1. Spirit Fanfics >
  2. Hero our Villain? >
  3. Capítulo: 12- Final

História Hero our Villain? - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - Capítulo: 12- Final


Paro de correr, ao ver Taiga e Rin.

Tem algo errado...

_ Rin?

Os olhos delas estavam na cor dos olhos do Taiga.

_ Oque? Como isso é possível?

Taiga~ Foi algo que escondi por anos. Minha habilidade, posso copiar as habilidades de quem eu tocar.

_ Você está usando as habilidades da Rin... Contra ela mesma... Você...

Taiga~ Sempre usei. 

_ Você sempre esteve usando ela...

Taiga~ Só percebeu agora?

_ Seu...

Quando vou socar ele, Rin entra na frente, e bloqueia meu ataque.

_ Rin. Me escuta. Sai dessa!

Taiga~ Pode falar o quanto quiser, Rin nunca vai te escutar.

Olho para ele.

_ Seu verme maldito. Você é como o seu pai... EU TE ODEIO!

Rin me soca, eu caio de joelhos. Taiga levanta minha cabeça, puxando meu cabelo.

Taiga~ Irei fazer você pagar por tudo oque fez.

_ Idiota... Pode fazer oque quiser, seu pai nunca vai voltar...

??~ Será?

Essa voz...

Olho para trás dele. Uchida aparece.

_ Você...

Uchida~ " Deveria estar morto" não é?

_ Velho idiota...

Uchida~ Não está com saudades querida?

??~ Meiko!

Olho para trás, Daiki estava lá. As crianças estavam com ele.

Uchida~ Meus filhos vieram me ver. Que lindo...

Touya, Hinata abraçam a perna de Daiki.

_ Não nos trate como filho... Nenhum pai iria fazer oque você fez com nós...

Uchida~ E você sabe como é ter um pai? Seus pais te abandonaram quando descobriram suas habilidades, sua família adotiva iria levar vocês para um laboratório quando suas habilidades foram descobertas... Ainda fala como se soubesse oque é ter uma família.

Eu me levanto, e empurro Taiga.

_ Aprendi oque é ser uma família... Com as crianças que eu nunca vi na vida... Que pensaram que éramos uma família, porque você nos acolheu... Mas a realidade apenas poucos descobriram... Você nos tratou daquele jeito, para esconder suas verdadeiras intenções... Nessa brincadeira de família de mentira, nós descobrimos oque é realmente ser uma família de verdade.

Vou na direção dele, mas Rin me segura pelo pescoço.

_ Rin... Me solte!

Ela me joga para longe, e vem me atacar. Bloqueio seus ataques, e desmaio ela. Seguro a mesma, e com meu poder, acordo ela.

Rin~ Meiko...?

Uchida~ Você acordou.

Rin~ Essa voz...

O olhar dela era de desespero. Abraço a mesma.

_ Estou aqui...

Eu me levanto, e fico na frente dela.

_ Não vou permitir que faça meus irmãos sofrerem de novo

Uchida~ Sério?

Começa a aparecer nossos irmãos. Eu fico paralisada.

Rin~ Oque está havendo? Taiga! oque você está fazendo?

Taiga~ No fundo, vocês não bastam de armas...

_ Como ousa... Verme!

Quando dou um passo, sou atingida com tudo. Caio em cima de um carro.

Daiki~ Meiko... 

_ Tire as crianças daqui... 

Os carros do laboratório chegam.

Akemi~ Certo, vamos crianças.

Hinata~ O Kei!

_ Irei traze-lo de volta Hinata... Mas é perigoso continuar aqui...

Levanto do carro.

_ Irei proteger ele... Foi oque prometi, não é?

??~ Mei-chan. Quanto tempo!

Olho para frente. Paralisada. 

_ K-Katsuki...

Katsuki~ Hinata, Touya. Estive com saudade de vocês.

As crianças olham para ele, quase chorando.

Katsuki~ Entendo... Eu não deveria estar aqui, não é? Eu deveria estar morto.

Ele olha para mim.

Katsuki~ Quem é esse garoto?

Ele se vira para Daiki.

Katsuki~ Você me esqueceu...

Quando ele vai socar Daiki com seu poder, eu seguro sua mão.

Katsuki~ Oque você está fazendo? Achei que iria gostar de viver comigo de novo.

_ Não... Você está morto... E também... Katsuki não agiria assim...

Olho para Taiga. 

Katsuki~ Você ainda acha que estou morto?

Ele coloca a minha mão em cima do peito dele, o coração parecia bater.

_ Mesmo assim, ainda não passa de uma marionete...

Katsuki~ Mei-chan...

Ele me abraça.

Katsuki~ Mesmo... Que meu corpo esteja sendo controlado, Taiga não tem a capacidade de controlar minha alma... Acredite, meu corpo está morto, mas estou aqui...

_ Você está sofrendo, não está?

Katsuki~ Não pertencemos mais a esse lugar... Acabe com essa dor de uma vez...

_ Mas antes... Me perdoe... Me perdoa por ter te matado?

Katsuki~ Você se culpa mesmo depois de anos... Isso não é sua culpa... Daiki... Proteja ela... Mesmo parecendo ser fria, ela esconde muita dor e tristeza no coração...

Daiki~ Está bem...

Katsuki~ Adeus Mei-chan...

Ele pega a minha mão, e perfura o coração dele. Então, seu corpo começa a virar pó.  Limpo minhas lágrimas.  E olho para Taiga.

Taiga~ Vamos acabar com isso de uma vez...

Quando vou atacar ele, Rin entra na minha frente.

_ Oque está fazendo?

Rin~ Nossos irmãos... Meiko... Vai deixa-los morrer de novo?

Coloco minhas mãos nos ombros dela.

_ Eles não irão sofrer... A única coisa que os faz sofrer, é estar num lugar, aonde eles não fazem mais parte... Apenas nós que iremos sofrer a mesma coisa novamente, vamos ver eles morrendo outra vez... Mas acredite, é melhor assim Rin.

Ela limpa as lágrimas.

Rin~ Eu estava fazendo eles sofrer tentando traze-los de volta...

Ela sai da minha frente. Estralo, meus dedos.

_ Se eu mata-lo, tudo isso acaba, não é?

Taiga~ Pode tentar.

Começo a correr na direção dele, olho para Uchida e mudo minha direção correndo atrás dele. Perfuro minha mão no coração dele.

Taiga~ Pai!

O corpo dele começa a virar pó.

Uchida~ Sendo fria novamente...

_ Volte para queimar no inferno velho maldito.

Sou atingida nas costas. Eu me levanto.

_ Essa é a dor de quem perdeu todos que amava pela segunda vez... Agora entende oque eu, Rin e as crianças estamos sentindo...

Taiga~ No fundo você ainda é o monstro que todos temem...

_ Até mesmo você.

Ele vem na minha direção, bloqueio todos seus ataques. Sinto meu poder aumentando, chuto ele para cima, e pulo atrás dele.

_ Sinta tudo oque eu e meus irmãos sofreram nos anos que ficamos naquele laboratório

Coloco a mão na cabeça dele.

Rin On

Uma explosão acontece no céu. Todos nossos irmãos começam a virar pó.

_ Taiga morreu...?

Daiki~ Não, os dois estão caindo!

Daik pula e pega eles. Alguns homens colocam Taiga numa maca e levam ele.

Daiki~ Ela está desacordada...

_ Ela mostrou toda dor e sofrimento que sofremos no laboratório... Isso acabou aumentando o estresse dos dois, oque causou o aumento da energia, e a explosão aconteceu... É a terceira vez que isso acontece, mas é a primeira vez que houve uma descarga tão alta de energia... Por isso ela está nesse estado.

Meiko On

Acordo, havia duas pessoas me olhando. Eles estão sorrindo, e com lágrimas no rosto.

_ Rin... Daiki... Por que estão chorando?

Eu me sento na cama, e ambos me abraçam.

Rin~ Achei que iria te perder também... 

_ Me perder?

Daiki~ Você esteve dormindo por dias... Algumas vezes, seu coração parava...

Rin~ Os médicos não sabiam se você iria sobreviver...

Daiki~ Até que você soltou um suspiro... Esteve sonhando?

_ Sim...Vi nossos irmãos felizes, e então acordei...

Rin~ Vamos... Você precisa ver isso

Eu saio da cama, e sigo eles. Olho pela janela, as crianças estavam brincando lá fora.

_ Aonde estamos?

Daiki~ Aqui é nossa nova casa... Foi o povo do laboratório que nos deu.

_ Casa...?

Olho para Rin.

_ Aqui estamos como uma família... Está feliz Rin?

Rin~ Sim... E aposto que nosso irmãos estão felizes pela gente também.

_ Claro que estão...

Daiki~ Então... Também tem isso...

Sigo Daiki, ele foi até o jardim. Havia uma pedra, havia os nomes dos nosso irmãos falecidos. Coloco a mão na pedra, as lágrimas escorrem pelo meu rosto.

Daiki~ Isto é um presente nosso para vocês... Uma forma de lembrar de todos que morreram naquele lugar...

_ Obrigada Daiki...

Eu o abraço.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...