História Heroes - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Gaston, Luna Valente, Matteo Balsano, Nina, Simón
Tags Amizade, Gastina, Inimigos, Lumón, Lutteo, Mambar, Poderes, Romance, Simbar
Visualizações 57
Palavras 651
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Antes de mais nada, gostaria de agradecer pelos 6 favoritos e 5 comentários, apesar de muita gente achar pouco, pra mim já é muito ^^

Fiquem com o segundo capitulo.

Capítulo 2 - Consequências - Parte 1.


Âmbar saia do banheiro, indo escolher uma roupa adequada. Após se vestir, ela foi pegar os seus patins e quando estava para colocá-los, uma dor latente invadiu sua mente.

 

Nina! Nina! O que deu em você ?Luna perguntou, fazendo a amiga se virar para si.Ni-nina, seus olhos...

 

Mesmo estando atordoada, uma nova dor invadiu a mente de Âmbar, fazendo-a soltar um grito agudo.

 

Matteo, o que foi isso ?!Gaston perguntou assustado.

 

Eu não sei!

 

Âmbar tava respirando pesadamente, sendo surpreendida por uma nova dor.

 

Acho que está exagerando na velocidade, Simon.

 

Relaxa, Luna! Estou apenas praticando minha velocidade!Simon tranquilizou, botando mais velocidade.

 

Simon, cuidado!

 

Um dos narizes de Âmbar estava sangrando, quando uma nova dor invadiu a mente da loira.

 

A bonequinha está com pressa ?

 

Meu solta, seu idiota!Luna tentou se soltar e o aperto ficou mais forte.

 

O que foi isso ?!O outro garoto perguntou assustado.

 

Âmbar respirava pesadamente e olhava o seu reflexo no espelho, olhando para o seu nariz que pingava sangue.

 

Jam & Roller…

 

Luna e Simon colocavam os patins, Gaston e Matteo conversavam, Nina se encontrava com o seu mini-notebook e Âmbar chegava naquele momento. Ao se aproximar da pista, Âmbar sentiu uma rápida dor passar pela sua mente, deixando-o desnorteada. A loira só acordou quando sentiu uma mão no seu ombro e uma figura entrar em sua frente.

 

— Está tudo bem ?

 

— Sim, Simon. Eu só… Só tive um sono ruim essa noite. — Âmbar respondeu um pouco incomodada.

 

— Âmbar, você precisa relaxar, ok ? Faz meses que o incidente passou e estamos todos aqui. Vivos. E sem danos. — Simon aconselhou, dando seu melhor sorriso confortante.

 

Por milésimos de segundos, Âmbar se perdeu no sorriso de Simon, engolindo seco ao sair do transe.

 

— O-obrigada. Acho que estou precisando relaxar mesmo. — Âmbar agradeceu mudando sua visão.

 

— Qualquer coisa, só perguntar, ok ? Agora vou lá patinar com a Luna. — Simon se afastou, se juntando com Luna.

 

— Ei. — Matteo chamou a atenção da loira pensativa. — Está bem ?

 

— Sim, só estou perdida nos meus pensamentos.

 

— Então sei como resolver isso. Vem, vamos patinar. — Matteo convidou, estendendo a mão.

 

— Não sei se estou no clima para patinar, Matteo.

 

— Sério ? Desde de quanto você não tem clima para patinar ? — Brincou.

 

Relembrando o conselho de Simon sobre relaxar, Âmbar sorriu e pegou a mão de Matteo, deixando o amigo a guiar para o meio da pista, começando a patinar com o mesmo. Nina escrevia no notebook, quando seu suco foi derrubado.

 

— Olha o que fizeram!

 

— Desculpa nerdzinha, foi um acidente. — Debochou uma das meninas.

 

— Duvido muito!

 

— A nerdzinha é nervosa. — Ironizou a outra garota.

 

Nina estava sem expressão e se aproximava lentamente das meninas. Foi tudo muito rápido, as meninas começaram a gritar escandalosamente e saíram correndo. Luna se aproximou da amiga preocupada.

 

— Nina! Nina! O que deu em você ? — Luna perguntou, fazendo a amiga se virar para si. — Ni-nina, seus olhos…

 

Nina perdeu totalmente os sentidos e Gaston que estava se aproximando, conseguiu segurá-la a tempo. Matteo e Simon ajudaram o amigo a levar a garota até a enfermaria, acompanhados de Luna e Âmbar. Luna andava de um lado para o outro, tensa e nervosa.

 

— Ela vai ficar bem, tá ? Fica calma. — Simon tentou tranquilizar a amiga.

 

— Estou muito preocupada, Simon. Os olhos dela…

 

— O que tinha os olhos dela ? — Gaston perguntou.

 

— E-e-estavam negros… — Luna sentiu um arrepio ao lembrar. — Estou com medo, Simon. E se acon...

 

— Luna, não vai acontecer nada com a nossa amiga, ok ? — Simon garantiu, dando um abraço confortante na amiga.

 

Âmbar observava a cena, sendo invadida por um sentimento estranho, uma incomodação. Afastando esse sentimento, a loira se aproximou da pista, relembrando o que Luna tinha dito sobre os olhos de Nina.

 

— Aconteceu como eu vi. — Âmbar sussurrou para si mesma, ficando tensa. — O que eu tive… Foi uma visão ?

 

Continua...


Notas Finais


O que acharam ? Continuo ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...