História HeroeVerso - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 58
Palavras 1.668
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Heroes: Capítulo 3


Alguns dias depois do ocorrido, o governo descido que já era hora de uma retaliação pelo ocorrido... As bombas nucleares.

A meia noite na base militar russa de Vladovin na Sibéria eles dispararam logo em seguida as chineses e americanos.

Era esperado uma série de explosões, mas ocorreu apenas um forte brilho mas as naves... Ficaram paradas como se não tivesse ouvido nada.

- E agora... Stryker... Prepare sua equipe você tem o meu aval para a atuação dela - Diz o Presidente dos Estados Unidos.

- Sim Senhor... Começarei os preparativos agora mesmo - Fala Stryker se virando de costas e sai sorrindo.

Dois dias depois.

Base militar Marine.

Mar do Caribe localização exata incerta.

- AÍ cara eu esperava mais de você - Fala Adib.

 - Então vamos treinar de verdade - Diz Adib.

- Se for assim aqui estou - Fcha os olhos e abre os braços.

- Engraçado você em ?! - Diz Adib.

- Todos para a sala de reuniões... O Stryker está aqui - Fala Fryderyk com seus poderes.

- Eu já tô com raiva desse cara - Diz Carlos.

- Vamos logo - Fala Adib saindo da sala.

- Espera aí - Fala correndo atrás do outro.

Na cozinha da base.

- E é assim que se faz um bolo - Fala Marcos retirando o mesmo do forno.

- Que legal - Fala Agnes sorrido.

- Obrigado - Responde.

- E mesmo cara como você aprende isso ??? - Pergunta Sabrina.

- Bem quando você mora com uma irmã mais nova você aprende - Sorrir.

- Como assim ??? - Pergunta Agnes.

- Be-bem...

- Vocês três não ouviram... O Stryker tá aí - Fala Natan interrompendo Marcos.

- Falou francês - Diz Sabrina.

- Só... Vamos tá. - Agnes e Sabrina saiem.

- Obrigado cara - Fala Marcos. 

- Porque ??? - Pergunta Natan.

- Deixa pra lá - Fala Marcos.

No quarto de Sammy.

- Viu... E bem simples. - Fala Henrique em pé no meio do quarto.

- Sim... Mas... Eu sei que é uma pergunta boba mas porque sei nome de Herói e Elementar não Avatar ??? - Pergunta sentada na cama.

- Bem... Isso seria meio que plágio né ?! - Fala Henrique sorrindo.

- Sim - Sorrir Sammy - Mas os outros devem estar nos esperando já.

- E verdade... Mas não se esquece quando estamos juntos pode ter algo sério - Fala se referindo ao seus poderes de Pirocinese de Sammy e o seu de manipulação Elementar.

- Sim... Vamos - Diz Sammy.

- Certo - Fala Henrique.

Já na sala de reuniões.

- Nossa... Ninguém chegou ainda - Fala Lani.

- Na verdade não olhos roxos - Alice aparece atrás dela.

- AAAAAAAAAAAAA - Fica de frente para outra.

- A qual é o nem foi um susto de verdade - Fala Alice.

- Sei... Mas onde tá os outros ??? - Pergunta Lani.

- Oi gen... - Abre os olhos - Nossa tem ninguém além de vocês duas aqui ??? - Diz Yumi.

- Não... - Ironiza Alice.

- Tá certo então - Fala Yumi.

- VOLTA AQUI - Grita Adib entrando correndo atrás de Carlos.

- Você não me pega - Rir Carlos.

- Ah seu... - Fala Adib.

- Não - Fala Fryderyk entrando deixando os dois parados - Ah porque... - Fala e eles começam a andar.

- Ah como você faz isso ??? - Pergunta Yumi.

- Bem tipo tenho total ou quase total controle sobre os meus poderes, assim sou o segundo ser vivo mais poderoso do planeta... Algo mais ?! - Responde Fryderyk.

- Irônico - Fala Lani 

- Admito que sou um pouco - Fala Fryderyk.

- Oi gente - Fala Marcos entrando com os outros.

- Todos estão aqui ??? - Pergunta Henrique.

- Sim... Vamos nos sentar o Stryker já está quase aqui. - Todos se sentam em seus respectivos lugares e Stryker entra.

- Os mísseis falharam... Agora é com vocês - Fala Stryker.

- Sabia que isso seria uma má idéia - Fala Natan.

- Fica quieto aí francês - Diz Stryker.

- Fala logo o que você quer Stryker - Fala Henrique com raiva.

- Tá certo... Bem como eu disse os mísseis falharam agora é com vocês - Fala Stryker.

- Só uma perguntar... Por que o Jackson não tá aqui ??? - Pergunta Agnes.

- Não sei, não quero saber é tenho raiva de quem sabe - Fala Stryker.

- Isso não conta pra mim né Stryker - Fala Henrique.

- Do que ele está falando ??? - Sussurra Yumi para Fryderyk que estava do lado dela.

- O Stryker e o Henrique como posso dizer... Tem uma história difícil... E não e nada disso que você estar pensando. - Sussurra para ela.

- Ah tá desculpa... - Fala Yumi.

- Passado e passado Henrique... Mas como eu disse não sei onde estar o Jackson, além disso ele é a nossa última opção se vocês em um eventual futuro falharem - Diz Stryker.

- Mas porque ele não faz parte da equipe ??? - Pergunta Sabrina.

- Isso eu não posso revelar - Fala Stryker.

- Cheio de segredos você em Stryker - Fala Henrique.

- Bem mas eu tô aqui para avisar vocês mesmo - Diz Stryker.

- Tá... Mas como era só isso eu já vou indo - Fala Henrique.

- Certo to... - Seu celular começar a tocar - Só um momento - Stryker tem uma pequena conversa pelo celular e depois desliga.

- Você tá parecendo tenso... - Fala Agnes.

- Prepare-se... Uma nave estar se separando das demais... Essa é sua primeira missão... - Diz Stryker.

Depois disso Stryker sai da sala e todos os outros vão para seus quartos se arrumar para a missão depois de alguns minutos eles se encontram no heliporto (Lugar onde os helicópteros pousam.).

- Porque nossos uniformes são que nem os só exército ??? - Pergunta Carlos

- Por que somos uma equipe ?! - Fala Marcos.

- Eu prefiro o meu tradicional - Fala Henrique.

- O que estão esperando aí vocês vamos entrando - Fala Fryderyk.

Eles entram depois de algumas horas o helicóptero pousar em uma que aparentemente era uma base militar no meio de uma floresta.

- Bem... Onde estamos ??? - Pergunta Alice.

- Não sei... Bem estamos em doze então vamos nos dividir em dois grupos - Fala Henrique.

Os grupos ficaram 1- Henrique, Adib, Marcos, Lani, Alice e Agnes. 2 - Natan, Carlos, Fryderyk, Sabrina, Sammy e Yumi.

- Todos intenderam ??? - Pergunta Henrique.

- Sim... Mesmo eu não gostando de seguir ordens - Sussurra Marcos depois de falar sim.

- Então vamos meu grupo entra enquanto o outro fica aqui fora - Diz Henrique.

A equipe de Henrique entra a instalação estava toda destruída como se uma batalha tivesse acontecido.

Eles andam por mais um tempo até chegarem a sala principalmente, ela tinha vários computadores e um Ser humanoide que parecia estar de algum tipo de armadura, ele estava baixando os arquivos do computador principal é assim que terminar ele vira e olha os nossos heróis o observando.

No mesmo instante em um movimento instintivo Adib corre em direção ao Ser com sua mão com a mesma áurea amarela de quando ele ainda estava na Síria, mas o humanoide apenas segura a sua mão é com a outra desfere um soco que a lança para longe.

Marcos vendo a situação voa até seu inimigo com uma série de socos, mas o mesmo se defende com seus braços em formato de X, assim Marcos recua por alguns sentimentos e nesse instante o enimigo lança uma forte rajada de energia do seu peito.

Agnes, Alice e Henrique se preparam para um ataque.

Alice com duas adagas nas mãos avança  primeiro com Henrique prendendo as pernas e braços do adversário com rochas, com agilidade Alice faz um arranham no capacete do Ser com uma das adagas. 

Agnes lança suas teias, no mesmo que aparentemente tudo já estava sobre controle, uma forte explosão acontece vindo dele que além de quebra as rochas e queima a teia de Agnes.

Alice ao perceber a explosão corre em direção a Agnes formando um escudo que protege as duas.

Henrique com seu poder de controlar o ar consegue se proteger é também Adib e Marcos.

Depois da poeira abaixar todos ali presentes percebem que estava faltando algem... Lani ela tinha sumido.

- Pera cadê a Lani ??? - Pergunta Marcos.

- Essa não... - Fala Henrique.

Depois disso eles escuta uma explosão, mas não era, eles correm até o lugar é percebem que era Lani com sua voz sônica tentando afastar o enimigo, mas sem sucesso até que Henrique lança uma rajada de ar fazendo o enimigo ser lançado para fora do prédio.

Lá fora a segunda equipe vendo aquilo se preparam, Natan cria uma espada e um escudo de papel, Carlos transforma suas mãos em espadas, Sammy transforma seu corpo em fogo, Sabrina invoca espadas e Yumi cria dois chicotes negros graças a seu poder de umbrancidade.

- Desista agora - Fala Carlos

- O gênio ele não intende nossa língua - Fala Fryderyk.

- Na verdade entendo sim - Fala o ser, todos se assustam com a voz dele - Agora saiam do meu caminho ou não terei escolha se não matar cada um aqui.

- Ah não vai não - Diz Adib.

Assim que ele fala suas mãos ficam com a áurea amarela, ele corre até o humanoide que consegui parar o ataque, assim uma segunda explosão acontece dessa vez mais forte, alguns conseguem se esconder do ocorrido atrás de alguma coisa assim que a poeira abaixar mais uma vez eles percebem que Adib tinha sumido.

- Você não deveria ter feito isso... - Fala Henrique.

- Essa não... - Diz o Ser.

Nesse instante fortes ventos começam, a terra começa a se mexer, uma forte chuva a cair e as chamas de dentro do prédio a aumentar.

Os olhos de Henrique ficam completamente azuis... Mas de repente tudo para quando ele fecha os olhos...

Mas assim que ele abre Ar, Água, Terra e Fogo são lançados contra o humanoide que tenta se defender mas não consegui.

- JÁ CHEGA !!! - Grita Fryderyk.

Depois disso Henrique cai desmaiado no chão e o humanoide também.

Todos presentes ficam com uma cara de surpresos e com medo se algo pior possa ocorrer em uma próxima vez...

















Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...