1. Spirit Fanfics >
  2. Herdeiro da morte >
  3. Capítulo 25

História Herdeiro da morte - Capítulo 26


Escrita por: EllyRodrigues

Capítulo 26 - Capítulo 25


  O grupo de 6 sonserinos estavam sentados na comunal em frente a lareira fazendo seus trabalhos durante o toque de recolher quando Marcus Flint, Adrian Pucey e Terence Higgs chegaram perto dos mesmos com as feições sérias.
 

- Hadrian. - Adrian chamou a atenção do Black.

- Sim Adrian? - Harry arqueou a sobrancelha.

- Podemos conversar com você por dois minutos? - Flint questionou.

- Claro, eu já volto. - O platinado disse se levantando e deixando suas atividades de lado seguindo os outros três sonserinos. - O que foi? - O garoto perguntou.

- Hadrian, você sabe que nós estaremos nos formando este ano e temos duas coisas para lhe propor. - Terence se pronunciou com calma.

- Podem dizer. - O Black encorajou.

- A primeira é que lhe colocamos no topo da lista para assumir o posto de capitão do time de quadribol da sonserina no ano seguinte, professor Snape irá lhe perguntar formalmente, mas já estamos lhe avisando, você é o nosso melhor jogador dos que irão continuar na escola e achamos que você é a melhor escolha. - Marcus disse com um sorriso de lado.

- Proposta irrecusável. -  O Black riu.

- Ótimo, a segunda é mais complicada. - Pucey coçou a nuca.

- Nós também estamos no topo da hierarquia sonserina e pelo mesmo motivo da formatura nós iremos deixar o posto, não podemos simplesmente lhe colocar no topo por mais que quiséssemos, já que é questão de conquista, mas se tem alguém que pode manter o controle da nossa casa.... - Flint começou.

- Esse alguém é você. - Higgs completou.

- Eu teria que duelar com outra pessoa que quisesse me desafiar, estou certo? - O garoto sorriu com o olhar pensativo.

- Exato. - Pucey afirmou.

- E quem seria essa outra pessoa? - Hadrian sorriu predatoriamente.

- Graham Montague. - O atual capitão da sonserina disse.

- Isso vai ser interessante, eu topo. - O platinado riu.

- Eu nunca duvidei de você Black. - Adrian sorriu.

- Okay, vejo que meu próximo ano será agitado. - O Black murmurou atraindo risadas dos 3 sonserinos.

- Te vemos por ai Black. - Pucey disse antes do platinado voltar até seus amigos.
 

  Hadrian se sentou deitando a cabeça no colo de Blaise que automaticamente acariciou os cabelos platinados do Black.
 

- O que eles queriam Hazz? - Zabini perguntou com os olhos em seu ensaio de feitiços.

- Capitão do time de quadribol e duelo pra hierarquia. - Respondeu o platinado voltando a terminar seu trabalho deitado.

- Você vai entrar pra hierarquia? - Pansy perguntou surpresa.

- Você vai ser capitão do time? - O Nott exclamou surpreso.

- Talvez e sim, vou duelar com Montague. - Hadrian deu de ombros.

- Boa sorte Hazza. - Ralphi desejou com um sorriso mexendo nos cabelos castanhos de Theodore.

- Obrigado meu doce. - O platinado sorriu.


 

  O Potter e seus dois cães de guarda, Ronald e Gina Weasley observaram a garota Lupin-Black voltando para sua comunal sozinha após passar um longo tempo na biblioteca, o Potter sorriu com o novo alvo, ele e os dois Weasleys se aproximaram da garota de forma forma furtiva.
 

- Ora ora, uma cobra rastejando até sua cova. - O 'garoto que sobreviveu' provocou a menina.
 

  Ralphina fingiu que não escutou e continuou seu caminho.
 

- Pra que a pressa Lupin? - Ronald perguntou com um sorrisinho.

- Tenho alergia a gatinhos assustados. - A Lupin deu um sorriso debochado.

- Todos os Blacks tem garrinhas é? - A ruiva menor arqueou a sobrancelha.

- Nós 4 sabemos onde isso vai acabar, então por que vocês não me deixam em paz antes que percam seus membros do corpo ou virem pó? - A morena disse com tédio.

- Só queremos brincar pequena Black. - Potter riu empurrando a garota para a parede.

- Me solta Potter. - Ralphi rosnou.

- Cãozinho vai rosnar é? - O maior zombou.

- Eu mandei me soltar. - Os cabelos de Ralphina começaram a ficar brancos e os olhos brilharam em um dourado brilhante.

- O que a pequena loba vai fazer? - O Potter zombou mais uma vez.

- 'Depulso'. - A garota sussurrou com a voz perigosa e a varinha na mão fazendo o Potter ser arremessado para trás. 

- Sua vadiazinha. - Gina rosnou apertando o pescoço da menor.
 

  A ruiva mal percebeu quando foi puxada e teve suas costas batidas com força contra a parede de pedra do corredor.
 

- Encosta suas mãos na minha prima de novo e eu vou cumprir a minha promessa do ano passado. - A voz grossa do garoto platinado bateu no ouvido da ruiva enquanto a mão apertava seu pescoço.

- Solta a minha irmã. - O ruivo maior rosnou apontando a varinha para o platnado.

- Que saber de uma coisa Ralphi? - O platinado olhou para a prima ignorando o ruivo.

- O que Hazza? - A garotinha sorriu.

- Cansei de ser bonzinho. - O Black sorriu.
 

  Gina gemeu dolorosamente quando sentiu garras arranharem seu pescoço e aperta-lo com força, o ruivo maior foi empurrado contra a parede e a varinha do mesmo voou para a mão da Lupin, a ruiva mais nova começou a se debater por falta de ar enquanto Potter se segurou na parede e tentou se levantar, porém levou um soco no maxilar pela pequena Black.

  O 'Moody' parou no corredor observando a cena curiosamente e dando atenção a pressão e densidade da magia escura que estava em volta dos 5 alunos.
 

- Senhor Black, o que está acontecendo aqui? - O professor perguntou com falsa repreensão. 

- Nada demais professor, apenas ensinando a alguns grifinórios estúpidos a não encostarem na minha prima. - O garoto respondeu soltando a ruiva que caiu no chão respirando com dificuldade.

- Senhorita Lupin-Black poderia ir para a comunal enquanto eu converso com seu primo? - O professor pediu vendo a menina assentir.

- S-sua vadiaz... - Potter iria provocar, mas foi parado por um soco na costela e cuspiu sangue.

- Da próxima vez é bom me ouvir quando eu mandar ficar longe de mim. - Ralphina rosnou com os cabelos voltando ao preto natural.

- Boa prima. - Harry riu do soco bem dado.

- Um Black sabe se defender e um Lupin sabe ser subestimado. - A morena sorriu. - Te espero na comunal Hazza. - Completou continuando seu caminho para a comunal.

- Malditos Blacks talentosos. - 'Moody' resmungou. - Senhor Black eu deveria tirar pontos de sua casa porque não foi a melhor atitude. - O professor completou.

- Não seria a primeira vez que isso acontece professor. - O Black riu. 

- Entendo senhor Black, fico me perguntando como você acabou nesta situação. - O falso 'Moody' divagou.

- Este momento ou no geral? - Hadrian perguntou já entendendo aonde o comensal queria chegar.

- Geral. - Respondeu rapidamente.

- Ah, você sabe professor, devemos abraçar as oportunidades. - O platinado sorriu.

- Creio que sim senhor Black, os três estão bem né? Aparentemente sim, pode ir pra sua comunal Black. - O homem disse vendo os três grifinórios se levantarem.

- Sim professor, e vocês três, lembram do que aconteceu no ano passado? - O Black questionou vendo os três assentirem rapidamente. - Cuidado, pode acontecer de novo. - Completou voltando para a comunal.
 

  Os dois Blacks foram ignorados pelo trio o resto do mês, mal viram o tempo passar quando chegou outubro e o dia em que eles conheceriam as escolas que participariam do torneio tribruxo, o jantar estava rolando calmo e barulhento como sempre quando Dumbledore pediu a atenção de todos.
 

- Como vocês bem sabem, a escola de magia e bruxaria de Hogwarts irá sediar o torneio tribruxo em nossa escola, e hoje eu gostaria que descemos as boas-vindas aos nossos convidados que ficarão entre nós durante este ano. - O homem começou com um sorriso. - Dêem as boas vindas as alunas da escola de magia de Beauxbatons e sua diretora Madame Maxime. - Com isso dito as portas do salão se abriram e muitas garotas entraram com seus vestidos de um tom claro de azul fazendo uma dança, logo atrás vinha uma mulher alta com um casaco de pele e os cabelos curtos em um tom vinho.

- Obrigado pela hospitalidade, Alvo. - A mulher disse com o sotaque frances e sorriu enquanto o diretor lhe beijava as costas da mão.

- Seja bem-vinda Olimpia. - O velho sorriu. - E agora dêem as boas vindas aos rapazes do institudo Durmstrang. - A porta novamente abriu e muitos garotos vestidos de vermelho e preto entraram batendo cajados no chão, as pessoas suspiraram ao ver Viktor Krum atrás de todos e em frente ao diretor Igos Karkaroff. - Bem vindo Igor. - O diretor Dumbledore cumprimentou o outro diretor.

- Obrigado diretor Dumbledore. - O homem disse com a face séria.
 

  Os alunos de Durmstrang se sentaram a mesa da sonserina enquanto as de Beauxbatons se sentaram a mesa da corvinal, o jantar continuou do jeito que era comum em Hogwarts, embora muitos garotos suspirassem pelas meninas francesas que muito provavelmente tinham sangue veela e os alunos de todas as casas tentassem chamar a atenção de Viktor Krum por ser o melhor jogador de quadribol do tempo. Luna que estava sentada ao lado de Draco em frente a Harry levantou o olhar para o garoto.
 

- Meu senhor vai ter um bom duelo hoje. - A loira disse com os olhos sonhadores.

- Então será hoje minha doce? Estou ansioso. - Harry sorriu.

- Black. - Flint chamou sentando ao lado do Black.

- Sim Marcus? - O platinado arqueou a sobrancelha em certa curiosidade.

- Está pronto para o duelo? - O capitão do time questionou.

- Marcus, por que ainda pergunta? Você sabe que eu sempre estou pronto. - O garoto sorriu perigosamente.

- Ótimo, vença esse duelo. - Flint sorriu voltando para sentar com Adrian e Terence.

- Sobre o que eles estão falando? - Krum que estava ao lado de Zabini questionou curioso.

- Se você manter segredo poderá assistir e entender. - O sonserino riu.

- Eu adoraria. - O Bulgaro sorriu. - Viktor Krum. - Se apresentou para Blaise e os demais amigos de Hadrian.

- Hadrian Black e esses são Ralphi Lupin-Black, Draco Malfoy, Theodore Nott, Luna Lovegood, Blaise Zabini e Pansy Parkinson. - O Black disse apontando para cada amigo.
 

  Dumbledore deu os últimos avisos sobre o cálice onde os que quisessem se escrever teriam que colocar seus nomes, sobre as regras do torneio e outros avisos, assim que foram dispensados a mesa da sonserina se levantou e seguiu para a comunal junto com Krum e outro amigo do mesmo que estavam curiosos para ver o que quer que fosse.
  Todos eles seguiram Adrian Pucey, o atual rei da hierarquia até uma sala adjacente na comunal que tinha um palanque.
 

- Como muitos de vocês sabem, eu Adrian Pucey sou o atual rei da hierarquia sonserina e estarei me formando este ano, e nesta noite estaremos presenciando um duelo formal entre Graham Montague e Hadrian Lorcám Morthem-Black pela posição de rei na hierarquia. - Um olhar de conhecimento passou pelos alunos da sonserina enquanto professor Snape entrava na sala.

- Não vale matar o oponente, o que acontece na sonserina, fica na sonserina, autorizado todo tipo de magia que não mate. - O mestre de poções recitou as regras enquanto Adrian desceu do palanque. 

- Ganhe esse duelo Black. - Disse Pucey ao pé do ouvido do garoto.

- Você duvida de mim docinho? - Harry sorriu para o maior.

- Não acredito que vou me formar sem ter ganhado um beijo seu. - Pucey resmungou com um risinho.

- Nem sempre conseguimos o que queremos querido, eu vou ganhar esse duelo. - Harry murmurou subindo no palanque enquanto Pucey se sentava na poltrona na ponta da sala junto com Terence e Flint.

- Enfim consegui lhe enfrentar em um duelo Black. - O garoto grande com a feição torta disse em um rosnado.

- Você da forma rápida ou da forma lenta? - Hadrian ignorou a frase do maior enquanto dobrava as mangas da camisa e dava a capa do uniforme para seu irmãozinho.

- Da forma que você perde. - Montague deu um sorriso torto.

- Que pena, essa opção não tem. - Harry riu. - Vamos simplesmente começar isso logo. - Completou com um sorriso.

- Se é assim que você quer. - Graham disse empunhando a varinha. - 'Confundus'. - Montague disse o feitiço entredentes.

- 'Protego', você sabe fazer melhor do que isso. - O platinado sorriu dissipando o feitiço.

- 'Dissendium'. - O sextanista rosnou.

- Desse jeito eu fico com medo de te machucar demais. - O Black riu desviando do feitiço.

- Um quartanista está desafiando um sextanista? - Krum perguntou estupefato.

- Acredite, Hadrian colocaria um comensal morto muito rápido. - Theodore disse com um sorriso enquanto os braços estavam apoiados nos ombros da Black menor.
 

  Harry desviou dos demais feitiços atacantes de Graham enquanto Snape prestava bastante atenção no filho adotivo de seu amanta, a magia do garoto parecia mais escura e densa, se você tivesse bons sentidos para sentir a magia alheia poderia sentir a escuridão quase palpável do menino. Hadrian observou o garoto do sexto ano ficar cada vez mais cansado magicamente esperando a hora certa.
 

- Bom, chega de brincadeira. - Harry sussurrou levantando a varinha. - 'Impedimenta' - O feitiço foi sussurrado quando o maior tentou ir em direção do Black. - 'Incarcerous'. - Cordas se amarraram no sextanista. - Você se rende? - Harry questinou o maior com um sorriso.

- Nunca. - Graham rosnou.

- Você tem certeza? - O Black sussurrou fazendo girando o pulso fazendo as cordas ficarem mais apertadas enquanto os olhos brilhavam com um forte verde e prata e a temperatura baixou.

- N-nunca. - O sextanista murmurou com dificuldade.

- Resposta errada. - Harry riu apertando mais as cordas deixando o maior inconsciente. - Durou tão pouco. - Disse mal humorado soltando as cordas.

- Vitória de Hadrian Lorcán Morthem-Black. - O pocionista disse com um sorriso contido enquanto os alunos menores ficavam assustados ao sentirem a escuridão e força da magia do Black.

- Você Hadrian Black, é o novo rei da hierarquia. - Adrian sorriu para o menor.

- Obrigado Pucey. - Harry sorriu sedutoramente.
 

  Harry desceu do palanque enquanto os outros alunos saíram da sala, o platinado caminhou até os amigos sendo abraçado pela prima e o melhor amigo.
 

- Parabéns Hazz. - Theo e Ralphi disseram juntos.

- Obrigado. - Harry sorriu depositando um beijo na testa de ambos.

- Parabéns senhor Black. - Snape o parabenizou.

- Obrigado professor. - Harry sorriu para o maior que logo saiu da sala.

- Meu senhor. - Pansy, Blaise e Draco disseram brincalhões

- Eu vou bater em vocês. - O Black riu.

- Parabéns Black, não posso negar que fiquei surpreso. - Krum sorriu abertamente para o menor.

- Eu acredito, nós da sonserina adoraríamos que isso ficassem em segredo, a hierarquia é uma coisa fechada a casa das cobras e de grande importancia que isso continue as cegas. - O platinado pediu com um sorriso sedutor.

- Pode ter certeza que isso ficará em segredo Black. - O Bulgaro devolveu o sorriso.

- Por favor, apenas Hadrian, acho que vocês devem ir para o dormitório de vocês, logo o toque de recolher vai começar. - Hadrian sorriu.

- Você está certo, boa noite. - Viktor acenou para os demais e saiu junto a seus dois amigos.
 

  Os 6 sonserinos riram e foram para seus dormitórios para dormirem, na manhã seguinte havia um espaço vazio no meio da mesa verde prata onde Hadrian e seus amigos se sentaram, os olhos de Dumbledore brilhou em conhecimento desagradável, a hierarquia sonserina sofreu mudança e agora Hadrian Black estava no topo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...