História Hero - Capítulo 1


Postado
Categorias Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Aranha, Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Anthony "Tony" Stark, Peter Parker (Homem-Aranha)
Visualizações 22
Palavras 704
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Hero - Capítulo 1 - Prólogo

January. 26th. 2001. Nova Iorque. Manhattan.

— Então, você está grávida, Sophia?

A jovem loira à sua frente, Silvana — mais conhecida como Sophia Smith pela alta sociedade americana — assentiu e deu um largo suspiro frustrado e jogou o teste que havia feito, há algumas semanas antes, na mesa do bilionário.

— Só queria avisar que assim que essa garota nascer, eu irei colocá-la em adoção, não posso criar uma criança, mas tão pouco irei matá-la — A loira pegou sua bolsa e se encaminhou até a porta do escritório do Stark, mas, antes de ir embora de uma vez por todas, parou, deu meia volta e encarou o homem que revisava aos papéis do teste, ainda, incrédulo.

— Se quiser saber qualquer coisa da menina, seu nome será Cheryl… Cheryl Amber Stark.

E com isso a mulher se foi, fechando a porta com extrema força, deixando Tony atónito e desconcertado, ele só recuperou o sentido quando o som da sua porta ressoou sala e com toda sua força correu por sua empresa até chegar a recepção.

— Onde está a… — Parou um momento para recuperar seu fôlego e voltou sua atenção para a mulher ruiva a sua frente — Senhorita, sabe onde está a mulher loira que estava em minha sala?

— Ela se foi há alguns segundos, senhor Stark, na verdade ela praticamente correu até o carro e saiu com ele a toda velocidade.

Insatisfeito com a resposta da recepcionista, Tony, foi até o estacionamento da empresa, onde se encontrava seu motorista e segurança pessoal, Happy, que ficou surpreso ao ver seu chefe naquela parte da empresa.

— Não te devo explicações, Happy, só me leve até o hotel da Sophia — O segurança apenas assentiu e foi para o assento de piloto, considerando que seu chefe já havia entrado no carro com uma rapidez incomum no mesmo.

[...]

Como era de se esperar a mulher já havia se retirado do hotel e segundo o vigilante a mesma se foi com todas as suas malas e deixou todos os seus modos de comunicação na recepção, Tony estava com ódio da loira, ódio por ter tirado sua filha de seus braços sem qualquer motivo.

Já em sua casa, Tony, olhava para a expressão de espanto de seu melhor amigo, o capitão Rhodes, que era chefe da guarida militar dos Estados Unidos, esse que chegou há algumas horas e estava chocado ao escutar o relato do amigo.

— E ela simplesmente foi embora… — O Stark assentiu pela quinta vez, Rhodes não parava de repetir isso desde que ele lhe contou a história e isso já estava lhe deixando com mais raiva.

— Sim, seu idiota, ela se foi, desapareceu, mas eu não ligo para ela e sim para a Cheryl, a minha filha que nem nasceu e já foi tirada dos meus braços — O capitão foi até o Stark e o abraçou, podia ver o quão abalado estava Tony, ele sempre foi tão piadista e de boa com a vida que nunca tinha tempo para se preocupar — Você vai me ajudar?

— Claro Tony, minha futura afilhada desapareceu e eu tenho que comprar vários presentes para dar a ela, eu irei acionar o FBI, você é Tony Stark, eles farão isso e um pouco mais… Vamos encontrar a Cheryl.

[...]

April. 16th. 2018. Nova Iorque. Manhattan.

— Stark, o FBI mandou entregar isso para o senhor.

Happy jogou uma pasta preta na mesa do chefe e saiu logo em seguida, sabia que Tony estava estressado com a separação de Pepper e principalmente com Steve que havia o abandonado.

Tony que lia um artigo sobre sua luxuosa e perfeita vida, admirou por breves segundos a pasta e ficou paralisado ao ler ao canto do objeto: Cheryl Stark.

Rapidamente jogou a revista em algum canto do escritório e pegou o conteúdo da pasta com extrema delicadeza, aquilo era ouro para Tony, haviam encontrado sua filha.

Ámbar Smith. 17 anos. Argentina. Buenos Aires. Adotada por Sharon Benson. Atualmente sua guarda está nas mãos de seu avô adotivo.

Então sua menina estava em Buenos Aires? Tony não perdeu tempo e chamou seu motorista que em questão de minutos apareceu na porta ofegante pela maratona que havia corrido desde o primeiro andar até o sexto.

— Happy, prepare o jatinho, iremos a Buenos Aires.


Notas Finais


Nessa história não irá acontecer a "Guerra Infinita" ou seja que todos os que morreram estão vivos.

Escrito: @imkwonlisa

Postado: @imkwonlisa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...