestrar minha filha? - ele falou jogando a cabeça para trás e bufando. - Ela é uma criança!

- Por favor né Justin, cá entre nós que Julie ja é quase uma mulher. - falei calma, coloquei uma mão em seu rosto acariciando. O tempo so fez bem para ele, Justin estava no auge dos seus 40 e pouco e em ótima forma. Sua barba bem feita e seu olhar de homem serio completavam o pacote.

- Uma mulher não sei onde. - ele falou me olhando sério. - Ainda bem que Aurora não puxou a irmã.

Olhei para ele e comecei a rir, Justin tinha uma proteção muito grande com essas meninas. E Julie gostava de testar a paciência do pai ao limite. Era incrível em como a Julie se parecia com ele, era uma versão feminina dele enquanto Aurora era o contrário, calma e tranquila.

- Julie ja está na faculdade amor, daqui a pouco ela e Aurora vão ter suas casas. - falei sorrindo fraco.

- Eu sei, isso é uma merda sabia? - ele murmurou e sorri. 

Desabotoei sua blusa social aos pouco e ele acompanhou meus movimentos com o olhar, quando percebeu o que eu ia fazer deu um sorriso malicioso e piscou para mim. 

- Ainda quer aquilo? - perguntei quando sua blusa ja estava aberta. 

- É claro loirinha. - ele falou me beijando. 

(...)

Me levantei e deixei Justin dormindo. Tomei meu banho e me arrumei colocando um short e uma blusa folgada, sai do quarto e fui para a sala. Aurora estava ensinando balé para a filho do Ryan e Bea, Tifany de 7 anos. 

- Oi tia Anna. - ela falou vindo correndo em minha direção.

- Oi meu amor, como estão seus pais? - perguntei abraçando a princesinha ruiva. 

- Estão bem, cuidando do Bruce. - sorriu ao falar o nome do irmãozinho de 2 anos. 

- Estou com saudades de sua mãe. - fazia um tempinho que não via a Bea. 

- Ela vem hoje me buscar. - respondeu voltando para o tapete. 

- Que bom, assim posso conversar com ela. Aurora onde está Julie? - perguntei estranhando o silêncio na casa, essas duas passam o dia todo conversando. 

- Ainda está com o Artur. - respondeu dando de ombros. - Papai está em casa? 

- Sim, está no quarto. Vou fazer um lanche para vocês. - fui para a cozinha. 

Comecei a preparar o lanche e logo estava distraída. Julie tinha começado a faculdade de direito, Aurora preferiu seguir carreira na dança, estava na faculdade de artes e dança, ambas ss tornaram meninas lindas, não falo isso por serem minhas filhas, mas as duas eram muito bonitas, bem educadas e gentis. Julie estava namorando o Artur, um menino muito bonito que cursava engenharia, de 20 anos, esta quase terminando a faculdade. 

- Oi mãe. - Julie disse me assustando um pouco. 

- Oi meu amor, como foi la? - perguntei abraçando minha filha. 

- Foi bom. - ela disse se sentando perto da pia, onde eu estava preparando a torta de frango. - Podemos conversar? 

- Claro. - olhei para ela curiosa. - Sobre o que quer falar? 

- Hoje aconteceu algo. - ela falou e coloquei a torta no forno e fui para o lado dela. - Nos meio que passamos o limite mas não teve sexo. 

- Julie. - falei seria. - O que aconteceu? 

- Ele fez coisas com a mão. - falou sem graça. - Ai mãe, foi bom. 

Respirei fundo e olhei para minha filha de cabeça baixa. 

- Eu sei meu amor, e sei que seus hormônios estão atacados e todo mais, você sabe que nunca te prendi e nem nada. - falei com tranquilidade. - Isso é algo que você tem que pensar muito se realmente quer agora, eu não indicaria, mas essa é uma decisão sua.

- Eu te amo sabia? - falou me abraçando. 

- Também te amo muito minha princesa. - falei beijando sua testa. Eu conseguia entender o Justin, ele estava com medo de perder as filhas, com medo de perder o lugar na vida delas. 

 


Notas Finais


Entao gente, aqui vai um pouquinho de como vai ser os bônus! NÃO É UMA CONTINUAÇÃO... São bônus! A fic acabou no capítulo passado ok??
Eu estava com saudades de vocês!! Muitas muitas!! Beijão e breve voltarei com outro bônus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...